texto magist©rio 2 trimestre

Download Texto magist©rio 2 trimestre

Post on 03-Jul-2015

1.408 views

Category:

Education

4 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 1. INSTITUTO ESTADUAL DE EDUCAO ISABEL DE ESPANHA CURSO NORMAL - 1 ANO PROF VIVIANETEXTOS A SEREM ESTUDADOS NO 2 TRIMESTRE Meninas,Leiam, atentamente cada um deste textos, fazendo anotaes, tirando dvidas, conforme o combinadoem sala de aula. No esqueam de fazer as atividades de avaliao e de compreenso do contedo.Os assuntos tratados so: Reinos Germnicos ... 2 Feudalismo ... 5 Renascimento 6 Reforma e Contrarreforma 6 Imprio Bizantino ... 7 Isl ...8 Igreja Catlica Apostlica Romana ...14 Cruzadas ...15 Conquista da Amrica 17 Brasil (Pr-colonial: 1532 1815) 18 Revoluo Inglesa ...21 Iluminismo 23 Revoluo Industrial 24 Liberalismo econmico 25 Independncia dos Estados Unidos 26 Revoulo Francesa 28 Atividades de avaliao e compreenso 321

2. REINOS GERMNICOSPor Reinos Germnicos, entende-se os reinos que originaram os povos da Europa, entre outrasregies. Eram tambm conhecidos como brbaros, por terem idioma, meneiras, cultura e comportamentostotalmente diferente dos romanos.Suevos, membros de um povo de origem germnica, que chegaram pennsula Ibrica no ano 409com os vndalos e os alanos. Inicialmente, os invasores se dedicaram ao saque, mas no ano 411 seestabeleceram em vrias regies do solo hispnico. Os suevos e os vndalos ocuparam a provncia romanada Galcia. Rapidamente surgiram rivalidades entre os dois povos. Os suevos posteriormente iniciaram aesofensivas contra todas as provncias da Hispnia. Os visigodos, sob o reinado de Leovigildo, se submeteramdefinitivamente aos suevos no ano 585.Alamanos, confederao de tribos germnicas que habitavam a regio situada entre os rios Main eDanbio, no sculo III d.C.VISIGODOSReino Visigodo, ncleo poltico criado na pennsula Ibrica pelos visigodos no transcurso do sculo VI.Era um povo germnico do grupo dos godos. Sua presena na Hispnia data do ano 416, quando, comofederados de Roma, ajudaram a combater os suevos, vndalos e alanos que estavam instalados em diversasregies peninsulares. Depois dessa interveno, assinaram um acordo com Roma e estabeleceram-se no suldas Glias, onde criaram o reino de Tolosa (em Toulouse). Mais tarde regressaram Pennsula com funesde carter militar, iniciando-se seu assentamento nessas terras. Mas a afluncia macia dos visigodos at aPennsula ocorreu depois da derrota sofrida frente aos francos na batalha de Vouill (507). Seuassentamento preferencial se situa na bacia do Douro, rea de populao escassa e desenvolvimento urbanofraco, que lhes permitia ficar isolados dos hispano-romanos.O reino visigodo de Toledo comeou a adquirir entidade durante o reinado de Leovigildo (569-586).Esse monarca conseguiu implantar um domnio poltico efetivo na maior parte do territrio peninsular. Assimmesmo, tomou medidas encaminhadas promoo da fuso entre visigodos e hispano-romanos, basefundamental para a formao de um verdadeiro reino. Para acabar com as diferenas religiosas, Leovigildotratou de impor o arianismo como religio oficial do Estado, mas fracassou pela oposio da Igreja e daaristocracia hispano-romana. Seu filho, Hermenegildo, responsvel pelo governo da Btica, abraou ocatolicismo e rebelou-se (579). Diante dessa situao s restava a opo de conseguir a unidade em tornodo catolicismo, medida adotada por seu filho Recaredo no Terceiro Conclio de Toledo (589). A unidadejurdica foi obtida com a promulgao, por Recesvinto, do Liber Iudiciorum (654), cdigo de validadeterritorial pelo qual deveriam reger-se todos os juzes.Godos, de origem teutnica, que desde o sculo III at o VI d.C. foi uma importante potncia,coincidindo com o perodo de crise e desintegrao do Imprio Romano. Por volta do sculo III d.C. j seencontravam no baixo Danbio, ao redor do mar Negro. Durante esse sculo, os exrcitos godos arrasaram 2 3. a Trcia, a Dcia e as cidades da sia Menor. No sculo IV, o reino se estendia desde o mar Bltico at o marNegro.At 370, devido s invases dos hunos, os godos se dividiram em duas ramificaes: os ostrogodos,estabelecidos nas terras ao redor do mar Negro, e os visigodos (godos do ocidente), cujo domnio territorialse estendia do Dniester ao Danbio.Em 376 os visigodos, ameaados pelos hunos, buscaram a proteo do imperador romano Valente,que lhes autorizou o assentamento na provncia romana de Msia. Teodsio I assinou a paz com os godos eincorporou seu exrcito ao romano. A partir desse momento, os visigodos exerceram grande influncia noImprio Romano.O rei Alarico I invadiu a Grcia e a Itlia, e Ataulfo conduziu os visigodos atravs dos Pireneus at aHispnia.De 415 a 418, sob o comando de Valia, os visigodos ampliaram seu domnio com a anexao degrande parte da Hispnia e do sul da Glia, estabelecendo sua capital em Toulouse. Com Eurico, que haviadeclarado sua independncia de Roma, o reino de Tolosa abarcava uma considervel extenso da pennsulaIbrica e grande parte da Glia. Em 506, Alarico II levou a cabo uma recompilao das leis, conhecida comoo Brevirio de Alarico. Um ano mais tarde, o rei dos