Robótica e Automação em PMEs

Download Robótica e Automação em PMEs

Post on 09-Jan-2017

212 views

Category:

Documents

0 download

TRANSCRIPT

  • Robtica e Automao em PMEsVantagens e dificuldades operacionais

    J. Norberto PiresDepartamento de Engenharia Mecnica

    Universidade de CoimbraEmail: norberto@robotics.dem.uc.ptWeb: http://robotics.dem.uc.pt/norberto

  • ndiceTESE

    Robtica Industrial PMEs mais eficientes.

    DADOS

    Solues actuais: exemplos em Portugal.

    Limitaes.

    SOLUES E DESAFIOS

    Desafios actuais de I&D.

    Iniciativas em curso: SmeRobot @ FP6

    Concluso

    PDF Esta palestra, em verso mais extensa, pode ser obtida em formato PDF no site Web http://robotics.dem.uc.pt/norberto/ou pedida por email para norberto@robotics.dem.uc.pt

  • PME: definies e nmeros

    2 MEuros2 MEurosAt 10Micro

    10 MEuros10 MEurosAt 50Pequena

    43 MEuros50 MEurosAt 250Mdia

    BalanoTotal Anual

    Volume de Negcios

    EfectivosCategoria Em Portugal, existem 214 000 PME, empregando 1,72 Milhes de pessoas com um volume de negcios de 120,8 mil milhes de Euros, dados de 1998 do INE.

    Representam 99,5% do tecido empresarialGeram 74,7% do empregoRealizam 58,9% do volume de negcios nacional

    93% das empresas europeias tm menos de 10 trabalhadores6% tm at 50 trabalhadores0,8% tm at 250 trabalhadores0,2% tm mais de 250 trabalhadores As PME so os verdadeiros gigantes da economia europeia.

    Fonte: Observatory of European SMEs 2002

  • PME na europa As PME Europeias so um factor importante para a competitividade, qualidade de

    vida e emprego na Europa.

    Enfrentam um mercado globalizado que ultrapassa largamente as fronteiras da Europa.

    Apesar de alguma automatizao e sofisticao, continuam largamente dependentes do trabalho humano pouco qualificado (essencialmente dependente de esforo fsico).

    Na Europa, a organizao social e a proteco do trabalho (aspectos civilizacionais de que temos orgulho) conduz a mo de obra cara e fortemente envelhecida (38% agora e 50% em 2010). Para alm disso a mo de obra feminina est em crescimento, representando 52% da fora de trabalho (60% em 2010).

    As PME baseadas em mtodos tradicionais de produo no so rentveis num nmero crescente de actividades, e as respectivas condies de trabalho adaptam-se cada vez menos ao tipo de fora de trabalho disponvel e no atraem os mais novos.

    Consequentemente, a Estratgia de Lisboa da Comunidade Europeia define que a Europa deve apostar numa indstria de sucesso e lder em termos mundiais, de suporte de uma sociedade sustentvel num mundo cada vez mais interligado.

  • PME: mercado Competio muito intensa, o que implica produes em pequena-mdia escala e por

    encomenda.

    Produtos muito densos, incluindo partes electrnicas e com software.

    Os consumidores, cada vez mais exigentes, requerem produtos personalizados e amigos do ambiente, a preos tpicos de produes em larga escala: maior qualidade a mais baixo preo.

    Indstrias com produes de elevado volume (por exemplo, a indstria electrnica de grande consumo e a indstria automvel) mantiveram-se competitivas (mantendo empregos de alta qualidade) por terem, entre outras razes, adoptado a automao flexvel (por exemplo, a robtica). Nas PME a situao completamente diferente.

    Forte presso de pases de mais baixos salrios.

  • PME: opes

    Apostar na Automao Flexvel actual:

    - Nem sempre possvel.

    - Tem custos elevados.

    - Pode conduzir a perda de flexibilidade.

    Apostar na Automao de baixo custo e em tirar partido de outros locais de mais baixos salrios:

    - No sustentvel a longo prazo.

    - Implica deslocao de empregos e fontes de riqueza para outros locais: mau para o projecto Europeu.

