simulado coc

Download Simulado COC

Post on 16-Jul-2015

449 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Simulado COC-ENEM01. Em alguns pases da Europa, como por exemplo a Frana, 77% da energia eltrica gerada por reatores nucleares. A energia nuclear muito questionada pela segurana (emisses radioativas) e por resduos (lixo atmico) que so nocivos ao homem e natureza. Mas o Brasil acabou de importar da Itlia uma termeltrica (rejeitada de ser instalada no pas de origem) que tambm gera problemas ambientais, pela emisso de gases que causam o efeito estufa e podem gerar chuva cida. Com 1,0 g de urnio-235, conseguimos abastecer, iluminando uma cidade como Ribeiro Preto (500000 habitantes) por 1 hora. O mesmo abastecimento de energia eltrica pode ser obtido com uma termeltrica que utiliza carvo como combustvel. A massa de carvo utilizada para o mesmo feito de aproximadamente: (Dados: 1 tonelada = 106 g a) 20 toneladas 1 g U-235 1 g carvo 150.000 kW h 3,0 10-3

b) 30 toneladas c) 40 toneladas

kWh)

d) 50 toneladas e) 60 toneladas

02. Para enxergarmos qualquer objeto necessrio que ele envie luz at nossos olhos. Como a velocidade da luz finita, existe um tempo para que o percurso dessa luz seja cumprido at ns. Logo, a viso que temos de algo sempre uma imagem de seu passado. Imagine que um extraterrestre, em seu planeta posicionado a 12 anos-luz da Terra, estivesse nesse momento nos observando com seu telescpio. A imagem por ele obtida mostraria a Terra no ano da

a) descida dos primeiros astronautas americanos na lua. b) queda do Muro de Berlim. c) conquista do tetra pelo futebol brasileiro na copa dos EUA. d) proclamao da Repblica no Brasil. e) realizao do ENEM - 2001. 03.

Comparando os mapas da regio Centro-Oeste, quanto ocupao da terra e configurao territorial, assinale as afirmativas corretas. I. Na dcada de 50, a regio Centro-Oeste possua dois Estados, enquanto que na dcada de 90 j possua trs Estados e o Distrito Federal.

II. Na dcada de 90, observa-se o predomnio do extrativismo e a preservao da floresta. III. Na dcada de 50, a pecuria a principal responsvel pela ocupao da terra.IV. A pecuria melhorada como tambm a agricultura mecanizada tiveram um pequeno crescimento de 1950 a 1990. Entre as afirmativas acima, esto corretas: a) I, II e III apenas. b) I e III apenas. c) III e IV apenas. d) I e IV apenas. e) I, III e IV apenas. 4. Evoluo um processo a que todos os seres vivos esto sujeitos, inclusive a espcie humana. Parasitas so fatores que interferem nos rumos da evoluo de uma espcie. O cientista Luc Montagnier, do Instituto Pasteur e um dos descobridores do HIV, considera que o sculo XXI poder apresentar um exploso de doenas parasitrias. Foram aventadas as seguintes suposies para essa eventual elevao de casos de doenas parasitrias: I. Aumento da concentrao populacional, facilitando a veiculao de parasitas. II. Maior explorao de reas intocadas pelo homem, que entraria em contato com vrios tipos de parasitas. III. Alteraes climticas como a elevao de temperatura em reas temperadas, facilitando a multiplicao de insetos transmissores de doenas tropicais. IV. Uso inadequado de antibiticos, fazendo com que microrganismos adquiram resistncia a esses produtos. V. Aumento de poluio, que pode afetar o sistema imunolgico e tornando as pessoas mais vulnerveis a doenas. So viveis as suposies

a) I, II, III, IV e V. b) I, II, III e V apenas. c) II, III e IV apenas. d) II, III e V apenas. e) I, II e V apenas.

5. Com base no texto e em seus conhecimentos histrico-geogrficos, assinale a alternativa correta.

a) O capitalismo industrial no contribui para o xodo rural e a urbanizao das sociedades modernas. b) A urbanizao das metrpoles est evoluindo de maneira harmoniosa com os problemas sociais.

c) O crescimento desordenado das metrpoles dos pases latinoamericanos uma barreira modernidade pretendida pela arquitetura e urbanismo. d) So exemplos de modernidade urbana sem custo social e humano: So Paulo, Caracas, Cairo e Bombaim. e) A cidade no pode ser considerada como um smbolo do mundo industrial.

66. O Sculo XXI Chega s Metrpoles Os arquitetos decidiram sintetizar toda a modernidade, arrojo e poder econmico numa grande estrutura de vidro e ao pairando nas alturas (...). Porta de entrada compatvel com o brilho das sedes da Coca-Cola e CNN, Hartsfield grandiloqente e matodntico (...). Hartsfield faz parte de uma categoria de complexos aeroporturios nos quais a aviao do prximo sculo comea a ser desenhada. (Segundo, Veja na sala de aula) A leitura do texto ajuda voc a compreender que: I. as metrpoles do futuro vo garantir o acesso moradia e servios para toda a populao. II. as metrpoles vo sintetizar a modernidade e o poder econmico. III. as metrpoles ps-industriais promovem obras faranicas para se adequar s novas demandas do cotidiano. IV. o gigantismo um processo irreversvel para as metrpoles do sculo XXI. V. a arquitetura moderna prope linhas clssicas para obras de pequena magnitude para as metrpoles. Destas afirmativas esto corretas, apenas

a) I, II e III. b) II, IV e V. c) II, III e IV. d) I, III e IV. e) III, IV e V. 7. Estima-se que ao longo da segunda metade do sculo XX o consumo de gua no mundo tenha dobrado. Nas reas rurais h graves problemas relacionados com a gua. Vrias cidades brasileiras esto sob ameaa de racionamento de gua, enquanto que outras j vivenciam essa situao. Considere os seguintes itens: I. H desperdcio de gua em reas urbanas e rurais. II. Ocorre ocupao urbana de reas destinadas proteo de mananciais. III. O pastejo intenso em certas regies facilita a eroso do solo e afeta mananciais.

