TESE 7° DAN

Download TESE 7° DAN

Post on 06-Jun-2015

1.419 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Monografia breve de autoria do Prof. Luiz Rodolfo de Arago Ortiz, Bacharel em Educao Fisica, Quimico, Ps-Graduado pela Organizao Mundial da Propriedade Intelectual - Organizao das Naes Unidas, Professor de Artes Marciais (Karat, Kobu-Do, Defesa Pessoal, Segurana Pessoal, Bioenergtica, Orientao Alimentar).

TRANSCRIPT

INTERNATIONAL UNION SHORIN-RYU KARATE-DO FEDERATION UNIO SHORIN-RYU KARATE-DO BRASIL ASSOCIAO OKINAWA SHORIN-RYU KARAT-DO BRASIL

CONTRIBUIO DO KARAT-DO AO DESENVOLVIMENTO DA SADE, PERCEPO, CARTER, COMUNICAO SOCIAL, PRODUTIVIDADE, QUALIDADE DE VIDA, E HUMANITARISMO

Luiz Rodolfo de Arago Ortiz

DIREITO AUTORAL FUNDAO BIBLIOTECA NACIONAL - RIO DE JANEIRO CERTIFICADO DE REGISTRO N 289.453 - LIVRO: 524 - FOLHA: 113 10 DE JUNHO DE 2003 Autorizada a reproduo de todo ou parte deste texto quando mencionado a fonte e o autor Autorizado pelo autor a publicao e divulgao no Site da IUSKF

Rio de Janeiro Novembro - 2002

INTERNATIONAL UNION SHORIN-RYU KARATE-DO FEDERATION

2

UNIO SHORIN-RYU KARATE-DO BRASIL ASSOCIAO OKINAWA SHORIN-RYU KARAT-DO BRASIL

CONTRIBUIO DO KARAT-DO AO DESENVOLVIMENTO DA SADE, PERCEPO, CARTER, COMUNICAO SOCIAL, PRODUTIVIDADE, QUALIDADE DE VIDA, E HUMANITARISMO

Luiz Rodolfo de Arago Ortiz

Tese desenvolvida para obteno do Grau de 7 Dan Brasil. da Associao Okinawa Shorin-Ryu Karat-Do Brasil / Unio Shorin-Ryu Karat-Do

Rio de Janeiro Novembro / 2002

3

DEDICATRIA

. Meus pais Luiz Ortiz (in memorian) e Hilda de Arago Ortiz (in memorian) Minha querida e paciente companheira Crima Chaar Salan Sensei Gran-Mestre Shinzato & D. Famlia Fiel colega e amigo Mestre Masahiro Shinzato & D. Famlia Mestre Hector Gonzalez & D. Familia Minha irm Luizilda Ortiz de Moraes Meu cunhado Marco Antonio Ioselli de Moraes Minha sobrinha e afilhada Gabriela Ortiz de Moraes Minha sobrinha Gisela Ortiz de Moraes

4 AGRADECIMENTOS Amados Parentes Mestre Katsuyoshi Kanei - Okinawa (in memorian) Mestre "Papae" - Bairro Liberdade - SP (in memorian) Prof. Augusto Falco Prof. Gilberto Israel & D. Famlia Prof. Claudio Carvalho de Lima & D. Famlia Sensei Rogrio Wong & D. Famlia Prof. Jorge Yoshimura & D. Famlia Prof. Vicente Soares & D. Famlia Dr. Marcelo Arantes & D. Famlia Sensei Teruo Furusho & D. Famlia Sensei Shingeme Kohara & D.Famlia Sensei Yoshiki Kohara & D. Famlia Sensei Juigi Sagara (in memorian) Sensei Lirto Monassa (in memorian) Prof. Fernando Gomes da Silva & D. Famlia Prof. Alcione Machado de Goes Soares & D. Famlia Prof. Amaury Alves Pereira & D. Famlia Prof. Horcio Macedo (in memorian) Prof. Augusto Arajo Lopes Zamith (in memorian) Prof. Adolpho Wasserman Luiz Santiago Alves de Mesquita - Casa do Estudante do Brasil (in memorian) Jornalista Hamilton Sbarra & D. Famlia Jornalista Prof. Geraldo Panardes Jornalista Lauro Freitas Jornalista Wanda Figueiredo & D. Famlia Jornalista Gilse Campos Prof. Orlando Ribeiro Matos D. Famlia Prof. Renato Carrieri & D. Famlia

