tipos de perturbaأ§أ£o do equilأ­brio dos ecossistemas causas das perturbaأ§أµes do...

Download Tipos de perturbaأ§أ£o do equilأ­brio dos ecossistemas Causas das perturbaأ§أµes do equilأ­brio dos

Post on 08-Jun-2020

0 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 1

    Tipos de perturbação do equilíbrio dos ecossistemas

    Perturbações

    Catastróficas

    Lentas e graduais

    Como a

    destruição de

    uma floresta

    pelas cinzas

    de um vulcão

    Como a subida

    do nível da

    água do mar

    devido às

    alterações

    climáticas

  • Causas das perturbações do equilíbrio dos ecossistemas

    Causas das perturbações

    Naturais

    Antrópicas

    Ambas

    Como uma derrocada

    provocada por um sismo, em

    que não houve intervenção

    direta do ser humano

    Como um derrame de

    petróleo no mar, provocado

    por um acidente num navio

    petroleiro

    Como um incêndio, que pode

    iniciar espontaneamente ou

    ser ateado pelas pessoas

  • Perturbações do equilíbrio dos ecossistemas

    Classifica as alterações representadas:

    • São naturais, antropogénicas ou ambas?

    • São catastróficas ou lentas e graduais?

    Degelo nos polos Impacto de grandes meteoritos Desflorestação

  • Algumas perturbações levaram a extinções em massa

    A extinção em massa que

    ocorreu no final do Cretácico,

    responsável por exemplo pela

    extinção dos dinossauros, estará

    relacionada com a queda de

    meteoritos de enormes

    dimensões e/ou com extensas

    erupções vulcânicas.

  • Meteoritos gigantes

    A queda de um meteorito

    gigante na Sibéria no início

    do século XX destruiu 80

    milhões de árvores numa

    área de 800km2.

  • Sismos e tsunamis – exemplos de alterações

    Sismos e tsunamis têm efeitos

    repentinos...

    ...nos seres vivos

    Morte dos seres vivos

    Destruição de habitats

    ...nos fatores abióticos

    Desvio do curso dos rios

    Derrocadas

  • Vulcões – exemplos de alterações

  • Incêndios - Causas

    Mais incêndios

    em Portugal

    Menos pessoas a viver no

    interior do país:

    a) Mais campos abandonados

    b) Menos vigilância

    Períodos de seca

    prolongados

    Mais florestas de eucalipto e

    pinheiro

    As pessoas que viviam nas serras faziam a limpeza e vigilância das

    florestas. Infelizmente, o interior do país está a ficar despovoado.

  • Incêndios – consequências para os ecossistemas

  • Seca e desertificação - causas

    SECA

    Período prolongado de

    baixa precipitação

    Temperaturas anormalmente

    elevadas

    Ventos secos e quentes

    mais frequentes

  • Seca e desertificação - causas

    DESERTIFICAÇÃO

    Seca prolongada

    Excesso de gado e de exploração agrícola no solo

    Cada vez menos vegetação e mais solo nu

    Solo exposto à erosão e menos

    permeável

  • Seca e desertificação - consequências

    Consequências para os

    ecossistemas

    Mais incêndios

    Morte dos seres menos tolerantes à falta de água

    Desaparecimento de alguns habitats

    Consequências para as

    populações

    Menos produtividade

    agrícola

    Menos água potável

    Mais fome e epidemias

  • Guerras e conflitos

    Na guerra do Kuwait (1991)

    centenas de poços de petróleo

    arderam durantes meses. Os

    efeitos desta catástrofe perduram

    até à atualidade:

    • Perda de biodiversidade

    • Poluição do ar

    • Poluição da água

  • Poluição e poluentes

    POLUIÇÃO

    • da água

    • do ar

    • do solo

    POLUENTES

    • Substâncias sólidas

    • Substâncias líquidas

    • Gases

    • Radiações

    • Som

    • Luz

    • Calor

  • Poluição da água

  • Poluição do solo

    Aplicação massiva de fertilizantes e pesticidas na agricultura

  • Poluição do solo

    Depósito de lixo ou restos de mineração sobre o solo

  • Poluição do solo

    Depósito de resíduos industriais sobre o solo

  • Poluição do ar

    Principais poluentes

    Monóxido e dióxido de carbono (CO e CO2)

