revista tribuna - 152

Click here to load reader

Post on 28-Mar-2016

234 views

Category:

Documents

7 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

A revista dos municípios

TRANSCRIPT

  • set/out de 2012Ano XIII - Ed. 152

    R$ 6,00

    400 ANOSSanta Casa de Misericrdia a servio da comunidade

    ELEIES 2012Confira a lista dos prefeitos eleitos no 1 turno na PB

    ASSEMBLEIA PBDeputados visitam as obras da Transposio do So Francisco

  • NdIcE

    ALPBdeputados visitam obras da transposio |12PolticaTSE ameaa Ficah Limpa |17Eleies 2012confira a lista dos prefeitos eleitos da PB |20Municpios Borborema, Salgadinho, Ibiarae cubati |26SocialThereza Madalena |32

    |18cAPAEnergiaverdeemCabedelo

    FundadorBosco Gaspar

    Diretor PresidenteManoel Raposo

    Diretor AdministrativoViviane Raposo

    Diretor FinanceiroMarcelo Raposo

    Diretor de CirculaoAlcides Santos

    Gerente ComercialWaldeban Medeiros

    ColaboradoresDes. Serpa, Assis Camelo Jnior,

    Assis Cordeiro, Waldeban Medeiros Nonato Guedes, Thereza Madalena

    e Fred Menezes

    ContatoSales Ferreira

    Editor ResponsvelManoel Raposo

    RedaoEstampa PBCleane Costa

    Waldeban MedeirosHilton Gouveia

    Thereza MadalenaJosinato Gomes

    Projeto Grfico e DiagramaoEstampa PB Artes Grficas

    (83) 3042-0806contato@estampapb.com.br

    www.estampapb.com.br/produtos

    ImpressoGrfica Moura Ramos

    Tiragem5.000 (cinco mil) exemplares

    _____________

    Esta revista circula em todoEstado da Paraba.

    um produto de publicaojornalstica de responsabilidade

    MR Comunicaes Ltda.CNPJ: 07.175.974/0001-55

    mrcomunicacaoltda@yahoo.com.brRua Joo Vieira Carneiro, 516

    Bairro Pedro GondimJoo Pessoa - PB

    Fones: (83) 3243-7150 8741-2184 / 9619-7538

    www.estampapb.com.br/revistatribuna

    GOVERNOBenefciosdoEmprendenderPB|24

    ESPEcIAL400anosdaSantaCasa|08

  • 4 |set/out 2012XNO FRONT POLTIcO

    A largada da corrida pela Prefeitura de Joo Pessoa este ano projetou o peemedebista Jos Maranho e o tuca-no Ccero Lucena revezando-se durante um bom tempo na liderana. Chegaram a ficar emparelhados, foram se distanciando gradativamente nos percentuais, voltaram a se encontrar em ndices assemelhados, at que explodiu o fenmeno Luciano Cartaxo. O candidato do PT ven-ceu quedas de brao internamente, desmobilizou resis-tncias, neutralizou dissidentes como o deputado federal Luiz Couto e, numa jogada de mestre, atraiu para seu pa-lanque o prefeito da capital, Luciano Agra (sem partido, desde que se sentiu rifado no PSB) e o jornalista Nonato Bandeira, hbil articulador poltico, que se lanou ao car-go principal pelo PPS, mas no avanou substancialmen-te na pontuao. Bandeira foi contemplado com a vice de Cartaxo, depois que, tambm, se afastou da rbita do go-vernador Ricardo Coutinho.

    Deu-se, ento, a guinada no processo. Maranho teve a musculatura reduzida, Ccero ainda resistiu, con-tando com declarao de apoio do senador Cssio Cunha Lima, e Estelizabel Bezerra, a candidata ungida pelo go-vernador, tentou obter espaos em meio ao fogo cruzado e estadualizao da campanha, com Maranho, Ccero e Cartaxo centrando fogo no governo estadual. O agru-pamento socialista ficou despedaado e socorreu-se do DEM, que forneceu o deputado federal Efraim Filho para

    cartaxo e ccero: oconfrontodecisivocompor a chapa de Estela como vice. Abertas as urnas, Cartaxo havia subido como foguete, tornando-se o primeiro colocado, seguido, a uma boa distncia, por Ccero. Estelizabel ainda logrou ficar na terceira posi-o, enquanto Maranho empacou. O segundo turno na Capital paraibana reedita a tendncia nacional de confronto entre PSDB e PT, cujo maior exemplo So Paulo, onde Lula emplacou Fernando Haddad no se-gundo turno e o tucano Jos Serra desbancou o ento favorito Celso Russomano.

    Zerado o jogo? Em termos. No dia seguinte s apuraes, comearam as tratativas para angariar apoios decisivos. Cartaxo recorreu a So Lula para definir uma estratgia fulminante. Cssio prometeu empenhar-se mais a fundo por Ccero, embora sua prioridade seja Campina Grande, onde Romero Ro-drigues, ainda que em primeiro lugar, no liquidou a fatura no primeiro round. O governador externou de-sapontamento com a atitude do eleitorado da capital, Estela se disse vtima de preconceito, discriminao e at de manipulao de pesquisas. A caa a adeses se d em outras frentes, com o assdio a vereadores elei-tos e a deputados estaduais e federais. O agrupamento do governador ficou sem opes na capital, mas pode atrapalhar os dois que o eleitor colocou no confronto Cartaxo e Ccero. Haja adrenalina...

