tecnologia em eps - .o eps é um plástico revolucionário, com várias aplicações nas áreas de

Download TECNOLOGIA EM EPS - .O EPS é um plástico revolucionário, com várias aplicações nas áreas de

Post on 19-Jul-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Cat

    log

    o de

    pro

    duto

    s

    2007:200801

    >

    TECNOLOGIA EM EPS

    Ta v e l a s p a r a l a j e s | N c l e o s d e E P S p a r a t e l h a s | F o r r o s | B a n d e j a s s e m e n t e i r a s | E m b a l a g e n s i n d u s t r i a i s | B l o c o s d e E P S

  • TECNOLOGIA EM EPS

  • Fundada em novembro de 1996, a TECNOCELL entrou em

    operao industrial em 25 de Julho de 1997, na cidade de

    Guaramirim, no estado de Santa Catarina.

    Em 6 de setembro de 2002, inaugurou a segunda unidade

    industrial na cidade de Pira, no estado do Rio de Janeiro.

    A Tecnocell apresenta-se em franca expanso e est entre

    as principais transformadoras de EPS do Brasil. Desde a

    fundao, sempre focou dois mercados: Construo Civil e

    Agricultura. Porm, diversificou-se e, hoje, atua tambm nos

    segmentos de Caixas Trmicas, Embalagens Industriais e

    Pranchas.

    Os objetivos da Tecnocell sempre foram as constantes aes

    na melhoria da produtividade, um excelente padro de aten-

    dimento, bem como a alta qualidade dos seus produtos.

    Estas aes diferenciam a Tecnocell no mercado e continuam

    marcando suas atividades.

    O nome Tecnocell foi criado da contrao de duas palavras

    determinantes para a produo: tecnologia e clulas.

  • O EPS um plstico revolucionrio, com vrias aplicaes nas reas de embalagens, construo civil, agricultura, conservadoras trmicas, pranchas, chapas para artesanato, cenrios, painis frigorficos e artigos para consumo.

    O EPS no contamina o solo, o ar, nem a gua. No solvel em gua e no libera substncias para o ambiente.

    A utilizao do EPS no isolamento trmico em prdios pro- porciona economia de energia, contribuindo para reduzir as emisses de CO e SO.

    O EPS possui excelente capacidade isolante trmica, por exemplo: com temperaturas de 35C na superfcie de um telhado, no seu interior a temperatura chega a 23C (na super-fcie). Tambm possui boa capacidade acstica, quando uma chuva cai num telhado metlico sem o isolamento acstico, o interior se torna uma verdadeira caixa de ressonncia, provocando desconforto.

    O EPS no causa danos camada de oznio por no usar no seu processo de fabricao o gs CFC. 100% reciclvel e reaproveitvel.

    No apodrece e no mofa, atxico e inodoro. Por no contaminar os alimentos, a sua aplicao vem crescendo na rea de embalagens.

    Contribui com apenas 0,1% dos resduos (lixo) slidos urbanos e sua fabricao no representa nenhum risco para a sade das pessoas nem para o meio ambiente. Por ser um plstico muito leve, o processo consome pouca energia.

    Ao ser queimado em usinas trmicas para a gerao de energia, o EPS se transforma em CO (gs carbnico) e vapor dgua.

    Pode ser reciclado das seguintes formas:

    Mecnica: pode ser transformado em matria prima para a fabricao de novos produtos.

    Energtica: para recuperao e gerao de energia, devido ao alto poder calorfico.

    Qumica: para obteno de leo e gases.

    Poliestireno expandido

    Inmeras aplicaesConstruo Civil | Consumo | B2B

    Produto no poluente

    timo isolante trmico

    Usos e Vantagens

  • EPS a sigla internacional do Poliestireno Expandido. Este plstico celular rgido foi descoberto pelos qumicos Fritz Stastny e Karl Buchholz quando trabalhavam nos laboratrios da Basf na Alemanha.

    O poliestireno constitudo por uma cadeia de polmeros (estireno) formada pelo carbono. O termo expandido refere-se expanso sofrida pelas cpsulas de estireno - prolas de 0,4 a 2,5 mm de dimetro, podendo ser ampliadas at 50 vezes, quando em uma cmara hermeticamente fechada e aquecida, aplicando-se o vcuo. As cpsulas expandem-se e moldam-se ao recipiente em que foram colocadas e, como este recipiente est sob calor, suas esferas expandidas aderem-se umas s outras, formando um objeto leve e com relativa dureza. Nasce ento, o poliestireno expandido moldado.

    Sem estar em um recipiente de molde, as cpsulas transfor-mam-se em esferas soltas que so utilizados para enchimento e nos mais diversos tipos de acondicionamento para transporte.

    Expandidas, as prolas so constitudas de at 98% de ar e apenas 2% de poliestireno. Em 1m de EPS expandido, por exemplo, existem de 3 a 6 bilhes de clulas fechadas e cheias de ar.

    Os produtos finais de EPS so inodoros, no contaminam o solo, gua e ar. So 100% reaproveitveis, reciclveis e podem voltar condio de matria-prima.

    O EPS comprovadamente um material isolante. Sem ele os pases mais evoludos no construiriam de modo atualizado e econmico, visando economia de energia.

