serigrafia digital

Download Serigrafia Digital

Post on 19-Jul-2015

733 views

Category:

Documents

3 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

9 771808 231002

97

Outubro 2010 www.empresarioserigrafico.com.br 1

} Carta ao LEITOR

C

Acenda a lmpadaomo nasce uma ideia? Diferentemente do que muita gente pensa, as ideias no nascem de um acaso inexplicvel, no brotam do cho como as flores nascendo onde Buda pisava , nem so epifanias. A lmpada s acende sobre a sua cabea quando voc cultiva o conceito da ideia. E isso depende de um ambiente apropriado para a criatividade, e de que as pessoas pagas para terem boas ideias estejam capacitadas (treinadas) para o pensamento em solues inovadoras. Faz parte desse ambiente favorvel inovao, a busca constante por conhecimento, por informaes que sirvam de alicerce para o edifcio da ideia. E a que chegamos ao objetivo desta publicao e, mais do que isso, da relao entre essas pginas e o nosso leitor: voc. Sim, voc, que um potencial gerador de solues, para a sua empresa e para o mercado. Se voc acha que est fazendo a sua parte no feijo com arroz do dia a dia, e que criatividade coisa de agncia premiada em Cannes, reveja seus conceitos. A edio de outubro da sua Empresrio 2.0 est repleta de ideias para que voc surpreenda clientes e aprimore seus processos. Quer uma sugesto de leitura? Comece pela matria de Ubirajara Souza Silva, Ideias movem o mundo. Ao demonstrar que a interao da serigrafia com outros segmentos gera uma evoluo constante, Ubirajara oferece o ponto de partida para que voc absorva as sugestes das demais matrias da revista. J na seo Revendas, aproveite as dicas de como fazer uma anlise de mercado correta, que fornea subsdios para as suas ideias se tornarem cases de sucesso. Ao analisar o grau de interesse dos seus clientes pelos produtos que voc tem colocado disposio, voc descobre como trabalhar determinado produto no canal de venda, e at que produto necessita de uma reformulao ou excluso do seu portflio. Pegando carona no mtodo apresentado na matria: e voc, de zero a dez, qual seu interesse real em adotar e aplicar novas ideias na sua estrutura? Ter isso claro a bssola de ouro para um planejamento visando aos prximos anos. Tenha uma tima leitura!

CAPA :: CAPA

SERIGRAFIA NA ERA DIGITAL Pg. 40

Marco Marcelino, editor

EMBAIXADOR NO BRASILFEDERATION OF EUROPEAN SCREENPRINTERS ASSOCIATIONS

www.serinews.com.br

06 :: EMPRESRIO 2.0 08 :: ESTAMPARIA TXTIL ESTAMP AMPARIA 16 :: SERIGRAFIA 18 :: PDV PDV 20 :: POP GRFICO 24 :: MERCADOS E CLIENTES MERCADOS 28 :: REVENDAS REVENDAS 30 :: DIGITAL DIGITAL 32 :: SALA VIP 36 :: INDUSTRIAL 38 :: GESTO

Design: Diretor etor: Diretor : ornalistas: Jor nalistas: Marco Marcelino {44.446} mmarcelino@serinews.com.br Jorge Luiz Mussolin {15.978} jmussolin@serinews.com.br Alexandre Carvalho {44.252} alecarvalho@serinews.com.br Alex Alexandre aalexandre@serinews.com.br Atendimento:

Patricia Barboni patricia@be-erredesign.com.br Daiane Lima dlima@serinews.com.br Thas Lopes tlopes@serinews.com.br Neoband

Grfica:

Assist. editorial:

Rua Emilia Marengo, 260 Cj123 So Paulo SP 03336-000 Central de atendimento: 11 2672-2700 www.serinews.com.br .serinews www.serine ws.com.br

As matrias assinadas so de responsabilidade dos autores, no refletindo necessariamente a opinio da editora. As fotos publicadas tm carter de informao e ilustrao das matrias. Os direitos das marcas so reservados aos seus titulares. As matrias aqui apresentadas podem ser reproduzidas mediante prvia consulta por escrito Editora. O no cumprimento dessa determinao sujeitar o infrator as penalidades previstas na Lei de Direitos Autorais. (Lei 9.610/98).

4 Outubro 2010 www.empresarioserigrafico.com.br

} Empresrio 2.0

Imprimax lana novo siteA Imprimax apresentou recentemente seu novo portal contendo inmeras implementaes. Dentre as novidades, esto vdeos institucionais, links diretos para os perfis da empresa em redes sociais, uma pgina para que os clientes possam enviar os trabalhos desenvolvidos com produtos Imprimax, download de catlogos e apresentaes detalhadas de todas as linhas de produtos. Confira: www.imprimax.com.br ou pelo QR Code a seguir: www.imprimax.com.br

Compras on-line na hora do desfileA temporada de desfiles que comeou com a Fashion Week de Nova York no ltimo ms quer aproveitar que os consumidores de artigos de luxo voltaram a gastar e, para isso, nada melhor que a Internet. Segundo o New York Times, depois da transmisso on-line de desfiles, j adotada por Gucci e Alexander Wang, entre outros, a grande novidade a venda simultnea ao desfile, como fez a Burberry na Fashion Week de Londres.

