sao camilo saude - edi§£o 142

Sao Camilo Saude - Edi§£o 142
Sao Camilo Saude - Edi§£o 142
Sao Camilo Saude - Edi§£o 142
Sao Camilo Saude - Edi§£o 142
Sao Camilo Saude - Edi§£o 142
Download Sao Camilo Saude - Edi§£o 142

Post on 05-Mar-2016

215 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Jornal São Camilo Saude - Edição 142

TRANSCRIPT

  • Produo exclusiva da Assessoria de Comunicao da Regional Centro Sudeste

    Informativo Semanal

    28-09-12

    Ano 4 - Edio 142

    REGIONAL CENTRO SUDESTE

    Nossa misso cuidar da vida

    Rondonpolis (MT) - HRR inicia projeto da OMS sobre Higienizao das Mos Nas mos do cuidador faz parte de estratgia multimodal da Organizao Mundial de Sade para combater infeco

    relacionada assistncia em sade

    Com o objetivo de se adequar cada vez mais aos padres mundiais de segurana do paciente, o Hospital Regional de Rondonpolis iniciou o projeto Nas mos do cuidador. A Comisso de Controle de Infeco Hospitalar, CCIH, percebeu a neces-sidade de integrar colaboradores, pacientes, mdicos e acompanhantes numa mesma proposta de praticar a higienizao das mos para reduzir as taxas de infeco e favorecer a segurana do paciente. A higienizao das mos considera-da o mtodo mais simples e eficaz no combate e pode evitar em mais de 50% a transmisso da infeco hospi-talar. O projeto incentiva a higieni-zao com base em tcnicas adequa-das e auxilia a equipe para o plane-jamento, ajuste da estrutura fsica, levantamento de resultados e treina-mentos de equipes multidisciplina-res, visando adeso de todos ao processo permanente de higienizar. Nossa proposta , alm de uma

    combinao de medidas designadas para influenciar o comportamento dos profissionais de sade, fazer com que a prtica se torne um hbito e faa parte do dia a dia durante a as-sistncia ao paciente. Antes, durante e aps o contato com o mesmo pre-ciso higienizao das mos de mdi-cos, acompanhantes e enfermeiros para romper a transmisso entre pes-soas, objetos e ambientes, afirma a enfermeira da CCIH, Cludia Lima. As mos so a principal via de trans-misso de micro-organismos no ambi-ente hospitalar. Ao evitar a infeco, os hospitais reduzem a morbimortali-dade entre pacientes e os custos hos-pitalares. A higienizao correta das mos di-minui as chances da infeco. Outra forma de contaminao por meio de gotculas de saliva ou pelo ar ao respirarmos p e poeira que conte-nham microrganismo. Os riscos de adquirir as infeces hospitalares esto mais associados ao cuidado e a condio clnica do paciente, alm do tempo de internao. Como no existe taxa de 0%, alguns fatores no podem ser evitados pelo Hospital, como o tempo da interna-o. Nem todas as infeces hospi-talares podem ser evitadas porque a infeco o resultado da interao entre o microrganismo e a imunidade do paciente. Dessa forma, quanto menor a imunidade do paciente, maior o risco de contrair uma in-

    feco caracterstica da prpria con-dio do enfermo, complementa o mdico infectologista do HRR, Dr. Juliano Munaretto Bevilacqua. Desde que a So Camilo assumiu a gesto do HRR foi solicitada avalia-o para verificar o nvel do Hospital em relao aos padres da OMS em segurana do paciente. Na autoavali-ao, o Hospital foi constatado como em nvel inadequado, o que fez com que a equipe da CCIH viabilizasse esse projeto. O HRR vai em busca do nvel II, o b-sico para se adequar em longo prazo e obter o nvel mximo da OMS. Ca-pacitaes j foram feitas para que o projeto seja efetivado com sucesso e praticado por todos os colaborado-res, mdicos e visitantes. Mais de 75% do quadro de pessoal do HRR j aderiu estratgia nesses treina-mentos que seguem at o final do projeto liderados pelo Grupo de Apoio Higienizao Hospitalar e CCIH.

    Dinmicas para interao

    Comunicao visual em todo HRR

  • Pgina 2

    Salto (SP) - So Camilo recebe Cruz Missionria da Jornada Mundial da Juventude

    Jovens integram atividades da Pastoral da Sade no Hospital

    A equipe da Pastoral da Sade do So Camilo de Salto foi surpreendida com a visita da Cruz Missionria e a rplica da imagem que representa a Jornada Mundial da Juventu-de, evento religioso que rene milhares de pessoas enga-jadas em disseminar e evangelizar a sociedade para atitu-des solidrias e em prol da sade e do bem estar da hu-manidade. A Jornada acontece esse ano no Rio de Janeiro e contar com a participao de um grupo de jovens saltenses no evento mundial. A corrida Bota F na Vida foi realizada com o apoio do Hospital dias antes do evento para arreca-dar fundos para estes jovens que agora tambm fazem parte do grupo de Pastoral da Sade do So Camilo repre-sentarem a cidade. Foi muito emocionante receber essas imagens. Elas per-correram todo o Hospital, passamos nas internaes e rezamos com os pacientes. Em um domingo por ms os pacientes recebero a visita desses jovens que represen-tam o COMIJU, da Igreja de So Benedito e que reforam a atuao da nossa Pastoral, afirmou a coordenadora da Pastoral do Hospital, Mrcia Marques.

    A celebrao foi realizada pelo coordenador espiritual do Grupo de jovens. Os pacientes aprovaram a iniciativa da visita.