    Automation trap

  • Resumo: situao actual

    ManualManufacturing

    100 1.000 10.000 100.000 1.000.000

    Unit Costs

    Robot-automation

    Robot AutomationManual Workplace

    Break-even

    Increm

    ental

    RTD

    Automatedtransfer line

    Units/Year

  • Exemplos em Portugal @SSGP- Programao

    - Interface Homem-Mquina

    - Ajuste on-line

    - Monitorizao on-line

    - Integrao

    - Produo Multi-modelo: introduo frequente de novos modelos

    Rebarbagem de vidros

  • Exemplos em Portugal @SSGPPaletizao de vidros

    - Programao

    - Interface Homem-Mquina

    - Ajuste on-line

    - Monitorizao on-line

    - Integrao

    - Produo Multi-modelo

  • Exemplos em Portugal @SSGPPaletizao de vidros

  • Exemplos em Portugal @Roca(des) Paletizao de peas cermicas

    Esteiras de inspeco

    Rob ABB IRB6400

    Palete

    Palete

    Palete

    Palete

    Eixo Linear

    PC

  • Exemplos em Portugal @Roca(des) Paletizao de peas cermicas

  • Exemplos em Portugal @Roca(des) Paletizao de peas cermicas

  • Desafios actuais de I&D: SmeRobot@FP6

    Automao acessvel: baixo custo.

    Automao flexvel.

    Automao gil.

    Colaborao homem-mquina: o rob como um colega de trabalho.

    O rob que partilha o espao de trabalho com o homem, transformando o trabalho mais atractivo para o homem.

    Novos modelos de negcio atravs de novos servios e partenariado.

    Automao fcil de instalar, Plug&Play e modular.

    Fcil programao, usando linguagem simples e quase humana.

    Consequentemente, um novo paradigma para a automao industrial: baseado em tecnologia acessvel que flexvel o suficiente para PME, capaz de trabalhar com operadores dotados em ambientes hbridos, e que aumente a gama de opes estratgicas competitivas disposio das PME.

  • Desafios actuais de I&D: SmeRobot@FP6

    100 1.000 10.000 100.000 1.000.000

    Unit Costs

    Unit costreduction Manual

    Manufacturing

    Robot-automation

    SMErobot automation

    Automatedtransfer line

    Break-through Units/Year

    Flexibilityincrease

  • Concluso Procurou-se demonstrar:

    Que a Automao Flexvel, a Robtica Produtiva, fundamental para o futuro das PME Europeias. E da prpria Europa como projecto colectivo.

    Que necessrio um novo paradigma para a Automao Industrial, que permita o acesso por parte das PME, ainda muito dependentes de trabalho humano intensivo, vasta gama de opes possveis, de forma que a Automao seja uma verdadeira opo estratgica.

    Que essas transformaes implicam a introduo de inovaes e desenvolvimentos nos actuais equipamentos usados na Automao Industrial. Essas inovaes significam intenso trabalho de I&D, em colaborao, entre empresas fornecedores de tecnologia, instituies de cincia e tecnologia, e clientes finais.

    Que existe um projecto europeu em curso que tem esses objectivos, e rene um representativo consrcio europeu.

  • J. Norberto PiresDepartamento de Engenharia Mecnica

    Universidade de CoimbraEmail: norberto@robotics.dem.uc.ptWeb: http://robotics.dem.uc.pt/norberto

    Fim

    /ColorImageDict > /JPEG2000ColorACSImageDict > /JPEG2000ColorImageDict > /AntiAliasGrayImages false /DownsampleGrayImages true /GrayImageDownsampleType /Bicubic /GrayImageResolution 300 /GrayImageDepth -1 /GrayImageDownsampleThreshold 1.50000 /EncodeGrayImages true /GrayImageFilter /DCTEncode /AutoFilterGrayImages true /GrayImageAutoFilterStrategy /JPEG /GrayACSImageDict > /GrayImageDict > /JPEG2000GrayACSImageDict > /JPEG2000GrayImageDict > /AntiAliasMonoImages false /DownsampleMonoImages true /MonoImageDownsampleType /Bicubic /MonoImageResolution 1200 /MonoImageDepth -1 /MonoImageDownsampleThreshold 1.50000 /EncodeMonoImages true /MonoImageFilter /CCITTFaxEncode /MonoImageDict > /AllowPSXObjects false /PDFX1aCheck false /PDFX3Check false /PDFXCompliantPDFOnly false /PDFXNoTrimBoxError true /PDFXTrimBoxToMediaBoxOffset [ 0.00000 0.00000 0.00000 0.00000 ] /PDFXSetBleedBoxToMediaBox true /PDFXBleedBoxToTrimBoxOffset [ 0.00000 0.00000 0.00000 0.00000 ] /PDFXOutputIntentProfile () /PDFXOutputCondition () /PDFXRegistryName (http://www.color.org) /PDFXTrapped /Unknown

    /Description >>> setdistillerparams> setpagedevice

Recommended

View more >