Startup cariri 1ª edição

Download Startup cariri 1ª edição

Post on 13-Apr-2017

243 views

Category:

Business

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

<ul><li><p>1 </p></li><li><p>2 </p><p>Copyright 2015 by Piedley Macedo Douglas Feitosa Tiago Pereira Tiago Alencar</p><p> Todos os direitos reservados. Vedada a produo, distribuio, comercializao ou </p><p>cesso sem autorizao do autor. Os direitos desta obra no foram cedidos. </p><p>Impresso no Brasil Printed in Brazil </p><p> Capa e Diagramao </p><p>Andreza de Souza </p><p>Reviso Do autor </p><p>. </p><p>ISBN E FICHA CATALOGRFICA EM ANDAMENTO </p><p> Editora Livro Rpido Elgica Diretora editorial: Maria Oliveira </p><p>Rua Dr. Joo Tavares de Moura, 57/99 Peixinhos Olinda PE CEP: 53230-290 </p><p>Fone: (81) 2121.5307/ (81) 2121.5313 livrorapido@webelogica.com </p><p>www.livrorapido.com </p><p>mailto:livrorapido@webelogica.comhttp://www.livrorapido.com/</p></li><li><p>3 </p><p>Ao receber o convite para escrever este prefcio </p><p>fiquei bastante honrado. Dentre os autores est o Professor </p><p>Piedley Macedo, um dileto amigo e para mim umas das </p><p>maiores autoridades no conhecimento mercadolgico da </p><p>regio do Cariri. </p><p>Empreendedor por natureza, ele juntamente com </p><p>um grupo de jovens com o mesmo tino fundaram o Startup </p><p>Club e caminham para fazer histria neste mercado </p><p>inovador na regio do Cariri. </p><p>O livro trata j na introduo de tentar desmitificar </p><p>o conceito de startup hoje muito relacionado </p><p>principalmente ao aspecto tecnolgico. ...uma startup </p><p>pode ser entendida como qualquer instituio o qual foi </p><p>desenvolvida para criar linha de produtos e/ou servios </p><p>inovadores em ambientes de nveis de incerteza elevada, </p><p>contudo, vale salientar, que estes modelos desenvolvidos </p><p>no se centram exclusivamente com aes relacionadas ao </p><p>ambiente virtual podendo enveredar para vrios outros </p><p>meios. Em seguida traz o objetivo do Startup Club </p><p>...aglutinar em um nico ambiente pessoas com perfis </p><p>diferentes, habilidades e competncias distintas que </p><p>provocam um borbulhar de ideias, fortalecimento das </p><p>empresas e o espirito de ajuda mtua, j que todos se </p></li><li><p>4 </p><p>reconhecem como pertencentes ao mesmo nicho e que a </p><p>dificuldades quando so divididas so amenizadas. Em </p><p>outro momento do livro podemos ter uma ideia da </p><p>coragem destes jovens ao utilizarmos este conceito, </p><p>startup um grupo de pessoas procura de um modelo </p><p>de negcios repetvel e escalvel, trabalhando em condies </p><p>de extrema incerteza. Em qualquer mercado obter escala </p><p>em ambiente de extrema incerteza um grande desafio. </p><p>Recorri a trechos do prprio livro por que vi nas palavras </p><p>colocadas um prenncio de uma ao empreendedora que </p><p>vai marcar a histria da regio do Cariri. Das empresas que </p><p>participam da Startup Club conheo em particular o </p><p>trabalho da Aller que est revolucionando o mercado em </p><p>atua na regio, oferece solues de altssimos nvel com um </p><p>baixo investimento. </p><p>O trabalho tambm traz uma abordagem sobre o </p><p>contexto econmico regional feita pelo Prof Piedley </p><p>Macedo de grande valia para muitos profissionais de outras </p><p>reas dada a riqueza das informaes levantadas. Em </p><p>seguida os demais autores trazem bons artigos sobre </p><p>pesquisa de mercado, empreendedorismo e marketing </p><p>digital. Enfim esta publicao torna-se leitura </p><p>indispensvel para economistas, administradores e </p><p>naturalmente pessoas ligadas tecnologia e </p><p>desenvolvimento regional. Francisco Leite </p><p>Coordenador de Consultoria Senai de Juazeiro do Norte </p></li><li><p>5 </p><p>Piedley Macedo Mestre em Administrao de Empresas com concentrao em Gesto estratgica. Especialista em Competncias Gerenciais, em Formao de Professores do Ensino Superior, Gesto estratgica e Tecnologia da Informao. Graduado em Administrao de empresas pela UFPB. Tcnico em transaes imobilirias pelo CETREDE. Foi gerente Adm. Financeiro do Cariri Shopping Center e Analista de Mercado do Senai