    Resplendor (MG) - 14 Semana Interna de Preveno de Acidentes do HNSC realizada com sucesso

    Durante quatro dias seguidos aconte-ceu a 14 Semana Interna de Preven-o de Acidentes, Sipat, do HNSC com o tema Preveno, a Base de um Trabalho Seguro. Vrias pales-tras marcaram o evento que abordou aspectos sobre a tica, Cuidados com a Sade Bucal, Sade do Trabalhador e Acidente de Percurso. Em todas as palestras foram realiza-dos sorteio de brindes. A proposta da Sipat foi reforar a importncia da preveno dos acidentes e de investi-mentos na qualidade de vida do tra-balhador. No primeiro dia da Sipat, o Dr. Marcos Polito proferiu a palestra sobre tica Profissional. A odontologista, Dr. Daniela Faria, lembrou que a Sade Bucal impres-cindvel para preveno de doenas. Para reforar o que foi dito na pales-tra, a comisso distribuiu kits de higi-ene bucal para todos os colaborado-res. O Dr. Jairo do Socorro de Macedo, mdico do trabalho, frisou que a sa-de dos funcionrios deve ser priorida-des das empresas.

    preciso que todas as empresas mantenham uma preocupao com o bem estar de seus colaboradores, que so o principal elemento capaz de aprimorar a produtividade e qualida-de dos servios. Preocupar com a sa-de do trabalhador se preocupar com o futuro da empresa, afirma a presidente da CIPA, Heveline Dorne-las Veitas. A Sipat foi encerrada com a palestra proferida pelo engenheiro Leandro Zuba, que destacou os "Acidentes de Percurso", j que o acidente de tra-balho no apenas caracterizado co-mo o que ocorre no ambiente de tra-balho, mas no trajeto casa x trabalho

    x casa. Se cada pessoa fizer a sua parte e incentivar o colega a preve-nir, teremos empresas com mais re-sultados e mais sade, declarou o engenheiro. O diretor administrativo, Agnaldo Po-lito, agradeceu o empenho de todos. satisfatrio perceber que o HNSC, a cada ano, se torna uma empresa mais preocupada com a sade de seus colaboradores. Isso porque os pr-prios funcionrios se empenham em disseminar projetos de preveno e atuam de forma a manter um ambi-ente seguro e saudvel, finaliza.

    Sorteio de brindes em todas as palestras

    Equipe recebe cruz e rplica

    Vrias palestras marcaram Sipat

  • Itu (SP) - Unidade de Alimentao do So Camilo passa por maratona de capacitaes

    Pgina 3

    Nova Vencia (ES) - Hospital So Marcos ingressa Rede Bem Nascer do ES Combate mortalidade infantil e materna objetivo de projeto Estadual

    Ampliar a produtividade, segurana alimentar e otimizar o fluxo de traba-lho. So esses os principais objetivos do Hospital So Camilo de Itu que iniciou uma maratona de cursos para a Unidade de Alimentao e Nutri-o, UAN, setor responsvel pela ma-nipulao de mais de 28 mil refeies (desjejum, almoo, lanche da tarde, jantar e ceia) mensais destinadas a pacientes, acompanhantes, mdicos e colaboradores. So diversos cursos planejados para colaboradores do setor durante o ano de 2012 que inclui a estrutura organi-zacional, higienizao das mos, as-seio pessoal, dietoterapia e todos os aspectos que envolvem a manipula-o de alimentos, desde o preparo dos cardpios distribuio das refei-es. As capacitaes lembram os cuidados para evitar contaminao cruzada, qual a forma correta de selecionar e

    preparar saladas e sobremesas, abor-dagem ao paciente que requer dietas diferenciadas e com restries, ade-quada montagem e distribuio de lanches e cuidados com os equipa-mentos. A UAN conta com mais de 50 colabo-radores, entre nutricionistas, cozi-nheiros, auxiliares de cozinha, aju-dantes, copeira e outros colaborado-res empenhados em oferecer o me-lhor servio. Nessa maratona lembra-mos no s a teoria, mas a prtica correta em cada preparo de alimen-tos, afirma a nutricionista e supervi-sora da UAN, Vanessa Zanoni. Durante o ms de setembro, os cursos proferidos foram Manipulao de Alimentos, por uma empresa presta-dora de servio, Controle de tem-peratura de equipamentos e de refei-es e Etiquetagem de produto pela Nutricionista da instituio, Ali-ne Giacomeli. A nutricionista expli-

    cou os pontos do procedimento que exigem mais cuidados e ateno. Foi realizada na prtica o preenchi-mento e simulao de coleta de amostras e o fechamento do saqui-nho. Os treinamentos devem ser constantes, porque h atualizao nas legislaes. Os cursos integram e aperfeioam e o importante no somente treinar, mas auxiliar para que haja crescimento pessoal e pro-fissional. O valor das pessoas im-portante, destacou a nutricionista.

    Representantes do Hospital So Mar-cos assinaram um convnio com o governo do Estado do Esprito Santo que consiste em ingressar a institui-o ao projeto Rede Bem Nascer, idealizado em mais de 20 localidades capixaba que consiste em combater a mortalidade materna e infantil no Esprito Santo. O So Marcos agora mais um Hospi-tal inserido nesse projeto que faz parte da Rede de Ateno Sade da Mulher e da Criana, uma prioridade do Governo estadual em busca de aprimorar a qualidade da assistncia. O assistente administrativo do HSM, Elson Farias, junto gerente de en-fermagem, ngridi Gineli e a coorde-nadora do Departamento de Compras, Arlete Cezana, oficializaram o conv-nio na