técnicas de composição

Download Técnicas de Composição

Post on 24-Nov-2015

38 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Slide 1

Tcnicas de Composio para Estamparia CorridaDbora Cseri 13 de Maio de 2014

No desenvolvimento das padronagens para a estamparia corrida, utiliza-se de tcnicas e de ferramentas que facilitam o raciocnio projetual e que colaboram para o alcance dos resultados.

Uma tcnica utilizada nas indstrias brasileiras para a composio de estampas corridas com desenhos de repetio modular o rapport.

"Os poderes da Caveira" | Estampa Macali para Herchcovitch Outono-Inverno 2010-2011

Rapport um termo francs (em ingls conhecido como repeat, e em portugus, repetio) usado para denominar um desenho em repetio, uma representao formada a partir de mdulos.

Fig 1:"Os poderes da Caveira" | Estampa Macali para Herchcovitch Outono-Inverno 2010-2011Fig 2 e 3: Estampas Marina Kurth

123

encaixe dos motivos entre mdulos como uma tcnica que prev os pontos de encontros das formas entre um mdulo e outro e que quando justapostos de maneira predeterminada pelo sistema de repetio definido ou escolhido pelo designer, forma o desenho (RTHSCHILLING, 2008, p. 64).

=MDULO DE REPETIO

RDERERDERRSRDRAPPORT ROTATIVO SIMTRICORAPPORT ESPELHADORAPPORT DUPLO ESPELHORAPPORT ROTATIVO ASSIMTRICORAPPORT DIRETOSISTEMA DE REPETIO

=1456465

+

+

+= Mdulos + Sistemas de Repetio

como resultado uma composio harmoniosa gerada pela juno dos mesmos.

Resultado uma composio harmoniosa gerada pela juno e repetio dos mdulos.

O posicionamento dos mdulos tambm se caracteriza como aspecto importante para o desenvolvimento dos projetos, pois essas escolhas tornam-se responsveis pela gerao de resultados estticos com efeitos variados.

MDULOPRINCIPAL SISTEMA DE REPETIO

CONFORME POSICIONADO O SISTEMA DE REPETIO, SE OBTEM RESULTADOS EFEITOS VARIADOS

Exemplo 1Exemplo 2

Sistemas de Repetio

Rapport DiretoEsse tipo de rapport parte do princpio da construo da estampa com apenas um mdulo.

So repeties dos mdulos lado a lado, tanto na horizontal como na vertical.

Vrtice nome dado aos lados de origem de encaixe.

VS = vrtice superiorVI = vrtice inferiorVD = vrtice direitaVE = vrtice esquerda VEVDVSVI

As vrtices so criadas de forma com que umase encaixe perfeitamente na outra

Segundo Perazzo & Valena (1997), uma composio simtrica aquela em que os elementos se associam a outros idnticos, que esto rebatidos e situados no lado oposto de um eixo.

VEVDVSVIVSVEVDVSVIVIVEVDVEVDVSVIVEVDVSVIVEVDVSVIVEVDVSVIVEVDVSVIVEVDVSVIVEVDVSVIVEVDVSVIVS = vrtice superiorVI = vrtice inferiorVD = vrtice direitaVE = vrtice esquerda

EXEMPLO RD (RAPPORT DIRETO)

Espelhamento O rapport espelhado tambm conhecido como rebatido se caracteriza pelo procedimento em se rebater o mdulo do rapport uma nica vez para determinada direo.

RE = Rapport Espelhamento VEV2VDVE = vrtice esquerda VD = vrtice direita RE = rapport espelhamento V2 = vrtice 2 (espelhamento)

VEVDV2VDV2VEO lado Direito se encaixa com o lado Esquerdo V2VDV2VDVEVDVEVEVDVEVDVDVEVEVE = vrtice esquerda VD = vrtice direita RE = rapport espelhamento V2 = vrtice 2 (espelhamento)

24

EspelhoEncaixe Direito com Esquerdo

Rapport Duplo-Espelho: Se caracteriza pelo procedimento em se rebater o mdulo do rapport duas vezes.

V1V2V1 = vrtice 1V2 = vrtice 2 (lado esquerdo)RDE = Rapport Duplo Espelho

V1V2V1V2V1V2V2V1Resultado Espelhamento V1V2V1V2V1 = vrtice 1V2 = vrtice 2 (lado esquerdo)O Rapport principal espelha para o lado esquerdo e para baixo.

Rapport Rotativo (Simtrico ou Assimtrico)A compreenso de simetria no rapport rotativo se organizados a partir de um eixo no sentido diagonal que se inicia no ponto inferior da extremidade esquerda do mdulo e que se estende at o ponto superior da extremidade direita. Utiliza um sistema de encaixe feito por meio de um mesmo ponto de origem.

RAPPORT ROTATIVO SIMTRICO

= vrtice lado esquerdo= vrtice inferior

= vrtice lado esquerdo= vrtice inferior

Rotao de 180

RAPPORT ROTATIVO ASSIMTRICO

= vrtice lado esquerdo= vrtice inferior

= vrtice lado esquerdo= vrtice inferior Rotao de 180Os desenhos se posicionam para lados diferentes.

Suono, C. T., Barreto, T. B., & Andressa, G. P. A CONSTRUO DE PARMETROS PARA O ENSINO DO DESENHO DE ESTAMPARIA CORRIDA. Florianpolis SC: Graphica'13.

Yamane, L. A. (2008). ESTAMPARIA TXTIL . So Paulo .

Bonifacio, B. (21 de Janeiro de 2013). Revista Cliche . Acesso em 29 de Abril de 2014, disponvel em ESTAMPARIA: RAPPORT, MDULO E GRID: http://www.revistacliche.com.br

Caldeira, M. (3 de Junho de 2013). Estampa que eu gosto . Acesso em 29 de Abril de 2014, disponvel em Processos de obteno de um rapport: http://estampaqueeugosto.blogspot.com.br

Campelo, W. (30 de Maio de 2011). Pradronagens & Afins. Acesso em 29 de Abril de 2014, disponvel em PROCESSO CRIATIVO + SUBLIMAO: https://padronagens.wordpress.com

Referncias Bibliogrficas

Recommended

View more >