TCFP - Renata Anne Realli

Download TCFP - Renata Anne Realli

Post on 19-Jul-2015

129 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

<p>RENATA ANNE REALLI</p> <p>RELAO DA DESNUTRIO COM O BAIXO RENDIMENTO ESCOLAR</p> <p>CABO FRIO 2009</p> <p>FACULDADE DA REGIO DOS LAGOS RENATA ANNE REALLI</p> <p>RELAO DA DESNUTRIO COM O BAIXO RENDIMENTO ESCOLAR</p> <p>CABO FRIO 2009</p> <p>FACULDADE DA REGIO DOS LAGOS RENATA ANNE REALLI</p> <p>RELAO DA DESNUTRIO COM O BAIXO RENDIMENTO ESCOLAR</p> <p>Trabalho de Concluso de Formao Profissional, apresentado ao Instituto Superior de Educao, da faculdade da Regio dos Lagos, como requisito parcial obteno do grau de Licenciatura em Biologia.</p> <p>ORIENTADORA: PROF.DR. NEUSA FERNANDES</p> <p>CABO FRIO 2009</p> <p>Realli, Renata Anne Relao da desnutrio com o baixo rendimento escolar / Renata Anne Realli. Cabo Frio: FERLAGOS / ISE, 2009. xi, 32 f.; 30 cm. Orientador: Neusa Fernandes dos Santos Graduao (Trabalho Final de Curso) - FERLAGOS / ISE / Licenciatura em Cincias Biolgicas 2009. Referncias Bibliogrficas: f. 40 - 41 1. Fracasso escolar. 2. Desnutrio. 3. Trabalho de Concluso de Formao Profissional. I. Dos Santos, Neusa Fernandes II. Faculdade da Regio dos Lagos, Instituto Superior de Educao. III. Relao da desnutrio com o baixo rendimento escolar</p> <p>Dedico este trabalho a minha me pelo apoio irrestrito em todos os momentos de minha vida. Ao Raphael que soube to bem compreender os meus momentos de ausncia em funo deste trabalho.</p> <p>AGRADECIMENTOS</p> <p>Agradeo a princpio a Deus, que me deu foras e encorajamento pra chegar at aqui. A minha me pela confiana depositada em mim. Agradeo a minha orientadora, pelas orientaes precisas em todos os momentos solicitados. Aos nossos Mestres, que, no propsito impessoal de ensinar, revigoravam pacientemente em ns a arte da cura. Que plantaram a semente do saber, fazendo de suas mos as nossas mos, de seus olhos a nossa viso, de seus conhecimentos o nosso aprendizado. Com vocs caminhamos juntos e, a cada dor que confrontamos, sero das suas essncias que partiro nossas aes, guiadas pela disciplina e rigores da arte e pelas emoes da cincia. Ao amigo, Glio Alves Faria, que partiu deixando um imenso vazio. Se agora conquisto mais uma vitria, porque um dia esteve ao meu lado e me ensinou a seguir pelo bom caminho. Sei que estar sempre ao meu lado e, neste momento, sinto seu peito pleno de orgulho e seus olhos banhados de emoo. Sinto sua presena, ouo seus aplausos. Poderia dizer-lhe tanta coisa, mas me calo. S o silncio pode dizer o que sinto - um amor enorme e saudade. Particularmente sou grata a Danielle Cardoso que incentivou de maneira indescritvel meu ingresso e permanncia na jornada pela graduao. De forma especial, agradeo aos colegas de classe, que so mais que algum pra fazer lio junto. Algum que faz parte de um cotidiano, de cada dia de nossa caminhada que acaba aqui como alunos por fora naturais. Mas que no</p> <p>acabar como amigos por fora de sentimento. Agradeo a vocs meus amigos, por tornar inesquecvel nossa formao e por tornar to agradvel nossa escolha: abnegao, dedicao e entrega. Obrigado por tornar doce e fascinante o aprendizado da vida.</p> <p>A mente que se abre a uma nova idia jamais voltar ao seu tamanho original. Albert Einstein</p> <p>RESUMO</p> <p>O presente trabalho foi desenvolvido com o objetivo de identificar a relao existente entre a desnutrio e o baixo rendimento escolar e verificar outros fatores que tambm iro contribuir para esta realidade e quais so as possveis solues para amenizar este quadro. Foi desenvolvida uma pesquisa bibliogrfica a partir de fontes j elaboradas, onde se realizou uma analise qualitativas dos dados a fim de construir um quadro terico geral. So vrios os fatores que influenciam o rendimento dos alunos em suas atividades