Ronald Sharp Jr. Nome Empresarial Ronald Sharp Jr

Download Ronald Sharp Jr. Nome Empresarial Ronald Sharp Jr

Post on 17-Apr-2015

105 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

<ul><li> Slide 1 </li> <li> Ronald Sharp Jr. Nome Empresarial Ronald Sharp Jr. </li> <li> Slide 2 </li> <li> Nome Empresarial Assim como a pessoa natural tem nome um civil, que o sinal revelador da personalidade, constituindo um dos fatores de individualizao da personalidade da pessoa natural, ao lado do domiclio e do estado, o empresrio e a sociedade empresria possui um nome com o qual se apresentam perante terceiros e se identificam, assinando os atos relativos s obrigaes e direitos. </li> <li> Slide 3 </li> <li> Ronald Sharp Jr. Nome Empresarial Esse sinal distintivo e revelador, que serve para identificar o sujeito de direito, o titular da empresa, vem a ser o nome empresarial, correspondendo ao que se conhecia como nome comercial. Repare-se que a Constituio da Repblica alude a nomes de empresas (CR/88, art. 5, inc. XXIX). </li> <li> Slide 4 </li> <li> Ronald Sharp Jr. Nome Empresarial O Livro II da Parte Especial do Cd. Civil (Direito de Empresa) contm quatro Ttulos. O Ttulo IV trata dos Institutos complementares, disciplinando o registro, o nome empresarial, os prepostos e a escriturao. </li> <li> Slide 5 </li> <li> Ronald Sharp Jr. Nome Empresarial Instruo Normativa n 104/2007 do DNRC Art. 1 Nome empresarial aquele sob o qual o empresrio e a sociedade empresria exercem suas atividades e se obrigam nos atos a elas pertinentes. </li> <li> Slide 6 </li> <li> Ronald Sharp Jr. Nome Empresarial Pargrafo nico do art. 1.155 do Cdigo Civil: Equipara-se ao nome empresarial, para os efeitos da proteo da lei, a denominao das sociedades simples, associaes e fundaes. </li> <li> Slide 7 </li> <li> Ronald Sharp Jr. Nome Empresarial Na doutrina de Joo Eunpio Borges: Se, observa Rocco, a necessidade de individualizar a pessoa j vivamente sentida na vida civil, como atestam as numerosas cautelas com que a lei rodeia e disciplina o nome civil, na vida comercial a necessidade e a exigncia de individualizar a pessoa do comerciante, distinguindo-a da de seus concorrentes, ainda maior e mais importante.[1][1] [1] Curso de Direito Comercial Terrestre, p. 160 </li> <li> Slide 8 </li> <li> Ronald Sharp Jr. Nome Empresarial Voto do Relator, Min. Direito, no Resp 65.002, julg. unn: Por outro lado, necessrio atentar para o fato de ser o nome uma identidade da empresa, que no pode ser desconstitudo indiretamente pela afirmao de ser inaproprivel. Se o nome est com o devido registro, neste caso, no Registro Civil das Pessoas Jurdicas, considerando ser a autora sociedade civil, prestadora de servios, matria, de resto, que no est sob o crivo deste especial, e se est identificando a sociedade nas suas relaes com a clientela, no possvel afast-lo. Veja-se que a Conveno da Unio de Paris teve a cautela de comandar a proteo independente de registro, dada a natureza especial da identidade da empresa. </li> <li> Slide 9 </li> <li> Ronald Sharp Jr. Nome Empresarial O nome empresarial serve tutela do (a): a) Clientela, coibindo-se a concorrncia desleal, derivada de possveis confuses provocadas aos consumidores em razo da identidade ou semelhana das expresses nucleares que compe os nomes iguais ou semelhantes.* b) Crdito, tendo por finalidade proteger a higidez do crdito do empresrio na praa na qual atua, que poderia ser prejudicada com a publicidade de protestos e requerimentos de falncia em face de empresrio com nome igual ou semelhante.