CFP WCC. Ministra </p><p>aulas desde 2004 em faculdades de Juazeiro do Norte e em cursos tcnicos desde 2001. Leciona em cursos de graduao, especializao e MBA. Atualmente scio diretor da empresa Aller Solues e professor da Faculdade Paraso em Juazeiro do Norte-Ce nos cursos de Administrao de Empresas, Marketing e Sistemas de Informao. </p><p>Douglas Feitosa Inicialmente graduado na rea da sade e com especializaes no setor. Mestrando em Cincias da Sade. Atualmente graduando de Administrao pela Universidade Federal do Cear (UFC). Empresrio e professor nas reas de gesto, auditoria e lngua espanhola contempornea. Fundador e diretor da Full Vision Cliente Oculto e Palleti Mveis e decorao sustentvel. Palestrante e consultor de temas ligados inovao, empreendedorismo jovem, anlise de atendimento, </p><p>marketing de relacionamento, Mystery Shopper e sustentabilidade. Ganhador do prmio Voc Empreendedor 2014 no Estado do Cear. Vivncia em pases como Canad e Argentina de onde trouxe tcnicas para implantao no Brasil. Cofundador da Startup Clube e colunista sobre temas de negcios, gesto e empreendedorismo. E-mail: douglasrfeitosa@gmail.com </p></li><li><p>6 </p><p>Tiago Pereira Ps-Graduado em Gesto financeira e consultoria empresarial pela Universidade Regional do Cariri - URCA e MBA Marketing pela Estcio FMJ. Graduado em Administrao pela Universidade Federal do Cear UFC. Consultor empresarial na Mercari Solues. Supervisor e planejamento de vendas na TV Verdes Mares Cariri Cear. Cofundador da Startup Clube. E-mail tiagopsilva4@gmail.com </p><p>Tiago Alencar Especializando em Direito Administrativo e Gesto Pblica (2014 - 2016) pela Universidade Regional do Cariri URCA e Bacharel em Administrao pela Universidade Federal do Cear - UFC (2011). Professor substituto do curso de Administrao da Universidade Federal do Cariri (UFCA). Cofundador da Startup Clube. Scio-diretor da Mercari Solues e Marketing. Palestrante e Consultor de temas ligados a marketing, pesquisa de mercado, gesto, plano de negcio e </p><p>empreendedorismo. E-mail: tiagoalencar@mercarism.com.br </p></li><li><p>7 </p><p>1. INTRODUO .......................................................... 9 2. CONTEXTO REGIONAL .....................................11 </p><p>2.1 Cariri ........................................................................12 2.2 Regio Metropolitana do Cariri ..............................14 2.3 Crajubar ...................................................................21 </p><p> 3. STARTUP...................................................................29 </p><p>3.1 Pontos Fortes e Pontos Fracos das Startups ...........31 3.2 Empresas Startups ...................................................32 </p><p> 4. PESQUISA DE MERCADO: UM OLHAR ESTRATGICO PARA O FUTURO. ......................37 5. EMPREENDEDORISMO E INOVAO ..........49 </p><p>5.1 Cliente Oculto .........................................................54 5.2 Pallet e os Mveis Sustentveis. ..............................59 </p><p> 6. MARKETING DIGITAL NO CARIRI .................61 </p><p>6.1 A Internet no Brasil .................................................62 6.2 Redes Sociais ...........................................................64 6.3 Oportunidade e Necessidades ................................67 </p><p> 7. CONSIDERAES FINAIS ..................................71 REFERNCIAS .............................................................73 </p></li><li><p>8 </p></li><li><p>9 </p><p>Diante de um cenrio de mudanas constantes, </p><p>transformaes na economia, na poltica e na sociedade, o </p><p>estimulo ao empreendedorismo tem sido de vital </p><p>importncia. As grandes empresas j no mais dominam o </p><p>mercado, uma vez que as mesmas passaram a aumentar sua </p><p>produtividade com menos empregados atravs da utilizao </p><p>da tecnologia. Atualmente o mercado dominado por </p><p>pequenas e mdias empresas, sendo consequncia da ao </p><p>empreendedora. Como ressalta Dornelas (2005, p.22): </p><p>O momento atual pode ser chamado de a era do empreendedorismo, pois so os empreendedores que esto eliminando barreiras comerciais e culturais, encurtando distncias, globalizando