    Nos ltimos anos esse material ganhou uma posio estvel na construo civil, no apenas por suas caractersticas isolantes mas tambm por sua leveza, resistncia, facilidade de manuseio e baixo custo.

    Os sistemas construtivos em EPS so atualmente o que h de mais avanado na construo civil na Europa, Estados Unidos e Canad, onde sua aplicao alcana ndices de crescimen-

    to acima do normal para economias estveis como os paises do primeiro mundo. Sistemas monolticos, ICF (Insulating Concrete Forms), SIP (Strutural Insulating Panels) so solues para a construo civil moderna, preocupada com o meio ambiente, reduo de custos, racionalizao de energia, alm de conforto termo acstico dos usurios.

    Em um recipiente de molde, o poliestireno expandido toma a forma que nossa imaginao desejar. Sua forma pode ser de placas planas, to conhecidas nas forraes de escritrios, at peas de encaixe para acondicionamento de produtos, como eletrodomsticos e motores. Neste mercado o poliestireno expandido perfeito, pois leve, absorve choques mecnicos, facilita o transporte, reduz o espao fsico para armazenamento e seu custo baixo.

    Com o avano da tecnologia o poliestireno expandido cada vez mais faz parte das nossas vidas. Atualmente, est sendo utilizado na substituio da cermica e do concreto nas lajes, sob a forma de caixo perdido. Aos poucos esta tecnologia est revolucionando a construo civil, facilitando a edificao, pois muito mais leve (98% do seu volume constitudo de ar), alm de ser trmico, ter alta resistncia compresso, vibrao mecnica e baixa absoro de umidade. Mas o grande atrativo est na queda dos custos para edificao de uma laje, seja ela de cobertura ou piso.

    Com corpos moldados com densidades diferentes (20 a 25 kg/m3), podemos ampliar ainda mais utilizao do poliestireno expandido, como pallets de armazenamento e acondicionadoras de alimentos para transporte e armazenagem.

    Sob o ponto de vista ecolgico, o poliestireno expandido atende s regulamentaes governamentais quanto segurana e sade. O EPS um plstico celular rgido, resultante da polimerizao do estireno em gua. Em seu processo produtivo no se utiliza e nunca se utilizou o gs CFC ou qualquer um de seus substitutos. Como agente expansor para a transformao do EPS, emprega-se o pentano, um hidrocarbureto que se deteriora rapidamente pela reao fotoqumica gerada pelos raios solares, sem comprometer o meio ambiente.

  • 21

    4

    1 Laje BidirecionalA soluo do EPS Tecnocell permite vencer grandes vos com lajes delgadas e bem resolvidas estruturalmente. Alm do conforto termo-acstico proporcionado, alia vantagens como a reduo do peso prprio das lajes, permitindo assim a reduo de dimensionamento de toda estrutura, o que traduz em economia.

    Proteo da Impermeabilizao da Laje

    Proteo trmica da impermeabilizao da laje, aplicada diretamente sobre a laje j impermeabilizada, recebendo uma camada de proteo mecnica ou contra piso na seqncia do processo.

    2 Painel Monoltico [ Paredes ]A construo com painis monolticos um avano tecnolgico no processo construtivo, seja do ponto vista tcnico, de tempo, qualidade e economia. Este sistema permite flexibilidade de projeto e atende a todos os requisitos arquitetnicos, de instalaes eltricas e hidrulicas, alm do conforto termo-acstico, limpeza na obra e rapidez na execuo.

    3 Isolamento Termo-Acstico no Telhado A utilizao de placas de EPS no isolamento termo-acstico dos telhados torna-se eficiente e econmica, pois traz o conforto de ambiente nos dias frios ou quentes, reduzindo a necessidade do uso de condicionadores de ar. No caso das edificaes trreas, a superfcie de exposio ao calor ou ao frio tem 70% da troca de calor atravs dos telhados. Nos sobrados, a mdia de 50%.

  • 6

    4 Flocos Para Concreto Leve Ideal para preenchimento de vazio quando no h obrigao estrutural de projeto. Tem a vantagem termo-acstica, alm da baixa densidade, variando de 400 a 1600 kg/m. Ideal para preenchimento de sacadas em prdios, regularizao de lajes e reas a impermeablizar.

    5 6Geocell Blocos de EPS [ geossinttico ] Os blocos de EPS produzidos para o sistema GEOCELL so destinados para aterro de solos muitos moles, resolver problemas de geotcnia e obter um traado geomtrico com elevao de cota ou ampliao do plano utilizvel.

    Chapas de EPS para Proteo

    A proteo da impermeabilizao na piscina garante durabilidade da obra e evita infiltraes e lavagem dos finos em economia.

    3

    5

  • Alm de aliviar o peso desnecessrio na obra, no caso das

    lajes, o isolamento com EPS Tecnocell ir contribuir direta-

    mente para a reduo dos custos operacionais da obra.

    Isolamento no telhado, painis monolticos para as paredes,

    painis de fechamento e lajes o que h de mais avanado

    na construo civil no mundo. Este processo construtivo nor-

    mal em pases da Europa e nos Estados Unidos. Com obras

    que vo desde manses na Inglaterra at construes de baixo

    custo populao carente da Uganda, por exemplo.

    Alm da contribuio ao meio ambiente, quando utilizado no

    isolamento de edifcios, o EPS proporciona economia de ener-

    gia c