(slide)era vargas

Download (Slide)Era Vargas

Post on 10-Jul-2015

39 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Era Vargas:A Radicalizao ideolgica

Ditaduras nazi/facistas e comunistas em alta:

Adolf Hitler na Alemanha(terceiro reich):

Mussolini na Itlia:

Stlin na Unio Sovitica:

O processo de radicalizao ideolgica:

Exaltao do valores nacionais:

O cine jornal:

O programa de rdio A hora do brasil:

Alianca Liberal

FormalizadaEm agosto era formalizada a Aliana Liberal (AL). Os lderes do movimento eram Afonso Pena Jnior e Idelfonso Simes Lopes.

Bandeiras da Aliana LiberalVoto secreto;

A independncia do judicirio; A anistia para os tenentes envolvidos nas diversas rebelies ao longo dos anos 20; A proteo exportao do caf e reformas sociais.

Traio PaulistaEm 1929 o presidente paulista Washington Lus contrariou o esquema e indicou um paulista, Jlio Prestes. Polticos de Minas Gerais romperam com o Partido Republicano Paulista (PRP)

Nessa ocasio, Vargas foi convidado a se aliar ao governador de Minas Gerais, Antnio Carlos Ribeiro de Andrade, para articular uma candidatura de oposio. A candidatura de Vargas unificou a poltica do estado em torno de seu nome e recebeu, alm do apoio de Minas Gerais, a adeso do estado da Paraba, que entrou com o candidato a vice-presidente, Joo Pessoa.

Revoluo de 1930 e Chegada de Vargas ao poder

A transformao de Vargas em chefe revolucionrio se deu mais em funo das circunstncias polticas do que por conta de qualquer habilidade pessoal especial. A grande habilidade consistiu em saber tirar partido das situaes. E foi o que fez quando comeou a ser articulada a sucesso do presidente da Repblica, Washington Lus, ainda em 1928, no mesmo ano em que assumia o governo do estado, at a eleio em 30.

EleiesTudo fazia crer que o lado vencedor procuraria a reconciliao, mas no foi o que aconteceu. As eleies foram realizadas no dia 1 de maro de 1930 e Vargas derrotado numa competio em que no faltaram fraudes de ambos os lados.

RevoluoEm poucos dias a revoluo era vitoriosa em quase todo o pas, com a adeso de grande parte da populao, de militares e das polcias estaduais. Vargas assumiu o comando das tropas do movimento. Constatada a grande possibilidade de derrota, Washington Lus renunciou a presidncia em 24 de outubro, assumindo uma junta militar composta por trs generais.

Vargas foi reconhecido como chefe de um governo provisrio e a 3 de novembro de 1930 assumia a presidncia. Comeava ento um perodo conhecido como governo provisrio.

Getlio Vargas no poderJlio Prestes assumiria a presidncia em novembro. Com a Revoluo de 1930, terminava a repblica velha, e o candidato da AL, Getlio Vargas, chegava ao poder.

Constituio de 1934Constituio promulgada pela Assemblia Nacional Constituinte de 1934. Desde a Revoluo de 1930, Getlio Vargas, na qualidade de Chefe do Governo Provisrio, governava o pas por decreto. S em 1933, aps a derrota da Revoluo Constitucionalista de 1932, em So Paulo, que foi eleita a Assemblia Constituinteque redigiu a Constituio da Repblica Nova. Suas principais fontes foram a Constituio alem de Weimar e a Constituio republicana da Espanha de 1931. Tinha como principais inovaes a introduo do voto secreto e o sufrgio feminino, a criao da Justia do Trabalho, definio dos direitos constitucionais do trabalhador (jornada de 8 horas dirias, repouso semanal e frias remuneradas).

Considerada progressista para a poca, a nova Constituio: instituiu o voto secreto; estabeleceu o voto obrigatrio para maiores de 18 anos; propiciou o voto feminino, direito h muito reivindicado, que j havia sido institudo em 1932 pelo Cdigo Eleitoral do mesmo ano;

previu a criao da Justia do Trabalho;previu a criao da Justia Eleitoral; nacionalizou as riquezas do subsolo e quedas d'gua no pas;

O maior crtico da Constituio de 1934, desde quando estava sendo elaborada foi o presidente Getlio Vargas e seu parecer sobre ela foi extremamente negativo. A principal crtica, feita por Getlio, Constituio de 1934, constitua em seu carter inflacionrio, pois, calculava-se que, se todas as nacionalizaes de bancos e de minas fossem feitas, e se todos os direitos sociais nela previstos fossem implantados, os custos para as empresas privadas, as despesas do governo e o dficit publico se elevariam muito. Uma das grandes despesas que o governo teria, que era prevista na constituio de 1934, no seu artigo 138, era que o estado deveria: "socorrer as famlias de prole numerosa", que constituam a grande maioria das famlias brasileiras daquela poca que eram compostas de famlias que possuam muitos filhos. A segunda crtica que o governo de Getlio fazia Constituio de 1934, de que ela, sendo liberal demais, no permitia adequado combate subverso

Organizao poltica do Estado VarguistaCom a posse de Getlio Vargas, o Congresso Nacional e as Assemblias Estaduais e Municipais foram fechadas, os Presidentes dos Estados foram depostos e a Constituio de 1891, foi revogada. Getlio Vargas passou a governar atravs de Decreto-Lei.

Logo, comearam a surgir as disputas entre os diversos grupos participantes da Aliana Liberal, o primeiro ponto de divergncia foi em relao ao tempo que deveria durar o Governo provisrio

Outro ponto de discordncia foi sobre o modelo de Estado a ser implantado no pas. As primeiras medidas tomadas pelo Governo foram intervencionistas e centralizadoras, inspiradas nas reivindicaes dos tenentes, entre elas estava o Sistema de Inteventorias

Em 1931 foi publicado o Cdigo dos Interventores que impedia os Estados de obter emprstimos externos sem autorizao do Governo Central, alm de limitar os gastos dos Estados com servios de Polcia Militar, proibindo o uso de artilharia e aviao nestas polcias e que elas fossem armadas com recursos superiores aos do Exrcito.