e renovando os conceitos econmicos, criando novas relaes de trabalho e novos empregos, quebrando paradigmas e gerando riqueza para a sociedade. A chamada nova economia, a era da internet, mostrou recentemente e ainda tem mostrado que boas ideias inovadoras, know-how, um bom planejamento e, principalmente, uma equipe competente e motivada so ingredientes poderosos, que quando somados no momento adequado, acrescidos do combustvel indispensvel criao e novos negcios - o capital - podem gerar negcios grandiosos em curto espao de tempo. </p></li><li><p>10 </p><p>Num momento em que prevalece a instabilidade, </p><p>observado que as pessoas esto cada vez mais buscando ser </p><p>dono do prprio negcio, deixando de ser empregado e </p><p>tornando-se seu prprio patro. Baseado neste pressuposto </p><p>verifica-se como perspectiva de mercado o surgimento de </p><p>novos modelos de negcio e dentre eles podemos destacar </p><p>as aes de startups. Contudo nos vem uma indagao. O </p><p>que seriam startups? </p><p>Mesmo sendo uma temtica muito discutida </p><p>atualmente nos meios acadmicos a conceituao de </p><p>startup ainda no to bem compreendida, mas </p><p>apropriando-se do conceito desenvolvido por Ries (2012) </p><p>uma Startup pode ser entendida como qualquer instituio </p><p>o qual foi desenvolvida para criar linha de produtos e/ou </p><p>servios inovadores em ambientes de nveis de incerteza </p><p>elevada, contudo, vale salientar, que estes modelos </p><p>desenvolvidos no se centram exclusivamente com aes </p><p>relacionadas ao ambiente virtual podendo enveredar para </p><p>vrios outros meios. </p><p>E buscar colocar empresas com este esprito </p><p>inovador no mesmo ambiente o que buscou a Startup </p><p>Clube, grupo criado com o intuito de fortalecer as </p><p>empresas da Regio do Cariri e aglutinar em um nico </p><p>ambiente pessoas com perfis diferentes, habilidades e </p><p>competncias distintas que provocam um borbulhar de </p><p>ideias, fortalecimento das empresas e o espirito de ajuda </p><p>mtua, j que todos se reconhecem como pertencentes ao </p><p>mesmo nicho e que a dificuldades quando so divididas so </p><p>amenizada. </p></li><li><p>11 </p><p>Piedley Macedo </p><p>Ferral (2009) apud Tiecher (2011 ) afirma que </p><p>mercado nada mais que um conjunto de compradores e </p><p>vendedores. Acredita-se que o mercado caracterizado </p><p>como um grupo de indivduos ou estabelecimentos com </p><p>necessidades parecidas que podem ser atendidas por </p><p>determinado produto ou classe de produtos. </p><p>Baseado no pressuposto, o mercado Brasileiro passa </p><p>por um perodo de franco crescimento onde anteriormente </p><p>vivia-se na sombra de grandes potncias consideradas </p><p>como pases desenvolvidos, hoje podemos considerar um </p><p>Brasil fazendo parte das grandes potncias mundiais. </p><p>Para Kotler (2000), existem quatro estgios de </p><p>evoluo de um mercado, sendo eles: emergncia, </p><p>crescimento, maturidade e declnio, sendo que a </p><p>perspectiva de nosso mercado esta focada em gerao de </p><p>crescimento econmico atrelado ao desenvolvimento de </p><p>sua populao. acrescentado ainda pelo autor que a fase </p></li><li><p>12 </p><p>de declnio identificada a partir da diminuio de </p><p>necessidade de consumo. </p><p>Contudo tem-se a necessidade de direcionar tais </p><p>aspectos a nossa realidade e justamente esse pressuposto </p><p>que nos guia na elaborao deste livro. </p><p>2.1 Cariri </p><p>A regio caririense esta localizada no sul do estado </p><p>do Cear, formada por 27 municpios o qual, segundo </p><p>dados dos IBGE em 2010, tem uma populao de </p><p>aproximadamente 892 mil habitantes, representando cerca </p><p>de 10,91% da populao cearense, com rea de 15.225,60 </p><p>km e um PIB (Produto Interno Bruto) de R$ </p><p>4.764.705.850,00 o qual equivale 6,36% do Cear. </p><p>Figura 1 </p></li><li><p>13 </p><p> Esta regio por muitos chamada de Oasis do serto, </p><p>por causa da estrutura hidrogrfica, belezas naturais e clima </p><p>agradvel se destaca economicamente no Cear devido a </p><p>proximidades com outras capitais tais como Salvador-BA, </p><p>Recife-PE, Teresina-PI, Joo