sugestoes aos trabalhadores espíritas

Download sugestoes aos trabalhadores espíritas

Post on 03-Jul-2015

115 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 1. PROJEOProjeo da Conscincia a capacidade que todoser humano tem de projetar a sua conscinciapara fora do corpo fsico. Essa experincia temrecebido diversas nomenclaturas, dependendo dadoutrina ou corrente de pensamento que amencione: Viagem Astral (Esoterismo), ProjeoAstral (Teosofia), Experincia Fora do Corpo(Parapsicologia), Desdobramento,Desprendimento Espiritual ou Emancipao daAlma (Espiritismo), Viagem da Alma (Eckancar),Projeo do Corpo Psquico ou Emocional(Rosacruz), Projeo da Conscincia(Projeciologia), etc.P P S. J C FONSECA

2. PROJEO ASSISTIDA 3. PROJEO sabido, desde a mais remota antigidade,que a "Experincia Fora do Corpo" um fato,envolvendo tcnicas ntidas de cunho cientfico.Porm, devido ao desconhecimento sobre oassunto, grupos desinformados geraramfantasias sobre os "perigos" que envolveriam oprocesso, alis inexistentes. Dessedesconhecimento advieram reservas e idiaserrneas, ficando o assunto restrito umaminoria com pseudo controle e domnio de suastcnicas e conseqncias. 4. PROJEO 5. PROJEO Hoje, a "Projeciologia" insere-se naParapsicologia como cincia adstrita,digna do maior crdito, contando compesquisadores de vulto como WagnerBorges, Waldo Vieira, Sylvan Muldoon,Hereward Carington, Robert A. Monroe,entre tantos outros nacionais einternacionais, em vasta bibliografia. 6. PROJEO 7. PSICOSSOMAPSICOSSOMAOU PERISPIRIJTOO Psicossoma pode ser definido comocontraparte extrafsica do corpo fsico, aoqual se assemelha e com o qual coincideminuciosamente, parte por parte. umarplica exata do corpo fsico em toda asua estrutura. 8. PROJEO 9. PSICOSSOMAO psicossoma constitudo dematria astral, que vibra numafreqncia mais sutil e infinitamente mais refinada do quea matria fsica que constitui ocorpo fsico. normalmenteinvisvel e intangvel ao olhar etoque fsicos. 10. PSICOSSOMA O psicossoma coincide com o corpo fsicodurante as horas em que a conscinciaest totalmente desperta. Mas, no sono,os laos que mantm os veculos demanifestao unidos se afrouxam e opsicossoma se destaca do corpo fsico.Essa separao que constitui ofenmeno da projeo astral. 11. PSICOSSOMA Normalmente, o psicossoma, quandoprojetado alm do fsico, mantm a formadaquele corpo, de modo que o projetor facilmente reconhecido por aqueles que oconhecem fisicamente. Ele tambm denominado de corpo astral, perisprito,duplo astral, corpo fludico, etc. Opsicossoma ligado ao corpo fsico porum apndice energtico conhecido comocordo de prata. 12. CORDO DE PRATA O psicossoma ligado ao corpo fsico por umapndice energtico conhecido como cordo de prata,atravs do qual transmitida a energia vital para ocorpo fsico, abandonado durante a projeo. Emcontrapartida, o cordo de prata tambm conduzenergia do corpo fsico para o psicossoma, criando umcircuito energtico de ida-e-volta. Esse interfluxoenergtico mantm os dois veculos de manifestaoem relao direta, independentemente da distnciaem que o psicossoma estiver projetado. Enquanto osdois corpos esto prximos, o cordo como um cabogrosso. medida que o psicossoma se afasta dasimediaes do corpo fsico, o cordo torna-se cada vezmais fino e sutil. 13. CLSSICO 14. CORDO DE PRATA O cordo de prata tambm tem recebido diversasdenominaes: cordo astral, cordo fludico, fio deprata, teia de prata, cordo luminoso, cordo vital,cordo energtico, etc. Um dos medos bsicos do iniciante o de que ocordo energtico venha a se partir durante aprojeo, acarretando, assim, a morte do corpo fsico.Tal medo infundado, pois isso no acontece. Pormais longe que o projetor estiver, o cordo de pratasempre o trar de volta para dentro do corpo fsico.Tambm impossvel o projetor se perder fora docorpo ou no querer voltar ao fsico. Para voltar, bastapensar firmemente no seu corpo fsico e o retorno sedar automaticamente. nesse instante que muitosprojetores tm a sensao de queda e acordamassustados no corpo fsico. 15. LINDA DIMENSO 16. PROJEO ASSISTIDA 17. CORDO DE PRATA O cordo de prata um feixe de energias, umemaranhado de filamentos energticosinterligados. Quando ocorre a projeo, essesfilamentos energticos, que estavam embutidosem toda a extenso do corpo fsico, projetam-sesimultaneamente de todas as partes dele ese renem, formando o cordo de prata. Osprincipais filamentos energticos so aquelesque partem da rea da cabea. 