tópicos avançados em sistemas de informação bpm – business process management

Download Tópicos Avançados em Sistemas de Informação BPM – Business Process Management

Post on 23-Jan-2016

24 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Tópicos Avançados em Sistemas de Informação BPM – Business Process Management. Raimundo Sales Neto e Azevedo. Modelagem por Processos. Modelagem por Processos. Segundo BPM CBOK existem três tipos de processos: Processos Primários: - PowerPoint PPT Presentation

TRANSCRIPT

  • Tpicos Avanados em Sistemas de InformaoBPM Business Process Management

    Raimundo Sales Neto e Azevedo

  • MODELAGEM POR PROCESSOS

  • MODELAGEM POR PROCESSOSSegundo BPM CBOK existem trs tipos de processos:

    Processos Primrios:So processos ponta-a-ponta, interfuncionais e que entregam valor diretamente ao cliente. Eles representam as atividades essenciais da organizao para cumprir sua misso. Geralmente fazem parte da cadeia de Valor da organizao. Os processos primrios tambm so chamados de processos de negcio.

    Processos de Suporte: So os processos que do suporte aos processos de primrios, geralmente estes processos so recursos, infraestrutura e/ou requeridos pelo processos primrios Os processos de suporte no geram valor diretamente para o negcio, mas isto no significa que eles no so importantes para a organizao

    Processos de Gerenciamento: So processos que usados para medir, monitorar e controlar as atividades. No adicionam valor ao cliente, mas garantem que a organizao opere com efetiva e eficiente.

  • MODELAGEM POR PROCESSOS

  • MODELAGEM POR PROCESSOS

  • MODELAGEM POR PROCESSOS

  • MODELAGEM POR PROCESSOS

  • MODELAGEM POR PROCESSOS

  • MODELAGEM POR PROCESSOS

  • MODELAGEM POR PROCESSOS

  • MODELAGEM POR PROCESSOS

  • MODELAGEM POR PROCESSOS

  • MODELAGEM POR PROCESSOS

  • MODELAGEM POR PROCESSOS

  • CICLO DE VIDA BPM*

  • AS IS X TO BE *As organizaes so compostas por inmeros processos, que quando produzem servios, informaes, conhecimentos, ou seja, produtos intangveis, torna-se difcil acompanh-los quando no esto mapeados e documentados. Com o objetivo de exercer uma gesto eficiente a atender seus clientes, as empresas cada vez mais procuram gerenciar seus processos e adotam iniciativas de BPM. Dessa forma os gestores buscam uma viso mais clara sobre as instncias de seus processos e utilizao dos recursos. Para isso, precisam se estruturar, ou seja, selecionar o(s) processo(s) que sero mapeados , identificar seus responsveis e participantes e especificar quais recursos so necessrios. Mas ento, mapear o processo j existente, ou partir para o que se considera ideal?

    Existem muitas discusses em torno desses dois tipos de modelagem, AS IS e TO BE. AS IS o desenho de como o processo realmente executado, contendo seus erros e acertos, j o mtodo TO BE trata do ideal e no da realidade vivida pela empresa. Porm como chegar ao TO BE sem conhecer o AS IS?

  • AS IS X TO BE *

    O conhecimento do processo e sua documentao so de extrema importncia para a identificao dos pontos positivos e negativos, e, portanto torna-se difcil partir para a melhoria sem compreender o que realmente precisa de ateno. O problema encontrado em uma determinada etapa pode ser conseqncia de outra, e se este fluxo no estiver claro e essas relaes no forem estudadas corre-se o risco de os erros persistirem. Algumas pessoas argumentam que despender muito tempo em desenhar o processo como ele no to importante quanto modelar o processo ideal, e, portanto o AS IS no deveria receber tanta ateno quanto o TO BE. Porm dessa forma informaes importantes no podem passar despercebidas? preciso conhecer e compreender como realmente o processo acontece dentro da empresa, priorizar os problemas que sero solucionados e dessa forma obter um processo bem estruturado.

  • AS IS - IDENTIFICAO E MAPEAMENTO DE PROCESSOS*

    Nesta etapa gerado o modelo do processo chamado AS IS.

    O objetivo da modelagem AS IS obter uma formalizao sobre o fluxo do processo de negcio como realizado na situao atual em que executado na organizao. Os aspectos a serem priorizados nesta documentao de processo so: que atividades so realizadas (tarefas), a sequencia entre estas tarefas, o caso feliz do processo e as condies que levem a cenrios de negcio alternativos.

    Para esta modelagem, os elementos de BPMN mais relevantes so: Pools, Lanes, Activities, gateways do tipo parallel e exclusive data-based, eventos de incio e fim. Podem ser utilizados componentes de annotations para apoiar no entendimento do modelo.

    Este modelo de processo em geral tem dois propsitos: A) servir de documentao para conhecimento do processo atual; B) servir como insumo para a prxima etapa do ciclo de vida de um projeto BPM.

    Por isso, esses modelos tendem a possuir uma vida curta. Minha recomendao nesta etapa : no invista muito tempo na documentao AS IS se sua organizao construiu este modelo especialmente como insumo para a prxima etapa. No decorrer das minhas atividades em consultorias j vi muitas organizaes investirem uma energia muito grande em um processo AS IS, quando o objetivo real do projeto era buscar a melhoria do processo atravs do redesenho TO BE.

