seguro automÓvel liber 3g - .1249-001 - lisboa - portugal • capital social € 381 150 000 •

Download SEGURO AUTOMÓVEL LIBER 3G - .1249-001 - Lisboa - Portugal • Capital Social € 381 150 000 •

Post on 25-Nov-2018

215 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • SEGURO AUTOMVELLIBER 3G

    CONDIES GERAIS - 31CONDIES ESPECIAIS

    outu

    bro

    2015

    - FI

    131

    808 29 39 49fidelidade.pt

    Fidelidade - Companhia de Seguros, S.A.NIPC e Matrcula 500 918 880, na CRC Lisboa - Sede: Largo do Calhariz, 30 1249-001 - Lisboa - Portugal Capital Social 381 150 000 www.fidelidade.pt

    Linha de Apoio ao ClienteT. 808 29 39 49 F. 21 323 78 09 E. apoiocliente@fidelidade.ptAtendimento telefnico personalizado nos dias teis das 8h30 s 20h

  • 02/4

    6ou

    tubr

    o 20

    15 -

    FI13

    1

    NDICE

    CONDIES GERAIS (SEGURO AUTOMVEL OBRIGATRIO)

    .03 Captulo I Definies, Objeto e Garantias do

    Contrato

    .04 Captulo II Declarao do Risco, Inicial e

    Superveniente

    .05 Captulo III Pagamento e Alterao dos Prmios

    .05 Captulo IV Incio de Efeitos, Durao e Vicissitudes

    do Contrato

    .06 Captulo V Prova do Seguro

    .06 Captulo VI Prestao Principal do Segurador

    .07 Captulo VII Obrigaes e Direitos das Partes

    .07 Captulo VIII Bonificaes ou Agravamentos por

    Sinistralidade

    .08 Captulo IX Disposies Diversas

    .09 Anexos Bnus/Malus

    .10 Tabelas Bnus/Malus

    .12 Condies Gerais Facultativo

    .15 Responsabilidade Civil Facultativa

    .15 Choque, Coliso ou Capotamento

    .15 Incndio, Raio ou Exploso

    .15 Quebra Isolada de Vidros

    .16 Furto ou Roubo

    .16 Fenmenos da Natureza

    .17 Riscos Sociais e Polticos

    .17 Valor de Aquisio

    .17 Capital Seguro Proporcional nas Garantias de Danos ao

    Veculo

    .17 Veculo de Substituio

    .18 Privao de Uso

    .20 Assistncia em Viagem

    .28 Proteo Jurdica

    .31 Proteo ao Condutor

    .33 Ocupantes da Viatura

    .35 Proteo Vital do Condutor

    .41 Tabelas de Desvalorizao de Veculos

  • CONDIES GERAISLIBER 3G

    SEGURO AUTOMVEL OBRIGATRIO

    03/4

    6ou

    tubr

    o 20

    15 -

    FI13

    1

    CAPTULO IDEFINIES, OBJETO E GARANTIAS DO CONTRATOCLUSULA 1 . DEFINIES

    Para efeitos do presente contrato entende-se por:

    Aplice - Conjunto de Condies identificado na Clusula anterior e na qual formalizado o contrato de seguro celebrado;

    Segurador - A entidade legalmente autorizada para a explorao do Seguro Obrigatrio de Responsabilidade Civil Automvel, que subscreve o presente contrato;

    Tomador do Seguro - A pessoa ou entidade que contrata com o Segurador, sendo responsvel pelo pagamento do prmio.

    Segurado - A pessoa ou entidade titular do interesse seguro;

    Terceiro - Aquele que, em consequncia de um sinistro coberto por este contrato, sofra um dano suscetvel de, nos termos da lei civil e desta aplice, ser reparado ou indemnizado;

    Sinistro - A verificao, total ou parcial, do evento que desencadeia o acionamento da cobertura do risco prevista no contrato, considerando-se como um nico sinistro o evento ou srie de eventos resultante de uma mesma causa;

    Dano corporal - Prejuzo resultante de leso da sade fsica ou mental;

    Dano material - Prejuzo resultante de leso de coisa mvel, imvel ou animal;

    Franquia - Valor da regularizao do sinistro nos termos do contrato de seguro que no fica a cargo do Segurador.

    CLUSULA 2 . OBJETO DO CONTRATO

    1. O presente contrato destina-se a cumprir a obrigao de seguro de responsabilidade civil automvel, fixada no Artigo 4. do Decreto-Lei n. 291/2007, de 21 de agosto.

    2. O presente contrato garante, at aos limites e nas condies legalmente estabelecidas:

    a) A responsabilidade civil do Tomador do Seguro, proprietrio do veculo, usufruturio, adquirente com reserva de propriedade ou locatrio em regime de locao financeira, bem como dos seus legtimos detentores e condutores, pelos danos, corporais e materiais, causados a terceiros;

    b) A satisfao da reparao devida pelos autores de furto, roubo, furto de uso de veculos ou de acidentes de viao dolosamente provocados.

    CLUSULA 3 . MBITO TERRITORIAL E TEMPORAL

    1. O presente contrato abrange a responsabilidade civil emergente de acidentes ocorridos:

    a) Na totalidade dos territrios dos pases cujos servios nacionais de seguros tenham aderido ao Acordo entre os servios nacionais de seguros, incluindo as estadias do veculo nalgum deles durante o perodo de vigncia contratual;

    b) No trajeto que ligue diretamente dois territrios onde o Acordo do Espao Econmico Europeu aplicvel, quando nele no exista servio nacional de seguros.