  • set/out2012 | 5

    Nonato GuedesJornalista|nonatoguedes@uol.com.br

    daniella no emplacou a terceira viaA deputada Daniella Ribeiro (PP), irm do ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, disparou na largada da campanha em Campina Grande, apresentando-se como livre-atiradora e criticando o deputado federal Romero Rodrigues, candidato do PSDB, e a mdica Tatiana Medeiros, do PMDB, apoiada pelo prefeito Veneziano e seu irmo, o senador Vital Filho. A tradio de polarizao entre esquemas na Rainha da Borborema, contudo, atrapalhou o plano de voo de Daniella. O grupo peemedebista conseguiu arrastar Tatiana para o segundo lugar, abaixo de Romero. Daniella desceu ladeira abaixo. bem verdade que ela enfrentou problemas logsticos, a exemplo da composio com o PT, que foi bloqueada por lderes municipais, contrariando a vontade da cpula nacional e da direo estadual. Cobiada tanto por Veneziano como por Cssio, Daniella, nos primeiros momentos, manteve postura intransigente e reiterou, no Twitter, que sua posio foi de combate aos dois grupos. Ela se julgou vtima da mquina municipal e do esquema Cunha Lima. Deixou uma zona de sombra sobre engajamento no segundo turno, mas alm do assdio foram deflagradas conversaes envolvendo 2014 pelos dois lados. Tatiana nefita em poltica, mas teve um bom desempenho, orientada ou no por Veneziano e Vital. Romero aparentemente mantm-se favorito, mas ainda cedo para apostar. Tudo vai depender do desenrolar da maratona nesta fase decisiva.

    cssio estreita laos em toda a PBO senador Cssio Cunha Lima foi a sensao em campanhas eleitorais de vrias cidades, inclusive aquelas a que no pde comparecer devido dedicao integral disputa em Campina Grande. Ele gravou mensagens para candidatos como o prefeito de Santa Luzia, Ademir Morais, do DEM, que foi reeleito com pouco mais de mil votos sobre o candidato Bibi, do PMDB. Ademir demonstrou poder de fogo graas aos servios prestados e insinua, em tese, que foi a ltima vez que concorreu prefeitura da Capital do Sabugy. Como tem liderana slida na cidade, um dado a ser averiguado l na frente. Cssio acabou fazendo contraponto com Ricardo, ainda que no tenha assumido posio ostensiva de enfrentamento. Mas o senador saiu do

    primeiro turno com um cesto de votos de candidatos aliados ou apoiados, ou alm de contabilizar dois tucanos no segundo turno nos maiores colgios do Estado. H conversaes de bastidores desenrolando-se a pleno vapor, sem que se possa prever eventual desdobramento. Mas Cunha Lima consolidou-se em definitivo como o prncipe herdeiro do cl formado pelo pai, o poeta Ronaldo.

    PMdB ganha em Sousa e PatosAs vitrias da deputada Francisca Motta, em Patos, contra Dinaldo Wanderley Filho, e do deputado Andr Gadelha, em Sousa, contra o deputado Lindolfo Pires somaram-se a outras contabilizadas pelo PMDB em redutos do interior. Em Bayeux, o vencedor foi Expedito Pereira, que j foi peemedebista e est no PSB. Em Cabedelo, Jos Maria de Lucena Filho, Luceninha, obteve vitria acachapante sobre Wellington Brito, filiado ao partido do governador. Em Guarabira, Zenbio Toscano retornou ao comando da prefeitura, derrotando o esquema de Roberto-Ftima Paulino, que lanou Josa da Padaria como candidato. Em Cajazeiras, o ex-prefeito Carlos Antnio (DEM), impugnado undcima hora, lanou a mulher Denise, que saiu vitoriosa contra o atual prefeito Carlos Rafael. O quadro ficou balanceado em outras cidades, com candidatos de legendas diferentes. O fechamento do segundo turno permitir a radiografia melhor da correlao de foras estabelecidas.

  • 6 |set/out 2012

    desejo de mudanaO povo de Itaporanga revelou, na ltima eleio, o desejo de mudana no que se refere administrao municipal. O prefeito eleito, professor e ex-vereador Audiberg Alves, conseguiu sensibilizar a juventude do municpio, que por sua vez levou os mais idosos a seguirem o seu caminho, e o resultado que derrotou o mdico Djaci Brasileiro, poltico experiente e lder carismtico. Berguim, como conhecido, tem a grande responsabilidade de administrar Itaporanga dentro das esperanas da juventude e expectativa do povo em geral.

    BASTIdORES

    6 |junho 2012

    cabedelo

    O futuro prefeito de Cabedelo, Luceninha, ao conquistar quase 80% do eleitorado, na ultima eleio, tem a obrigao de resgatar o municpio do flagelo administrativo em que se encontra com a gesto de Z Rgis. Cabedelo no suporta mais a ao de maus gestores e Luceninha recebeu do povo um recado extremamente expressivo: no suportamos mais prefeitos incompetentes e voc a nossa esperana. Pelo menos o que hipoteticamente o povo quis dizer a Luceninha.

    No subestimem RicardoNo se pode subestimar a capacidade e competncia poltica do governador Ricardo Coutinho nesse processo de disputa da eleio de Joo Pessoa. Embora no tenha conseguido colocar a candidata Estela Bezerra na disputa do segundo turno, h de se levar em conta o seu extraordinrio desempenho no primeiro turno, quando saiu de 4% das intenes de votos para mais de 16%, ultrapassando o governador Jos Maranho, que pontificou no primeiro e no segundo lugar no primeiro turno durante toda a campanha. Os prognsticos de Ricardo com relao s pesquisas divulgadas, nos quais Estela esteve sempre no quarto lugar, quase se confirmavam, quando ao final de tudo Estela perdeu para Ccero, o segundo colocado, por apenas 600 votos, tomando de Maranho o terceiro lugar da disputa. Os incrdulos devem pensar e repensar a parti