escolares, a desnutrio, a qualidade do servio oferecido pelos estabelecimentos de ensino e a realidade socioe-econmica dos estudantes. Sendo que nenhuns desses fatores podem ser responsabilizados de maneira isolada, eles estaro sempre relacionados entre si. Tanto a desnutrio quanto o fracasso escolar ser uma realidade que afetar tanto alunos ditos exclusos socialmente como alunos de classe mdia, sendo que o primeiro estar mais propenso a esse problema. E para solucionar as causas da desnutrio e por conseqncia o fracasso escolar necessrio que haja um comprometimento de toda a sociedade de uma forma geral, estando atenta ao que acontece ao seu redor e tomando medidas cabveis a erradicao desses problemas.</p> <p>Palavras-chaves: nutrio, fracasso escolar, desnutrio, realidade socio-econmica.</p> <p>SUMRIO</p> <p>1 INTRODUO 1.1 CAPTULO AUTOBIOGRFICO 2 OBJETIVOS 3 METODOLOGIA 4 DESENVOLVIMENTO 4.1 FRACASSO ESCOLAR 4.1.1 FATORES DE ORDEM PEDAGGICA 4.1.2 FATORES SOCIAIS 4.1.3 FATORES ORGNICOS 4.1.3.1 O QUE NUTRIO? 4.1.3.2 NUTRIO E SISTEMA NERVOSO 4.1.3.3 DESNUTRIO 4.2 GRUPOS ETRIOS E SUA NUTRIO 4.2.1 NUTRIO DA GESTANTE 4.2.2 NUTRIO NO PRIMEIRO ANO DE VIDA 4.2.3 NUTRIO DO PR-ESCOLAR, DO ESCOLAR E DO ADOLESCENTE 4.3 DESNUTRIO E O BAIXO RENDIMENTO ESCOLAR 5 CONCLUSES REFERNCIAS ANEXO A - CARTA DE ACEITAO DA ESCOLA PARA REALIZAO DA ATIVIDADE DE REGNCIA</p> <p>08 08 15 16 17 17 20 21 24 25 27 30 31 31 32 33 34 38 40</p> <p>42</p> <p>ANEXO B FORMULRIOS DE AVALIAO DE REGNCIA E PLANOS DE AULA ANEXO - C BANCO DE HORAS DE ESTGIO 44 65</p> <p>1 INTRODUO</p> <p>1.1 CAPTULO AUTOBIOGRFICO</p> <p>A Faculdade da Regio dos Lagos referncia na formao de professores na Regio. Esse reconhecimento decorrente de seu perfil Institucional, que considera a pesquisa como um dos elementos essenciais na formao do docente, tendo como estratgia o desenvolvimento de projetos que requerem do licenciando, ao longo de sua formao acadmica, a prtica investigativa, incentivando-o a prosseguir no processo de construo da identidade profissional. Essa construo se d por meio de uma conduta que valoriza o trinmio investigao-reflexo-ao, por conseqncia o acadmico ter como premissa a formao continuada, para que ao longo de seu trajeto profissional, desenvolva as competncias e habilidades necessrias para intervir e fomentar mudanas sociais significativas no seu meio de atuao e entorno. O Curso de Licenciatura em Biologia oferecido no perodo noturno e direcionado a formao de Professores, tem durao de trs anos, que so divididos em seis semestres. Ao longo desses semestres o licenciando tem como Matriz Curricular uma srie de disciplinas que so divididas em especficas e pedaggicas. As disciplinas pedaggicas estaro presentes do primeiro semestre ao ltimo, e so de suma importncia na formao do licenciado, pois so elas que iro dar embasamento na parte prtica da formao profissional do mesmo, lhe conferindo habilidades para o convvio no cotidiano escolar. J as disciplinas especficas, que tambm esto presentes do primeiro ao ltimo perodo, daro ao acadmico o conhecimento que ele</p> <p>precisa na aplicao de contedos aos seus alunos quando estiver no exerccio de sua profisso. Ao ingressar na Faculdade o acadmico tem um grande impacto, devido a sua vivncia escolar no ensino mdio e sua nova realidade na vida acadmica. Logo no primeiro perodo pode-se observar a grande disparidade entre as duas realidades, a maneira com que o contedo aplicado, o estilo das provas e dos trabalhos, que difere completamente aos do ensino mdio. Tendo ento que se adequar a sua nova realidade por conta prpria. Porm esse novo processo de adaptao serve de estmulo ao acadmico para enfrentar sua nova realidade e para o amadurecimento de sua vida profissional, e at mesmo diante da maneira que ele passa a enxergar a vida conforme essas