Inscritos em curso ganham camisetas estampadasUma boa sugesto para voc fazer ao seu cliente: a carioca iDigo - Ncleo de Inteligncia Digital anunciou recentemente sua parceria com o site Camiseteria, famoso por tal de estampas. Com a associao, a iDigo premiar os inscritos em seus cursos de redes sociais e de gesto com um vale-camiseta do Camiseteria, que permitir escolher uma estampa original da marca. Confira as datas e cursos: 20 de outubro - Redes sociais para os negcios 26 de outubro - Como utilizar mtricas na gesto de seu negcio 30 de novembro - Estratgias de comunicao para mobile Mais informaes: www.idigo.com.br / (21) 2494-9278 www.idig .idigo

Mais revistaSaiba como acessar os contedos extras dos QR Codes de sua Empresrio 2.0:

Aponte a cmera do seu celular com leitor de QR Code para o cdigo impresso

Voc tambm pode acessar os contedos do QR Code atravs da webcam instalada no computador

Aguarde enquanto o leitor direciona seu aparelho para o site correspondente. Assim que a pgina carregar, voc j aproveita o contedo normalmente

Assim como no celular, o leitor de QR Codes direcionar o navegador para a pgina relacionada. Em seguida, basta navegar normalmente

Leitor para celular disponvel em: www.reader.kaywa.com www.reader.kaywa.com .reader.kayw Visualize via webcam pelo site: http://altur l.com/p3jwm http://alturl.com/p3jwm

6 Outubro 2010 www.empresarioserigrafico.com.br

Charlie Taublieb

} Estamparia Txtil

especialista e Membro da Academia de Tecnologia Sertigrfica (Academy of Screen Printing Technology) www.taubliebconsulting .taubliebconsulting.com drprint@aol.com www.taubliebconsulting.com e-mail: dr print@aol.com

P

IMPRESSO CORRODA (BURN OUT PRINTING)burn out em ingls) possuem dois componentes, sendo a parte A o veculo, e a parte B o ingrediente ativo que come o material de algodo. Tipicamente se trata de uma tinta base gua que deve ser impressa usando uma tela bem aberta (40 a 45 fios/cm) com emulso resistente a gua. importante lembrar que o efeito surge aps a secagem e lavagem do tecido/camiseta, quando a gua da lavagem arrasta o algodo atacado quimicamente. Se impressa sobre algodo 100%, vai formar um buraco no tecido. Isto pode ser usado criativamente para obter efeitos interessantes. Uma vez impressa, a pea deve ir para a esteira polimerizadeira ajustada na mesma temperatura das tintas de corroso de corantes. A rea impressa deve ficar ligeiramente tonalizada na sada da esteira, e o efeito surge aps a lavagem. Os exemplos a seguir ilustram a aplicao de tintas de ablao qumica em tecidos 50% e 100% algodo:

Tintas de ablao qumica so sistemas de dois componentes que basicamente destroem os fios de algodo. A aplicao faz com que tecidos 50/50 de algodo-polister fiquem com a aparncia de tecelagem de renda. As tintas de ablao qumica (extirpao, desintegrao

A camiseta acima 40% algodo e foi impressa com duas cores (verde e azul escuro), base gua e tinta de ablao qumica.

Este exemplo mostra uma camiseta de algodo 50% tingida com cor forte, e impressa com tinta de ablao qumica para um efeito de tom mais claro.

Uma malha 50% algodo com fio mescla mostra um efeito contrastado.

O algodo 100% com nossa aplicao tem uma variedade de possibilidades, incluindo a da aplique. O tecido azul e o rosa so 100% algodo. O flocado de fibras de polister/rayon. A tinta de ablao qumica sobre o flocado deixou presentes apenas os plos de polister no padro impresso.

A camiseta 100% algodo, e a tinta de ablao abriu perfuraes por onde passa a fita de couro. Uma impresso em relevo com tinta de alta densidade contorna toda a rea perfurada para manter a integridade do tecido e desenhos.

Brasil Conhecemos aqui no Brasil tintas de cor r oso como aquelas cuja corr ao qumica destri a cor de alguns corantes tipos de pigmentos ou corantes usa(chados no tingimento de tecidos (chaingls dischar harg madas em ingls de disc har ge descarg inks tintas de descarga). Ary Ar y Luiz Bon

8 Outubro 2010 www.empresarioserigrafico.com.br www.estampariatextil.com.br

} Estamparia Txtil

Claudemir Previtalliprevitec@previtecnologia.com.br claudemir@pr vitecnologia.com.br laudemir@pre previtec@previtecnologia.com.br / claudemir@previtecnologia.com.br

N

CURA AO AR OU ESTUFA?com problemas, ora no, ora a tinta cura, ora no cura... So reclamaes constantes, clientes devolvendo peas para as estamparias porque a tinta est soltando... Isso o que chamo de evoluo. Vinte anos se passaram e nada surgiu de novo neste mercado. Tomei a liberdade de analisar algumas tintas e resinas de cura ao ar, comparando com as de cura em estufa. At o momento, posso garantir que as tintas de cura ao ar no podem ser comparadas com as de cura por estufa; so resultados completamente diferentes. Deixaria a tinta de cura ao ar para guardanapos ou artigos descartveis. lavagem domstica como na migrao da cor de pigmentos, e ainda na formao do pilling na superfcie da malha. Realizamos testes com quantidades diferentes de resina para ver se obtnhamos o mesmo resultado do que passando na estufa, e a concluso foi reprovada. No adianta aumentar a quantidade de resina na formulao, pois as caractersticas so diferentes.

o sei exatame