* * Srgio Campinho, Direito de Empresa, 9 ed., p. 353 </li> <li> Slide 10 </li> <li> Ronald Sharp Jr. Nome Empresarial O nome empresarial possui natureza de direito da personalidade. A Constituio Federal assegura a proteo do nome empresarial em seu art. 5, XXIX. Ademais, o Cdigo Civil de 2002, no captulo que trata dos direitos da personalidade, confere a todas as pessoas o direito ao nome (art. 16), e impede o uso do nome de outrem em publicaes ou representaes que o exponham ao desprezo pblico, mesmo sem inteno difamatria (art. 17), bem como o uso no autorizado de nome de outrem em propaganda comercial (art. 18). E a aplicao desses artigos do Cdigo s pessoas jurdicas garantida pelo art. 52, que estende a estas a proteo dos direitos da personalidade. (Modesto Carvalhosa, Comentrios ao Cdigo Civil, Saraiva, 2003, p. 704) </li> <li> Slide 11 </li> <li> Ronald Sharp Jr. Nome Empresarial O nome empresarial possui natureza de direito da personalidade:.... a orientao do Cdigo Civil de 2002 no sentido de reconhecer no nome apenas e to-somente um direito personalssimo, insuscetvel de alienao, conforme dispe o art. 1.164. (destaque do original) (Modesto Carvalhosa, Comentrios ao Cdigo Civil, Saraiva, 2003, p. 705) Concurso para Advogado da Unio, organizado pela CESPE, prova aplicada em 1.02.09: Segundo a doutrina majoritria nacional, o direito ao nome empresarial um direito personalssimo. </li> <li> Slide 12 </li> <li> Ronald Sharp Jr. Nome Empresarial O nome , portanto, a expresso distintiva e reveladora da pessoa, indicadora do sujeito que exerce a atividade empresria. No se confunde o nome empresarial com marca nem com ttulo de estabelecimento. </li> <li> Slide 13 </li> <li> Ronald Sharp Jr. Nome Empresarial O nome serve para individualizar a pessoa do empresrio, o prprio sujeito de direito. A sua proteo obtida pelo registro da prpria sociedade ou da declarao em empresrio individual na Junta Comercial. Tanto o Cdigo Civil (art. 1.166) quanto a Lei do Registro das Empresas (Lei n 8.974/94, art. 33) estabelecem que a proteo ao uso exclusivo do nome decorrem automaticamente da inscrio do empresrio individual ou dos atos constitutivos (contrato social, estatuto) das sociedades e de suas eventuais modificaes no registro da Junta Comercial. </li> <li> Slide 14 </li> <li> Ronald Sharp Jr. Nome Empresarial Por outro lado, a marca serve para distinguir e assinalar produtos, servios, a certificao de especificaes tcnicas ou para identificar produtos ou servios provindos de membros de uma mesma entidade. O nome empresarial protegido independentemente do ramo de atividade econmica, porque se refere ao empresrio ou sociedade empresria como um todo, se relacionado diretamente ao sujeito de direito, e no propriamente sua atividade ou objeto oferecido ao mercado. </li> <li> Slide 15 </li> <li> Ronald Sharp Jr. Nome Empresarial A marca, a sua vez, tem a sua proteo restrita classe dos produtos ou servios para a qual foi concedida (princpio da especialidade) pelo IPI, constituindo exceo a marca de alto renome. Em suma, marca e nome empresarial se distinguem quanto ao: a) objeto semntico: nome empresarial identifica o sujeito de direito, enquanto a marca assinala produtos, servios, certificao de especificaes tcnicas e produtos ou servios provindos de membros de uma mesma entidade; b) rgo de registro: Junta Comercial para o nome empresarial e INPI para marca; </li> <li> Slide 16 </li> <li> Ronald Sharp Jr. Nome Empresarial Em suma, marca e nome empresarial se distinguem quanto ao: c) mbito material: o nome protegido independentemente do ramo da atividade econmica, pois serve tutela do crdito, alm da proteo da clientela, ao passo que a marca sujeita-se ao princpio da especialidade, salvo marcas de alto renome, limitando-se a proteo classe de produtos ou servios em que se acha registrada; d) mbito territorial:o nome tem proteo administrativa restrito ao estado a que pertena a Junta Comercial. A marca protegida em todo territrio nacional; </li> <li> Slide 17 </li> <li> Ronald Sharp Jr. Nome Empresarial Em