18. PROJETOR VOANDO 19. A PROJEO PODE SER VOLUNTRIA OU INVOLUNTRIA Na projeo involuntria, a pessoa sai do corposem querer e no entende como issoaconteceu. Geralmente, a pessoa se deita eadormece normalmente. Quando desperta,descobre que est flutuando fora do corpofsico na proximidade deste ou distncia, emlocais conhecidos ou desconhecidos. Em algunscasos, a projeo ocorre antes mesmo dapessoa adormecer. 20. NA FLORESTA 21. Na maioria das projees involuntrias, a pessoaprojetada observa seu corpo fsico deitado nacama e fica assustada, imaginando que estdesencarnada. Alguns projetores ficam todesesperados que mergulham no corpo fsicoviolentamente na nsia de escapar daquelasituao estranha. Outros pensam que estovivendo um pesadelo e procuramdesesperadamente acordar seu corpo fsico. 22. NO CEU ALEM DAS NUVEM 23. A PROJEO PODE SER VOLUNTRIA OU INVOLUNTRIA Entretanto, outras pessoas que se projetaminvoluntariamente se sentem to bem nessasituao que nem se questionam sobre quefato aquele, como ocorreu e por qu. Asensao de liberdade e flutuao to boaque nada mais importa para elas. Ao despertarno corpo fsico, algumas imaginam que aquelavivncia era um sonho bom. Muitos sonhos devo e de queda esto relacionados diretamentecom a movimentao do psicossoma durante aprojeo. 24. NO QUARTO 25. A PROJEO PODE SER VOLUNTRIA OU INVOLUNTRIA Existem as projees voluntrias, nas quais apessoa tenta sair do corpo pela vontade econsegue. Nesse caso, o projetor comanda odesenvolvimento da experincia e esttotalmente consciente fora do corpo; podeobservar seu corpo fsico com tranqilidade;viajar vontade para lugares diferentes noplano fsico ou extrafsico; encontrar comoutros projetores ou com entidadesdesencarnadas. Pode voar e atravessar objetosfsicos, entrando no corpo fsico hora quedesejar. 26. DOIS NO ESPAO 27. Na projeo voluntria, a pessoa tem plenoconhecimento do que ocorre e procuradesenvolver o processo sua vontade. Naprojeo involuntria, a pessoa no temconhecimento do que ocorre e, por isso, temmedo da experincia. Esse medo est na razodireta da falta de conhecimento das pessoassobre o fato em questo 28. ATAQUE E DEFESA 29. SINTOMAS Ocasionalmente, o projetor pode sentir umaparalisia dos seus veculos de manifestao,principalmente dentro da faixa de atividade docordo de prata. Essa paralisia chamada decatalepsia projetiva ou astral. No deve serconfundida com a catalepsia patolgica, que uma doena rara. 30. TORELINHO 31. SINTOMAS TORELINHO Catalepsia projetiva pode ocorrer tanto antes quantoaps a projeo. Geralmente, ela acontece daseguinte maneira: a pessoa desperta durante a noite edescobre que no pode se mover. Parece que umafora invisvel lhe tolhe os movimentos. Desesperada,ela tenta gritar, mas no consegue. Tenta abrir osolhos, mas tambm no obtm resultado. Algunscriam fantasias subconscientes imaginando que umesprito lhe dominou e tolheu seus movimentos. Essacatalepsia benigna e pode produzir a projeo se apessoa ficar calma e pensar em flutuar acima do corpofsico. Ela no apresenta nenhum risco, pelo contrrio, totalmente inofensiva. 32. VISITA 33. Portanto, se voc se encontrar nessa situaoem uma noite qualquer, no tente se mover.Fique calmo e pense firmemente em sair docorpo e flutuar acima dele. No tenha medonem ansiedade e a projeo se realizar. Caso no pretenda se arriscar e desejerecuperar o controle de seu corpo fsico, bastatentar com muita calma mover um dedo damo ou uma plpebra, que imediatamente,readquirir o movimento. 34. VOANDO 35. Alm da catalepsia projetiva, podem ocorrerpequenas repercusses fsicas no incio daprojeo, principalmente nos membros. Muitaspessoas, quando esto comeando aadormecer, tm a sensao de estar"escorregando" ou caindo por um buraco edespertam sobressaltadas. Isso acontecedevido a uma pequena movimentao dopsicossoma no interior do corpo fsico. 36. ESTADO VIBRACIONAL ESTADO VIBRACIONAL - So vibraes intensas quepercorrem o psicossoma e o corpo fsico antes daprojeo. Algumas vezes, essas vibraes seintensificam e formam anis energticos queenvolvem os dois corpos. Ocasionalmente, o estadovibracional pode produzir uma espcie de zumbido ourudo estridente que incomoda o projetor. Na verdade,essas vibraes so causadas pela acelerao daspartculas energticas do psicossoma, criando assimum circuito fechado de energias. Essas energias sototalmente inofensivas e tm como finalidade aseparao dos dois corpos. P P S. J C FONSECA