slam lx n1

Download SLAM LX N1

Post on 24-Mar-2016

223 views

Category:

Documents

5 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Magazine 'work in progress' dedicado às noites de Poetry Slam que o Musicbox organiza mensalmente. SLAM LX Nº1 / 1ª edição no dia 27 de Outubro de 2011.

TRANSCRIPT

  • POETRY SLAM

    SLAM LX - Poetry slam de volta ao palco do Musicbox!

    Slam LX uma noite temtica que o Musicbox organiza inteiramente dedicada Palavra e ao Poetry Slam. Para alm do torneio de Poesia, este novo formato inclui a presena de vrios convidados (um slammer e um humorista), a apresentao de vdeo clips de poesia e a participao do pblico em verso microfone aberto.Sero 8 sesses com uma finalssima a ter lugar em Maio de 2012.O Slam LX n1 ter lugar no dia 27 de Outubro, pelas 22h no Musicbox. Para alm dos 8 concorrentes do Poetry Slam o evento ter como Mestre de Cerimnias Filipe Homem Fonseca e como convidados especiais o humorista Jos de Pina e a slammer Raquel Lima, vencedora do Poetry Slam do festival Silncio.A sesso ser ainda animada pelo DJ Mike Stellar!

  • Considerado uma das mais recentes e cosmopolitas tendncias da noite das grandes capitais, o Poetry Slam tem alcanado enorme sucesso nos bares de Berlim, Nova Iorque, Paris ou Londres. O conceito simples: 8 concorrentes, 2 eliminatrias e uma final, basta escolher um tema, trat-lo de forma crtica e espirituosa, adicionar algumas rimas e declam-lo de forma dramtica no espao de trs minutos no palco de um clube. Um Jri com convidados e alguns elementos escolhido entre o pblico vota nas melhores performances poticas. Emblema da cultura urbana, este novo movimento d primazia palavra e aos poetas e convoca todos aqueles que queiram exprimir e transmitir a sua arte atravs da palavra dita. Links:

    http://www.facebook.com/SLAM.LX

    http://issuu.com/alexcortez/docs/press_slam_lx_n_1

    http://www.facebook.com/pages/MUSICBOX-LISBOA/99993167661

    http://www.musicboxlisboa.com

    Regulamento em:http://www.facebook.com/PoetrySlamNight?sk=info

    Inscries em : programacao@musicboxlisboa.com

  • POET SLEles sobem ao palco, agarram o microfone e enfrentam o pblico. Tm trs minutos para mostrar o que valem. O pblico aplaude, o jri vota e o vencedor descobre-se no final das eliminatrias. No so cantores, mas antes poetas. Autores de uma poesia oral, contempornea e popular. s vezes, no papel, perde todo o interesse, quase no faz sentido. So palavras escritas para serem ditas, que tambm se dizem com o

    corpo.As noites de Poetry Slam, assim se chama o fenmeno, decorrem mensalmente no Musicbox, em Lisboa, j h quase dois anos. Tm ganho popularidade acompanhando o crescimento do movimento nas cidades europeias. No se trata de hip-hop, nem de uma tertlia, embora tenha coisas de ambos. Estar prximo do spoken word, mas s vezes lembra uma noite de fados. Nasceu em Chicago, nos anos 80, como forma de expresso potica da classe operria, longe das elites. Manuel Halpern in JL (27/11/2011)

    Ler mais:

    http://aeiou.visao.pt/social-smokers-poesia-para-dancar=f587516#ixzz1ZGMB8ECX

  • TRYLAM

    Slam LX N1 - 27 Out, 22hPrograma

    1 Parte - 22h00 / 22h 30 Apresentao pelo Mestre de Cerimnias Filipe

    Homem Fonseca Convidados:

    Jos de Pina Raquel Lima DJ Mike Stellar

    Apresentao de 2 vdeos (Vdeo Poetry) seleccionados do Filmagens/ Festival Silncio

    1) Mediano (2'55, 2011, Brasil) de Victor Lemos e Jorge Vaz Nande - 1 Prmio do Jri Jameson Fimagens 2011 / Baseado no poema Mediano de Jorge Vaz Nande

    2) Chatting Alone - Around the world (4'32, 2011, Itlia) de Giuseppe Garau (Vencedor do 2 Prmio do Jri Jameson Filmagens) Baseado no poema 'Chatting Alone Around the World de Srgio Garau.

    Intervalo (10m)2 Parte - 22h40 / 00h00 Poetry Slam : Apresentao dos concorrentes e

    Jri por Filipe Homem Fonseca e Jos de Pina. 1 Eliminatria ( 8 concorrentes) 2 Eliminatria (4 concorrentes) Final (2 concorrentes)

    Entrega de prmios Open Mic - Microfone aberto para participao do

    pblico (10m)

  • Filipe Homem Fonseca

    Argumentista freelancer, grande apreciador de empada de lebre, acredita que a ubiquidade a nova exclusividade, e por isso passa grande parte do seu tempo em http://twitter.com/fhf .

    Jos de Pina

    Humorista, escritor, apresentador de televiso, argumentista e ferrenho adepto do Sporting Club de Portugal

    Raquel Lima

    Jovem autora que tem participado em vrios eventos de poetry slam. formada em Estudos Artsticos pela FLUL e trabalha como produtora cultural na rea da dana contempornea.

    Mike Stellar(Club Journeys/Jazz Picante)

    Conceituado Djs portugus que j tocou com nomes como os Jazzanova, Peter Kruder, Gilles Peterson, Rainer Truby, Nicola Conte, entre muitos outros.

