serviço social do comércio – sesc - ?· -para todos os cargos, exceto cozinheiro, motorista e...

Download Serviço Social do Comércio – SESC - ?· -Para todos os cargos, exceto Cozinheiro, Motorista e Auxiliar…

Post on 14-Feb-2019

213 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Servio Social do Comrcio SESC

REGULAMENTO DO PROCESSO SELETIVO DO SESC/PE

1. DAS DISPOSIES PRELIMINARES 1.1 O Processo Seletivo de que trata este Regulamento destina-se a selecionar candidatos para o preenchimento de 84 (oitenta e quatro) vagas de contratao imediata, sendo 25 (vinte e cinco) de Nvel Superior, 28 (vinte e oito) de Nvel Mdio ou Mdio/Tcnico e 31 (trinta e uma) de Nvel Fundamental ou Fundamental/Curso Especfico, preferencialmente para dar cumprimento as exigncias contidas no art. 93, da Lei n. 8.213/1991 contratao de pessoas portadoras de necessidades especiais, bem como para formao de cadastro para vagas reservas no mbito do Servio Social do Comrcio SESC/Departamento Regional de Pernambuco, na forma definida no art. 41, do Decreto n. 61.836, de 05 de dezembro de 1967, Resoluo SESC/DN n. 1.163/2008, a Consolidao das Leis do Trabalho - CLT e demais normas pertinentes. 1.1.1. O presente Processo Seletivo ser executado pelo Instituto de Planejamento e Apoio ao Desenvolvimento Tecnolgico e Cientfico IPAD. 1.2. O Processo Seletivo referido no subitem 1.1 ser realizado da seguinte forma: - Para todos os cargos, exceto Cozinheiro, Motorista e Auxiliar de Servios I Portaria, Limpeza, Camareira, Atendente de Copa e Cozinha, Garom e Auxiliar de Servios II Manuteno: Etapa nica: Prova Objetiva de Conhecimentos, de carter eliminatrio e classificatrio. - Para os cargos de Cozinheiro e Motorista: Primeira Etapa: Prova Objetiva de Conhecimentos, de carter eliminatrio e classificatrio; Segunda Etapa: prova prtica, de carter eliminatrio, a ser realizada em Recife/PE. - Para os cargos de Auxiliar de Servios I Portaria, Limpeza, Camareira, Atendente de Copa e Cozinha e Garom: Primeira Etapa: Prova Objetiva de Conhecimentos, de carter eliminatrio e classificatrio; Segunda Etapa: realizao de visita de conhecimento profissional, de carter eliminatrio, mediante presena com ata firmada pelo candidato concorrente, conforme previsto no Regulamento, a ser realizada no local de preenchimento da vaga no processo seletivo; Terceira Etapa: participao de uma dinmica de grupo, especfica e necessria ao nivelamento e observao da ateno concentrada e da capacidade lgica de manuteno do comportamento e identificao de potencialidades ao cargo a ser desempenhado pelo candidato, de carter eliminatrio, mediante presena com ata firmada pelo candidato concorrente, conforme previsto no Regulamento, a ser realizada no local de preenchimento da vaga no processo seletivo, ou em cidade prxima. - Para o cargo de Auxiliar de Servios II Manuteno: Primeira Etapa: Prova Objetiva de Conhecimentos, de carter eliminatrio e classificatrio; Segunda Etapa: participao de uma dinmica de grupo, especfica e necessria ao nivelamento e observao da ateno concentrada e da capacidade lgica de manuteno do comportamento e identificao de potencialidades ao cargo a ser desempenhado pelo candidato, de carter eliminatrio, mediante presena com ata firmada pelo candidato concorrente, conforme previsto no Regulamento, a ser realizada no local de preenchimento da vaga no processo seletivo, ou em cidade prxima. 1.2.1. Para a(s) etapa(s) seguinte(s) da prova objetiva, quando aplicvel subitem 1.2 deste regulamento, sero convocados o seguinte quantitativo de candidatos:

Cargo Quantidade Cargo Quantidade

Cozinheiro 20 05 Recife/Jaboato Demais localidades

Motorista 20 15 Recife/Jaboato Demais localidades

Auxiliar Servios I Portaria

20 15 15

Recife/Jaboato Garanhuns

Demais localidades

Auxiliar Servios I Limpeza

100 60 25

Recife/Jaboato Garanhuns

Demais localidades

Camareira 00 20 20

Recife/Jaboato Garanhuns

Triunfo

Atendente de Copa e Cozinha

50 20 20

Recife/Jaboato Garanhuns

Demais localidades

Garom 15 20 20

Recife/Jaboato Garanhuns

Triunfo

Auxiliar Servios II - Manuteno

20 15 10

Recife/Jaboato Garanhuns

Demais localidades

Servio Social do Comrcio SESC

1.3 As Provas Objetivas de Conhecimentos sero realizadas nos Municpios de Recife/Grande Recife, Surubim, Caruaru, Garanhuns, Arcoverde, Triunfo, Petrolina e Araripina. 1.3.1. Na hiptese de no haver prdios suficientes para abrigar a quantidade de candidatos inscritos no Processo Seletivo, o IPAD poder designar municpios circunvizinhos aos previstos no subitem 1.3, visando realizao das provas objetivas. 1.4. So de responsabilidade exclusiva dos candidatos as despesas necessrias realizao de todas as fases/etapas do presente Processo Seletivo, inclusive as decorrentes de deslocamento, hospedagem e modificaes de datas ou locais de prova. 1.5. Para a divulgao dos atos de execuo do presente Processo Seletivo ser utilizado o site: http://www.ipad.com.br/sescpe2010, e publicao em jornal de ampla circulao no Estado. 1.5.1. Sem prejuzo do disposto no subitem 1.5, poder ser ampliada a publicidade dos atos em outro veculo de comunicao.