    Poeiras e cinzas

    Dióxido de enxofre (SO2) e óxidos de azoto (NO e NO2)

    CFC

    Consequências

    Efeito de estufa

    Doenças respiratórias nas pessoas

    Chuvas ácidas

    Destruição da camada de ozono

  • Poluição do ar – chuva ácida

    Chuva ácida

    Habitats terrestres

    Solos ácidos são

    menos produtivos

    Destruição de

    florestas e outros

    habitats

    Habitats aquáticos

    Morte dos seres

    vivos, a começar

    pelos menos

    tolerantes à acidez

    Serviços como o

    turismo e pesca

    deixam de estar

    disponíveis

  • Poluição do ar – buraco na camada de ozono

  • Poluição do ar – aumento do efeito de estufa

    O efeito de estufa é muito

    importante para manter uma

    temperatura amena à

    superfície da Terra e impedir

    amplitudes térmicas extremas

    entre o dia e a noite.

    O CO2, o metano e o vapor de

    água são exemplos de gases

    com efeito de estufa.

  • Poluição do ar – aumento do efeito de estufa

    Contudo, o aumento do efeito de estufa tem consequências graves...

  • 24

    Poluição do ar – aumento do efeito de estufa

  • 25

    Poluição do ar – aumento do efeito de estufa

  • Introdução de espécies invasoras

    Espécies invasoras

    Espécies exóticas ou não indígenas

    Sou uma espécie

    exótica, mas não sou

    invasora porque não

    tenho impacte negativo

    nas espécies e habitats

    nativos ou indígenas

  • Introdução de espécies invasoras

    As espécies invasoras:

    • têm crescimento rápido e/ou grande

    capacidade de dispersão

    • competem mais eficientemente pelos

    recursos disponíveis do que as

    espécies nativas

    • produzem muitos descendentes em

    pouco tempo

    • no local onde são invasoras, não

    têm inimigos naturais uma vez que

    que estão deslocadas do seu local de

    origem

  • Introdução de espécies invasoras

    As espécies invasoras causam impactes negativos:

    • Económicos, por exemplo quando são espécies que invadem áreas agrícolas, florestais ou piscícolas

    • Na saúde pública, quando são espécies que provocam doenças, alergias, ou funcionam como vetores

    de pragas

    • Na disponibilidade de água nos lençóis freáticos, no caso de espécies muito exigentes no seu consumo

    • No equilíbrio dos ecossistemas conseguido ao longo de milhares de anos de evolução, sendo

    atualmente uma das principais ameaças à biodiversidade.

  • Introdução de espécies invasoras

    O jacinto de água é uma invasora muito

    agressiva. Modifica os fatores abióticos

    dos meios aquáticos causando

    diminuição da biodiversidade. Impede o

    uso agrícola e recreativo da água.

    A acácia e o chorão são duas plantas

    invasoras que estão a causar graves

    impactes na biodiversidade dos habitats

    das dunas em Portugal. O seu controlo é

    muito difícil.

  • Introdução de espécies invasoras

    A gambúsia e a perca-sol são peixes introduzidos nas barragens

    portuguesas para controlar as larvas de mosquitos. Contudo,

    disseminaram-se por diferentes meios aquáticos competindo com

    espécies nativas de peixes e pondo em perigo algumas espécies

    endémicas.

    O lagostim-vermelho-da-Lousiana

    compete com o lagostim europeu, é

    predador voraz de larvas de anfíbios e

    provoca estragos nas culturas de arroz.

  • Desflorestação

    Desflorestar implica:

    • Diminuir a fixação de carbono pelas plantas

    • Aumentar o risco de erosão do solo

    • Interferir com os ciclos de nutrientes

    • Interferir com o ciclo da água

    • Alterar localmente o clima

  • Desflorestação e fragmentação de habitats

    A desflorestação causa perda direta e imediata de muitos seres vivos, animais e plantas. Mas a longo prazo os

    impactes negativos são ainda maiores, uma vez que as manchas de floresta restantes ficam isoladas,

    dificultando as relações bióticas entre organismos de diferentes manchas. Esta fragmentação de habitats

    é uma das causas de extinção de espécies.

  • Extinção de espécies

    Perda de habitat:

    - Desflorestação

    - Incêndios

Recommended

View more >