dificuldades surgem e so superadas. Ao longo desses trs anos a evoluo pela qual ele passa serve de incitao para que de continuidade a sua formao aps a concluso da graduao. Em seu primeiro semestre no curso o licenciando tem um conjunto de disciplinas, formado na sua grande maioria por disciplinas especficas, tendo apenas uma disciplina voltada para a parte pedaggica, Sociologia da Educao. Essa disciplina se torna suficientemente importante em relao do desenvolvimento de conhecimentos e reflexes a respeito dos fatos e problemas que circundam a realidade educacional, e esse desenvolvimento d-se atravs de leituras, pesquisas e produes de textos temticos ligados a disciplina. E atravs dessa disciplina que acontecem as primeiras apresentaes realizadas em sala de aula, resultando na socializao entres os novos companheiros de classe. Resultando tambm nas cargas horrias de estgio para as Atividades de Prtica Pedaggica, contribuindo tambm para esses tipos de atividades as disciplinas especficas, atravs de seminrios, com temas estipulados</p> <p>pelo professor, e que so apresentados em sala de aula. E no primeiro semestre tambm que o licenciando tem contato com as Atividades Acadmico Cientifico Culturais que neste momento ainda so vdeos expostos em sala de aula pelo Professor de uma determinada disciplina aonde posteriormente confeccionado um relatrio, que entregue ao Professor, como requisito para a obteno da carga horria desta atividade. No primeiro semestre que alguns acadmicos se identificam com o curso e outros desistem ao se depararem com dificuldades de adaptao a sua nova realidade acadmica e tambm ao perceberem que no tem afinidade com o curso, devido o curso ser voltado a formao de professores de Biologia, e no terem aspirao de se tornarem professores. No segundo semestre no h grandes modificaes no cotidiano acadmico do licenciando, porm ocorre um acrscimo em suas atividades, e nesse momento que pela primeira vez ele tem o contato direto com a Instituio Escola e quando acontece sua primeira aula de campo. O primeiro contato com a Escola se d devido disciplina Pesquisa da Prtica Educacional com a Atividade Conhecendo a Escola, onde so realizadas pesquisas ligadas ao Histrico, ao Projeto Poltico Pedaggico e ao Organograma da Escola, e no final dessa pesquisa confeccionado um trabalho escrito para ser entregue ao professor, e organizada uma apresentao dos resultados da pesquisa. A realizao dessa atividade de suma importncia pare que o acadmico comece a entender como o funcionamento de uma Instituio de Ensino em seu alicerce. A atividade Conhecendo a Escola apresenta ao licenciando mais uma prtica de estgio, as Atividades Complementares, que nada mais so atividades de pesquisas realizadas em Campo, na Escola. H tambm o contanto com a aula em campo nas disciplinas especficas, onde o licenciando consegue visualizar na prtica o que foi visto</p> <p>na teoria em sala de aula. E nesse perodo tambm que ele comea a ter mais afinidade com determinadas disciplinas, fazendo uma auto-reflexo, e chega concluso de que a disciplina que julgava a maior motivadora de seu ingresso na graduao no tem mais o mesmo peso de antes. O terceiro perodo foi fundamental para o licenciando ter a confirmao do xito de sua escolha pelo curso, e isso se d atravs da afinidade com disciplinas especficas que o d o entendimento de situaes que acontecem no seu dia-a-dia, disciplinas essas que mais tardes acabaro por influenci-lo na parte temtica do seu trabalho de concluso de curso. Mesmo com essa afinidade com disciplinas especficas, as disciplinas pedaggicas no deixam de ter importncia, ao contrrio, como o decorrer do tempo o licenciando vai constatando a importncia delas para o exerccio de sua profisso. A contribuio na rea pedaggica nesse momento dada pela a disciplina de Psicologia da