2 DAS VAGAS 2.1 As vagas destinadas aos cargos previstos esto distribudas pelas unidades do Departamento Regional de Pernambuco do Servio Social do Comrcio SESC, na forma prevista no Anexo II, ficando o candidato, se aprovado, vinculado ao cargo e local escolhidos no ato de sua inscrio. Estas vagas sero preenchidas pelos critrios de convenincia e necessidade do SESC, preferencialmente por portadores de necessidades especiais, para fins de cumprimento do que estabelece o art. 93, da Lei n. 8.213/1991, respeitada a ordem de classificao, constante da homologao do resultado final do processo seletivo. 2.2 O candidato dever indicar o cargo e local que deseja concorrer, registrando-o conforme previsto no quadro do Anexo II deste Regulamento, ao qual ficar vinculado, no podendo alter-lo. 2.3 Antes de realizar a inscrio o interessado dever certificar-se das atribuies e requisitos especficos de cada cargo, conforme previsto no Anexo II deste Regulamento. 2.3 DAS VAGAS DESTINADAS S PESSOAS PORTADORAS DE DEFICINCIA 2.3.1 As pessoas portadoras de deficincia que pretendam fazer uso das prerrogativas que lhes so conferidas pelo Decreto Federal n 3.298/99, e suas alteraes conferidas pelo Decreto Federal n. 5.296/04, assegurado o direito de inscrio no Processo Seletivo, desde que a deficincia de que so portadoras seja compatvel com a atribuio do cargo ao qual concorrer. Aos candidatos portadores de deficincia sero reservadas 31 (trinta e uma) vagas. Aps o cumprimento desta cota, todos os candidatos concorrero em situao igualdade. 2.3.2. Sero considerados portadores de deficincia os candidatos enquadrados no contido na Lei n. 7.853 de 24/10/1989 e Decreto n. 3.298 de 20.12.1999 e suas alteraes. 2.3.3. O candidato que desejar concorrer s vagas definidas no subitem 2.3.1 dever, no ato de inscrio, declarar sua condio e enviar/entregar ao IPAD, laudo mdico original, ou cpia autenticada, emitido nos 12 ltimos meses, atestando a espcie e o grau de deficincia, com expressa referncia ao cdigo da Classificao Internacional de Doena (CID), bem como observar o 2., art. 40 do Decreto n. 3.298, de 20 de dezembro de 1999. 2.3.3.1. O laudo de que trata o subitem 2.3.3 dever ser postado (via SEDEX) at a data prevista no Anexo IV, endereado ao Processo Seletivo do SESC/PE LAUDO MDICO DE PORTADOR DE DEFICINCIA, Instituto de Planejamento e Apoio ao Desenvolvimento Tecnolgico e Cientfico IPAD, Rua Santo Elias, n 535, bairro do Espinheiro, Recife/PE, CEP: 52020.090, ou entregue pessoalmente at a mesma data e no mesmo endereo, no horrio das 9h (nove horas) s 16h (dezesseis horas). 2.3.3.2. At a data prevista no Anexo IV, o candidato portador de necessidades especiais que necessitar de tempo adicional para realizao das provas dever requer-lo, com justificativa acompanhada de parecer emitido por especialista da rea de sua deficincia, no prazo estabelecido no edital do concurso, e remeter junto com o LAUDO MDICO DE PORTADOR DE NECESSIDADES ESPECIAIS, para o Instituto de Planejamento e Apoio ao Desenvolvimento Tecnolgico e Cientfico IPAD, Rua Santo Elias, n. 535, bairro do Espinheiro, Recife/PE, CEP: 52020-090, ou entreg-lo pessoalmente at a mesma data e no mesmo endereo, no horrio das 9h (nove horas) s 16h (dezesseis horas). 2.3.4. Os candidatos que se declararem portadores de deficincia, quando apresentarem o laudo mdico de que trata o subitem 2.3.3, participaro do Processo Seletivo em igualdade de condies com os demais candidatos, quanto ao contedo, local e horrio das provas, avaliao e critrios de aprovao e nota mnima exigida para todos os demais candidatos. 2.3.5. Sem prejuzo do disposto nos subitens 2.3.3 e 2.3.3.1, o candidato aprovado e classificado dentro do nmero de vagas destinadas aos portadores de deficincia, ser convocado para submeter-se

Servio Social do Comrcio SESC

percia mdica, promovida pelo rgo competente, ou por entidade credenciada, que ter deciso terminativa sobre a sua qualificao como portador de deficincia ou no, bem como sobre a compatibilidade da deficincia com o exerccio do cargo pretendido. 2.3.6. A inobservncia do disposto neste item 2.3 (inclusive nos seus subitens) acarretar a perda do direito ao pleito das vagas reservadas aos candidatos portadores de deficincia, valendo a sua inscrio para a concorrncia geral de vagas. 2.3.7. O candidato que, aps percia mdica, no tenha sido qualificado como portador de deficincia, ter seu nome excludo da lista de deficientes, permanecendo seu nome da lista da classificao geral do Processo Seletivo. 2.3.8. O candidato portador de deficincia, cuja deficincia seja julgada pela percia mdica como incompatvel com o exerccio das atividades do cargo ao qual concorreu, ser excludo do processo e considerado desclassificado para todos os efeitos. 2.3.9. O candidato portador de deficincia que, no ato da inscrio, no informar essa condio, receber, em todas as fases do Processo Seleti