francos Clodoveu I derrotou os visigodos na batalha deVouill, na qual Alarico II morreu, o que representou o desaparecimento do reino de Tolosa. A maior parteda Provena se separou do reino visigodo e este ficou reduzido, em quase toda a sua totalidade, pennsulaIbrica, onde foi fundado o novo reino visigodo com capital em Toledo. O ltimo monarca, Rodrigo, foiderrotado na batalha do rio Guadalete (711) pelos muulmanos que ocuparam a pennsula Ibrica. OSTROGODOS Depois das lutas com os hunos, assentaram-se na Pannia como federados de Roma. Em 474, foieleito rei o mais destacado dos monarcas ostrogodos: Teodorico I. No ano 488, depois de diversas guerras ealianas com o imperador Zeno, Teodorico invadiu a Itlia e proclamou-se rei. Depois de sua morte no ano526, o imperador bizantino Justiniano I enviou seu general Belisrio para conquistar o reino ostrogodo daItlia, destruindo seu poder no ano 555.Jutos, um dos povos germnicos mais antigos da Dinamarca ou do norte da Germnia. Segundo Beda,o Venervel, conquistou o sudeste da Britnia entre 400 e 500 d.C.Anglo-saxes, nome coletivo dado aos povos germnicos que emigraram para a Britnia nos sculos Ve VI d.C. O perodo anglo-saxo abrange da primeira metade do sculo V at a conquista normanda de1066. Beda nomeia trs povos principais: saxes, que se estabeleceram no sul; os anglos, que ocuparam amaior parte da Inglaterra; e os jutos, que se instalaram em Kent e na ilha de Wight. Outras fontes tambmincluem os francos. Sua converso ao cristianismo, iniciada por Santo Agostinho da Canturia, foi concludano sculo VII. A lngua anglo-saxnica foi a lngua verncula da Inglaterra at o sculo XIII. A invaso dinamarquesa do sculo IX acabou com vrios reinos pequenos estabelecidos no sculoVII. Apenas os saxes ocidentais resistiram ao invasor e, sob o reinado de Alfredo, o Grande, comearam aconquista do resto da Inglaterra. Aps um breve domnio do rei dinamarqus Canuto, o Grande, e de seus 3 4. sucessores, o poder foi restitudo a Eduardo, o Confessor. Harold Godwinson foi o ltimo rei anglo-saxo.Hunos, povo nmade asitico, provavelmente de origem turca, trtara ou ugrio, partiu das estepessituadas ao norte do mar Cspio para realizar repetidas incurses no Imprio romano durante os sculos IVe V d.C. Esses ataques terminaram numa srie de guerras na poca de tila, o mais famoso de seus lderes,que levaram ambas as partes do Imprio romano, oriental e ocidental, ao limite da destruio. Em seu momento de mximo esplendor, os hunos absorveram diversas tendncias raciais em seusexrcitos e assimilaram as caractersticas das populaes sua volta. Os relatos so coincidentes aodescrev-los como um povo nmade agressivo, de escassas conquistas culturais, que haviam conseguidodesenvolver uma grande habilidade nas tcnicas de combate.Francos, grupo de tribos germnicas que surgiram pela primeira vez na metade do sculo III d.C. nomdio e baixo Reno. Os francos se estabeleceram nas provncias romanas at o ano 253 e pouco depois sedividiram em dois grandes grupos: os francos slios e os francos ripurios. Os primeiros habitaram oterritrio que estendia-se ao longo do baixo Reno, enquanto os francos ripurios ocuparam o curso mdio dorio. Os slios foram conquistados pelo imperador romano Juliano no ano 358 e convertidos em aliados deRoma. Quando os romanos se retiraram do Reno, no incio do sculo V, os slios se estabeleceram em quasetodo o territrio situado ao norte do rio Loire.Sob o reinado do rei slio Clodoveu I, fundador da dinastia Merovngia, o poder e a influncia do reinofranco cresceu de forma considervel.Depois da morte de Clodoveu, o reino foi dividido entre seus quatro filhos. Clotrio II o consolidou deforma definitiva no ano 613. Contudo, depois de seu falecimento, a autoridade passou s mos dos altosfuncionrios do reino, sobretudo s do mordomo do palcio. No extremo oriental, na Austrsia, surgiu umapoderosa famlia, a Carolngia, que conservou de forma exclusiva a posse do cargo do mordomo de palciodurante mais de cem anos. No ano 687, Pepino de Herstal conseguiu se tornar o mordomo do reinounificado. Seu filho Carlos Martel ampliou as fronteiras e, em 732, repeliu a invaso muulmana. O poderfranco alcanou seu desenvolvimento mximo com o neto de Carlos Martelo, Carlos Magno, que se tornou omonarca mais poderoso da Europa. No ano 800, foi coroado imperador dos romanos pelo papa Leo III. Ottulo imperial de Carlos Magno foi ostentado sucessivamente pelos imperadores do Sacro Imprio Romano-Germnico at o incio do sculo XIX.Lombardos, povo germnico. Estabelecido, a princpio, ao longo do rio Elba, invadiu e conquistou onorte e o centro da Itlia entre 568 e 572, quando o chefe Alboim fundou o reino da Lombardia; sua dinastiafoi destronada por Carlos Magno, em 774.Bretes, nome dado aos antigos habitantes da Britnia (Reino Unido), grupos celtas que, desde o finalda Idade do Bronze, chegaram do continente. Quando os anglos e os saxes invadiram a ilha, muitos delesfugiram para a Bretanha (Frana).Belgas, povos germnicos e celtas que habitavam o norte da Glia. Lutaram ferozmente contra JlioCsar no princpio da

View more