sexto domingo da pÁscoa - ?· 6. primeira leitura at 10,25-26.34-35.44-48 ... sexto domingo da...

Download SEXTO DOMINGO DA PÁSCOA - ?· 6. PRIMEIRA LEITURA At 10,25-26.34-35.44-48 ... SEXTO DOMINGO DA PÁSCOA…

Post on 18-Sep-2018

213 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • P.: Deus, todo-poderoso e rico em misericrdia, tenha compaixo de ns, perdoe os nossos pecados e nos con-duza Vida Eterna.T.: Amm.

    4. HINO DE LOUVORP.: Glria a Deus nas alturas, / e paz na

    terra aos homens por Ele amados. /

    Senhor Deus, rei dos cus, Deus Pai

    todo-poderoso. / Ns vos louvamos, /

    ns vos bendizemos, / ns vos ado-

    ramos, / ns vos glorificamos, / ns

    vos damos graas por vossa imensa

    glria. / Senhor Jesus Cristo, Filho Uni-

    gnito. / Senhor Deus, Cordeiro de

    Deus, Filho de Deus Pai. / Vs que ti-

    rais o pecado do mundo, tende pieda-

    de de ns. / Vs que tirais o pecado do

    mundo, acolhei a nossa splica. / Vs

    que estais direita do Pai, tende pie-

    dade de ns. / S vs sois o Santo. / S

    vs, o Senhor. / S vs, o Altssimo,

    Jesus Cristo. / Com o Esprito Santo,

    na glria de Deus Pai. / Amm.

    5. ORAO DO DIAP.: OREMOS: Deus todo-poderoso, dai-nos celebrar com fervor estes dias de jbilo em honra do Cristo ressuscitado, para que nossa vida corresponda sempre aos mistrios que recordamos. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Esprito Santo.T.: Amm.

    L.: Para Deus, o que decisivo no a disponibilidade para acolher a oferta que Ele faz, acolhendo sua Palavra estamos acolhendo o prprio Deus. Ouamos com ateno.

    6. PRIMEIRA LEITURA At 10,25-26.34-35.44-48

    Leitura dos Atos dos Apstolos

    SEXTO DOMINGO DA PSCOA

    Somos convidados a contemplar o amor de Deus, manifestado nos irmos e irms, nos gestos e nas palavras de Jesus. A vinda de Jesus ao encontro dos homens e a sua morte na cruz revelam a grandeza do amor de Deus, que brilha na luz da ressurreio do Filho de Deus. Deus amor e assim precisamos experimentar em Deus que Ele realmente para comunicarmos aos nossos irmos. Iniciemos nossa celebrao cantando.

    Semanrio Litrgico da Diocese de Anpolis - n 32 - Ano XIII - 06/05/2018 - Ano B - So Marcos

    1. CANTO DE ENTRADAPorque Ele vive D.R.

    1. Deus enviou / Seu Filho amado / para morrer / no meu lugar. / Na cruz pagou, / por meus pecados, / mas o sepulcro vazio est: / porque Ele vive!

    Porque Ele vive, / eu posso crer no amanh. / Porque Ele vive, / temor no h! / Mas eu bem sei, / que o meu futuro, / est nas mos, do meu Jesus / que vivo est!

    2. Um dia eu vou / cruzar os rios / e verei ento, / um cu de luz. / E verei que l, / em plena glria! / Vitorioso, vive e reina o meu Jesus!

    2. SAUDAOP.: Em nome do Pai e do Filho e do Esprito Santo.T.: Amm.P.: A graa de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a comunho do Esprito Santo estejam convosco.

    T.: Bendito seja Deus que nos reuniu no Amor de Cristo!

    3. ATO PENITENCIALP.: Em Jesus Cristo, o Justo, que inter-cede por ns e nos reconcilia com o Pai, abramos o nosso esprito ao ar-rependimento para sermos menos indignos de aproximar-nos da mesa do Senhor. pausa

    1. Senhor, que, subindo ao cu nos presenteastes com o dom do Esprito Santo, tende piedade de ns.Senhor, tende piedade de ns.