5 Sensei Oscar Malaquias & D. Famlia Mestre DeRose Prof. Neiva Paiva Marcio Landes Claussen & D. Esposa Rui Pinheiro dos Santos & D. Famlia Eduardo Morand & D. Famlia Joo Augustinho de Almeida & D. Famlia Dra. Marilia Aciolli & D. Famlia Almirante Humberto Annibal de Mello Santos & D. Famlia Luiz Washington Machado de Oliveira & D. Famlia Bilogo Cludio Jos Matos de Arajo (Sideral) & D. Famlia Roosevelt de Oliveira (in memorian) Julio Gamara (in memorian) Jos I. Thomas (in memorian) Euro S.R. e Deusaly Edgard N. Rocca (Bituca) Felicitas Baer Barreto Wellington Cordeiro de Miranda & D. Famlia Carlos Pimenta Carlos Zimbardi Francisco Yuzo Nakajima & Hiaku Nakajima Colegas Amigos Alunos e Alunas Colaboradores AOSKB / USKB / IUSKF / USKI /ACS FKERJ CBK Shiva Buda

6 Cristo A Todos... A Tudo... Ao Nada...

...tudo se inicia com nada e o nada tudo... tudo se inicia com algo... ...e algo tudo... tudo se inicia com tudo... e tudo nada... relaxamento e postura inicio de tudo... ateno e ao inicio de tudo... reflexo e intuio inicio do nada... ao e inao inicio de tudo... equilbrio na ao fim de tudo... harmonia e justia fim do nada... guerra e paz inicio e fim... espada e corao inicio do fim... fraternidade e ao fim do inicio... morte e renascimento fim e inicio...

7 transformao e movimento vida enfim.. -LRAO

RESUMO Este trabalho foi preparado a fim de atender solicitao do Gran-Mestre Yoshihide Shinzato, no sentido de preparar um texto relatando principais acontecimentos e reflexes relevantes, ao longo de minha prtica de Karat, de maneira bem sinttica, resumida e objetiva, como condio prvia subseqente argio, como candidato, a convite, promoo ao Grau de 7 Dan na Associao Okinawa Shorin-Ryu Karat-Do Brasil. Aproveitei parte do texto de um pequeno livro sobre Karat que iniciei, com reflexes sobre o Karat, a partir de 1974, quando ento ministrava aulas de Karat na Universidade do Estado de Illinois, nos EUA. A tnica do trabalho est na conceituao sobre arte marcial, o Karat, a organizao mundial, os objetivos, formas de ensino e prtica, benefcios sade, e como pode contribuir para a performance da mquina humana, a segurana pessoal, e a qualidade de vida, com extenses sociais e humanitrias. Este trabalho pode eventualmente servir como um guia resumido, contendo os fundamentos filosficos do Karat, para praticantes, e interessados em geral.

8

SUMRIO

HISTRICO CAPITULO I - ARTE MARCIAL CAPITULO II - KARAT-DO CAPITULO III - ORGANIZAO MUNDIAL CAPITULO IV - OBJETIVOS CAPITULO V - AULA CAPITULO VI - COMPETIO CAPITULO VII - GRADUAO CAPITULO VIII - PRINCPIOS EDUCACIONAIS CAPITULO IX - BENEFCIOS SADE CAPITULO X - BIOENERGTICA CAPITULO XI - DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL CAPITULO XII - CONCEITOS FUNDAMENTAIS

