termopar com cabo modelo tc40 - termopares com cabo s£o particularmente adequadas para...

Download Termopar com cabo Modelo TC40 - termopares com cabo s£o particularmente adequadas para aplica§µes

Post on 30-Sep-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Medio eltrica de temperatura

    Termopar com caboModelo TC40

    Termopar com cabo, modelo TC40

    Aplicaes

    Para montagem direta em processo Fabricante de mquinas e equipamentos Motores Mancais Para tubulaes e tanques

    Caractersticas especiais

    Faixa de aplicao de 0 ... +1.200 C (32 ... 2.192 F) Para insero direta ao processo ou montagem

    rosqueada com conexo ao processo como opcional Cabo de PVC, silicone, PTFE ou fibra de vidro Alta resistncia mecnica Verses para rea classificada

    Descrio

    Os termopares com cabo so particularmente adequadas para aplicaes onde o sensor montado diretamente em furos (por exemplo, em componentes de mquinas) ou diretamente em processo para aplicaes sem grandes desgastes por meios quimicamente agressivos ou abrasivos.

    Caso a utilizao deste modelo seja em um poo termomtrico, uma mola de compresso deve ser providenciada pois somente isso pode garantir o contato da ponta do sensor com o fundo do poo termomtrico. Caso contrrio, a haste do instrumento poder estar pressionada de maneira incorreta.

    WIKA folha de dados TE 65.40

    Pgina 1 de 13WIKA folha de dados TE 65.40 04/2017

    outras aprovaes veja pgina 2

    Este termopar fornecido normalmente sem qualquer tipo de conexo, pois a montagem feita diretamente ao processo. Porm conexes ajustveis (bucim), conexes giratrias, etc, podem tambm ser fornecidas.

  • Pgina 2 de 13 WIKA folha de dados TE 65.40 04/2017

    Certificaes (proteo contra exploso, outras aprovaes)

    Logo Descrio PasDeclarao de conformidade UEDiretriz ATEX (opcional)reas classificadas- Ex i Zona 0 gs [II 1G Ex ia IIC T3 ... T6 Ga]

    Zona 1 conexo a zona 0 gs [II 1/2G Ex ia IIC T3 ... T6 Ga/Gb]Zona 1 gs [II 2G Ex ia IIC T3 ... T6 Gb]Zona 20 poeira [II 1D Ex ia IIIC T125 ... T65 C Da]Zona 21 conexo a zona 20 poeira [II 1/2D Ex ia IIIC T125 ... T65 C Da/Db]Zona 21 poeira [II 2D Ex ia IIIC T125 ... T65 C Db]

    - Ex n Zona 2 gs [II 3G Ex nA IIC T1 ... T6 Gc X]Zona 22 poeira [II 3D Ex tc IIIC T440 ... T80 C Dc X]

    Unio Europeia

    IECEx (opcional)(em conjunto com ATEX)reas classificadas- Ex i Zona 0 gs [Ex ia IIC T3 ... T6 Ga]

    Zona 1 conexo a zona 0 gs [Ex ia IIC T3 ... T6 Ga/Gb]Zona 1 gs [Ex ia IIC T3 ... T6 Gb]Zona 20 poeira [Ex ia IIIC T125 ... T65 C Da]Zona 21 conexo a zona 20 poeira [Ex ia IIIC T125 ... T65 C Da/Db]Zona 21 poeira [Ex ia IIIC T125 ... T65 C Db]

    Internacional

    EAC (opcional)reas classificadas- Ex i Zona 0 gs [0 Ex ia IIC T3/T4/T5/T6]

    Zona 1 gs [1 Ex ib IIC T3/T4/T5/T6]Zona 20 poeira [DIP A20 Ta 65 C/Ta 95 C/Ta 125 C]Zona 21 poeira [DIP A21 Ta 65 C/Ta 95 C/Ta 125 C]

    - Ex n Zona 2 gs [Ex nA IIC T6 ... T1]Zona 22 poeira [DIP A22 Ta 80 ... 440 C]

    Comunidade Econmi-ca da Eursia

    INMETRO (opcional)reas classificadas- Ex i Zona 0 gs [Ex ia IIC T3 ... T6 Ga]