suma, marca e nome empresarial se distinguem quanto ao: e) mbito temporal: o direito utilizao do nome empresarial indeterminado e perdura enquanto subsistir o exerccio da atividade para o qual foi adotado. J a marca possui prazo de vigncia de 10 anos, embora suscetvel de prorrogao por igual perodo. </li> <li> Slide 18 </li> <li> Ronald Sharp Jr. Nome Empresarial Na ocorrncia de conflito entre marca e nome empresarial, por identidade ou semelhanas grficas ou fonticas, entre exercentes do mesmo ramo de atividade, de modo a causar confuso na clientela, a jurisprudncia vem decidindo pela prevalncia do que houver sido registrado anteriormente (Resp 32.263-SP). Se a autuao se der em diferentes ramos de atividade, o critrio de soluo ser o da especificidade ou especialidade, caso em que ambos convivero de forma harmnica. Vale ento dizer que os critrios utilizados so (Resp 658.702-RJ): especificidade (se os ramos forem distintos afasta-se a problemtica) e anterioridade (se iguais forem os ramos, prevalecer quem obteve precedentemente a proteo). </li> <li> Slide 19 </li> <li> Ronald Sharp Jr. Nome Empresarial O DNRC editou a Instruo Normativa n 104, de 2007, que fornece critrios para a anlise da identidade ou semelhana entre nomes empresariais, que gera a proibio do registro. Nesse sentido, transcreve-se o disposto em seu art. 8: Art. 8. Ficam estabelecidos os seguintes critrios para a anlise de identidade e semelhana dos nomes empresariais, pelos rgos integrantes do Sistema Nacional de Registro de Empresas Mercantis - Sinrem: I - entre firmas, consideram-se os nomes por inteiro, havendo identidade se homgrafos e semelhana se homfonos; </li> <li> Slide 20 </li> <li> Ronald Sharp Jr. Nome Empresarial Instruo Normativa n 104, de 2007 Art. 8 (...) II - entre denominaes: a) consideram-se os nomes por inteiro, quando compostos por expresses comuns, de fantasia, de uso generalizado ou vulgar, ocorrendo identidade se homgrafos e semelhana se homfonos; b) quando contiverem expresses de fantasia incomuns, sero elas analisadas isoladamente, ocorrendo identidade se homgrafas e semelhana se homfonas. </li> <li> Slide 21 </li> <li> Ronald Sharp Jr. Nome Empresarial Instruo Normativa n 104, de 2007 Art. 9. No so exclusivas, para fins de proteo, palavras ou expresses que denotem: a) denominaes genricas de atividades; b) gnero, espcie, natureza, lugar ou procedncia; c) termos tcnicos, cientficos, literrios e artsticos do vernculo nacional ou estrangeiro, assim como quaisquer outros de uso comum ou vulgar; d) nomes civis. Pargrafo nico. No so suscetveis de exclusividade letras ou conjunto de letras, desde que no configurem siglas. </li> <li> Slide 22 </li> <li> Ronald Sharp Jr. Nome Empresarial Noticirio do STJ na internet 17.09.09 O registro de termo que remete a determinada localizao geogrfica como nome empresarial no garante exclusividade de uso. Esse foi o entendimento adotado pela Terceira Turma do Superior Tribunal de Justia (STJ) no julgamento de um recurso especial do restaurante Arbia, que questionava o nome Areibian de um concorrente. (Resp 989105, unn.) </li> <li> Slide 23 </li> <li> Ronald Sharp Jr. Nome Empresarial O ttulo de estabelecimento que pode conter a insgnia, constituda de uma representao grfica ou um desenho, emblema ou qualquer outro sinal distintivo - apenas identifica o local onde exercida a atividade empresarial. , na verdade, o letreiro, tabuleta, cartaz utilizado para identificar o estabelecimento. O ttulo no tem registro em rgo algum. A sua proteo no registraria. Decorre de forma indireta da prpria utilizao em si e da idia exteriorizada anteriormente, porque a Lei da Propriedade Industrial estabelece como crime de concorrncia desleal o uso de ttulo de estabelecimento de outrem, na medida em que confunde e desvia a clientela (art. 