revista weekend - edi§£o 140

Download Revista Weekend - Edi§£o 140

Post on 13-Mar-2016

237 views

Category:

Documents

5 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Avós, com muito orgulho: Como elas aproveitam o tempo livre para curtir e cuidar dos netos e bisnetos Esporte: Saiba mais sobre o Gymstick Finanças: Dicas para cuidar bem do seu dinheiro Lazer: Corrida de kart é uma boa opção para se divertir Comportamento: Será que alguém ainda escreve no diário?

TRANSCRIPT

  • Guarulhos 27/7/2012 ano 3 n. 140 www.revistaweekend.com.br

    EsporteSaiba mais sobre

    o Gymstick

    FinanasDicas para cuidar bem

    do seu dinheiro

    LazerCorrida de kart uma boa

    opo para se divertir

    ComportamentoSer que algum ainda

    escreve no dirio?

    Como elas aproveitam o tempo livre para curtir e cuidar dos netos e bisnetos

    Avs, com muito orgulho

    Foto

    : Raf

    ael A

    lmei

    da

    r e v i s t a

  • 2BREVE LANAMENTO VILA GALVO

    GuarulhosConquista

    Encontreo seu tempo.

    PER

    SP

    ECTI

    VA IL

    USTR

    AD

    A D

    A P

    ISC

    INA

    3 ou2Dorms.Terrao Grilllazer mais completo da regio.

    Localizao privilegiada, convenincia e fcil acesso para valorizar o bem mais importante: o seu tempo.

    O projeto encontra-se em aprovao na Prefeitura da Cidade de GUARULHOS e est sujeito a alteraes. O empreendimento ser comercializado aps a expedio do alvar de aprovao perante a Municipalidade e o registro do Memorial de Incorporao junto ao Cartrio de Imveis competente. As perspectivas so ilustrativas e possuem apenas sugestes de decorao. Futura comercializao: Link Negcios Imobilirios CRECI 20.932-J, Plazza Brasil CRECI 19.267-J, VIANA Negcios Imobilirios CRECI J-20461.

    Realizao e Construo:

    www.mzm.com.br

    Vendas Futuras:

    CREC

    I J-2

    0461

    Informaes: 2451-2008

    VISITE DECORADO: Rua Julio Fernandes - Vila Galvo - Guarulhoswww.conquistaguarulhos.com.br

    MZM_ConqGuarulhos_RevistaWeekend_20,5x27.indd 1 03/07/12 11:18

  • 3

  • 44 Diretor Responsvel:Valdir Carleto (MTb 16.674)valdir@revistaweekend.com.brDiretor Executivo:Fbio Carletofabio@revistaweekend.com.brEditora Executiva:Vivian Barbosa (MTb 56.794)redacao@carletoeditorial.com.brRedao:

    Amauri Eugnio Jr.Els Lucas

    Mait CoelhoTamiris Monteiro

    Val Oliveira

    RevisoSimone Carleto

    Fotografi a:Mrcio MonteiroRafael Almeida

    Supervisor de Produo:Rogrio A. Hanssen

    rogerio@revistaweekend.com.br

    Design Grfi co:Douglas Caetano, Mariana Vasquez

    e Williane Rebouas

    Comercial:Ana Guedes, Brbara Szul,

    Flvia Mesquita, Karina Fontes,Laila Inhudes, Lena Kocsis,

    Maria Jos Gonzaga, Patrcia Matos, Ronaldo Almeida e Thas Tucci

    Administrativo:Viviane Sanson e Erika Silva

    Impresso:Editora Parma - Tel: (11) 2462-4000

    Tiragem: 18 mil exemplares Distribuio gratuita

    em quase 150 condomnios, displays em pontos comerciais

    de grande uxo, e em locais

    com salas de espera

    r e v i s t a

    31 anos de Jornalismo com Responsabilidade Social

    Av. Joo Bernardo Medeiros, 74, Bom Clima, Guarulhos. Tel.: (11) 2461-9310

    [ FRASES ]

    a msica que est nos

    mantendo vivos.Steven Tyler, sobre

    a receita de longevidadedo Aerosmith, em entrevista

    revista norte-americana "Rolling Stone".