Educao, que permite o favorecimento da relao terico-prtica do professor, e tambm permite que se tenha uma noo de como acontece o processo cognitivo nos alunos. O contato com a Instituio Escola continua com a atividade de Pesquisa Refletindo o Cotidiano Escolar, que d ao licenciando uma contemplao sobre a atual situao do ensino na nossa regio. Tem-se a contribuio de disciplina especfica no campo pedaggico atravs de uma atividade na escola que procura avaliar o conhecimento de alunos da Rede Municipal de Ensino sobre um determinado tema, com aplicao de um questionrio confeccionado pelo professor da disciplina especfica, onde o resultado e apresentado ao professor com um trabalho escrito e atravs de seminrio em sala. Nesse semestre o licenciando tem a oportunidade de ter aulas prticas no laboratrio de Biologia, que contribui para uma maior concepo de contedos das disciplinas especficas. E no final desse semestre</p> <p>pode-se observar lamentavelmente o grande nmero de licenciandos que ficam para trs, ora por ter desistido do curso, ora por te sido reprovado em algumas disciplinas ou por problemas pessoais. E no quarto semestre atravs de uma disciplina chamada Projeto Pedaggico, que realizada na escola, onde se visa construo do conhecimento dos alunos atravs de atividades ldicas, o acadmico pela primeira vez de uma forma indireta se v a frente de uma turma de alunos. E tambm atravs dessa disciplina realizada uma avaliao de livros didticos do ensino mdio e fundamental, que resulta numa maior criticidade por parte do licenciando diante do livro didtico. Acrescentando mais bagagem a sua vivncia acadmica o licenciando teve a oportunidade, logo no inicio do perodo de se tornar monitor da disciplina Botnica, atravs de indicao de professores devido a seus resultados na mesma disciplina. Uma disciplina que exerce notvel influncia sobre a formao do futuro professor lhe ministrada nesse perodo, a Didtica. E ao final do quarto perodo aconteceu o processo seletivo para monitoria onde o acadmico concorreu vaga de monitor das disciplinas de Biologia Celular, Histologia e Embriologia, e foi aprovado no processo seletivo, o que lhe deu grande oportunidade de exercitar sua futura profisso e tambm de por em prtica o que foi aprendido com as disciplinas pedaggicas ate aqui. Em seu penltimo perodo o acadmico tem uma reduo na quantidade de disciplinas especficas. E pela primeira vez atravs da disciplina de Metodologia do ensino de Biologia tem a oportunidade de preparar uma aula para ser apresentada aos seus colegas de classe, tendo que passar por todas as etapas que um professor j no exerccio de sua funo faz. A confeco do plano de aula bastante ressaltada nesse momento tanto pela disciplina de Didtica II quanto pela disciplina de Metodologia do</p> <p>ensino de Biologia, devido a sua importncia para a obteno de sucesso no momento em que se ministra uma aula. A grande preocupao do acadmico nesse momento o tema de seu Trabalho de Concluso de Formao Profissional, o seu dbito com as cargas horrias dos estgios e de qual ser seu destino aps a concluso do curso. No sexto perodo acontece a atividade de estgio que mostra ao licenciado a noo de como a realidade de um professor em sala de aula. A prtica de Observao em sala de aula na Rede Municipal, aonde se pode ento fazer um comparativo entras as modalidades de ensino oferecido pela escola. E h tambm a realizao da Regncia, que a primeira experincia direta que o licenciando tem em sala de aula, atuando como Professor. O licenciando tem a oportunidade de exercer todas as funes de um Professor, desde o planejamento tentativa de alcanar os objetivos propostos, e visualizando na prtica as dificuldades enfrentadas pelos Professores em sala de aula para ter domnio da turma e buscar o interesse dos alunos no contedo aplicado...</p>