9

HISTRICO

Comecei a praticar Karat em 1966, motivado por meu pai, saudoso Luiz Ortiz, que tinha exercido, dentre outras atividades comerciais e empresariais, a pratica do Boxe Ingls. Na poca eu nadava e jogava plo aqutico em Santos-SP, no Clube de Regatas Saldanha da Gama, pelo qual logrei alguns ttulos a nvel Estadual. Alguns colegas de natao praticavam o Karat com Mestre Shinzato, e eu observava atentamente aqueles eficientes movimentos altamente plsticos. No dia que cheguei na Academia do Mestre Shinzato (Rua General Cmara - Santos), perguntei a ele (sem saber quem era) se ali era a Academia de Karat. Ele simplesmente disse que sim. Perguntei se era ele o professor. Ele me disse que iniciaria uma aula dentro de alguns minutos. Simplesmente a aula prendeu toda minha ateno e meus pensamentos se dirigiam queles movimentos extremamente harmnicos e obviamente de uma importncia vital para a sade das articulaes. Feita a matrcula l estava de quimono e extremamente compenetrado. Os comandos enrgicos dos instrutores e a moderao do Mestre Shinzato me impressionavam. As paredes da Academia da Rua General Cmara em Santos eram repletas de dizeres alusivos ao desenvolvimento de um bom carter, respeito e importncia da dedicao aos treinos. Rapidamente me tornei faixa azul, e em seguida faixa roxa. A eficincia da defesa pessoal do karat e a arte dos movimentos do Kata realmente me impressionavam. A personalidade forte do Mestre Shinzato sempre foi um amparo s indagaes e dificuldades da vida de todos seus alunos. Somente aqueles que no seguiram sua orientao tiveram maiores dificuldades.

10 Todos, sem exceo, que ouvimos suas recomendaes, tivemos os problemas usuais de nossas s vidas amenizados, e obtivemos avanos no karat. Quando em Santos, eu me preparava no Cursinho CCS, para prestar o vestibular para Engenharia Qumica, um colega da Academia do Mestre Shinzato, o Faixa-Preta Joo Carlos Luiz, ento estudante de medicina na UFRJ incentivou-me a ir ao Rio ministrar aulas de Karat. Com o desdobramento, eu, estudante na UFRJ, na Associao Atltica Acadmica da Escola de Qumica, iniciei um curso de Karat, ministrado por mim, Rui Pinheiro dos Santos, do Rio de Janeiro, e outro colega, o Bencio, do Cear. Chegamos a ter muitos alunos de vrias Faculdades, e participamos de muitos eventos do Mestre Shinzato em Santos, com nossa equipe, a partir de 1968. Ministrando aulas de Karat na UFRJ, consegui arrecadao para as despesas fundamentais de meus estudos. Em funo de questes polticas relativas ao final dos anos 60, nosso curso foi suspenso na Praia Vermelha, tendo prosseguido posteriormente na Cidade Universitria do Fundo sob outra direo. Em paralelo nosso ncleo prosseguiu na Academia Buguei-Kan em Copacabana. Aps circular por Academias, Escolas, Clubes e Associaes passamos a ter nossa prpria Academia e Associao fundada em 1985, em Copacabana, a Associao Studio Montreal, alusiva Academia Montreal formada por mim, com os scios Rui Pinheiro do Santos e o amigo Advogado Eduardo Morand, vindo a situar-se posteriormente em Santa Teresa, e em seguida na Copa Corpo Clube como comodatrio conveniado, estando hoje no Olympico Club, em Copacabana. Ao longo deste perodo participamos intensamente da FKERJ, CBK, USKB e IUSKF, com boas classificaes nas competies, e gerando filiais atravs de nossos alunos faixas-pretas. Muitas informaes foram consolidadas ao longo das Aulas Especiais em Santos e no Rio, e viagens acompanhando o Mestre Shinzato Argentina e Okinawa (Japo), bem como atravs de conversas com o Mestre, seus alunos e meus colegas, atravs do convvio com outros professores, e pesquisas pessoais em aula, com alunos, leituras e pesquisas em museus, salientando-se o Museu de Xapoutepec no Mxico, Museu do Ouro em Lima-Per, Universidade da Califrnia e Golden Gate House of Study em San Francisco - EUA. Importantes livros cedidos pelo Prof. Gilberto Israel vieram a complementar e sedimentar esta pesquisa. Muitas observaes tambm foram feitas em funo de meus estudos em Qumica, Fsica Nuclear, Bioenergtica, Yoga e Meditaes. poca importante nestas etapas foi o estgio efetuado com o Prof. DeRose em seu Instituto de Swastya Yoga em Copacabana, onde tive oportunidade de conviver holisticamente com

11 pesquisadores de varias reas, como o Bilogo Claudio Arau