sidur para iniciantes

Download Sidur para iniciantes

Post on 16-Apr-2015

183 views

Category:

Documents

7 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Para todos aqueles que querem conhecer a riquesa do judaísmo

TRANSCRIPT

SIDURLIVRO MESSINICO DE ORAES Simplificado para Iniciantes

Compilado por Yuri Rodrigo de Camargo

"Eu creio com f perfeita que o Criador Uno e no h unicidade semelhante, de modo algum; que s Ele nosso Dus, que Ele o foi e o ser." "Eu creio com f perfeita que o Criador no corpo, nem cabe atribuir-lhe nenhuma forma corprea e nenhuma imagem pode represent-lo." "Eu creio com f perfeita que somente ao Criador devemos rezar, e que a ningum mais devemos dirigir nossas preces". - Segundo, terceiro e quinto dos 13 artigos da f de MAIMNIDES

**********"Dus no repele nenhuma criatura; as portas esto abertas; entre quem quiser. Todos so iguais perante Dus: as mulheres como os homens, os servos como os amos, os pobres como os ricos". - Midrash Shemot-Rab 10 21

**********"Cinco discpulos tinha Rabn Iohanan ben Zacai, que eram: Rabi Elizer ben Hrcanos, Rabi Josue ben Hanani, Rabi Iose Hacon, Rabi Simeo ben Nataniel e Rabi Elazar ben Arach... Disse-lhes: sa e vde, qual o melhor caminho que deve seguir o homem? Rabi Elizer disse: a benevolncia; Rabi Josu disse: um bom amigo; Rabi Iose disse: um bom vizinho; Rabi Simeo disse: a providncia; Rabi Elazar disse: um bom corao. Disse-lhes: prefiro as palavras de Elazar ben Arach, uma vez que em suas palavras esto includas as vossas". - Pirquei-Avot II, 10 e 13 -

**********

"Um pago apresentou-se a Shamai e lhe disse: Converter-me-ei ao judasmo se me puderes ensinar toda a Tor, a Lei inteira, enquanto possa me sustentar sobre um s p. Shamai o expulsou com a vara que tinha na mo. Quando se apresentou a Hilel com a mesma pretenso, Hilel o converteu, respondendo ao seu pedido da seguinte maneira: O que no queres que te faa a ti, no faas a teu prximo. Eis toda a Lei; todo o resto - mero comentrio. Vai e estuda." - Talmud, Shabat, 31a -

NOTASO objetivo deste trabalho no substituir um Sidur oficial, mas sim servir de apoio para quem esta comeando. Oferecemos uma transliterao e traduo fiis ao texto original hebraico, visando um entendimento bsico destas bnos e preces. O idioma hebraico chamado de lashon hacdesh, a lngua sagrada, pois at mesmo cada uma de suas letras est imbuda de valores espirituais incalculveis. Assim, mesmo quando no compreendemos o hebraico, aconselhvel recitar as oraes e bnos no idioma sagrado, conforme consta na transliterao apresentada nesta obra. De acordo com a tradio judaica, realizar as oraes em Hebraico o nvel espiritual mais elevado, mas voc pode rezar em Portugus se sentir que isto te d mais KAVAN (sentimento e inteno na reza). Uma bno ou prece onde consta o nome de Dus no deve ser repetida desnecessariamente, em qualquer idioma. Portanto, toda e qualquer orao deve ser recitada apenas uma vez, de preferncia em hebraico, servindo a traduo para uma meditao sobre seu contedo. Caso seja dita apenas em portugus, as palavras devem ser pronunciadas, no sendo suficiente a mera leitura, pensamento ou meditao. Para no escrever o nome do Altssimo por extenso, usada a grafia Dus na traduo. O Tetragrama est referido como Adonai, em sua forma hebraica tambm na traduo para aqueles que desejam rezar em portugus. Quando o texto apenas lido (fora do horrio das preces) ou estudado, o Tetragrama (Adonai) deve ser substitudo por HaShem (literalmente O Nome). Na transliterao, o CH tem a pronncia de RR, como em CARRO. O carter santificado das oraes contidas nesta obra torna obrigatrio seu manuseio com respeito devido e apenas em lugares apropriados. Este Sidur foi produzido atravs de uma compilao de preces, bnos e textos das seguintes fontes: Sidur Completo (Jairo Fridlin Sfer) Sidur Judaico Messinico de Shabat (Ministrio Ensinando de Sio) HaSiddur: The Messianic Prayer Book (Joseph R. Applegate) Torah Viva: Grupo de Discusses Judaico-Nazareno (http://br.groups.yahoo.com/group/torahviva) Frum do Curso de Teologia JudaicoMessinico a Distncia: MJBI (http://www.ensinandodesiao.org.br/MJBI) Frum Yeshua Chai (http://www.yeshuachai.org) Manual de Bnos Beit Chabad do Brasil (http://www.chabad.org.br) Siddur udio.com (http://www.sidduraudio.com) Siddur Ba-Eir Hei-Teiv (http://www.siddur.org) Manual de Rezas Online: Eifo?( http://www.eifo.com.br)

ndiceNOTAS Entendendo as Oraes Judaicas Dias da Semana SHACHARIT Despertar Bnos da Manh Shma Israel Adon Olam Amid - 12 Bircat HaMinim (A bno dos Hereges) Alnu MINCH Asher Amid Alnu Acrscimos para Sexta-Feira ARVIT Leitura do Shma e Suas Bnos Adon Olam Amid Alnu Prece ao Deitar-se para Dormir 22 22 28 29 31 33 34 41 42 09 09 11 12 13 16 20 03 06

Shabat do Sbado A Glria CABALAT SHABAT Acendimento das Velas de Shabat Lech Dodi Shma Israel Shalom Alechem Eshet Chayil Kidush para a Noite de Shabat Bno dos Cohanin SHACHARIT Ma Tovu Shma Israel

