Saerjinho 2º Ano 1º Bimestre - 2014 Física ?· Saerjinho 2º Ano – 1º Bimestre - 2014 Física…

Download Saerjinho 2º Ano 1º Bimestre - 2014 Física ?· Saerjinho 2º Ano – 1º Bimestre - 2014 Física…

Post on 17-Nov-2018

213 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Saerjinho 2 Ano 1 Bimestre - 2014 Fsica

    P r o f e s s o r : O t v i o B a t i s t a P e r e i r a P r a a w w w . o t a v i o b a t i s t a . w o r d p r e s s . c o m o t a v i o b a t i s t a 8 6 @ y a h o o . c o m . b r 1

    01) Leia o texto abaixo.

    Com a Revoluo Industrial, as mquinas substituram vrias ferramentas e eliminaram algumas funes antes exercidas pelos operrios. [...] a mquina [...] um dispositivo que transforma calor em trabalho mecnico [...]. Somente no sculo XVIII vieram a ser construdas as primeiras mquinas [...] capazes de realizar trabalho em escala industrial.

    Disponvel em: < http://goo.gl/avCVbo>. Acesso em: 11 fev. 2013. De acordo com esse texto, a revoluo industrial ocorreu devido inveno

    a) do tear mecnico. b) do motor combusto. c) da prensa mvel. d) da mquina trmica. e) da mquina de fiar.

    02) Leia o texto abaixo.

    A gua do mar possui as propriedades particulares da gua pura, com modificaes, algumas das quais insignificantes (como as da viscosidade, tenso superficial, condutibilidade trmica, calor especfico, calor de evaporao, absoro da luz), outras, mais importantes (como as da compressibilidade e a velocidade de propagao do som) por vezes at decisivas para os fenmenos naturais.

    O mesmo se d com a presso osmtica, a condutibilidade eltrica e o abaixamento da temperatura de densidade mxima, que, de 4 C na gua pura passa para 1,33 C na gua salgada com 24,7 de sal, e para 3,53 C, com 35,0; e d-se ainda com o abaixamento do ponto de fuso, que passa de 0,00 C na gua pura para 1,33 C e 1,91 C na gua salgada, respectivamente com as mesmas concentraes salinas. [...]

    Disponvel em: . Acesso em: 20 fev. 2013.

    Com base nesse texto, a diminuio do ponto de fuso da gua do mar ocorre devido

    a) maior incidncia de raios solares. b) quantidade significativa de sal. c) ao aumento da absoro de luz. d) ao aumento da presso atmosfrica. e) ao grande volume de gua no mesmo local.

    03) Um gs ideal sofreu uma compresso de maneira tal que a

    variao de sua energia interna igual a zero, ou seja, sua energia interna se manteve constante. A grandeza fsica que se manteve constante durante essa compresso foi

    a) a densidade. b) a presso. c) a temperatura. d) a trabalho. e) a volume.

    04) Leia o texto abaixo.

    [...] As noes de quente e frio esto relacionadas agitao das molculas do corpo. O movimento das molculas de um corpo tanto maior quanto mais quente o corpo fica. A agitao das molculas e dos tomos de um corpo denominada agitao trmica. Microscopicamente falando, o corpo possui energia cintica (energia do movimento), devido agitao de tomos e molculas. Por isso, a energia trmica nada mais do que um tipo de energia cintica. [...]

    Disponvel em: . Acesso em: 10 fev. 2013. Fragmento.

    De acordo com esse texto, o grau de agitao trmica das molculas que compem um corpo pode ser medido atravs da sua

    a) temperatura. b) presso. c) massa. d) fora. e) densidade.

    05) Leia o texto abaixo.

    O rendimento mede a eficincia com que uma mquina trmica converte o fluxo de energia na forma de calor em fluxo de energia na forma de trabalho. O rendimento definido como a razo entre o trabalho realizado no ciclo e a quantidade de energia retirada da fonte quente na forma de calor:

    Pelo enunciado de Kelvin para a segunda lei da Termodinmica, Q1 sempre diferente de zero [...].

    Com base nesse texto, constata-se que o rendimento de uma mquina trmica

    a) igual a 1, quando a mquina opera em um ciclo de Carnot. b) igual a 1, pois o trabalho nulo. c) igual a 1, quando Q2 for igual a Q1. d) menor que 1, para Q1 maior que Q2. e) menor que 1, pois impossvel transformar toda a energia.

    06) O diagrama abaixo mostra certa massa de gelo inicialmente a

    15 C, sob presso normal. As etapas identificadas no diagrama mostram a temperatura da gua em funo do tempo.

    De acordo com esse diagrama, a fuso do gelo ocorreu na etapa

    a) 5. b) 4. c) 3. d) 2. e) 1.

  • Saerjinho 2 Ano 1 Bimestre - 2014 fsica

    2 P r o f e s s o r : O t v i o B a t i s t a P e r e i r a P r a a w w w . o t a v i o b a t i s t a . wo r d p r e s s . c o m o t a v i o b a t i s t a 8 6 @ y a h o o . c o m. b r

    07) Leia o texto abaixo.

    DIFERENA ENTRE TEMPERATURA E CALOR

    No dia a dia estamos constantemente entrando em contato com objetos ou ambientes onde podemos ter a sensao de quente ou frio, percebendo diferentes temperaturas. E comum usarmos as palavras calor e temperatura sem deixar claro a diferena existente entre as duas.

    Algumas expresses podem at apresentar as palavras com seus conceitos trocados, como no caso da expresso "como est calor hoje!" onde se usa a palavra calor para expressar a temperatura do ambiente. [...]

    Disponvel em: . Acesso em: 2 fev. 2013

    Com base nesse texto, constata-se que

    a) calor a medida do grau de agitao das molculas de um corpo. b) calor o fluxo de energia entre corpos de temperaturas distintas. c) temperatura a energia em trnsito devido a diferenas de calor. d) temperatura a medida da quantidade de calor de um corpo. e) temperatura transferida do corpo mais quente para o mais frio.

    08) O quadro abaixo mostra o comportamento da temperatura de um

    sistema composto por vapor dgua, inicialmente a 110 C, sob presso normal.

    De acordo com esse quadro, na etapa 2 ocorre

    a) ebulio. b) fuso. c) liquefao. d) solidificao. e) sublimao.

    09) O esquema abaixo mostra o funcionamento de uma mquina

    trmica.

    De acordo com esse esquema, a mquina trmica um dispositivo que

    a) converte calor em potncia. b) converte calor em trabalho. c) converte trabalho em calor. d) sofre compresso isobrica. e) sofre transformao isocrica.

Recommended

View more >