sistema colonial

Download Sistema colonial

Post on 13-Jan-2017

7 views

Category:

Education

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • SISTEMA COLONIAL

  • O esquema de dominao e explorao

  • Como diversos pases europeus procuravam acumular metais, bem como proteger seus produtos em busca de uma balana de comrcio favorvel, ocorreu que a poltica mercantilista de um pas entrava diretamente em choque com a de outro, igualmente mercantilista.

  • Percebendo o problema, os condutores do mercantilismo concluram que a soluo seria cada pas mercantilista dominar reas determinadas, dentro das quais pudesse ter vantagens econmicas declaradas.

  • Surgiram, ento, com grande fora, as idias colonialistas. Seu objetivo bsico era a criao de um mercado e de uma rea de produo colonial inteiramente controladas pela metrpole.

  • A partir dessas idias, foi montado o sistema de explorao colonial, que marcou a conquista e a colonizao de toda a Amrica Latina, incluindo o Brasil. Suas caractersticas essenciais foram:

  • Complementaridade a produo colonial foi organizada com a funo de complementar ou satisfazer os interesses dos pases metropolitanos europeus. No se objetivava, de modo algum, desenvolver na colnia qualquer atividade voltada para seus interesses internos.

  • monoplio comercial era o instrumento bsico utilizado para amarrar a vida econmica da colnia da metrpole. Atravs do monoplio comercial, a colnia tornava-se um mercado exclusivo da burguesia metropolitana.

  • conceitos-chave do sistema colonial mercantilista:

    Metrpole o pas dominador da colnia. Centro de decises polticas e econmicas. Colnia de explorao a regio dominada pela metrpole. Servia-lhe como retaguarda econmica.

  • Regra bsica do pacto colonial colnia s era permitido produzir o que a metrpole no tinha condies de fazer. Por isso, a colnia no podia concorrer com a metrpole. Colnias- instrumentos geradores de riqueza

  • CONCLUSOA competio comercial dos pases mercantilistas impulsionou a competio colonial entre as potncias europias, com a conquista e a explorao de colnias na Amrica, na frica e na sia.

  • Por sua vez, a competio colonial gerou a busca pelo controle do comrcio colonial em seus setores mais lucrativos, como, por exemplo, o comrcio negreiro de escravos. Dessa maneira, nasceram colnias totalmente enquadradas nos mecanismos de dominao do sistema colonial.

  • O papel dessas colnias era servir como instrumentos geradores de riquezas para as metrpoles. No se permitia s colnias ter objetivos internos ou projetos de desenvolvimento prprios. Eram os interesses econmicos da metrpole que condicionavam os rumos da vida colonial.

  • Colnias de explorao e colnias de povoamento

  • As colnias que seguiram as linhas gerais do pacto colonial foram denominadas colnias de explorao. O Brasil e vrias regies da Amrica Latina, colonizados por portugueses e espanhis, so exemplos tpicos de colnias de explorao.

  • Elas apresentavam as seguintes caractersticas:

    produo agrcola baseada na grande propriedade (enormes extenses de terra); nfase na produo destinada ao mercado externo (produtos agrcolas e metais preciosos); grande utilizao do trabalho escravo de ndios e negros.

  • As colnias de povoamento desenvolvida no norte e no centro dos Estados Unidos pelos ingleses, apresentaram laos coloniais mais brandos.

  • As colnias de povoamento apresentaram as seguintes caractersticas:

    produo agrcola baseada na pequena propriedade; desenvolvimento de produo manufatureira voltada para o mercado interno; utilizao do trabalho livre.

Recommended

View more >