44

48 49 51 51 52 53 55 56 59

Amid de Shabat Bnos da Tor Orao pela Paz do Estado de Israel Kidush para o Dia de Shabat Bno dos Cohanin HAVDAL Hin Bno das Vessamin Bno sobre o Fogo Bno de Havdal Bno dos Cohanin

60 64 66 66 67 68 69 69 69 69

Bnos Bno sobre Alimentos Tefilat Haderech Kadish Iaton

70 75 76

Entendendo as Oraes Judaicas

Por Shaul Bentsion (Extrado, Traduzido e Adaptado do Site Jewfaq.org)

1 - O Que Uma Tfilah Tfilah a palavra hebraica para orao. derivada da raiz Pei-Lamed-Lamed e da palavra Lhitpalel, que significa julgar a si mesmo. A origem desta palavra surpreendente, e d uma maravilhosa idia de qual o objetivo da orao no Judasmo, que era justamente a forma que entendiam Yeshua e seus discpulos. A parte mais importante de uma tfilah, quer uma orao de petio, ou de gratido, ou de louvor a D-us, ou de confisso, o momento de reflexo interna que ela proporciona. D-us j sabe daquilo que precisamos, ou que sentimos, porm quando ns oramos, passamos um tempo olhando para dentro de ns mesmos, refletindo sobre nossas aes, sobre nosso papel na vida dos outros, no universo em que estamos, e sobre o nosso relacionamento com D-us. Para um judeu, a tfilah no feita apenas na sinagoga uma vs por semana. A tfilah parte integral do seu dia-a-dia. Na realidade, uma das oraes consideradas pela tradio judaica como sendo das mais importantes, a Bircat HaMazon (bno de gratido pelos alimentos), nunca recitada na sinagoga! O objetivo da tfilah de que nos lembremos constantemente da presena de D-us e de nosso relacionamento com Ele, pois estamos continuamente orando a Ele. Nosso primeiro pensamento de manh, mesmo antes de sair da cama, uma tfilah de gratido a D-us por conceder-nos mais um dia de vida. A tfilah pode ser tanto livre quanto pode seguir um modelo, normalmente baseado em passagens bblicas. Dentre as que seguem o modelo, podemos destacar as brachot, as chamadas bnos 1.1 Individual vs. Grupo A cultura ocidental extremamente voltada para o indivduo, e isto se reflete nas oraes, que normalmente so muito mais individuais do que coletivas. No Judasmo isso completamente diferente. A maioria das oraes contm a o plural ns ao invs de eu. Isto enfatiza o senso de coletividade muito forte entre os judeus, e a nfase na responsabilidade que existe de um para com o outro e o fato de que nossos destinos esto entrelaados. No Judasmo, a tfilah (orao) tambm essencialmente uma atividade em grupo ao invs de ser uma atividade individual. Apesar de ser comum a orao individual, os judeus mais religiosos esforam-se por estarem sempre orando em grupo, mesmo durante os dias da semana. Normalmente, segundo a tradio judaica, um servio de orao s pode ser conduzido com um qurum mnimo de 10 homens adultos. Tal quorum chamado de minyan (que deriva da raiz contar ou numerar no hebraico). Segundo a tradio judaica, algumas das oraes s so realizadas na presena de um minyan. O interessante desta necessidade imposta pela tradio judaica que acaba por aproximar as comunidades judaicas em reas isoladas, o que ajuda na sobrevivncia das mesmas. 2 - O Que Uma Brachah Uma bracha ou berachah um tipo especial de tfilah (orao) que muito comum no Judasmo. As brachot so recitadas tanto como parte do servio de uma sinagoga quanto como uma resposta ou pr-requisito para uma grande variedade de eventos dirios. As brachot so facilmente reconhecidas: todas elas comeam com a palavra Baruch (bendito ou louvado). As palavras baruch e brachah so derivadas da raiz hebraica Beit-Reish-Chaf, que significa joelho, e que se refere prtica de dobrarmos o joelho ou nos ajoelharmos em reverncia. Existem vrias situaes na liturgia judaica em que este gesto realizado, a maioria deles quando uma brachah recitada. De acordo com a tradio judaica, uma pessoa deveria recitar 100 brachot por dia! Que alvo maravilhoso! Voc j pensou no crescimento espiritual que h em bendizer a D-us, e louv-lo 100 vezes ao dia? Isto no to difcil quanto parece. S a Amidah (conjunto de brachot que estudaremos mais adiante) realizada trs vezes ao dia j contm 19 brachot, no total de 57 brachot. J as outras so recitadas durante todo o dia, at mesmo em gestos simples como o de lavar as mos. 2.1 - Quem Abenoa Quem?

Ns que falamos o portugus muitas vezes achamos confusa a idia das brachot. Afinal, a palavra bno d indcio de que a pessoa dizendo a bno est conferindo algum tipo de benefcio ou autoridade pessoa com quem est falando. Por exemplo, na tradio evanglica, uma pessoa procuraria um pastor no final de um culto e pediria ao pastor para abeno-lo. Contudo, na bracha, a pessoa dizendo a bno est falando com D-us. Como pode uma criatura conferir benefcio ou autoridade ao Criador? Esta confuso devido dificuldade de traduzirmos o termo brachah. A palavra baruch no hebraico no um verbo que descreve o que fazemos com D-us; um adjetivo que descreve a D-us como sendo fonte de todas as bnos. Quando recitamos uma brachah, no estamos abenoando a D-us na concepo ocidental do termo; estamos expressando admirao sobre o quo bendito D-us . 2.2 - O Contedo de uma Brachah Basicamente, existem trs tipos de brachot: as que