IV. A remoo de matas ciliares contribui para o melhor suprimento de gua para os rios que abastecem reas rurais e urbanas. V. Voorocas decorrentes de intensa eroso contribuem para a acumulao de gua nos lenis freticos. So verdadeiros os itens

a) I, II, III, IV e V. b) I, II, III e V apenas. c) I, II e III apenas. d) II, III, IV e V apenas. e) III e V apenas. Aps estudar a respeito das moradias no Brasil, voc l os seguintes textos. No obstante, as casinhas do cortio, proporo que se atamancavam, enchiam-se logo, sem mesmo dar tempo a que as tintas secassem. Havia grande avidez em alug-las; aquele era o melhor ponto do bairro para a gente do trabalho. Os empregados da pedreira preferiam todos morar l, por que ficavam a dois passos da obrigao. (Azevedo, Alusio. O Cortio (1890), So Paulo, Ed. tica, 1999) Em So Paulo, j em 1893, a habitao do proletariado fabril e urbano chamava a ateno do poder pblico municipal. (...) preciso cuidar da unidade urbana, a habitao, no j da habitao privada, mas daquela onde se acumula a classe pobre, a estalagem onde pulula a populao operria, o cortio como vulgarmente se chama essas construes acanhadas, insalubres, repulsivas algumas, onde as foras vivas do trabalho se ajuntam em desmedida, fustigadas pela dificuldade de viver numa quase promiscuidade que a economia lhes impe, mas que a higiene repele (...) (So Paulo - municpio, Relatrio da Comisso...", in Relatrio do Intendente Municipal. p. 43, Decca, Maria Auxiliadora Guzzo de, Indstria, Trabalho e Cotidiano - Brasil 1889 a 1930, SP. Atual, 1991). As habitaes coletivas, em imveis com pouca e nenhuma conservao, de idade mdia, que proliferam nas reas centrais, so definidas como cortios. Ainda hoje, representam uma alternativa para parcelas elevadas dos moradores das grandes cidades. Nos cortios, viver significa morarem vrias pessoas em cubculos minsculos (cmodos minsculos), que tm vrias funes: dormitrio, cozinha, refeitrio, etc. os banheiros, chuveiros, tanques e pias so coletivos. (Rodrigues, Arlete Moyses. Moradia nas Cidades Brasileiras, SP, Contexto, 1988) 8. Analisando os indicadores citados nos textos, voc pode afirmar que

a) os cortios predominavam nas grandes cidades brasileiras no final do Imprio e incio da Repblica. b) a classe mdia urbana possua como opo de moradia as habitaes coletivas devido proximidade dos locais de trabalho. c) nos cortios as condies de salubridade so bastante favorveis.

d) as habitaes coletivas ou cortios refletem uma das dificuldades das classes trabalhadoras brasileiras desde o sculo XIX. e) os cortios ocupam os morros e as vrzeas dos rios. 9. A leitura dos textos ajuda voc a compreender que: I. as habitaes coletivas ou cortios ocupam reas urbanas geralmente prximas aos locais de trabalho. II. Os cortios proliferaram em vrias cidades brasileiras aps 1945, devido expanso industrial e urbana. III. Os cortios e as favelas retratam as boas condies de moradia dos trabalhadores brasileiros. IV. O cortio pode ser constitudo por um conjunto de moradias (casinhas) ou um imvel onde vrias famlias moram em pequenos cmodos (cubculos). Dessas afirmativas, esto corretas

a) I, II e IV apenas. b) I e IV apenas. c) III e IV apenas. d) II e IV apenas. e) I e III apenas. 10. O diagrama a seguir representa a histria evolutiva dos mamferos. As linhas tracejadas indicam provveis relaes evolutivas, e a largura das reas claras mostram a abundncia aproximada de cada grupo.

Em relao ao diagrama, pode-se afirmar corretamente que

a) os monotremos surgiram na Terra ao mesmo tempo que os marsupiais e os insetvoros. b) monotremos e insetvoros tm, atualmente, a mesma abundncia. c) h quatro tipos de mamferos atuais: monotremos, marsupiais, insetvoros e

placentrios. d) ces e monotremos tm sua origem comum a partir de mamferos mesozicos. e) mamferos mesozicos e rpteis semelhantes a mamferos no deixaram representantes vivos, mas originaram evolutivamente outros grupos. 11. Para responder prxima questo, leia o texto abaixo sobre o depoimento de Marcrio Sordi, presidente da Associao dos Agrossilvicultores do projeto RECA. Comeamos a ver que no era s desmatar. Chove oito meses e a seca dura quatro. No d para trabalhar com chuva nem com sol forte. Chegamos concluso de que tnhamos que trabalhar no bosque. Escolhemos a castanha porque j estava a. Descobrimos com a populao local o c