    Zona 1 conexo a zona 0 gs [Ex ib IIC T3 ... T6 Ga/Gb]Zona 1 gs [Ex ib IIC T3 ... T6 Gb]Zona 20 poeira [Ex ia IIIC T125 ... T65 C Da]Zona 21 conexo a zona 20 poeira [Ex ib IIIC T125 ... T65 C Da/Db]Zona 21 poeira [Ex ib IIIC T125 ... T65 C Db]

    Brasil

    Proteo contra exploso (opcional)

    Os termopares com cabo TC40 esto disponveis com certificado de exame CE de tipo (Comunidade europia), para proteo contra exploso Intrinsecamente segura Ex i.Estes instrumentos cumprem os requisitos da diretriz ATEX para gases e poeira.

    A potncia permitida Pmax e a temperatura do ambiente permitida para a respectiva categoria pode ser vista no certificado Ex e nas instrues de operao.

    A indutncia (Li) e capacitncia (Ci) internas para os termopares com cabo podem ser encontradas na etiqueta do produto, e elas devem ser consideradas quando conectados a uma fonte de alimentao intrinsecamente segura.

  • Pgina 3 de 13WIKA folha de dados TE 65.40 04/2017

    Logo Descrio PasNEPSI (opcional)reas classificadas- Ex i Zona 0 gs [Ex ia IIC T3 ~ T6]

    Zona 1 conexo a zona 0 gs [Ex ia/ib IIC T3 ~ T6]Zona 1 gs [Ex ib IIC T3 ~ T6]Zona 20 poeira [Ex iaD 20 T65 ~ T125]Zona 21 conexo a zona 20 poeira [Ex ibD 20/21 T65 ~ T125]Zona 21 poeira [Ex ibD 21 T65 ~ T125]

    - Ex n Zona 2 gs [Ex nA IIC T1 ~ T6 Gc]

    China

    KCs - KOSHA (opo)reas classificadas- Ex i Zona 0 gs [Ex ia IIC T4 ... T6]

    Zona 1 gs [Ex ib IIC T4 ... T6]

    Coreia do Sul

    - PESO (opcional)reas classificadas- Ex i Zona 0 gs [Ex ia IIC T1 ... T6 Ga]

    Zona 1 conexo a zona 0 gs [Ex ib IIC T3 ... T6 Ga/Gb]Zona 1 gs [Ex ib IIC T3 ... T6 Gb]

    ndia

    GOST (opcional)Metrologia, calibrao

    Rssia

    KazInMetr (opcional)Metrologia, calibrao

    Cazaquisto

    - MTSCHS (opcional)Comissionamento

    Cazaquisto

    BelGIM (opcional)Metrologia, calibrao

    Bielorrssia

    Uzstandard (opcional)Metrologia, calibrao

    Uzbequisto

    Instrumentos com a marcao ia tambm podem ser utilizados em reas que necessitam instrumentos com marcao ib ou ic.Se um instrumento com marcao ia foi utilizado em uma rea conforme necessidade ib ou ic, posteriormente, ele no pode ser utilizado em reas conforme necessidade ia.

    Aprovaes e certificados, veja o site

  • Pgina 4 de 13 WIKA folha de dados TE 65.40 04/2017

    Sensor

    Tipos de sensores

    Tipo Temperaturas de operao conformeIEC 60584-1 ASTM E230Classe 2 Classe 1 Padro Especial

    K -40 ... +1.200 C -40 ... +1.000 C 0 ... 1.260 CJ -40 ... +750 C -40 ... +750 C 0 ... 760 CE -40 ... +900 C -40 ... +800 C 0 ... 870 CN -40 ... +1.200 C -40 ... +1.000 C 0 ... 1.260 CT -40 ... +350 C 0 ... 370 C

    A temperatura de operao do instrumento limitada pela temperatura de trabalho mxima admissvel pelo dimetro do cabo de isolao mineral, bem como pela temperatura de trabalho mxima admissvel do material de proteo.Se a temperatura a ser medida for maior que a temperatura permitida do cabo de ligao, o comprimento do sensor at o pote de transio dever ser aumentado conforme esta temperatura.

