sugestoes para celebracao do dia da biblia

Download Sugestoes Para Celebracao Do Dia Da Biblia

Post on 07-Dec-2015

66 views

Category:

Documents

19 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Dia da Biblia

TRANSCRIPT

  • Departamento Nacional de Escola Dominical Dezembro de 2010 1

    ESCOLA DOMINICAL FEITA PRA MIM E PRA VOC

    DEPARTAMENTO NACIONAL DE ESCOLA DOMINICAL

    Sugestes para celebrao do Dia da Bblia

    Aqui voc encontra:

    1- Sugesto de Liturgia e outras formas de celebrao,

    2- Sugesto de Dinmica,

    3- A histria do dia da Bblia,

    4- A histria de Mary Jones,

    5- Msica A Bblia para crianas.

    6- Perguntas bblicas para brincadeiras.

    Liturgia elabora pela Revda Hidede Torres de Brito, publicada no Boletim Recriar, n.18 / dezembro de 2001 Preldio:

    E desde a infncia sabe as sagradas

    letras

    Se possvel, apresente um solo ou um grupo

    de crianas cantando suavemente uma

    cano que fale sobre a Bblia.

    Chamado adorao

    Litania:

    - Dirigente: Vinde benditos do Senhor,

    nosso Deus, que criou os cus e a terra.

    Vinde adorai-O e rendei-Lhe louvor!

    - Congregao: De todos os lugares, de

    todas as idades, vimos prestar louvor ao

    Deus que nos entregou uma palavra de

    alegria, a boas-novas!

    - Dirigente: Louvai o nome, o nome do

    Senhor nosso Deus. Rapazes e moas,

    velhos e crianas cantai

    - Congregao: Para sempre cantaremos

    ao Senhor, porquanto nos tem feito muito

    bem!

    Cntico solo: Tua palavra ... (Aline Barros

    e Alda Clia) ou outro cntico com tema

    afim.

    Processional: Uma criana entra com a

    Bblia nas mos e a coloca sobre o altar.

    Orao de adorao

    No princpio era o Verbo, e o verbo estava

    com Deus e o verbo era Deus. No principio,

    Senhor quiseste falar conosco. E a palavra

    era a vida, o ar, o alimento. A palavra era a

    tua visita ao jardim, na tarde. Tua palavra

    era o vento, o fogo, o cicio suave. Tua

    palavra era o profeta, a profetisa, em

    anncios e denncias, em juzo e perdo.

    Ns te louvamos, Senhor porque nos

    comunica o teu amor. Os cus proclamam

    a glria de Deus e o firmamento anuncia as

    A Bblia, palavra no ciclo da vida

    UN

    ICE

    F

  • Departamento Nacional de Escola Dominical Dezembro de 2010 2

    ESCOLA DOMINICAL FEITA PRA MIM E PRA VOC

    DEPARTAMENTO NACIONAL DE ESCOLA DOMINICAL

    obras de tuas mos. A natureza fala do teu

    amor. Os cus proclamam a glria de Deus

    e o firmamento anuncia a obra de tuas

    mos. A natureza fala do teu amor, a tua

    palavra nos revela a tua graa. Louvado

    sejas, porque tua voz ecoa pelos sculos,

    nos chamando converso. Amm.

    Cntico (coral, conjunto):

    Lembra-te do teu Criador, nos dias da tua

    mocidade

    Processional: Um/a jovem entra com

    uma lanterna nas mos. (Pode ser ainda

    uma vela ou lamparina). A meia-voz, a

    comunidade entoa um cntico: Tua palavra

    lmpada (Simei Monteiro);

    primeiramente, bem devagar. Quando o/a

    jovem colocar a lanterna no altar, a

    comunidade canta no ritmo normal do

    cntico, uma vez.

    Convite confisso

    Dirigente: A palavra tambm feita de

    memria. Desde criana, o povo de Deus

    aprendeu com seus pais e mes a

    perguntar, interrogar, aprender, com as

    experincias de seus antepassados. A luz do

    conhecimento de Deus entrava, ento nos

    lugares ocultos, onde a vida poderia se

    perder, nas trilhas escuras do pecado. O

    povo aprendia a reconhecer os conselhos

    de Deus em sua vida diria. Nesse

    aprendizado, reconhecia seus erros e pedia

    perdo.

    Momento de reflexo pessoal, em

    orao silenciosa

    Orao de confisso e arrependimento

    Todos/as: Lembramo-nos das vezes em que

    nos faltou obedincia ao teu conselho, a

    sensatez a que a tua palavra nos conduz.

    Pedimos perdo pelas vezes em que nos

    calamos quando devamos falar, quando

    nos ressentimos ao invs de profetizar.

    Queremos nos lembrar que, ao longo da

    nossa vida, tua palavra tem sido espelho,

    trilha, alimento e manto. Nela vemos

    refletida a nossa verdadeira imagem de

    filhos e filhas de Deus; nela firmamos

    nossos passos e temos iluminados os

    nossos caminhos; dela nos alimentamos

    como o man no deserto da existncia e

    com ela nos cobrimos contra o frio das

    adversidades. Por isso, perdoa-nos, Senhor,

    por no guardar no corao a tua palavra.

    Ajuda-nos a no pecar contra ti.

