sabrina 773 - depois do baile - catherine george

Download Sabrina 773 - Depois Do Baile - Catherine George

Post on 10-Nov-2015

33 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Seria possível íingir um amor verdadeiro?Eliza Markham jamais imaginara ficar face a face outra vez com Giles Randolph, o grande amor de sua vida. No passado, ela o magoara profundamente, e Giles se fora, jurando nunca mais querer vê-la. A amarga experiência, porém, não impediu Giles de fazer-lhe uma proposta tentadora, que os manteria ainda mais unidos que nunca...Resistiriam aos apelos inevitáveis da paixão nascida desse inesperado reencontro?

TRANSCRIPT

Depois do baile - Catherine George

Depois do baile

Ttulo original: After the Bali

Catherine George

Disponibilizao do livro: Artemis

Digitalizao: Joyce

Reviso: Cssia

Seria possvel ingir um amor verdadeiro?

Eliza Markham jamais imaginara ficar face a face outra vez com Giles Randolph, o grande amor de sua vida. No passado, ela o magoara profundamente, e Giles se fora, jurando nunca mais querer v-la.

A amarga experincia, porm, no impediu Giles de fazer-lhe uma proposta tentadora, que os manteria ainda mais unidos que nunca...

Resistiriam aos apelos inevitveis da paixo nascida desse inesperado reencontro?

CAPTULO I

O salo de festas do hotel estava lotado de convidados festejando o aniversrio de Paul Wright. Todos se divertiam, danando e se agitando animadamente ao som de uma famosa banda de rock, que tocava msicas alegres e estridentes. A nica exceo parecia ser a parceira do prprio Paul, to colada a seu peito, que mal respirava.

Ainda assim, todas as mulheres no salo a invejavam, no exatamente pelo maravilhoso colar de prolas sobre o vestido de chiffon rosa, nem por seus vastos cachos negros, mas porque Paul, alm de ser jovem e muito atraente, irradiava a autoconfiana de quem subira rapidamente na carreira, at quase atingir o status de milionrio.

Paul, por seu lado, mal disfarava a excitao em relao linda mulher em seus braos. Quando a msica se tornou romntica, ele a enlaou mais forte ainda, e no desviou o olhar do colo macio que o decote deixava entrever. S a soltou quando a banda anunciou um intervalo, ao final da cano, e assim mesmo sob protestos.

Beba mais champanhe! sugeriu, enquanto a conduzia para a poltrona atrs de uma das mesas.

Ela sentiu o toque de seus dedos quentes atravs do tecido fino do vestido quando ele a puxou mais uma vez para si, dessa vez tentando faz-la sentar-se em seu colo.

Ele afundou o nariz entre os cachos sedosos do cabelo negro.

Est se divertindo? sussurrou, despejando hlito quente no pescoo aveludado.

Muito! Ela forou um riso afetado. Linda festa! Subitamente, Paul levantou-se animado e agitou as mos para um homem alto, com fartos cabelos loiros, que caminhava em sua direo.

Por aqui meu caro! chamou-o e pegou-o pelo brao.

Deixem-me apresent-los. Srta, Gemma Markham, este Giles Randolph, arquiteto que projetou minha casa perto da rodovia. Ou ser que vocs dois j se conhecem?

Ela sentiu o corao bater forte e levantou-se insegura. Forou um sorriso quando percebeu os olhos azuis de Giles fixos nos dela.

Ele tomou sua mo gelada com um gesto vigoroso.

Eu conheo Gemma muito bem afirmou. Desde que era garotinha.

H... Giles! Ela retirou a mo rapidamente, desviando o olhar para sua gravata. Que surpresa! No fazia idia de que voc dois se conheciam.

Paul lanou-lhe um olhar de estranheza.

Eu podia jurar que lhe falei sobre Giles na noite passada, querida. No se lembra?

Oh, mas claro! admitiu ela, corando visivelmente.

O champanhe deve ter afetado minha memria.

Espero que tenha diminudo sua capacidade de resistir!

Paul piscou para ela, tornando a enla-la pela cintura. Bem, com licena. Vou deixar vocs dois a ss por alguns instantes, enquanto converso com Cunningham e sua mulher. Cuide dela para mim, Giles. Seja cavalheiro.

Aflita, ela desejou que o cho se abrisse a seus ps, enquanto acompanhava Paul com o olhar, atravessando sorridente o salo. Ento instalou-se um silncio constrangedor entre ambos. Por fim, Giles a convidou para danar e permaneceu abraado a ela por uns minutos. Depois de algum tempo juntos, pediu a um garom duas taas de champanhe e ento, com desenvoltura surpreendente, foi conduzindo a ambos a uma ante-sala, sem chamar a ateno de ningum.

Lembro-me de j termos feito isto antes observou enquanto empurrava a porta com o corpo.

Ofereceu a ela uma das taas, encostou na porta, e seu olhar atingiu o dela como um raio.

Muito bem, Eliza Markham! Voc e Gemma com suas charmosas trapaas novamente, hein?

Eliza encarou-o, aturdida.

Voc no est pensando que foi idia minha, est?

Considerando que voc est maquiada como Gemma, suponho que no.

Giles percorreu-lhe o corpo com o olhar, desde a ponta dos sapatos forrados de cetim at os cabelos e depois de volta ao decote do vestido.

Esperemos que nenhum dos convidados de Paul esteja familiarizado com as duas lindas gmeas Markham. A semelhana espantosa, eu concordo, Eliza. Mas, para olhos atentos, h diferenas gritantes.

