revista tribuna

Download Revista TRIBUNA

Post on 11-Mar-2016

222 views

Category:

Documents

4 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

A revista dos municípios da Paraíba. Acesse: www.estampapb.com.br/revistatribuna

TRANSCRIPT

  • EDITORIAL

    GOVERNORicardo diz que no pretende mudar seu estilo |16SOCIALThereza Madalena |40

    |33

    FundadorBosco Gaspar

    Diretor PresidenteManoel Raposo

    Diretor AdministrativoViviane Raposo

    Diretor FinanceiroMarcelo Raposo

    Editor de PolticaNonato Guedes

    Diretor de CirculaoAlcides Santos

    Gerente ComercialWaldeban Medeiros

    ColaboradoresDes. Serpa, Assis Camelo Jnior,

    Assis Cordeiro, Waldeban Medeiros Nonato Guedes, Thereza Madalena

    e Fred Menezes

    ContatoSales Ferreira

    Editor ResponsvelManoel Raposo

    RedaoWaldeban Medeiros

    Assis CordeiroThereza Madalena

    Josinato GomesSandro Galvo

    Projeto Grfico e DiagramaoEstampa PB Artes Grficas

    (83) 3042-0806contato@estampapb.com.br

    www.estampapb.com.br/produtosIlka Cristina Nascimento da Silva

    ImpressoGrfica Moura Ramos

    Fotos capa: Joo Fbio e Waldeban Medeiros

    Tiragem5.000 (cinco mil) exemplares

    _____________

    Esta revista circula em todoEstado da Paraba.

    um produto de publicaojornalstica de responsabilidade

    MR Comunicaes Ltda.CNPJ: 07.175.974/0001-55

    mrcomunicacaoltda@yahoo.com.brRua Joo Vieira Carneiro, 516

    Bairro Pedro GondimJoo Pessoa - PB

    Fones: (83) 3243-7150 8741-2184 / 9619-7538

    www.estampapb.com.br/revistatribuna

    Andr Gadelha investe em reas estratgicas e garante abastecimento dgua em Sousa

    |18

    To enigmtico quanto o sorriso de Mona Lisa a simptica deno-minao popular de cidade sorriso que o municpio de Sousa ostenta ao longo de vrias dcadas. Na tentativa de explicar a origem desse epiteto, di-versas pesquisas se revelaram infrutferas, bem como as diversas consultas formuladas ao pessoal mais idoso do lugar, fazendo com que vissemos a montar uma despretenciosa e modesta concluso: Sousa tem essa denomi-nao carinhosa de Cidade Sorriso graas hospitalidade do seu povo, sempre de braos abertos para recepcionar as pessoas que ali aportam que, num impulso natural, v essa alegria se transformar em um espontneo sor-riso visivelmente estampado no rosto de cada visitante.

    Conhecida tambm como a terra dos dinossauros, por questo b-vias, Sousa matria de capa desta edio, focando as aes administrativas desses oito meses de governo do prefeito Andr Gadelha frente aos destinos poltico/administrativos da terra de Bento Freire, outra denominao po-pular com a qual o municpio conhecido alm-fronteiras.

    No segmento econmico, a revista TRIBUNA enfoca dois grandes nomes dos setores primrio e tercirio, representados pela Laticnios Belo Vale (leia-se produtos Isis) e o grupo empresarial Tico Coura, do ramo de combustvel, papelaria, radiofonia e agropecuria, que contribuem na gera-o de empregos e tributos para o progresso e o desenvolvimento de Sousa.

    A revista TRIBUNA, que em dezembro do corrente ano completa 15 anos de ininterrupta circulao, traz ainda enfoques administrativos de ou-tros municpios e abalizadas opinies polticas de responsabilidade dos seus principais articulistas, alm de matrias diversas sobre cultura, sociedade, esporte e humor, provocando o interesse da leitura em cada nmero que edita. Boa leitura.

    CAPA

    So Vicente de Paulo completa 100 anos e instala setor de tratamento do cncer

  • NO fRONT POLTICO

    Ney disponvel para a campanha de 2014

    Embora no tenha sinalizado, concreta-mente, quanto disputa de mandato eletivo em 2014, o ex-senador Ney Suassuna pra-ticamente est disponvel para embates. Ele reapareceu em Joo Pessoa, assinou ficha de filiao no PSL, juntamente com a secretria de Finanas do Estado, Aracilba Rocha, e foi saudado como grande aquisio pelo deputado Tio Gomes, presidente da legenda. Ney afirmou que seu interesse o de contribuir para a eleio de Aracilba a uma cadeira na Assem-bleia Legislativa. A secretria, por sua vez, confessou que o ingresso na poltica como postulante era um sonho antigo que, agora, tende a se materializar. Acostumada a operar nos bastidores em lutas memorveis, ao lado de Hum-berto Lucena, Antnio Mariz e Ronaldo Cunha Lima, ela se incorpora bancada que Ricardo planeja fazer vitoriar dentro do seu bloco.

    Ney Suassuna, por sua vez, embora mencionado como alternativa para a deputao federal ou o Senado, ressaltou que vai aguardar o desenrolar dos acontecimentos polticos. Mesmo estando dedicado em tempo integral s suas atividades empresariais, no Brasil e no exte-rior, o ex-parlamentar continua antenado com os fatos polticos na Paraba e tem procurado aju-

    dar o governo Ricardo Coutinho, intermediando contatos com gru-pos interessados em investir na Paraba. Ele chegou, certa vez, a se identificar como embaixador informal do Estado. O ltimo partido a que Ney esteve filiado foi o PP, que tem como expoente maior o ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro. O deputado Tio Gomes prognostica que o bloco PSL-PT do B, de Genival Matias, tem condies de eleger entre sete a oito deputados esta-duais, dando provas de vitalidade.