    2. Cristo, que dais a vida a todas as coisas com o poder de vossa palavra, tende piedade de ns.Cristo, tende piedade de ns.

    3. Senhor, que Rei do universo e Senhor dos sculos, tende piedade de ns. Senhor, tende piedade de ns.

    25Quando Pedro estava para entrar em

    casa, Cornlio saiu-lhe ao encontro,

    caiu a seus ps e se prostrou. Mas 26

    Pedro levantou-o, dizendo: Levanta-

    te. Eu tambm sou apenas um ho-

    mem. Ento, Pedro tomou a palavra 34

    e disse: De fato, estou compreenden-

    do que Deus no faz distino entre as

    pessoas. Pelo contrrio, ele aceita 35

    quem o teme e pratica a justia, qual-

    quer que seja a nao a que pertena. 44

    Pedro estava ainda falando, quando o

    Esprito Santo desceu sobre todos os

    que ouviam a palavra. Os fiis de 45

    origem judaica, que tinham vindo com

    Pedro, ficaram admirados de que o

    dom do Esprito Santo fosse derrama-

    do tambm sobre os pagos. Pois 46

    eles os ouviam falar e louvar a gran-

    deza de Deus em lnguas estranhas.

    Ento Pedro falou: Podemos, por 47

    acaso, negar a gua do batismo a estas

    pessoas que receberam, como ns, o

    Esprito Santo? E mandou que fos-48

    sem batizados em nome de Jesus

    Cristo. Eles pediram, ento, que Pedro

    ficasse alguns dias com eles.

    Palavra do Senhor.T.: Graas a Deus!

    7. SALMO RESPONSORIAL Sl 97

    R.: O Senhor fez conhecer a salvao e revelou sua justia s naes.

    1. Cantai ao Senhor Deus um canto novo, * porque ele fez prodgios! Sua mo e o seu brao forte e santo * al-canaram-lhe a vitria. R.:

    2. O Senhor fez conhecer, a salvao, * e s naes, sua justia; recordou o seu amor sempre fiel * pela casa de Israel. R.:

    3. Os confins do universo contem-plaram * a salvao do nosso Deus.

    RITOS INICIAIS

    1

    LITURGIA DA PALAVRA

  • Aclamai o Senhor Deus, terra inteira, * alegrai-vos e exultai! R.:

    8. SEGUNDA LEITURA 1Jo 4,7-10

    Leitura da Primeira Carta de So JooCarssimos: Amemo-nos uns aos ou-

    7

    tros, porque o amor vem de Deus e

    todo aquele que ama nasceu de Deus e

    conhece Deus. Quem no ama, no 8

    chegou a conhecer a Deus, pois Deus

    amor. Foi assim que o amor de Deus se 9

    manifestou entre ns: Deus enviou o

    seu Filho nico ao mundo, para que

    tenhamos vida por meio dele. Nisto 10

    consiste o amor: no fomos ns que

    amamos a Deus, mas foi ele que nos

    amou e enviou o seu Filho como

    vtima de reparao pelos nossos pe-

    cados. Palavra do Senhor.T.: Graas a Deus!

    9. ACLAMAO AO EVANGELHO

    Aleluia, Aleluia, Aleluia.

    Quem me ama realmente guardar minha palavra, e meu Pai o amar, e a ele ns viremos.

    10. EVANGELHO Jo 15,9-17P.: O Senhor esteja convosco.T.: Ele est no meio de ns.P.: Proclamao do Evangelho de Jesus Cristo segundo Joo.T.: Glria a vs, Senhor.

