semiologia ortopdica pericial - ?? mdulo 16 - punhos e mos • mdulo 17 - quadril • mdulo 18 –...

Download Semiologia Ortopdica Pericial - ?? Mdulo 16 - Punhos e Mos • Mdulo 17 - Quadril • Mdulo 18 – Joelhos e Pernas • Mdulo 19 – Ps e Tornozelos • Mdulo 20 - Trauma Ortopdico

If you can't read please download the document

Post on 20-May-2018

221 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Semiologia Ortopdica Pericial Prof. Dr. Jos Heitor Machado Fernandes

    2 V E R S O DO H I P E R T E X T O

  • Para acessar os mdulos do hipertexto

    Para acessar cada mdulo do hipertexto clique no link do mdulo desejado que est no ndice.

    Para retornar ao ndice geral, no mdulo que est sendo visualizado, v at o final da apresentao e clique no link:

    Retornar para o ndice Geral

    ou, usar o boto voltar na barra de navegao.

    Boto voltar

    Boto avanar

  • Mdulos

    Mdulo 1 - Semiologia Ortopdica Pericial

    Mdulo 2 Termos Ortopdicos Comuns

    Mdulo 3 Doena Musculoesqueltica

    Mdulo 4 Distrbios Ortopdicos Gerais

    Mdulo 5 Exame Clnico

    Mdulo 6- Marcha Humana (resumo)

    Mdulo 7- Exame Fsico Ortopdico

    Mdulo 8 - Articulao Temporomandibular

    Mdulo 9 Coluna Cervical

    Mdulo 10 Testes Fsicos Especiais

    Mdulo 11 Coluna Torcica e Lombar

    Mdulo 12 Articulaes Sacroilacas

    Mdulo 13 Ombros

    Mdulo 14 Cotovelos

    Mdulo 15 Antebraos

  • Mdulo 16 - Punhos e Mos

    Mdulo 17 - Quadril

    Mdulo 18 Joelhos e Pernas

    Mdulo 19 Ps e Tornozelos

    Mdulo 20 - Trauma Ortopdico

    Mdulo 21 Radiologia do Trauma do Esqueleto

    Mdulo 22 Dificuldades do Exame Fsico Pericial

    Mdulo 23- Principais DORTs da nossa comunidade

    Mdulo 24 Crdito de Imagens &

    Referncias Bibliogrficas

    Mdulo 25 Relao de Vdeos, na Internet, sobre

    Exame Fsico do Aparelho Locomotor

    Eplogo

    Mdulos

  • Assuntos do Mdulo 12

    ARTICULAES SACROILACAS

    1- Anatomia do quadril e da pelve 2- Anatomia das articulaes sacroilacas 3- Comentrios clnicos sobre as sacroilacas 4- Exame fsico (Inspeo, palpao, testes especiais) 5- Verificao de sacroilete 6- Dor na articulao sacroilaca 7- Estudo de casos semiolgicos da pelve

  • Anatomia ssea do Quadril e da Pleve

  • Anatomia das sacroilacas

  • Anatomia das sacroilacas

  • Anatomia das sacroilacas

  • PELVIS ARTICULACIONES Y LIGAMENTOS http://www.youtube.com/watch?v=HwkbuhipZZ0&feature=related

    Acesse o vdeo

    http://www.youtube.com/watch?v=HwkbuhipZZ0&feature=relatedhttp://www.youtube.com/watch?v=HwkbuhipZZ0&feature=relatedhttp://www.youtube.com/watch?v=HwkbuhipZZ0&feature=relatedhttp://www.youtube.com/watch?v=HwkbuhipZZ0&feature=related

  • As articulaes sacroilacas formam a chave para o arco entre os dois ossos plvicos.

    Juntamente com a snfise pbica, elas ajudam a transferir o peso da coluna vertebral para os membros inferiores e provem elasticidade ao anel plvico.

    Essa trade de articulaes tambm atua como um amortecedor para reduzir a fora de choques e impactos que incidem sobre a coluna vertebral e a poro superior do corpo em decorrncia do contato dos membros inferiores com o solo.

    Por causa desta funo amortecedora de choques, a estrutura das articulaes sacroilacas e da snfise pbica diferente da estrutura da maioria das articulaes.

    A avaliao das articulaes sacroilacas e da snfise pbica deve ser includa no exame da coluna vertebral lombar e/ou dos quadris quando no houver histria de trauma direto sobre essas articulaes.

  • Normalmente o exame completo das articulaes sacroilacas no realizado at que tenha sido concludo exame da coluna lombar e/ou quadris.

    Quando essas articulaes j foram examinadas e o problema do paciente parece ainda no estar compreendido e permanece no diagnosticado, deve-se iniciar um exame da pelve.

    As articulaes sacroilacas so em parte uma articulao sinovial e em parte uma articulao sindesmoidal (sindesmose).

    Sindesmose um tipo de articulao fibrosa na qual o tecido conjuntivo fibroso interposto forma uma membrana ou um ligamento intersseo.

    A poro sinovial da articulao possui uma forma em C, com a superfcie ilaca convexa do C direcionada para frente e para baixo.

    A superfcie sacral discretamente cncava

  • O tamanho, a forma e a aspereza das superfcies articulares variam enormemente entre os indivduos.

    Nas crianas essas superfcies so lisas.

    Nos adultos, elas se tornam depresses e elevaes irregulares que se encaixam entre si.

    Por essa razo, elas restringem o movimento na articulao e aumentam a resistncia articular para realizar a transferncia do peso do membro inferior para a coluna vertebral.

