rup para concursos

Download RUP para Concursos

Post on 06-Aug-2015

183 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Blog do Bruno Marota - Todas as 8 Partes

TRANSCRIPT

RUP para ConcursosO RUP um produto da IBM em formato de um framework de processos adaptvel. No devemos pegar este framework e aplicar tudo o que est escrito. necessrio entend-lo e configurar a estrutura do RUP para adapt-lo realidade da sua organizao. RUP um modelo prescritivo (diz como as coisas devem ser feitas) que fornece atividades, artefatos e guias que geralmente recomendam a utilizao de outros produtos da IBM e da linguagem de modelagem UML. Em provas o RUP tratado como processo de desenvolvimento ou metodologia.

Caractersticas do RUP Iterativo e Incremenntal O ciclo de vida do produto divido em iteraes, que so passagens sequenciais pelas disciplinas de engenharia de software. O problema total a ser resolvido dividido em partes menores e a cada incremento uma parte acabada do software entregue.

Guiado por Casos de Uso Os casos de uso so utilizados por todas as partes interessadas, inclusive os stakeholders. o documento que conecta todas as fases e disciplinas do RUP de uma forma ou de outra.

Centrado na Arquitetura a macroestrutura que organiza os principais elementos do seu sistema, como classes, interfaces e componentes. A arquitetura evolui de acordo com as principais necessidades dos sistema. Essas necessidades esto maepadas nos casos de uso.

Orientado a Objetos Os componentes so baseados em objetos e colaboram entre si para implementar (realizar) os casos de uso.

Planejado por Riscos Os riscos so analisados a todo tempo e aqueles que MAIS CRTICOS so tratados prioritariamente. Os casos de uso arquiteturalmente significativos (os mais difceis, nebulsos, crticos, arriscados, etc) so os primeiros a serem implementados.

Grfico das Baleias O RUP compostos por 4 fases e 9 disciplinas.

No grfico voc percebe dois eixos. O eixo horizontal, a primeira dimenso ou a dimenso dinmica representa o passar do tempo ao longo do projeto. Mostra os aspectos do ciclo de vida do processo a medida que o projeto se desenvolve.

Possui as 4 fases (Iniciao, Elaborao, Construo e Transio). Cada fase possui vrias iteraes e d nfase em determinadas disciplinas, cada disciplina possui mais importncia em determinada fase e menor importncia em outra fase. A iterao de uma fase passa por todas as disciplinas.

Ao final de cada fase existe um marco ou milestone. um ponto do projeto e um determinado conjunto de artefatos que foi alcanado e estabilizado. Cada fase possui o seu marco. Determina o fim da fase.

O eixo vertical, segunda dimenso ou eixo esttico, onde so representadas as disciplinas (agrupamento das atividades de engenharia de software, por rea de interesse ou natureza das atividades). esttico porque as atividades a serem executadas so sempre as mesmas, no variam de acordo com o tempo. Um determinada disciplina possui as mesmas atividades em todas as fases. Assim, o eixo esttico no considera a passagem do tempo. O que varia a nfase em uma disciplina ou em outra de acordo com o tempo.

As disciplinas possuem atividades, papis, artefatos e produtos de trabalho. So 9 disciplinas no total. 6 de engenharia (Modelagem de Negcios, Requisitos, Anlise e Design, Implementao, Teste e Implantao) e 3 de suporte (Gerenciamento de Configurao e Mudana, Gerenciamento de Projeto e Ambiente)

No grfico, quanto maior a rea que uma disciplina ocupa em determinada fase, maior a nfase naquela disciplina durante a fase. Todas as disciplinas so consideradas em todas as fases, mas algumas possuem maior atividade e outras possuem menor ou nenhuma atividade em determinado momento.

O RUP tem duas dimenses.

A primeira dimenso, eixo horizontal, representa o aspecto dinmico do processo. Expresso em fases, marcos e iteraes.

A segunda dimenso, eixo vertical, representa o aspecto esttico do processo.

Expresso em componentes, disciplinas, atividades, artefatos, papis e etc.

RUP para Concursos - Parte 2 - Metodologia e Conceitos Chave

Metodologia composta por um Processo de Desenvolvimento que configurado especificamente para a sua organizao. composta por um conjunto de mtodos e prticas bem definidos e que possuem responsveis (papis), entradas, sadas e ordem de precedncia. Inclui ferramentas, tecnologias, pessoas, padres e guias.

Ao instnciar um processo de desenvolvimento baseado no RUP, o que se est procurando definir quem faz (papis), o que feito (produtos de trabalho) , como feito (descries das tarefas) e quando feito (fluxos de trabalho). Nas disciplinas existem papis que executam determinada tarefa ou atividade que resulta em um produto de trabalho ou artefato. Um exemplo seria a disciplina de Requisitos possui o papel Analista de Sistemas que deve executar a tarefa Estruturar Modelo de Caso de Uso e o produto de trabalho gerado ser o Modelo de Caso de Uso.

