tcc - inclusÃo musical Á deficientes visuais

Download TCC - INCLUSÃO MUSICAL Á DEFICIENTES VISUAIS

Post on 26-Jan-2015

471 views

Category:

Education

3 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

MEU TCC, COM O TEMA "INCLUSÃO MUSICAL A DEFICIENTES VISUAIS". TRABALHO REALIZADO EM UBERABA, EM 2013. COLAÇÃO DE GRAU, MARÇO 2014, PARA A GRADUAÇÃO BACHAREL EM SERVIÇO SOCIAL - UNOPAR POLO UBERABA MG.

TRANSCRIPT

  • 1. SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO CURSO DE GRADUAO SERVIO SOCIAL LEONAM MOREIRA DE SOUZA SERVIO SOCIAL FRENTE A INSERO MUSICAL COMO INSTRUMENTO DE PROJETO DE INCLUSO SOCIAL Uberaba MG 2013

2. LEONAM MOREIRA DE SOUZA SERVIO SOCIAL FRENTE A INSERO MUSICAL COMO INSTRUMENTO DE PROJETO DE INCLUSO SOCIAL Trabalho de Concluso de Curso, Apresentado ao Servio Social da Universidade Norte do Paran - UNOPAR, para obteno do ttulo de Bacharel em Servio Social. Prof. Orientadora: Clarice da Luz Kernkamp Uberaba MG 2013 3. Ando devagar porque j tive pressa E levo esse sorriso porque j chorei demais, Hoje me sinto mais forte, mais feliz quem sabe, S levo a certeza de que muito pouco eu sei, Ou nada sei... Conhecer as manhas e as manhs, O sabor das massas e das mas, preciso amor pra poder pulsar, preciso paz pra poder sorrir, preciso a chuva para florir Penso que cumprir a vida seja simplesmente Compreender a marcha e ir tocando em frente, Como um velho boiadeiro levando a boiada, Eu vou tocando os dias, pela longa estrada eu vou, Estrada eu sou ... Todo mundo ama um dia, todo mundo chora, Um dia a gente chega, no outro vai embora, Cada um de ns compe a sua histria Cada ser em si carrega o dom de ser capaz E ser feliz ( Conhecer...) Ando devagar porque j tive pressa, E levo esse sorriso porque j chorei demais, Cada um de ns compe a sua histria, Cada ser em si carrega o dom de ser capaz, E ser feliz... Almir Sater: Cantor e Compositor 4. AGRADECIMENTOS A DEUS, pelo seu infinito amor, e que tem dado seu conforto, me mantendo na f e perseverana pra trilhar essa longa caminhada graduao, o que era um sonho de juventude. Aos meus Pais que sempre lutaram pra nos dar uma educao descente, e nos preparar para o mundo; que deixara como exemplo, a dignidade e o carter, como trofus em testemunhos de vida. minha Esposa Romilda Bessa, que compartilhou comigo dos momentos de luta e alegria, me incentivando e confortando, nos dias mais difceis dessa caminhada. Aos meus Amigos e sonhadores, que partilharam comigo do mesmo ideal, propondo uma mobilizao no sentido de promover o bem social em prol de grupos que vivem a margem da sociedade organizada. Aos companheiros do ICBC Instituto de Cegos do Brasil Central, que comprara a ideia de um Projeto de Incluso Musical, ao seu pblico assistido. nossa querida Tutora do Polo, Marcela Fagundes, que com toda a pacincia do mundo, nos conduziu ao topo da conquista nessa graduao. A todas as Crianas, Jovens e adultos, que frequentaram as aulas de msica (violo), que alm de aprenderem os arpejos e ritmos, programaram suas cantorias, com grupos organizados em suas Instituies de apoio. 5. RESUMO O presente Trabalho de Concluso de Curso concilia-se com a experincia prtica de Estgio Curricular III, no Projeto Incluso Musical para Deficientes Visuais, este desenvolvido no Instituto de Cegos do Brasil Central (ICBC). Este trabalho tem como foco salientar a importncia da insero da atividade de msica em Projetos Sociais. Possibilitando aos jovens inseridos no Projeto, um caminho para o exerccio e a conquista da cidadania e da incluso social a partir da efetivao de seus direitos, dentre eles, o acesso participao, a informao e educao. Trata, portanto, de temas sobre cidadania e incluso social, realizadas por meio de pesquisas bibliogrficas: livros, documentos, web e Relatrio Final de Estgio Curricular III. Apresenta ainda, exemplos de Projetos Sociais Nacionais existentes com a Insero da Msica, expondo suas contribuies para o desenvolvimento social. O trabalho visa contribuir para a reflexo e a prtica sobre o papel da educao musical no mbito dos Projetos Sociais em ONGs, nos quais a cultura emerge como elemento significativo na busca de transformao e justia social. PALAVRAS CHAVE: Projetos Sociais, Msica, Cidadania e Incluso Musical. 6. LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLAS (ABEDEV) Associao Brasileira de Educadores de Deficientes Visuais CBDC Confederao Brasileira de Desportos para Cegos OSCIP Organizao da Sociedade Civil de Interesse Pblico ICBC Instituto de Cegos do Brasil Central LOAS Lei Orgnica de Assistncia Social SESI Servio Social da Indstria MEC Ministrio da Educao e Cultura ONG Organizao no Governamental ECA Estatuto da Criana e do Adolescente 7. SUMRIO 1 INTRODUO......................................................................................................08 1.1 JUSTIFICATIVA...................................................................................................10 2 OBJETIVOS...........................................................................................................11 2.1 Objetivo Geral.....................................................................................................11 2.1.1 Objetivos