    A superfcie do sacro recoberta por cartilagem hialina que trs vezes mais espessa que a do lio.

    Em indivduos idosos, partes das superfcies articulares podem ser obliteradas por aderncias.

    Embora as articulaes sacroilacas sejam relativamente mveis nos indivduos jovens, elas se tornam progressivamente mais rgidas com a idade. Em alguns casos ocorre ancilose. As articulaes sacroilacas so suportadas por vrios ligamentos fortes.

  • Avaliao da Art. Sacroilaca

    Palpao da Pelve

    Teste de Patrick ou Fabere 3,5

    Teste de Gaenslen 3,5

  • As articulaes sacroilacas so comumente lesadas por um impacto abrupto causado por um escorrego numa sarjeta de rua, um chute muito entusiasmado (errando o objeto ou chutando o solo), uma queda sobre as ndegas ou uma manobra de levantamento e toro.

    Em uma leso da articulao sacroilaca existe uma dor profunda, surda e indefinida que tende a ser unilateral e pode ser referida para a face posterior da coxa, fossa ilaca e ndega do lado afetado. A dor sacroilaca geralmente no se estende abaixo do joelho.

  • A dor na sacroilaca geralmente sentida durante a mudana de posia no leito, ao sair do leito ou durante o passo com o membro afetado. Frequentemente a dor constante e no est relacionada com a posio.

    O examinador deve observar posturas que podem aumentar o estresse sobre as articulaes sacroilacas (p.ex., posio em p, especialmente com o apoio sobre um nico membro).

  • A e B Face anterior do quadril e da pelve

    A, crista ilaca; B, espinha ilaca ntero-superior;C, snfise pbica; D, tubrculo pbico; E,m. satrio; F, nervo cutneo femoral lateral;G, artria femoral;H, m. tensor da fscia lata; I, espinha ilaca ntero-inferior; J, articulao do quadril; K, trocanter menor.

    Fonte: Magee, D J; Orthopedic Physical Assessment , 4th Ed., Elseiver- 2002

  • A, crista ilaca; B, espinha ilaca ntero-superior; C, snfise pbica; D, tubrculo pbico; E,m. satrio; F, nervo cutneo femoral lateral; G, artria femoral; H, m. tensor da fscia lata; I, espinha ilaca ntero-inferior; J, articulao do quadril; K, trocanter menor.

    C Face anterior do quadril e da pelve

    Fonte: Magee, D J; Orthopedic Physical Assessment , 4th Ed., Elseiver- 2002

  • A e B Face Lateral da Coxa e da Pelve

    A, crista olaca; B, espinha ilaca ntero-superior; C, espinha ilaca Pstero-superior; D, m. glteo mdio; E, m. tensor da fscia lata; F, m. glteo mximo; G, trocanter maior.

    Fonte: Magee, D J; Orthopedic Physical Assessment , 4th Ed., Elseiver- 2002

  • C Face Lateral da Coxa e da Pelve

    A, crista olaca; B, espinha ilaca ntero-superior; C, espinha ilaca Pstero-superior; D, m. glteo mdio; E, m. tensor da fscia lata; F, m. glteo mximo; G, trocanter maior.

    Fonte: Magee, D J; Orthopedic Physical Assessment , 4th Ed., Elseiver- 2002

  • A e B Face posterior do Quadril e da Pelve

    A, crista ilaca; B, espinha ilaca pstero-superior; C, articulao sacroilaca; D, m. glteo mximo; E, sacro; F, cccix; G, tuberosidade isquitica; H, trocanter maior; I, m. piriforme; J, m. quadrado femoral; K, prega gltea; L, incisura isquitica.

    Fonte: Magee, D J; Orthopedic Physical Assessment , 4th Ed., Elseiver- 2002

  • C Face posterior do Quadril e da Pelve

    A, crista ilaca; B, espinha ilaca pstero-superior; C, articulao sacroilaca; D, m. glteo mximo; E, sacro; F, cccix; G, tuberosidade isquitica; H, trocanter maior; I, m. piriforme; J, m. quadrado femoral; K, prega gltea; L, incisura isquitica.

    Fonte: Magee, D J; Orthopedic Physical Assessment , 4th Ed., Elseiver- 2002

  • Palpao da Pelve para avaliar a estabilidade.

  • Palpao da Sacroilaca

  • Teste de Patrick ou Teste de Fabere (FABERE = flexo, abduo e rotao externa do quadril)

    Testa normalidade da articulao sacroiaca. Condio detectada (teste positivo) = presena de dor na articulao sacroilaca do mesmo lado.

    Manobra: Paciente em DD, o joelho fletido, abduzido e rodado externamente at o malolo lateral se apoiar no joelho oposto logo acima da patela. Nesta posio o joelho do lado a ser testado levemente forado para baixo; se ocorrer dor, o teste positivo.

  • Teste de Patrick ou FABERE (quadril em posio de 4)

    Realizado para diferenciar a radiculopatia lombar de uma patologia intrnseca do quadril

    A localizao da Dor aponta para a patologia: Dor na regio anterior da virilha = artrite do quadril patologia do iliopsoas Dor no quadril posterior = patologia sacroilaca

  • Teste de Patrick (FABERE)

  • Verificao de sacroilete

    Alm da palpao direta sobre as articulaes sacroilacas (ASIs), existem manobras especficas para testar a presena de inflamao nessas articulaes.

    O paciente colocado em posio supina (decbito dorsal) prximo margem lateral da mesa de exame de modo que o membro

Recommended

View more >