    Tenho a cara um pouquinho gay,mas as mulheres sabem que no sou.Robert Rey, sobre seu jeito pessoal, em entrevista ao "De FrenteCom Gabi".

    Brasileiro no gosta de peito. A gente gosta de bunda.Antnio Fagundes, criticando mulheres que colocam implantes mamrios e fazem dietas extremas, em entrevista revista "Quem".

    Os dedoslembram

    o que vocno recorda mais.

    Keith Richards,guitarrista do Rolling Stones,

    em entrevista a uma rdio.Keith admitiu que s vezes

    esquece como tocar algunsdos clssicos da banda de 50 anos.

  • 5

  • meia pgina

    crdito

    re

    vi

    st

    a

    6

    6

    Seja parte da Weekend!Participe e ajude a bombar esta pgina, mandando suas sugestes de vdeos, sites, fotos e curiosidades para redacao@revistaguarulhos.com.br ou nas redes sociais:

    [ CLICK ]

    /revistaweekend /weekendrevista /weekendrevista

    /// OPINIOPOR FBIO CARLETO

    BASTA!NO FOI ACIDENTE!

    Na segunda-feira, fui informado de um acidente fatal no litoral envolvendo uma famlia guarulhense. Mais uma vez, com todo dia ouvimos, era a histria de um motorista irresponsvel que dirigia bbado e ceifou a vida de gente inocente. Como disse o Vampeta (ex-jogador de futebol), no Brasil todo mundo dirige alcoolizado e no pega nada. Talvez por isso nos acostumamos (como triste isso!) a ouvir notcias assim e quase j no nos choca.

    Como eram guarulhenses as vtimas fatais, o assunto me cha-mou mais a ateno e decidi sugerir o tema para a Weekend em nossa reunio de pauta. O pessoal da redao ponderou que, pela natureza do tema, a matria caberia melhor na RG, nossa revis-ta mensal, quando poderamos tratar do tempo de forma mais adequada, inclusive citando a incrvel fora de Patrcia Franco, irm de Leandro, o pai da famlia morta na tragdia, que superou sua dor e encampou uma campanha de conscientizao para que outras pessoas no tenham o mesmo triste fi m que seu irmo, cunhada e sobrinha. Acatei o argumento da maioria, tambm le-vando em conta que a Weekend pretende ser uma leitura mais leve e positiva, e deixei o tema para nossa edio de agosto da RG.

    Na manh dessa quinta, liguei os pontos e fi quei em choque: soube por minha esposa que uma moa do Cecap, onde morei por 18 anos, morreu num acidente com seu marido e fi lha. E que a moa era do con-dominio onde eu morei. Na hora me deu um n na garganta, um misto de afl io para saber quem era e a convico de que se tratava da mes-mo tragdia que me foi relatada dias antes.

    Quando vi a foto que ilustra este artigo e reconheci minha vizi-nha de escada, Daniela Ribeiro Lima, uma menina sempre to doce, junto com seus bens mais preciosos, o marido Leandro e a fi lha Jlia, de apenas 9 anos, uma tristeza imensa me invadiu. Decidi que escreveria esse artigo para dar divulgao campanha No foi acidente, que recolhe assinaturas para enviar projeto ao Congresso com o objetivo de mudar para homicdio doloso (com inteno de matar) este crime que hoje enquadrado como homicdio culposo (sem inteno de matar). O Click dessa semana traz links relaciona-dos ao tema e o primeiro deles para que voc d seu apoio assinan-do a petio. de graa, rpido e pode fazer toda diferena.

    triste que a gente (e isso me inclui) s sinta necessidade de se mover quando coisas assim acontecem perto de ns. Mas bom entender que ningum est livre desse tipo de fatalidade.