195, inc.V). </li> <li> Slide 24 </li> <li> Ronald Sharp Jr. Nome Empresarial O nome empresarial possui duas espcies: a) firma individual ou social (esta equivalendo a razo social), de um lado, que leva obrigatoriamente o nome do scio ou titular, por inteiro ou abreviado e, de outro, b) denominao social, por emprego de uma expresso de fantasia ou inventada. Quando no constar o nome de todos os scios na firma social, aparecer a expresso &amp; CIA (e companhia), na forma do artigo 1.157 do Cdigo Civil. Tal expresso s pode vir no final, pois se estiver na frente indica a denominao de sociedade annima (art. art. 1.160 do Cdigo Civil e art. 3 da n 6.404/76). </li> <li> Slide 25 </li> <li> Ronald Sharp Jr. Nome Empresarial A denominao e a firma tm funes comuns e diferentes. Ambas identificam a sociedade empresria ou o empresrio individual. H uma segunda funo, na qual se diferenciam, que a de assinatura e que est presente na firma ou razo (art. 968, inc. II, do Cdigo Civil), sendo inaplicvel denominao. Embora na prtica isso no seja observado, nos papis, documentos e contratos ter que ser assinada a firma ou razo social, e no o nome civil da pessoa que intervm no ato. Ao assinar o seu nome civil, estar contrariando o Decreto n 916 de 24/01/1890, que ainda possui eficcia e no foi revogado pelo Cdigo Civil de 2002. </li> <li> Slide 26 </li> <li> Ronald Sharp Jr. Nome Empresarial Numa sntese compreensiva dos critrios legais para adoo de firma ou razo e denominao social, ressalte-se que se baseiam fundamentalmente na lei e na vontade dos scios em optar por uma ou outra espcie de nome empresarial. </li> <li> Slide 27 </li> <li> Ronald Sharp Jr. Nome Empresarial Princpios do nome empresarial: a) Novidade (art. 1.163 do Cdigo Civil e art. 34 da Lei n 8.934/94). b) Veracidade (artigos 1.165 do Cdigo Civil e 34 da Lei n 8.934/94. O art. 62 do Decreto n 1.800/96 confere concreo a esses dispositivos).[1] [1] [1] Art. 62. O nome empresarial atender aos princpios da veracidade e da novidade e identificar, quando assim o exigir a lei, o tipo jurdico da sociedade. [1] 1. Havendo indicao de atividades econmicas no nome empresarial, essas devero estar contidas no objeto da firma mercantil individual ou sociedade mercantil. </li> <li> Slide 28 </li> <li> Ronald Sharp Jr. Nome Empresarial Dispe o art. 1.164. que o nome empresarial no pode ser objeto de alienao. Entretanto, estabelece pargrafo nico que o adquirente de estabelecimento, por ato entre vivos, pode, se o contrato o permitir, usar o nome do alienante, precedido do seu prprio, com a qualificao de sucessor. </li> <li> Slide 29 </li> <li> Ronald Sharp Jr. Nome Empresarial Segundo Srgio Campinho,* a transferncia do nome empresarial sujeita-se s seguintes condies: a) cesso do estabelecimento por ato entre vivos; b) permisso de utilizao expressa no instrumento contratual; c) Emprego do nome do cedente, precedido do nome do adquirente, com a qualificao de sucessor. * O Direito de Empresa, Renovar, 2007, p. 352 </li> <li> Slide 30 </li> <li> Ronald Sharp Jr. Nome Empresarial Para Modesto Carvalhosa, Estando o nome ligado personalidade jurdica da empresa, probe-se que seja dela destacado e alienado, para que no venha a designar outra empresa, sob pena de se gerar grande confuso no pblico em geral e naqueles que contratam com a sociedade. Porm, o Cdigo Civil de 2002 prev uma exceo na qual no se pode dizer que haja uma transferncia do nome empresarial, mas to-somente a cesso do direito de us-lo em adio ao nome do adquirente, para sua melhor identificao. Essa exceo ocorre quando h a cesso do estabelecimento comercial. (Comentrios ao Cdigo Civil, Saraiva, 2003, p. 731-732) </li> <li> Slide 31 </li> <li> Ronald Sharp Jr. Nome Empresarial A proteo ao nome empresarial decorre automaticamente do arquivamento...</li></ul>