    Proclamao de perdo:

    Dirigente: A lei do Senhor perfeita e

    restaura a alma. O testemunho do Senhor

    fiel e d sabedoria aos smplices. Os

    preceitos do Senhor so retos e alegram o

    corao. O mandamento do Senhor puro

    e ilumina os olhos... So mais desejveis

    dos que o ouro depurado, so mais doces

    do que o mel e o destilar dos favos. Alm

    disso, por eles se admoesta o teu servo; em

    os guardar, h grande recompensa!

    Louvor

    Todo ser que respira louve ao Senhor!

    Cntico congregacional (a escolher)

    Leitura comunitria do Credo

    Apostlico, resumo da f do povo cristo

    Ofertrio

  • Departamento Nacional de Escola Dominical Dezembro de 2010 3

    ESCOLA DOMINICAL FEITA PRA MIM E PRA VOC

    DEPARTAMENTO NACIONAL DE ESCOLA DOMINICAL

    Ato de louvor e ao de graas

    Processional: uma famlia com filhos

    pequenos ou bebs (ou, se houver, uma

    mulher grvida) deposita sobre o altar uma

    cesta de pes doces. O po nossa oferta

    de gratido a Deus, porque simboliza o

    alimento que sua Palavra nos fornece e o

    amor, a comunho entre os irmos e as

    irms que esse alimento gera. A

    comunidade convidada a relembrar, em

    frases de gratido, momentos em que a

    Palavra de Deus consolou, fortaleceu

    edificou as suas vidas. Tambm podem ser

    expressos os versculos favoritos das

    pessoas.

    Edificao

    O temor do senhor o principio da

    sabedoria

    Leitura Bblica

    Cntico: Sugesto HE 144

    Mensagem:

    J fui moo e agora sou velho...

    Dedicao

    Chamado ao discipulado ou consagrao

    Dirigente: A palavra de Deus a fora e bussola. Ela nos ampara e guia em todos os momentos de nossa vida. Na histria do povo de Deus, os ancios eram aqueles que detinham a sabedoria. Eles tinham passado toda a sua vida observando e praticando os mandamentos de Deus, e agora passavam sua experincia s novas geraes. Viver

    plenamente a vida e alcanar maturidade so sinais bblicos da bno de Deus. Como os ancios de Israel, somos chamados e chamadas a colocar nossas vidas integralmente sob os preceitos divinos, expressos nas Sagradas Escrituras, consagrando-nos a Deus em resposta ao seu amor.

    Movimento de encontro: As pessoas

    idosas da comunidade vo ao altar para

    interceder pela comunidade. Depois,

    servem os pes doces da cesta a todos os

    presentes. O po o doce sabor da Palavra

    que nos alimenta e da comunho de Cristo,

    que nos torna irmos e irms.

    Cntico Congregacional: Hino 141

    Orao de dedicao e intercesso:

    Todos/as: Que a leitura de tua Palavra nos

    motive ao; que a meditao nas

    Sagradas Letras nos conduza ao

    conhecimento; que a presena de Cristo,

    Verbo de Deus, em ns, nos guie pela

    vereda da vida em direo plenitude da

    sabedoria divina. Hoje e sempre. Amm!

    Beno apostlica

    Amm trplice

    Psludio

    Divulgao

  • Departamento Nacional de Escola Dominical Dezembro de 2010 4

    ESCOLA DOMINICAL FEITA PRA MIM E PRA VOC

    DEPARTAMENTO NACIONAL DE ESCOLA DOMINICAL

    Outras sugestes de celebrao elaboradas por Iracema Medeiros, coordenadora do

    Departamento Regional de Escola Dominical 1 RE

    O Dia da Bblia dedicado realizao de eventos e pode ser comemorado tanto no segundo

    domingo de dezembro quanto ao longo de toda a semana que antecede a data. As atividades

    programadas so variadas e vo desde cultos at maratonas de leitura bblica que mobilizam

    milhares de pessoas. Conhea a seguir como a Semana da Bblia comemorada.

    Cultos As igrejas planejam e realizam cultos especiais no Dia da Bblia. Nestes cultos

    lembrado o grande amor de Deus ao entregar a sua Palavra aos homens e o valor

    dessa Palavra na vida das pessoas. Em geral, nesses cultos so recolhidas ofertas

    especiais para ajudar na distribuio da Bblia no Brasil e no mundo.

    Carreatas Muitas igrejas organizam desfiles de carros pelas principais ruas da

    cidade, ostentando faixas com versculos bblicos. Carros alegricos, com

    representaes de Bblias, normalmente fazem parte da carreata.

    Concentraes Igrejas de muitas cidades organizam concentraes pblicas para

    celebrar o Dia da Bblia. Estas concentraes ocorrem em praas, ginsios esportivos,

    estdios e outros lugares de fcil acesso ao pblico. Um culto pblico com pregao

    da palavra, oraes e apresentao de corais e conjuntos musicais, normalmente o

    clmax da celebrao. Bblias, Novos Testamento, Pores Bblicas e Selees Bblicas

    so distribudas nas concentraes.

    Maratona - As igrejas organizam maratonas de leitura bblica em seus templos ou em

    lugares pblicos. Essas maratonas seguem dois modelos. No primeiro os textos so

    selecionados e lidos publicamente, normalmente em lugares com grande fluxo de

    pessoas. No segundo caso, feita a leitura ininterrupta de todo o texto bblic