Especficos.....................................................................................11 3 METODOLOGIA.....................................................................................................12 4 CAPITULO I Organizao no Governamental (ONG) ICBC..............................13 5 CAPITULO II Breve Anlise Terica Sobre o Terceiro Setor ONGs.................18 5.1 Terceiro Setor.....................................................................................................18 6 CAPITULO III Msica, Cidadania e Incluso Social...........................................26 6.1 Msica................................................................................................................26 6.2 Cidadania...........................................................................................................29 6.3 Incluso Social...................................................................................................30 6.4 Insero da Msica no (ICBC) Instituto de Cegos do Brasil Central.............39 CONSIDERAES FINAIS.......................................................................................44 REFERNCIAS..........................................................................................................48 ANEXO.......................................................................................................................53 8. 1 - INTRODUO O presente Trabalho de Concluso de Curso concilia-se com a experincia prtica de Estgio Curricular III, realizado no perodo de Janeiro a Julho de 2013, no Projeto de Incluso Musical a Deficientes visuais, este desenvolvido no Instituto de Cegos do Brasil Central (ICBC). A meta objetivar aes dentro do projeto de insero musical na instituio, que vir de encontro a uma das necessidades real do pblico em regime de internato. Observa-se a carncia afetiva desse pblico, pois alm do instituto lhes oferecer todas as condies para uma vida com melhor qualidade, h momentos que deparam com a solido decorrente de uma final de semana sem a presena do publico administrativo ou mesmo, os profissionais que lhes prestam assistncia. Diante dessa realidade, que a insero musical, vem lhes propor uma forma numa atividade, que embora seja paliativa, mas o acondiciona a um momento de lazer e descontrao pois, o contato com um instrumento musical, no arpejo de uma melodia, e com a companhia dos colegas internos, lhes garante cobrir este dficit cultural e social. O aprendizado musical, seja por adultos ou crianas, pessoas portadoras de deficincia ou no, contribui de forma extraordinria na formao intelectual e emocional das pessoas, mesmo que este no implique necessariamente na formao de futuros msicos. A educao musical no deve visar formao de possveis msicos de amanh, mas sim formao integral da pessoa de hoje (Teca Alencar de Brito). A presena da msica na educao das pessoas justifica-se, para a autora, enquanto elemento de formao de seres humanos sensveis, criativos e reflexivos. A importncia da educao musical para a formao do indivduo to verdadeira que a discusso em torno deste tema acabou impondo a sociedade brasileira a volta do ensino da msica nas escolas atravs da lei n 11.769 sancionada em agosto de 2008. O ensino da arte voltado para crianas, adolescentes e jovens das classes populares tem sido colocado, principalmente pela mdia, como uma estratgia para tirar crianas das ruas; controlar a violncia nos grandes centros urbanos, ou mesmo como proposta de ao junto populao a qual se encontra excluda. 08 9. Os projetos sociais tem sido os principais responsveis pelo desenvolvimento de atividades artsticas, junto s camadas empobrecidas da populao; sendo o espao de prticas onde esse discurso busca legitimidade. Este trabalho, no entanto, tem como foco salientar a importncia da insero a atividade de msica em projetos sociais como proposta alternativa e criativa de ao para o servio social, possibilitando dessa forma, as crianas e aos adolescentes inseridos no projeto em questo, um caminho para o exerccio e a conquista da cidadania e da incluso social a partir da efetivao de seus direitos, dentre eles, o acesso, a participao, a informao e educao. Portanto, apontar estratgias de fortalecimento dos direitos inerentes ao ser humano como soluo possvel para o enfrentamento da problemtica social, resulte na cidadania e na incluso social. Conclui-se com este trabalho realizado, embora com escassa referencias bibliogrficas e vivencias, no meu entender conseguiu-se visualizar que a msica realmente, como sendo parte do cotidiano de cada um, bem orientada e oportunizada, possa ser considerada de grande valia para, no caso em questo, crianas e adolescentes se beneficiarem sobremaneira com cidados includos na sociedade. 09 10. 1.1 JUSTIFICATIVA A temtica desenvolvida neste trabalho, a insero da msica em projetos sociais, tem a msica como ao de cidadania e incluso social, sendo a msica uma alternativa de execuo num processo de emancipao dos sujeitos. A msica pode ser um excelente meio de trabalho para o assistente social intervir em suas aes. Assim a escolha e a justificativa do TCC em abordar sobre a insero da msica em Projetos Sociais ocorreu por dois motivos: por es

Recommended

View more >