  • MAPEAMENTO AS IS *Definio: o trabalho de levantamento e documentao da situao atual do processo, comumente chamado de AS IS, a qual representada em fluxo ou diagrama. Nesta mesma oportunidade levantam-se tambm os problemas ou fragilidades, bem como as oportunidades de melhoria do processo.Quem: Os participantes desse trabalho so principalmente as pessoas que realizam o processo no dia-a-dia. Recomenda-se tambm a participao de pessoas do processo fornecedor e do processo cliente. No devem participar chefias em geral.Profundidade: o nvel de profundidade ou a granularidade da documentao do processo depende dos propsitos do projeto. Normalmente, solicita-se s pessoas que esto dando seu depoimento na reunio de mapeamento, para que relatem o processo, como se estivessem ensinando algum novo na funo a execut-lo. Deve se tomar cuidado para se levantar toda a informao necessria em uma nica vez em uma nica reunio. bastante usual descrever, para cada atividade do processo, um nvel de detalhamento que melhore o seu entendimento e torne possvel a um eventual aprendiz, entender com o mnimo de detalhe, como se faz essa atividade. A estrutura desse texto :- Input:- Funo de sistema que suporta a atividade:- Cargo ou Papel responsvel pela execuo:- Descrio detalhada de como se faz a atividade regra de negcio envolvida:- Output:Estrutura da documentao: fundamental que o processo documentado fluxo tenha o correspondente elemento na estrutura macro de processos da organizao, representada pela Cadeia de Valor.Cuidados e preparativos para a documentao AS IS:Documentar junto aos gestores, quais as melhorias (ligadas aos problemas) e ganhos esperados e exprimir essa informao de forma quantitativa (e no qualitativa). O que se espera como viso de futuro para o processo.Objetivos do projeto, entender por que e para que a modelagem ser feita. O que se espera ao final dos trabalhos.Definir Padro de Notao e de Trabalho para Modelagem de Processos.Definir ferramenta para modelagem de processos, de preferncia com recurso de banco de dados.Tcnicas definidas e possveis para o mapeamento.No caso de consultorias contratadas, conceitos, ferramenta e metodologia empregados alinhados com os padres da Empresa.Definio da equipe do projeto e responsabilidades dos membros.Plano de trabalho, especificando as etapas, os responsveis, os recursos necessrios, o cronograma e agenda com os participantes a partir da priorizao dos processos.Estratgia e indicadores relacionados aos objetivos dos processos, verificando o alinhamento do processo estratgia do negcioGarantir os recursos necessrios para o projeto Infra-estruturaPreocupar-se com a comunicao (dentro do escopo de Change Management)Conscientizar alta gesto sobre o projeto, requisitos, comprometimentos etc.Conscientizar operacionais sobre o projeto, requisitos, comprometimentos etc. (Seminrios / Workshops de Gesto de Processos).

  • TO BE - REDESENHO DE PROCESSOS*

    Nesta etapa gerado o modelo do processo chamado TO BE.

    Ele uma evoluo do modelo anterior (AS IS), no qual so reavaliadas as questes de negcio envolvidas buscando-se, atravs de melhorias culturais e organizacionais, maior eficincia na execuo do processo.

    O modelo de processo TO BE tambm possui um foco sobre o processo de negcio, e por isso os mesmos tipos de elementos BPMN podem ser utilizados nesta etapa: pools, lanes, activities, gateways do tipo parallel, inclusive e exclusive data-based, eventos de incio e fim. O processo comea a ser melhor detalhado em procedimentos, e mais atividades podem surgir para apoiar a realizao de algumas tarefas, notificaes de atraso, etc. Assim, convm considerar utilizar subprocess para agrupar tarefas com objetivos especficos e possvel reuso. Eventualmente, alguns tipos de eventos como timer, link e message podem ser interessantes de serem incorporados no modelo se forem beneficiar o seu entendimento.

    Alguns projetos de BPM partem diretamente para a implantao do processo TO BE, com a realizao de aes de gesto de mudanas em nvel organizacional e cultural para beneficiar-se das melhorias sugeridas. Outros projetos seguem para a etapa seguinte do ciclo, no qual ao redesenho de negcio so agregadas melhorias tecnolgicas.

  • MAPEAMENTO TO BE *Definio: o trabalho de discusso, definio e documentao da situao futura do processo, comumente chamado de TO BE, a qual representada em fluxo ou diagrama tambm chamado de redesenho ou modelagem.Quem: Os participantes desse trabalho so principalmente as pessoas que o realizam no dia-a-dia, as chefias e, quando possvel, pessoas que tenham experincias externas e bem-sucedidas com o mesmo processo, de forma a enriquec-lo.Profundidade: o nvel de profundidade ou a granularidade da documentao do processo depende dos propsitos do projeto. Deve se tomar cuidado para se levantar toda a informao necessria em uma nica vez em uma nica reunio. bastante usual descrever, para cada atividade do processo, um nvel de detalhamento que melhore torne possvel a um eventual aprendiz, entender com o mnimo de detalhe, como se

Recommended

View more >