Voc ter uma metodologia baseada no RUP e no a metodologia RUP em s. A organizao deve pegar o RUP e adapt-lo de acordo com as necessidades e assim, criar o seu prprio processo de desenvolvimento de software.

A metodologia conta com alguns componentes: Modelos, padres, guias, equipes treinadas, linguagem padro (UML) e ferramentas de automao.

Benefcios da Metodologia embasada no RUP:

Qualidade de Software atravs da utilizao das melhores prticas de mercado, que j foram testadas e comprovadas.

Maior produtividade e Previsibilidade porque as equipes seguem um processo definido, o que evita conflitos dentro do projeto. As pessoas j sabem quem faz qual atividade e quando fazer.

As caractersticas acima, o controle de riscos e a disciplina de gerncia de projetos do RUP levam a um Maior controle sobre custos e prazos.

Conceitos Chave do RUP

As 4 Fases do RUP So as etapas dos projeto de desenvolvimento com base no RUP. (1 eixo, Eixo Dinmico do Grfico das Baleias). Cada fase termina com um marco.

Concepo / Iniciao Determinar o escopo do projeto para que seja possvel estimar custos e riscos do projeto. gerado um macro-planejamento. Estima-se o tamanho do projeto, os custos e os riscos. So definidos os objetivos que a organizao pretende alcanar com o projeto. Todas as partes interessadas devem entender os objetivos a serem alcanados.

Elaborao Assegura que os principais riscos foram diminudos e uma arquitetura estvel foi definida. Dentre os casos de uso, que foram definidos na fase anteior, aqueles mais arriscados, importantes e complexos so identificados e implementados para garantir que a arquitetura est adequada. Isso j reduz o risco do projeto. O marco a aquitetura do projeto estabilizada.

Construo Desenvolver o produto de forma iterativa e incremental para a Transio. 20% dos casos de uso foram detalhados e implementados at a fase de Elaborao. Aqui os outros casos de uso so implementados. Nessa fases as equipes trabalham muito em paralelo e com velocidade. O marco da fase o build estabilizado do sistema ou a capacidade operacional inicial. O produto deve ser capaz de ser operado.

Transio Disponibilizar o software para o usurio final. Assegurar que o sistema esteja disponvel e funcionando corretamente. Inclui documentao do sistema, guias do usurio e etc. O marco o lanamento do produto.

As fases no so idnticas em termos de esforo e tempo gasto. Abaixo esto alguns nmeros mgicos da metodologia.

Iniciao Esforo

Elaborao Construo Transio

~5 % 20 % 65 % 10% 10 % 30 % 50 % 10%

Programao (Cronograma)

possvel ver que a fase Construo a que consome maior tempo (50%) e maior esforo (65%).

Uma passada pelas quatro fases chamada de Ciclo de Desenvolvimento e gera uma primeira verso do seu software, o que seria a verso 1.0. Uma prxima verso, de evoluo do software, seria a verso 2.0. Essa segunda parte considerada um novo ciclo e conhecida como Ciclo de Evoluo.

Durante o Ciclo de Evoluo a nfase nas fases no a mesma do Ciclo de Desenvolvimento. Na maioria dos casos, os riscos j so conhecidos e arquitetura j est estabilizada, ento, a fase de elaborao, por exemplo, ser menor.

Iteraes "Uma sequncia distinta de atividades que resulta em um release do seu produto". Uma iterao uma passada pelas 6 disciplinas de ENGENHARIA do seu projeto. As iteraes podem ser consideradas como mini-projetos em cascata.

As 6 disciplinas de engenharia so: Modelagem de Negcios, Requisitos, Anlise e Design, Implementao, Teste e Implantao.

A cada iterao as atividades de cada disciplina so executadas e no final gerado um produto de trabalho (release), que um incremento no sistema. Pode ser um release interno (para a equipe ou usurios especficos) ou um release externo (para os clientes). Para que o release seja liberado, perciso estar estabilizado de alguma forma. Para isso criada uma baseline. A baseline o estado estvel e aprovado que libera o release.

Cada fase possui vrias iteraes. O que muda de uma fase/iterao para outra a enfase que dada nas disciplinas. Durante a passagem por uma disciplina pode no haver necessidade de executar nenhuma atividade de uma disciplina especfica. Isso acontence principalmente no incio e no fim do projeto.

Disciplinas Conjunto de atividades (fluxo de trabalho) relacionadas a uma rea de interesse do projeto para gerao de resultados. As disciplinas do RUP lembram as fases do modelo em cascata, porque so as atividades tcnicas que so executadas durante o projeto. Detalham como executar as atividades, quem executa e quais produtos de trabalho so gerados aps a execuo das atividades.

Algumas disciplinas esto associadas a conjuntos especficos de modelos e os modelos so conjuntos de artefados. Cada disciplina possui seu prprio fluxo de trabalho, que um diagrama de atividades da linguagem UML.

Disciplinas de Engenharia Modelagem de Negcios Requisitos Anlise e Projeto Implementao Testes Implantao

Disciplinas de Suporte Gerenciamento