seminarios de pesquisa

Download Seminarios de pesquisa

Post on 18-Dec-2014

1.945 views

Category:

Education

3 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

TRANSCRIPT

  • 1. Seminrios de Pesquisa Seminrios de Pesquisa Regina Clia Veiga da Fonseca Fundao Biblioteca Nacional ISBN 978-85-387-2553-4 Este material parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informaes www.iesde.com.br

2. Este material parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informaes www.iesde.com.br 3. IESDE Brasil S.A. Curitiba 2011 Regina Clia Veiga da Fonseca Seminrios de Pesquisa Este material parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informaes www.iesde.com.br 4. 2006-2011 IESDE Brasil S.A. proibida a reproduo, mesmo parcial, por qualquer processo, sem autorizao por escrito dos autores e do detentor dos direitos autorais. IESDE Brasil S.A. Al. Dr. Carlos de Carvalho, 1.482. CEP: 80730-200 Batel Curitiba PR 0800 708 88 88 www.iesde.com.br Todos os direitos reservados. Capa: IESDE Brasil S.A. Imagem da capa: Jpiter Images/DPI Images Shutterstock F676 Fonseca, Regina Clia Veiga da. / Seminrios de Pesquisa. / Regina Clia Veiga da Fonseca. Curitiba: IESDE Brasil S.A., 2011. 56 p. ISBN: 978-85-387-2553-4 1. Cincia - Metodologia. 2. Pesquisa. 3. Redao tcnica. 4. Metodologia. 5. Trabalhos cientficos. I. Ttulo. CDD 001.42 Este material parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informaes www.iesde.com.br 5. Mestre em Engenharia de Produo com concentrao em Mdia e Conhecimento pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Graduada em Letras Portugus-Ingls pela Universidade Tuiuti do Paran (UTP). Graduada em Psicologia pela UTP. Profes- sora de Metodologia Cientfica e Comunicao Empresarial em cursos de graduao e ps-graduao. Seus estudos e pesquisas situam-se no mbito das Cincias Sociais Aplicadas, Humanas e da Sade. Regina CliaVeiga da Fonseca Este material parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informaes www.iesde.com.br 6. Este material parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informaes www.iesde.com.br 7. Sumrio O pensamento evolutivo: metodologia, raciocnio e conhecimento...9 A base do pensamento evolutivo......................................................................................................... 9 O raciocnio lgico ...................................................................................................................................10 Raciocnio dedutivo..................................................................................................................................11 Raciocnio indutivo...................................................................................................................................11 O conhecimento de senso comum ....................................................................................................12 O conhecimento cientfico ...................................................................................................................13 A metodologia cientfica........................................................................................................................14 O mtodo cientfico e a pesquisa.....................................................................19 Mtodo experimental..............................................................................................................................20 O carter provisrio da cincia.............................................................................................................21 Pesquisa........................................................................................................................................................21 O tema de uma pesquisa, problema, hipteses e variveis...................27 A escolha do tema....................................................................................................................................27 Predicados de um bom tema................................................................................................................28 Como formular um problema?.............................................................................................................29 Como construir hipteses?....................................................................................................................30 Variveis........................................................................................................................................................30 Mtodos quantitativos, qualitativos e coleta de dados...........................35 Mtodo quantitativo ...............................................................................................................................35 Mtodo qualitativo ..................................................................................................................................35 Coleta de dados.........................................................................................................................................36 