Ela cerrou os dentes.

E voc pensa que eu no sei?

Ento o que acontecer quando Paul descobrir? Eliza estremeceu.

Farei o possvel para que no descubra. Giles deu alguns passos e parou bem perto dela.

Mesmo que isso lhe custe o supremo sacrifcio? O anfitrio no consegue ficar longe de voc! Obviamente pretende trocar a festa pela companhia de algum em sua cama esta noite...

Eliza suspirou angustiada.

Mas Gemma jurou que eles no eram amantes, Giles. Alm disso, eu nunca quis tomar o lugar dela. Gem conheceu Paul outro dia, quando desfilava alguns modelos de vestidos perto do novo restaurante de Paul em Wandsworth. Ele estacionou sua Ferrari, olharam-se, e pronto. Mas ela jura cegamente que no houve nada entre eles alm de beijos. Passou os dedos entre os fartos caracis.

Na verdade, ela est disposta a no dormir com ele, exatamente para mostrar que no vulgar. Eu nunca a vi to interessada em algum antes. Giles puxou-a pelos ombros e fez com que olhasse em seu rosto.

Ento, por que ela no est aqui esta noite?

Eliza engoliu em seco.

Pois . Acontece que ela foi picada por uma vespa.

Uma vespa! Giles empertigou-se, incrdulo. E s por isso ela no veio?

Eliza desvencilhou-se dele.

Foi o que aconteceu. Ontem fui cidade fazer umas compras no Sotheby, e pouco depois a encontrei. Ela me contou tudo sobre Paul, a festa e o vestido que havia comprado. Quando chegamos a sua casa, foi molhar as sempre-vivas no parapeito da janela e deixou o vaso cair. Ao pr a cabea para fora, o inseto picou seu pescoo. Poucos segundos depois apa-reteu uma mancha vermelha, e ela ficou quente como se estivesse com febre. Gemma ficou enjoada e suando muito. A sorte que Tom Metclafe, o senhorio do prdio, estava por perto e nos levou rapidamente ao Hospital Santa Maria. Eu fiquei to apavorada que prometeria qualquer coisa naquele momento.

Giles abanou a cabea.

Pelo que est me contando at d para entender por que concordou com Gemma. E, agora, com minha inestimvel ajuda, Paul se envolveu mais ainda na trama das irms Markham do que nunca, principalmente por no ter idia de que Eliza que ele est desejando neste momento, e no Gemma.

O comentrio a atingiu como um insulto. O desprezo que via nos olhos dele abria feridas que pensava estarem cicatrizadas havia muito.

Imagino que este seja o vestido de Gemma?

Claro! Eliza corou. Mal posso respirar dentro dele. Alm disso, nunca usei cor-de-rosa.

Paul deve saber que voc mais cheinha que sua irm...

Eliza fuzilou-o com o olhar.

Se ele sabe, no foi me apalpando que descobriu.

Mas est mais do que evidente a todos no salo. Me diga: o que vai acontecer meia-noite, Cinderela? O vestido provocante no ir se transformar em farrapos, mas Paul Wright na certa vai preferir dispens-lo, juntamente com qualquer outra coisa que voc possa estar usando.

No seja desagradvel respondeu ela rispidamente. Na verdade, era o que mais temia em relao a Paul.

Vai conseguir ir em frente com isso? continuou Giles, implacvel. Est disposta a se entregar a Paul Wright apenas para manter o interesse dele por Gemma?

Eliza andou de um lado para o outro, torcendo as mos. Teria de pedir ajuda a Giles.

A menos, claro Giles concluiu cruelmente , que voc esteja satisfeita com a idia. Paul jovem, bem-sucedido, saudvel... Uma combinao excitante! Talvez voc tenha fantasiado o encontro...

Eliza virou-se para ele como uma tigresa enfurecida.

Como ousa dizer uma coisa dessas?

Eu ouso Giles enfrentou-a, avanando em sua direo em considerao a sua famlia, porque seu irmo um velho amigo. Rob no est aqui, por isso cabe a mim agir em seu lugar.

Ele se calou, analisando a reao dela. Depois continuou em tom mais ameno:

Antes de lhe oferecer ajuda, quero saber se voc realmente deseja se afastar de Paul?

Eliza fincou as unhas nas palmas das mos.

Claro que sim exclamou, mas sua voz traiu emoo. Em seguida, recobrando a confiana, afirmou: Por dois motivos. Primeiro, nunca invadi o terreno de nenhuma outra mulher, muito menos de Gemma, e segundo porque no do meu feitio dividir a cama com algum que acabei de conhecer. Mesmo sendo Paul Wright, com todos os seus atributos.

Bem, ento me pea ajuda Giles disse suavemente.

Eliza passou a ponta da lngua sobre os lbios secos, enquanto tentava encontrar as indesejveis palavras.

Voc me ajuda, Giles, por favor?

"Se" eu ajudar ele disse aproximando-se , espero uma recompensa.

Eliza ficou tensa quando ele a segurou pelos ombros. As prolas reluziam sobre a respirao rpida de seu peito. Fechou os olhos com fora, na tentativa de esconder a reao de seu corpo quele contato. Suspirou quando Giles tocou seus lbios, num beijo to longo, que seus joelhos tremiam quando ele a afastou.

Acho que eu merecia este comeo. Ele deu um passo atrs, observando a expresso do rosto dela com sarcstico prazer. Muito bem, ento. Vejamos: sem dvida, voc deve passar a noite aqui.

Ela resp