    Naquele tempo, disse Jesus a seus

    discpulos: Como meu Pai me amou, 9

    assim tambm eu vos amei. Permane-

    cei no meu amor. Se guardardes os 10

    meus mandamentos, permanecereis

    no meu amor, assim como eu guardei

    os mandamentos do meu Pai e perma-

    neo no seu amor. Eu vos disse isso, 11

    para que a minha alegria esteja em vs

    e a vossa alegria seja plena. Este o 12

    meu mandamento: amai-vos uns aos

    outros, assim como eu vos amei. Nin-13

    gum tem amor maior do que aquele

    que d sua vida pelos amigos. Vs 14

    sois meus amigos, se fizerdes o que eu

    vos mando. J no vos chamo servos, 15

    pois o servo no sabe o que faz o seu

    senhor. Eu vos chamo amigos, porque

    vos dei a conhecer tudo o que ouvi de

    meu Pai. No fostes vs que me esco-16

    lhestes, mas fui eu que vos escolhi e

    vos designei para irdes e para que

    produzais fruto e o vosso fruto per-

    manea. O que ento pedirdes ao Pai

    em meu nome, ele vo-lo conceder. 17Isto o que vos ordeno: amai-vos uns

    aos outros. Palavra da Salvao.T.: Glria a vs, Senhor!

    11. HOMILIA

    12. PROFISSO DE F

    P.: Creio em Deus Pai todo-poderoso,T.: Criador do cu e da terra; / e em

    Jesus Cristo, seu nico Filho nosso

    Senhor, / que foi concebido pelo

    poder do Esprito Santo; / nasceu da

    Virgem Maria; / padeceu sob Pncio

    Pilatos, / foi crucificado, morto e

    sepultado; / desceu manso dos

    mortos; / ressuscitou ao terceiro dia;

    / subiu aos cus; / est sentado

    direita de Deus Pai todo-poderoso, /

    donde h de vir a julgar os vivos e os

    mortos. / Creio no Esprito Santo; / na

    Santa Igreja Catlica, / na comunho

    dos santos, / na remisso dos peca-

    dos, / na ressurreio da carne, / na

    vida eterna. / Amm.

    13. ORAO DA ASSEMBLEIA

    P.: Roguemos ao Pai, que est nos

    cus, que escute as nossas preces pela

    Igreja e por todos os homens deste

    mundo, dizendo, com f:

    T.: Abenoai, Senhor, a vossa Igreja.

    1. Pela Santa Igreja que confessa a

    ressurreio de Jesus Cristo e o amor

    aos irmos e irms, rezemos confian-

    tes.

    2. Pelos governantes de todas as

    naes, pelos cidados que vivem com

    justia e por aqueles que so vtimas

    inocentes, rezemos confiantes.

    3. Pelos discpulos que Jesus escolhe e

    envia, pelos que amam a Deus acima

    de tudo e por aqueles que do a vida

    pelos amigos, rezemos confiantes.

    4. Pelas crianas da primeira Comu-

    nho, pelos jovens que se preparam

    para o casamento e pelos lares onde

    existe e cresce o amor, rezemos con-

    fiantes.outras intenes da comunidade

    P.: Deus de amor e nosso Pai, ouvi a

    orao dos vossos filhos e fazei que o

    dom do Esprito Santo guarde em ns a

    memria sempre viva das palavras de

    Jesus aos seus discpulos. Por Cristo

    Senhor nosso.T.: Amm.

    14. CANTO DAS OFERENDASBendito sejas! Pe. Jos Cndido

    1. Bendito sejas, / rei da glria! / Ressuscitado, / Senhor da Igreja. / Aqui trazemos as nossas ofertas.

    V com bons olhos, / nossas humildes ofertas / tudo o que temos, / seja pra Ti, Senhor.

    2. Vidas se encontram / no altar de Deus. / Gente se doa, / dom que se imola. / Aqui trazemos as nossas ofertas.

    3. Maior motivo / de oferenda, / pois o Senhor / ressuscitou / para que todos tivssemos vida.

    4. Irmos da terra, / irmos do cu / juntos cantemos / glria ao Senhor. / Aqui trazemos as nossas ofertas.

    15. CO