    Agora, se voc um desses canalhas prepotentes que acredita que no tem problema dirigir bbado ou drogado por ai, que voc se garantee que com voc nunca vai acontecer, saiba que voc um as-sassino em potencial. Depois no adianta dizer que foi um acidente.

    /// A MELHOR FORMA DE AJUDARUM MOTORISTA BBADO

    Dirigir embriagado crime e pode resultar em multa, suspenso da ha-bilitao e at priso, de seis meses a trs anos, mesmo quando no h danos a terceiros. Como voc ajudaria um motorista bbado? Confi ra uma alternativa em nosso canal no YouTube.

    /// REFLEXO QUE FAZ A DIFERENAPara lembrar o Dia do Motorista e conscientizar a todos, a seguradora Allianz publicou este vdeo que faz um alerta sobre os riscos de beber e dirigir. De uma forma ldica, as pessoas veem sua imagem re etida em um espelho que simula os re exos aps alguns copos de bebida. Confi ra em nosso canal no YouTube.

    /// AT QUANDO?O site relata muitas histrias com nais tristes, mas que servem para alertar a sociedade sobre o nmero de acidentes causados por motoristas alcoo-lizados. Mostrar que muitas mortes no so causadas por acidentes uma forma de tentar mudar as leis de trnsito que, muitas vezes, no pune severa-mente os causadores de acidentes. Con ra o link: www.naofoiacidente.org

  • 7Pro

    mo

    o v

    lid

    a en

    quan

    to d

    urar

    em o

    s es

    toqu

    es e

    par

    a pr

    odut

    os id

    entif

    icad

    os n

    o in

    terio

    r da

    loja

    . Ent

    rega

    con

    form

    e di

    spon

    ibilid

    ade

    de e

    stoq

    ue e

    pro

    du

    o.

    O melhor design e qualidade em piso e parede agora tem o melhor preo. Porcellanato Habitat Crema 45x45 Bold, por apenas R$ 22,90 o m. Aproveite. A oportunidade agora.

  • meia pgina

    crdito

    re

    vi

    st

    a

    8

    8

    meia pgina

    crdito

    re

    vi

    st

    a

    [ CAPA ]Por Val Oliveira

    Fotos: Rafael Almeida

    Como vov j dizia...

    no dia 26 de julho, celebrou-se o dia da vov, e para comemorar a data, resolvemos averiguar como anda o relacionamento entre os netos e a av. S de pronuniar o nome da vov, somos inundados por uma sensao de carinho desmedido e cuidado extremo.

    Diferente da imagem fixada pela perso-nagem Dona Benta, dos livros de Monteiro Lobato, as vovs de hoje no se dedicam ex-clusivamente ao tric ou ao preparo de gulo-seimas para agradar os netinhos e tampouco tm os cabelos brancos, movimentos lentos e fsico rechonchudo. Hoje, elas continuam sendo um bom suporte para os filhos nos cuidados com a crianada, contudo, sem dei-xar a prpria vida de lado.

    Segundo a psicloga Cleide Rodrigues de Cas-tro, geralmente, mesmo as avs mais novas contri-buem com experincia para a educao dos netos. Mas, para manter o relacionamento sadio, pre-ciso ter regras. Quando moram na mesma casa, deve-se respeitar os limites impostos pelos pais. Sem se dar conta, a av pode assumir um papel mais permissivo e concorrer com a simpatia dos netos colocando os pais numa tarefa de rigidez e controle. O ideal que haja um consenso para que um ou outro no caia na tentao de deseducar.

    Graas longevidade, jovialidade, maior li-berdade e melhor qualidade de vida com sade fsica e psquica, houve uma mudana no perfi l das vovs. Conhea nas prximas pginas como algumas vovs e bisavs desfrutam da compa-nhia dos netos e bisnetos.

    Carinhosas e carismticas, as av