revista rock meeting n°6

Download Revista Rock Meeting n°6

Post on 22-Mar-2016

224 views

Category:

Documents

2 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

EDIÇÃO N° 6: CAPA Goreslave, Diário de Bordo Metallica, Perfil RM com Dey Matos, Espaço Boteko com Review do CD 'Canelas Secas & Os Buchos de Candunda', Metal é a Lei

TRANSCRIPT

  • Chegamos em 2010. Segundo ms deste novo ano e muitos projetos a acontecer. A Rock Meeting teve a satisfao de participar do

    ltimo evento acontecido na capital alagoana, e tambm de testemunhar algumas situaes.A nossa proposta inicial estimular os nossos leitores a valorizar o que h de bom por aqui, pois

    dedicamos as nossas foras aos que realmente trabalham para divulgar o seu som.Tendo isso em mente, uma situao presenciada por ns incomodou bastante. A banda Morcegos,

    com 22 anos de existncia, tocou para uma casa quase vazia, no dia 23 de janeiro de 2010. Somente aqueles que conhecem e prestigiam de verdade o som deles estavam em frente ao palco, pedindo por msicas da banda, batendo cabea, enquanto boa parte do pblico se encontrava do lado de fora da casa.

    Outras bandas locais enfrentam frequentemente o mesmo problema. Alm de ns, outras personalidades, que j expuseram suas ideias aqui na revista, tambm reclamam desse comportamento por parte do pblico alagoano. At quando? No se sabe ao certo.

    Encaramos como nosso dever o alerta a respeito disso. Vamos, Alagoas! Vamos apoiar a quem realmente merece! Enxerguemos primeiro o que pode ser visto perto de ns, para depois partirmos para o que vem de outros beros. Quando finalmente fizermos isso, perceberemos a quantidade abundante de coisas das quais podemos nos orgulhar.

    Expediente

    Direo Geral Pei Fang Fon

    FotografiaDaniel Lima

    Isabela PedrosaPei Fang Fon

    Yzza Albuquerque

    RevisoDaniel LimaPei Fang Fon

    Yzza Albuquerque

    CapaLucas MarquesPei Fang Fon

    DiagramaoIsabela PedrosaJonas Sutareli

    Lucas MarquesPei Fang Fon

    Yzza Albuquerque

    ColaboradoresAlmir Lopes

    Arlyson HeinzLula Mendona

    ContatoE-mail: contato.rockm@gmail.com

    Orkut: Revista Rock MeetingTwitter: Flickr:

    http://twitter.com/rockmeetinghttp://flickr.com/photos/revistarm Editorial

    ndice

    Espao Boteko

    Dirio de Bordo - Metallica

    World Metal

    Capa: Goreslave

    Metal a Lei Perfil RM

    Eu estava l

    0305

    07

    15

    1012

    As matrias assinadas so de inteira responsabilidade de quem assinou e no reflete, necessariamente, a opinio da revista.

    02

  • Espao Boteko

    ravado e mixado em 2008, mas s l a n a d o G

    oficialmente ano passado, esse torpedo Hard Rock puramente alagoano nos remete claramente s infindveis influncias setentistas. Todos os timbres, distores e o efeito Wha Wha, esto presentes mais do que nunca, com um discreto auxlio de teclados, e contando com uma linha de guitarras reta, mas melodicamente bem estruturada.

    O CANELA SECA... & OS BUCHOS DE CANDUNDA contam, em sua formao, com Pedro Ivo, na guitarra, teclados e vocal, Walter Cabea Pires, na guitarra e violo, se trata de situaes de cunho social, Fred Hollanda, na voz e gaita, Thiago Alef, na sempre invocando como foco a forma bateria e vocal, e Alessandro Aru, no baixo e minimalista, mas no menos precisa, no vocal. que se prope a fazer; em relao a toda