    Apoios e Parcerias:

    Nesta sesso o Jri ser constitudo por Nuno Miguel Guedes (Jornalista), Lus Gouveia Monteiro (Jornalista), Paola d Agostino (escritora e tradutora) e dois elementos do pblico selecionados aleatoriamente.O slammer vencedor, entre outros prmios, ganhar uma coleco de livros das editoras Bertrand, Quetzal, Contraponto e 101 Noites, o direito a estar presente na finalssima do SLAM LX, uma participao no Festival Silncio de 2012, participao no espectculo Avenida de Poemas no cinema Tivoli e ainda um prmio especial Musicbox / Jameson

    Entrada 5 c/ oferta de bebida

    SLAM LX - Uma produo CTL , Musicbox Lisboa e Festival Silncio.Pedro Azevedo e Janine Lajes (comunicao), Dbora Marques (produo), Joo Pedro Gomes (vdeo) Andr Pereira (som).

  • Poetry Slam - RegulamentoA. Regulamento:

    1. Os poetas concorrentes tero de ter mais de 16 anos de idade;2. Os poetas podem abordar qualquer tema em qualquer estilo;3. Os poetas devem utilizar os seus prprios poemas;4. Nenhum poema poder ultrapassar os trs minutos. As performances sero cronometradas;5. No permitido: a utilizao de instrumentos musicais ou msica pr-gravada, cenrios, recurso a acessrios, disfarces ou mscaras. O poeta dever vestir as roupas que usa no seu dia-a-dia;6. Cada poeta que participe no Poetry Slam do Festival Silncio dever preparar pelo menos 3 poemas de sua autoria;7. Os poetas no podem repetir duas vezes o mesmo poema excepto na final;8. O jri constitudo por 5/6 elementos atribui uma nota aps cada poema numa escala de 1 10;9. O concurso desenrola-se por eliminatrias da seguinte forma:

    9.1 Primeira etapa com os 8 poetas concorrentes. Os 4 poetas mais pontuados passam meia-final;

    9.2 Meia-final: dos 4 seleccionados sero escolhidos 2 para a final;

    9.3 Final: com os 2 mais pontuados;

    9.4 Performance final do vencedor.10.A deciso do jri soberana. Os concorrentes no podero recorrer do resultado das

    pontuaes atribudas pelo jri11.aos vencedores oferecido um prmio de participao.

    B. Notas e penalizaes1. O jri atribui uma nota a cada poema indo de 1 a 9.9, sendo 10 a nota mxima;2. Os elementos do jri sero encorajados a utilizar dcimas aps a vrgula de forma a desempatar poemas cujas notas sejam demasiado prximas;3. Se a regra dos trs minutos for infringida por um poeta durante a sua actuao, este ter 10 segundos de tolerncia;4. Caso ultrapasse os 3 minutos e 10 segundos, o poeta ver o seu score final penalizado, segundo o seguinte esquema: 0,5 pontos por cada perodo de 10 segundos acima de 3 min. e 10 seg.

  • Uma Mentira Mil Vezes Repetida, Manuel Jorge Marmelo

    O principal mrito de MJM est na forma como consegue manter a sensao de claustrofobia narrativa, sem deixar que o leitor se perca no caos de repeties, incongruncias e "solavancos lgicos". Jos Mrio Siva, Expresso Para escapar ao anonimato de uma vida comum, solido da escrita e ao esquecimento dos futuros leitores, o narrador de Uma Mentira Mil Vezes Repetida inventou uma obra monumental, um autor um judeu hngaro com uma vida aventurosa e uma mirade de personagens e de histrias que narra entusiasticamente a quem ao p dele se senta nos transportes pblicos. Assim vai desfiando as andanas literrias de Marcos Sacatepequez e o seu singular destino, a desgraa do homem-zebra de Polvorosa, o caos postal de Granada, a maldio do marinheiro Albrecht e as memrias do velho Afonso Co, amigo de Cassiano Conscincia, advogado e proprietrio do nico exemplar conhecido de Cidade Conquistada, a obra-prima de Oscar Schidinski. Enquanto o autocarro se aproxima de Cedofeita, ou pra na rua do Bolho, quem o escuta viaja do Belize a Budapeste, passando pelas Honduras, por estncias alpinas, por Toulon ou por Lisboa. Mas se o nosso narrador no encontrou a glria - seno por breves momentos e na mente alheada de quem cumpre uma rotina - talvez tenha encontrado o amor. Ou ser tambm ele inventado?

    Em Destaque!!

    POETRY SLAMPrmios para o vencedor do

    torneio!Nesta sesso o Jri ser constitudo por Nuno Miguel Guedes (Jornalista), Paola d Agostino (escritora e tradutora), Lus Gouveia Monteiro (Jornalista), e dois elementos do pblico selecionados aleatoriamente.O slammer vencedor, entre outros prmios, ganhar uma coleco de livros das editoras Bertrand, Quetzal, Contraponto; Uma Mentira Mil Vezes Repetida, de Manuel Jorge Marmelo (Quetzal), O Beco dos Milagres, de Naguib Mahfouz (Contraponto), Contos dos Subrbios, de Shaun Tan (Contraponto), Eu e Tu, de Niccol Ammaniti (Bertrand), da editora 101 Noites; pera do Falhado de JP Simes, Onde a Terra Acaba / From The Edge, Contos de vrios escritores e Um jantar muito original de Fernando Pessoa, lido por So Jos Lapa (Audiolivro) e da editora discografica Trandormadores / Musicbox; Magnetic Poetry dos Social Smokers (Livro +cd+dvd) e 4 Gro dos Couple Coffee (CD).O Vencedor ganha ainda o direito a estar presente na finalssima do SLAM LX, uma participao no Festival Silncio de 2012, uma participao no programa Clube da Palavra do Canal Q, uma participao no espectculo Avenida de Poemas no cinema T