    Para obter especificaes detalhadas para termopares, consulte IEC 60584-1 ou ASTM E230 e Informaes tcnicas IN 00.23 em www.wika.com.br

    Limite de erroPara o limite de erro dos termopares, tomada como base a junta de referncia (junta fria) a temperatura de 0 C.

    Os termopares esto disponveis com elemento simples ou duplo no mesmo instrumento. O termopar normalmente fornecido com a junta de medio isolada, a no ser que o contrrio seja explicitamente especificado.

    Grau de proteoTermopares com cabo podem ser entregues com at IP65 (dependendo do material da bainha e do nmero de fios).Uma verso especial com grau de proteo IP67 tambm pode ser fornecida.Os cabos de ligao em fibra de vidro no podem fornecidos em verses contra exploso.

    Tipos de construo do sensor

    Para medio de temperatura em corpos slidos, o dimetro do furo onde o sensor ser inserido, no dever ser maior que 1 mm do dimetro de sensor.

    Termopares com cabos podem ser construdos de duas maneiras diferentes:

    Construo de tuboEsta construo de tubo caracteriza uma construo metlica rgida do sensor; Portanto, no pode ser dobrada.Dentro do tubo, o cabo de ligao estende-se at a ponta do sensor. Portanto, estes instrumentos s podem ser utilizados at temperatura especificada para os cabos (ver temperatura de operao).

    Dimetro do tubo: 4,0 mm 4,5 mm 6,0 mm 8,0 mm Outros sob consulta

    Cabo de isolao mineral Normalmente nos termopares com cabo, a parte metlica do sensor fabricada de cabo de isolao mineral.Que consiste de uma bainha externa metlica onde condutores internos so compactados e isolados em uma cermica de alta densidade.

    Termopares de isolao mineral - com exceo do pote de transio - podem ser dobrados em um raio de at 3 vezes o dimetro da bainha. Devido a esta flexibilidade, o sensor pode ser usado em reas de difcil acesso.

    Dimetro da bainha: 0,5 mm 1,0 mm 1,5 mm 3,0 mm 4,5 mm 6,0 mm 8,0 mm

    Outros sob consulta

    Junta de medio isolada Junta de medio aterrada

    Termopar TermoparJunta de medio

    Junta de medio

    Bainha Bainha

  • Pgina 5 de 13WIKA folha de dados TE 65.40 04/2017

    Nota:A flexibilidade do termopar de cabo de isolao mineral deve ser levada em considerao, especialmente quando a vazo de processo alta. Construes as quais a conexo ao processo no estiver diretamente localizada na haste, devero ser consideradas crticas, em aplicaes onde ocorrer altas vibraes.

    Material de bainha Inconel 600 (2.4816)

    - at 1.200 C (ar)- material mais utilizado em aplicaes que necessitem

    de caractersticas especiais de resistncia a corroso sob exposio a altas temperaturas, resistente contra corroso sob tenso ou pite em ambientes contendo cloretos.

    - resistente contra corroso causada por amonaco aquoso em todas as temperaturas e concentraes

    - altamente resistente a halognios, cloro, cloreto de hidrognio.

    Ao inoxidvel- at 850 C (ar)- boa resistncia a corroso em meios agressivos, assim

    como vapor e gases de combusto em meios qumicos.Outros sob consulta

    Pote de transio A transio de ligao entre a parte metlica do sensor e o cabo de ligao ou fios soltos no deve ser imersa no processo e no deve ser dobrada. As conexes de conexo no devem ser montadas no pote de transio.

    A dimenso T descreve o comprimento do pote de transio.

    Critrio Dimenso T 1) em mm

    pote de transio em mm

    Sensor = pote de transio

    40 Igual ao sensor

    2 ... 4,5 mm com pote de transio frisado

    45 6

    6 mm com pote de transio cravado

    45 7

    8 mm com pote de transio cravado

    45 10

    Para temperaturas de operao < -40 C o pote de transio ser construdo conforme a seguir:

    Critrio Dimenso T em mm

    pote de transio em mm

    Sensor = pote de transio

    60 Igual ao sensor

    2 ... 4,5 mm com pote de transio frisado

    60 8

    6 mm com po

View more