sudoeste paulista

Download Sudoeste Paulista

Post on 07-Jan-2017

221 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • MINISTERIO DO DESENVOLVIMENTO AGRRIOSECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL - SDT

    PLANO TERRITORIAL DE DESENVOLVIMENTO

    RURAL SUSTENTVEL

    SUDOESTE PAULISTA (SP)

    Elaborao TcnicaAriane Favareto*

    RNC

    So Paulo / Itapeva

    Novembro de 2007

    * Ariane Favareto sociloga, mestranda em Planejamento e Desenvolvimento Rural Sustentvel pela Universidade Estadual de Campinas Unicamp e consultora da Rede Nacional de Colaboradores RNC. Contato: a.favareto@uol.com.br. Para a elaborao deste Plano foram utilizados relatrios de Isabel Garcia Drigo, Paulo Csar Brancher e Reginaldo Sales Magalhes.

    1

    mailto:a.favareto@uol.com.br

  • Sumrio

    Metodologia............................................................................................................................... 3

    ndice de Desenvolvimento Humano.........................................................................................8

    A silvicultura............................................................................................................................14

    A produo de gros................................................................................................................ 15

    .................................................................................................................................................16

    A pecuria de corte e leiteira................................................................................................... 16

    A olericultura orgnica............................................................................................................ 18

    A olericultura convencional.....................................................................................................18

    Produo orgnica....................................................................................................................22

    Fruticultura...............................................................................................................................23

    Leite......................................................................................................................................... 23

    Apicultura................................................................................................................................ 24

    Horticultura.............................................................................................................................. 24

    Turismo.................................................................................................................................... 24

    Silvicultura...............................................................................................................................25

    Piscicultura...............................................................................................................................26

    5.1 Potencialidade e ameaas: pontos fortes e fracos........................................................... 26

  • 1 Introduo

    O Territrio Sudoeste Paulista composto por 15 municpios das micro-regies

    homogneas (IBGE) de Itapeva e Capo Bonito: Guapiara, Itaber, Itapeva, Taquariva,

    Capo Bonito, Baro de Antonina, Bom Sucesso de Itarar, Nova Campina, Riversul,

    Coronel Macedo, Buri, Itarar, Taquarituba, Ribeiro Grande e Itaporanga.

    O arranjo institucional existente no Territrio que contribuir para as aes

    voltadas ao desenvolvimento territorial o Consrcio de Segurana Alimentar e

    Desenvolvimento Consad do Sudoeste Paulista com o apoio da Associao para o

    Desenvolvimento Social ADS, localizada em Itapeva. Essas instituies firmaram

    convnio com a Secretaria de Desenvolvimento Territorial SDT, no intuito de

    construir uma viso estratgica com o objetivo de consolidar polticas de

    desenvolvimento territorial na regio e dessa forma, legitimar as aes do Consad e ao

    mesmo tempo ampli-las atendendo as demandas locais.

    O Consad possui formato jurdico de associaes e propsitos que agregam

    municpios em mbito nacional. Esses municpios so elencados pelo Ministrio do

    Desenvolvimento Social MDS e possuem caractersticas sociais semelhantes. A

    atuao do Consad no Sudoeste Paulista se d nos mesmos municpios do Territrio,

    como descrito acima, que esto representados em sua estrutura organizacional no

    nmero de 90 membros1. O trabalho realizado pelo Consad vai ao encontro das aes

    que vm sendo trabalhadas na SDT, ou seja, visam o desenvolvimento de polticas

    territoriais, combinando a proximidade social que favorece a cooperao, com a

    diversidade de agentes sociais.

    As dinmicas adotadas pelo Consad do espao participao popular,

    permitindo que evolua-se para arranjos institucionais com gesto compartilhada de

    assuntos de interesse pblico e auto-gesto de seus planos de desenvolvimento,

    possibilitando a formao e o fortalecimento de redes sociais de cooperao no

    Territrio.

    Assim, em consonncia com as diretrizes da SDT e do Ministrio do

    Desenvolvimento Agrrio MDA, o Consad procura evoluir no processo de

    1 Cada municpio representado por seis membros, assim distribudos: um tero representado pelo poder pblico e dois teros representados pela sociedade civil.