Pessoa-PB, Aracaju-SE, </p><p>Natal-RN e Maceio-Al, facilitando assim o escoar de sua </p><p>produo de calados, aquecendo o ramo industrial e a </p><p>facilidade na aquisio de produtos gerando retorno para o </p><p>setor varejista da regio (Perrazo, 2009). </p><p>Na vertente econmica se destacam no setor </p><p>industrial as fbricas de calados, que se concentram </p><p>especificamente no tringulo Juazeiro do Norte, Crato e </p><p>Barbalha chegando a ser o terceiro maior polo caladista no </p><p>Brasil e a construo civil o qual desponta na regio como </p><p>uma vertente que surge para atender a exploso </p><p>demogrfica que a regio vem passando, o varejo muito </p><p>slido devido principalmente ao turismo da regio tanto na </p><p>vertente religiosa como no ecoturismo e o setor de servios </p><p>dando nfase educao com aproximadamente, segundo </p><p>Dirio do Nordeste (2014), 80 cursos de nvel superior </p><p>oferecido por instituies pblicas e privado, alm do setor </p><p>de sade o qual se tem hospitais de referncia na regio e </p><p>as estruturas de lazer como shopping centers, clubes </p><p>recreativos dentre outros. Sendo que o setor de servios </p><p>o que mais gera receita para regio conforme descrito no </p><p>grfico abaixo. </p></li><li><p>14 </p><p>Grfico 1 </p><p> Fonte: Quadro Elaborado pelo Autor, Dados do Instituo Brasileiro de Geografia e estatstica (2010) </p><p>Baseado nesta perspectiva considera-se a regio </p><p>como um celeiro para grandes empreendimentos e uma </p><p>das regies que mais crescem no contexto nacional o qual </p><p>segundo dados publicados pela revista Exame em relao </p><p>ao mapa de consumo para 2020 a regio estar entre as que </p><p>mais crescem no pas. </p><p>2.2 Regio Metropolitana do Cariri </p><p>Os investimentos pblicos e privados, a </p><p>implantao de projetos de mdio, pequeno e grande </p><p>portes nas reas industrial, comercial, turismo, construo </p><p>civil, educao e sade, tm dado nova dimensionalidade a </p><p>economia do Cariri nos ltimos cinco anos. (Fonte: Portal </p><p>Cariri Noticia, em 11 de Julho de 2012.) </p><p>Servio076%</p><p>Indstria21,46%</p><p>Agropecuria 2,84%</p></li><li><p>15 </p><p>Santos (1994, p. 66), afirma que: </p><p>Regies metropolitanas so reas onde diversas cidades grande possuem frequncia e intensidade como forma de incorporar outros ncleos urbanos sob o comando de um ncleo central em jogo de foras econmicas, polticas, sociais e culturais que se inserem em um espao densamente urbanizado, a partir de uma interdependncia funcional baseada nas unidades de infraestrutura urbanas e nas possibilidades que esse fato acarreta para uma diviso do trabalho interno bem mais acentuado que em outras reas. </p><p>Empresrios e lojistas da regio reconhecem este </p><p>favoritismo e prev um futuro bastante promissor para os </p><p>nove municpios que formam a Regio Metropolitana do </p><p>Cariri e em especial para aqueles prximos ao tringulo </p><p>Crato, Juazeiro e Barbalha. A ascenso econmica, e o </p><p>aumento do poder aquisitivo, aliados as melhorias na </p><p>qualidade de vida da populao, tm feito do Cariri uma </p><p>regio diferenciada em comparao as demais regies do </p><p>Estado do Cear. </p></li><li><p>16 </p><p>Figura 2 - rea geogrfica de atuao da executive consultoria e projetos. </p><p> Fonte: Instituto de Pesquisa e Estratgia Econmica do Cear - IPECE </p><p>Segundo Bacelar (2011) </p><p>A regio segue a uma lgica nacional de desenvolvimento das cidades de mdio porte e poder se fortalecer tambm como polo de sade, educao e econmico, gerando novos empregos, atraindo imigrantes e investimentos, que devero impulsionar o processo dinmico de melhorias e avanos regional. </p><p> Conforme mencionado anteriormente a RMC </p><p>(Regio Metropolitana do Cariri) formada por nove </p><p>municpios conforme descrito abaixo. </p></li><li><p>17 </p><p>Tabela 1 - populao, PIB per capita, rea IDH e densidade populacional. </p><p>Cidades Popul. PIB PIB per capita </p><p>rea (m) IDH Densidade </p><p>Popul. </p><p>Barbalha 55.373 290.182.587,00 5.240,51 479.184,00 0,69 0,12 </p><p>Caririau 26.387 78.403.371,00 2...</p></li></ul>