    2. Os pases referidos na alnea a) do nmero anterior so, concretamente, os Estados membros da Unio Europeia, os demais pases membros do Espao Econmico Europeu (Islndia, Liechtenstein e Noruega), e ainda a Sua, Crocia, Ilhas Faro, Ilhas da Mancha, Gibraltar, Ilha de Man, Repblica de So Marino, Estado do Vaticano e Andorra, bem como os outros pases cujos servios nacionais de seguros adiram ao mencionado Acordo e que venham a ser indicados no contrato ou nos respetivos documentos probatrios.

    3. O contrato pode ainda abranger a responsabilidade civil decorrente da circulao do veculo em outros territrios para alm dos mencionados no n. 1, concretamente nos de Estados onde exista um servio nacional de seguros que tenha aderido seco II do Regulamento anexo ao Acordo entre os servios nacionais de seguros, desde que seja garantida por um certificado internacional de seguro (carta verde) vlido para a circulao nesses pases.

    4. O presente contrato cobre a responsabilidade civil por acidentes ocorridos no perodo de vigncia do contrato nos termos legais aplicveis.

    CLUSULA 4 . MBITO MATERIAL

    1. O presente contrato abrange: a) Relativamente aos acidentes ocorridos no territrio de Portugal a

    obrigao de indemnizar estabelecida na lei civil; b) Relativamente aos acidentes ocorridos nos demais territrios

    dos pases cujos servios nacionais de seguros tenham aderido ao Acordo entre os servios nacionais de seguros, a obrigao de indemnizar estabelecida na lei aplicvel ao acidente, a qual, nos acidentes ocorridos nos territrios onde seja aplicado o Acordo do Espao Econmico Europeu, substituda pela lei portuguesa sempre que esta estabelea uma cobertura superior;

    c) Relativamente aos acidentes ocorridos no trajeto previsto na alnea b) do n. 1 da Clusula anterior, apenas os danos de residentes em Estados membros e pases cujos servios nacionais de seguros tenham aderido ao Acordo entre os servios nacionais de seguros e nos termos da lei portuguesa.

    2. O presente contrato abrange os danos sofridos por pees, ciclistas e outros utilizadores no motorizados das estradas apenas quando e na medida em que a lei aplicvel responsabilidade civil decorrente do acidente automvel determine o ressarcimento desses danos.

    CLUSULA PRELIMINAR

    1. Entre a Fidelidade - Companhia de Seguros, S.A., adiante designada por Segurador, e o Tomador do Seguro mencionado nas Condies Particulares, estabelece-se um contrato de seguro que se regula pelas presentes Condies Gerais e pelas Condies Particulares, e ainda, se contratadas, pelas Condies Especiais.

    2. A individualizao do presente contrato efetuada nas Condies Particulares, com, entre outros, a identificao das partes e do respetivo domiclio, os dados do Segurado, os dados do representante do Segurador para efeito dos sinistros, e a determinao do prmio ou a frmula do respetivo clculo.

    3. As Condies Especiais preveem a cobertura de outros riscos e ou garantias alm dos previstos nas presentes Condies Gerais e carecem de ser especificamente identificadas nas Condies Particulares.

    4. Compem ainda o presente contrato, alm das Condies previstas nos nmeros anteriores e que constituem a aplice, os documentos previstos na Clusula 21, bem como as mensagens publicitrias concretas e objetivas que contrariem clusulas da aplice, salvo se estas forem mais favorveis ao Tomador do Seguro ou ao terceiro lesado.

    5. No se aplica o previsto no nmero anterior relativamente s mensagens publicitrias cujo fim de emisso tenha ocorrido h mais de um ano em relao celebrao do contrato, ou quando as prprias mensagens fixem um perodo de vigncia e o contrato tenha sido celebrado fora desse perodo.

    6. A aplice indica o stio da Internet do Segurador onde disponibilizado de forma fcil, gratuita e suscetvel de impresso o texto do Captulo III do Ttulo II do Decreto-Lei n. 291/2007, de 21 de agosto.

  • CONDIES GERAISLIBER 3G

    SEGURO AUTOMVEL OBRIGATRIO

    04/4

    6ou

    tubr

    o 20

    15 -

    FI13

    1

    CLUSULA 5 . EXCLUSES DA GARANTIA OBRIGATRIA

    1. Excluem-se da garantia obrigatria do seguro os danos corporais sofridos pelo condutor do veculo seguro responsvel pelo acidente, assim como os danos decorrentes daqueles.

    2. Excluem-se igualmente da garantia obrigatria do seguro quaisquer danos materiais causados s seguintes pessoas:

    a) Condutor do veculo responsvel pelo acidente; b) Tomador do Seguro; c) Todos aqueles cuja responsabilidade , nos termos legais,

    garantida, nomeadamente em consequncia da compropriedade do veculo seguro;

    d) Sociedades ou representantes legais das pessoas coletivas responsveis pelo acidente, quando no exerccio das suas funes;

    e) Cnjuge, ascendentes, descendentes ou adotados das pessoas referidas nas alneas a) a c), assim como outros parentes ou afins at ao 3. grau das mesmas pessoas, mas, neste ltimo caso, s quando elas coabitem ou vivam a seu cargo;

    f) Aqueles que, nos termos dos Artigos 495., 496. e 499. do Cdigo Civil, beneficiem de uma pretenso indemnizatria decorrente de vnculos com alguma das pessoas referidas nas alneas anteriores;

    g) A passage