  • aprendizagem e na construo de uma viso crtica junto aos agentes sociais do

    Territrio.

    A primeira verso do Plano Territorial de Desenvolvimento Rural Sustentvel

    PTDRS, que buscou aprimorar as capacidades e habilidades dos agentes sociais e de

    suas comunidades, foi elaborada de forma participativa, em Novembro de 2006 e desde

    ento vem sofrendo aperfeioamentos. Uma primeira reviso foi realizada por Drigo

    (2006) que, no relatrio de qualificao do Plano, traz vrias sugestes para seu

    aprimoramento.

    O Territrio conta tambm com outros estudos e diagnsticos que foram

    utilizados para a formatao dessa verso final. Entre eles, o Estudo Propositivo,

    elaborado por Magalhes e Brancher (2005) e o Plano Safra Territorial, elaborado por

    Brancher (2006). Esse conjunto de instrumentos foram utilizados para a formatao

    final ora apresentada, principalmente no que diz respeito a primeira parte deste Plano,

    materializado num diagnstico do Territrio Sudoeste Paulista.

    Para a constituio dos eixos e metas contidas no PTDRS foram realizadas

    vrias oficinas no Territrio, esta fase contou com o trabalho do articulador territorial

    Rafael Leonard Campolim Moraes, que foi responsvel por traduzir o resultado de tais

    oficinas numa planificao mnima a ser seguida pelo Territrio.

    Metodologia

    O principal norte adotado para a elaborao do PTDRS foi a participao dos

    agentes sociais do Territrio. Para isso foram realizadas reunies e oficinas que tiveram

    por objetivo estimular o publico envolvido a entrar numa reflexo critica sobre a

    realidade ao mesmo tempo em que se vislumbra aes para transform-la. Os passos

    percorridos nessa elaborao podem ser visualizados nas etapas a seguir:

    Etapa 1 Visitas a todos os municpios. Nessas visitas foram realizadas reunio-

    entrevista com o objetivo de promover um levantamento do ambiente com os agentes

    participantes e consistiu de duas etapas. Num primeiro momento foi apresentada a

    proposta de elaborao do PTDRS e o modo de execuo. Em seguida foi aplicado um

    questionrio simplificado para coleta de informaes sobre os municpios, como por

    exemplo a existncia de conselhos e andamento de projetos.

    Etapa 2 O Territrio, formado por 15 municpios foi dividido em 3

    microrregies, abrangendo cada uma cinco municpios. A dinmica adotada foi de

    3

  • trabalhos em grupo por municpio sendo redigidos e a seguir apresentados e enumeradas

    as atividades desenvolvidas em cada um dos municpios, bem como suas respectivas

    intenes de projetos baseados nas demandas locais. De forma conjunta entre os

    municpios, foram elencados eixos prioritrios para o desenvolvimento rural sustentvel

    no territrio. A partir desses eixos foram formados novos grupos de trabalho por

    atividade desenvolvida para dar a seqncia nas prximas oficinas.

    Etapa 3 Foram realizadas oficinas por atividade especfica e trabalhada a viso

    de futuro entre os participantes. Assim, atravs de painis os agentes sociais do

    Territrio dedicaram-se ao apontamento de pontos forte e fracos, ameaas e

    oportunidades de cada uma das atividades apontadas nas atividades anteriores. Dessa

    forma, possibilitou-se a montagem de uma sntese dos principais destaques para o

    desenvolvimento das cadeias produtivas.

    Etapa 4 Atravs de uma parceria entre a SDT/MDA/Plural Consultoria, a

    consultora Isabel Garcia Drigo realizou a Qualificao do PTDRS2, atravs da

    interpretao dos dados existentes e tambm de entrevistas com agentes sociais que

    ainda no estavam envolvidos no processo de discusso do futuro projetado.

    Etapa 5 Consistiu na planificao dos dados obtidos identificando-se passo a

    passo metas e aes locais, viabilizando anlise geral e redao do plano global para

    conhecimento e outras sugestes dos atores sociais.

    Etapa 6 Aps a planificao, retornou-se os dados aos agentes sociais

    envolvidos no processo de desenv

Recommended

View more >