Estrutura de um projeto e tcnicas de leitura.............................................45 Elementos geralmente usados em um projeto de pesquisa.....................................................46 Tcnicas de leitura.....................................................................................................................................50 Este material parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informaes www.iesde.com.br 8. Este material parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informaes www.iesde.com.br 9. Apresentao Prezado aluno, A Metodologia Cientfica procura colocar sua disposi- o um conjunto de diretrizes para auxili-lo na tarefa de pesquisa em diferentes contedos cientficos, na coleta e organizao de dados, na elaborao e na apresentao de textos cientficos. Espera-se que, a partir da teoria aqui apresentada, voc possa reconhecer a importncia da Metodologia Cient- fica como um facilitador do pensamento cientfico sob todos os aspectos, alm de identific-la como base para a atividade profissional que, por definio, precisa ser ordenada, metdica e lgica. Como resultado disso, esta obra caracteriza-se com uma apresentao simples, clara e lgica, a fim de favorecer o desenvolvimento de competncias que melhorem a capacidade de pensar e agir com cientificidade, seja no mbito acadmico ou profissional. Esta obra comea falando sobre a base do pensamento evolutivo, que teve incio com a curiosidade inata da natureza humana, e foi se aprimorando com o passar dos sculos, encantando o homem com a vastido do que pode ser conhecido no mundo. Em seguida, apresenta algumas diretrizes para a organi- zao desse pensar e as regras estabelecidas para tornar possvel, tanto a ordenao quanto o repasse desse conhecimento acumulado para todos que por ele se inte- ressarem. Isso a Metodologia Cientfica! Este material parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informaes www.iesde.com.br 10. Este material parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informaes www.iesde.com.br 11. 9 O pensamento evolutivo: metodologia, raciocnio e conhecimento A base do pensamento evolutivo A partir do momento em que o homem tomou conhecimento de sua existncia no mundo, comeou a explicar os fenmenos com os quais se deparava constantemente. Inicialmente, o fez de uma forma intuitiva, criando mitos para justificar aquilo que no compreendia. Durante algum tempo, essas explicaes bastaram ao homem, porm, a sua capacidade pensante fez surgir nele a necessidade de uma outra explicao, que fosse racional, sobre si prprio, sobre o mundo e os seus inmeros fenmenos. Dessa necessidade nasceu a filosofia, na Grcia, por volta do sculo VI a.C. Por meio de um longo processo histrico, ela surgiu promovendo a passagem daque- le saber intuitivo e superficial para um saber racional e mais seguro. Isso, no entan- to, aconteceu sem o rompimento brusco com todos os conhecimentos do passado. Assim, durante muito tempo, os primeiros filsofos gregos compartilharam de diversas crenas mticas, enquanto desenvolviam o conhecimento racional que caracterizaria a filosofia. O homem queria uma nova explicao para o mundo, por isso partiu em busca de verdades decorrentes de um pensamento lgico e coerente. Essa busca o tornou cada vez mais exigente com o conhecimento que adquiria e transmitia. No incio, o saber filosfico designava a totalidade do conhecimento racional de- senvolvido pelo homem. Abrangia os mais diversos tipos de conhecimento que hoje entendemos como pertencentes Matemtica, Astronomia, Fsica, Biologia, Lgica, tica etc. Todo o conjunto dos conhecimentos racionais integrava o universo do saber filosfico. Com o passar dos anos, muitos desses conhecimentos foram conquistando auto- nomia e se desprenderam do saber filosfico. Assim, essas cincias passaram a direcio- nar suas investigaes a certos campos delimitados da realidade, e o fazem ainda hoje Este material parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informaes www.iesde.com.br 12. 10 Opensamentoevolutivo:metodologia,raciocnioeconhecimento de forma cada vez maislocalizada. Esse processo continua evoluindo, de tal maneira, que o mundo atual caracteriza-se como aera dos especialistas. Essa especializao, no entanto, tambm pode constituir-se num problema, pois conduz a uma pulverizao do saber e perda da viso mais ampla do conhecimento humano (COTRIM, 1999). Hoje, o homem busca um conhecimento que, alm de ser verdadeiro, deve ser especfico nas diferentes reas de interesse. Todo o acmulo e a especificidade do conhecimento geram a necessidade, cada vez maior, de que o estudioso utilize mecanismos que facilitem e colaborem com o seu trabalho de investigao, para que o conhecimento a ser adquirido possa estar cada vez mais prximo da verdade. O raciocnio lgico O raciocnio lgico a arte de bem pensar e, de acordo com Hegel (apud CHAU, 1998, p. 80), de modo algum podemos renunciar ao pensamento. Para se ter uma ideia mais clara a respeito de raciocnio lgico, vejamos, sinteticamente, o que raci