    Conhecido como trator, no perodo em que exerceu o mandato no Senado Federal, pela capacidade de carrear benefcios em favor da Paraba, Ney Suassu-na avalia que o Estado, na gesto do governador Ricardo Couti-nho, tem dado avanos signifi-cativos no rumo do crescimento econmico e social. Ele enalteceu tambm a postura de seriedade com que, segundo diz, o gestor socialista se apresenta no cenrio paraibano e regional. O governa-dor fez questo de prestigiar as filiaes no PSL e aproveitou para lembrar que no candidato de um partido (o PSB) mas, sim, de uma aliana, envolvendo outras agremiaes comprometidas com os programas de desenvolvimen-to que ele empreende.

    Cssio surpreende com crticas a Ricardo

    O ncleo ligado ao governador Ricardo Coutinho ficou alvoroado com declaraes do senador Cs-sio Cunha Lima, do PSDB, tecendo crticas ao ritmo de algumas obras da administrao, que, no seu ponto de vista, no estaria correspondendo expectativa da sociedade. O chefe do Executivo tentou minimizar o alcance das crticas, mas entre partidrios de Cssio alimentou-se a expectativa de que tenha sido dada a senha para ele concorrer ao governo em 2014 pelo partido tucano. Na prtica, Cssio tem ouvido reclamaes constantes de prefeitos e lderes polticos do inte-rior que se sentem desprestigiados no atendimento de demandas e criticam o estilo pouco diplomtico com que o governante socialista se relaciona com as bases que o apoiam.

    Cssio, que vai ser um dos co-ordenadores da campanha de Acio Neves a presidente da Repblica no Nordeste, ressalta que o interesse de manuteno da aliana com o PSB em 2014 continua de p, mas exige que haja aprofundamento de dilogo sobre as condies objetivas em que se processar a composi-o, lembrando que cada pleito tem caractersticas distintas. O vice--governador Rmulo Gouveia, que leal a Ricardo mas conserva amizade com o grupo Cunha Lima, tenta operar como algodo entre cristais, apostando em que as conversas sero retomadas e que, no final das contas, tudo vai dar certo. Rmulo pr-candidato ao Senado pelo PSD, agremiao que comanda na Para-ba e que vem tentando fortalecer para ganhar visibilidade no contexto eleitoral do prximo ano. Dentro do PSDB, o candidato nato reeleio ao Senado Ccero Lucena, que en-frenta dificuldades para se situar em meio ao atual fogo cruzado.

    4 | set 2013

  • Rompimento PSB-PT causa desdobramentos

    A deciso do presidente nacional do PSB, Eduardo Campos, de devolver ministrios e outros cargos federais presidente Dilma Rous-seff foi encarada como sintoma de rompimento entre os socialistas e o PT, embora, teoricamen-te, o PSB tenha se comprometido a votar a favor de matrias de interesse pblico encaminhadas pelo Palcio do Planalto. Os desdobramentos do desalinhamento j so sentidos na Paraba, com o aprofundamento da divergncia entre o governador Ricardo Coutinho e o prefeito de Joo Pessoa, Luciano Cartaxo. Estado e munic-pio acusaram-se mutuamente, nos ltimos dias, pelo embargo de obras pblicas em execuo na capital, acirrando ainda mais os nimos. Nesse contexto, ficou insustentvel a posio do deputado federal Luiz Couto dentro do PT. Ele cobrado a ser mais incisivo na linha de oposio ao governo de Ricardo, cortando os laos que ainda mantm, pessoalmente, com o governador.

    A presso tanto mais intensa pelo fato de que Luiz Couto se inscreveu como candidato a presidente do diretrio regional do Partido dos Trabalhadores no Processo de Eleio Direta previsto para acontecer em novembro, deven-do enfrentar Charlinton Machado, que tem a simpatia do grupo do prefeito Luciano Cartaxo. O alcaide fez apelos a Couto no sentido de se en-quadrar de forma mais decidida nas orientaes traadas pelos petistas paraibanos. No que diz respeito s relaes institucionais entre Prefei-tura de Joo Pessoa e Governo do Estado, esto praticamente congeladas, conforme admitem interlocutores dos dois lados. O governador se declara vtima de orquestrao do que chama de oposio raivosa. Por sua vez, Luciano Cartaxo e outros petistas acusam a administrao esta-dual de discriminao odiosa, que redunda em prejuzos para programas conjuntos que de-vem ser efetivados na capital. Nos ltimos dias, coincidindo com o distanciamento de Couti-nho, Luciano Cartaxo esteve conversando com o ex-governador Jos Maranho, dirigente do PMDB. Passaram em revista o cenrio poltico e examinaram a possibilidade de uma unio j no primeiro turno.

    Nonato GuedesJornalista| nonatoguedes@uol.com.br

    Primeira-dama detona oposicionistas

    A Assembleia Legislativa da Paraba aprovou a concesso do ttulo de cidadania do Estado primeira-dama Pmela Brio, jornalista, natural da Bahia. Deputados oposicionistas manifestaram--se contrrios outorga do ttulo, explicando que a primeira-dama envolveu-se em polmica sobre gastos excessivos na Granja Santana, residncia oficial do governador e questionando as aes por ela desenvolvidas em favor do artesanato e de pro