    Essa turma de msicos de veia uma estrutura despojada que o estilo puramente Rock n' Roll leva ao p da letra proporciona, sem precisarem ser icnicos, suas composies, com temas debochados, mas sim irnicos e, sem dvida, o segundo pueris e de teor escatolgico, como a cano adjetivo usado de forma constante e que abre o CD, intitulada Santo Remdio, acertadamente, soando com preciso que prega a boemia como forma de dentro da proposta da banda. As purificao. A banda no perde o pique no influncias nos fazem lembrar bandas decorrer das faixas, como, por exemplo, na nacionais como Camisa de Vnus, Plebe quarta msica, onde o Canela Seca... tem seu Rude e a tambm alagoana Mopho, encontro Rollingstoniano; com a S Voc passando por cones do quilate de AC/DC, Sabe, no de simpatia pelo Demo, mas de Deep Purple, Lynyrd Skynyrd e Led juras de amor ao prprio. J na Principios do Zeppelin. Rock n' Roll, a banda tenta falar srio de O CANELA SECA... & OS BUCHOS DE modo descontrado. Em So Rock, os CANDUNDA conseguiu captar a essncia arranjos no ficam em nada devendo s do Rock n' Roll como no se via h um bom bandas que ouvimos atualmente, com tempo por uma banda alagoana mudanas de andamento precisas e contempornea, que, com invejvel empolgantes. Chegando oitava faixa, talento, se disps a produzir, dentro das encontramos a que talvez seja a mais suas influncias, algo legtimo. Uma debochada do Canela Seca...: Roubaram a verdadeira farra dentro do contexto Minha Cueca. A banda vem com uma exposto, deixando, para quem ouve o CD, proposta bem peculiar de abordagem quando mente e bucho cheios de puro Rock n' Roll.

    Canela, Buchos, Candundas e Rock n RollPor Almir Lopes http://boterock.blogspot.com

    RM02

  • Dirio de Bordo da ida ao show do Metallica de Arlyson Heinz em SP

    19 de Novembro de 2009: Depois de 11 anos de espera, finalmente o Metallica confirma shows no Brasil nos dias 28 e 30 de Janeiro de 2010. Agora era a minha chance, talvez a nica e ltima, de ver o maior nome do mundo do Thrash Metal.

    20 de Novembro de 2009: Divulgadas as informaes sobre os ingressos. A partir das 00h00 de 1 de dezembro, estariam venda os ingressos para o show que o Metallica faria em SP no dia 30 de janeiro, atravs do site da Ticketmaster.

    01 de Dezembro de 2009, 00h00: Comea a correria na internet para comprar os ingressos no site da Ticketmaster, que uma desgraa. No tivemos sucesso, s dava erro e o site estava congestionado. Ou seja, foi uma tristeza s. Desistimos de compr-los para pensar numa soluo mais

    tarde. Logo pela manh, sai a notcia de que os ingressos acabaram. O sonho j era.

    09 de Dezembro de 2009: Recebemos a notcia de um segundo show em SP, que aconteceria no dia 31/01/2010. Tomamos uma pesada para comemorar e voltar a sonhar. Dessa vez no ia ter como no dar certo.

    12 de Dezembro de 2009: Compramos os trs ingressos, e agora s restava esperar pela chegada deles.

    20 de Dezembro de 2009: Um amigo nosso liga dizendo que o SEDEX chegou. S faltavam as passagens e o lugar para ficarmos em SP.

    11 de Janeiro de 2010: Vejo a notcia que o Sepultura anunciou que abriria os shows do Metallica em So Paulo. Menos mal, j que o Sepultura estava completando 25 anos de carreira, e a banda brasileira de maior sucesso no exterior.

    15 de Janeiro de 2010: Compramos as passagens areas e reservamos um hotel em SP na famosa Rua Augusta.

    28 de Janeiro de 2010: O vo sairia s s quatro da manha. Por volta das duas, fomos para casa pegar as malas e partir para o aeroporto Zumbi dos Palmares, pegar o vo com destino a Guarulhos (SP). 29 de Janeiro de 2010: Chegamos ao aeroporto de Guarulhos por volta das 14 horas da tarde. J tinha uma galera com camisas do Metallica circulando o aeroporto. Conhecemos uns malucos de Aracaju que tambm estavam indo ao show. Pegamos um txi e fomos para o hotel.

    30 de Janeiro de 2010: Acordamos s nove horas da manh, tomamos caf e fomos dar uma volta em SP. Conhecemos a fundo a Galeria do Rock, passamos o dia todo l comprando coisas e s samos no final da tarde. noite, samos para tomar umas e relaxar.

    31 de Janeiro de 2010: Acordamos perto das 11 horas. Pegamos um txi por volta de 12h45 e chegamos no Morumbi s 13h30. Havia uma fila enorme, e o sol estava queimando at a alma.

    03

  • . s 15 horas, comeou a correria para "The End of the Line".entrar pelo porto 2. O corao foi a mil. Quando Outro clssico do show, que a banda no conseguimos entrar no tnel que dava acesso a havia tocado nos outros shows no Brasil, foi pista, a adrenalina foi demais. Vimos aquela "Welcome Home (Sanitarium)". Depois, ao estrutura enorme, a galera correndo para pegar um contrrio do dia anterior, "The Day That Never lugar bom na pista... Corremos para o lado Comes" saiu do setlist, dando lugar a "Cyanide". A esquerdo do palco, onde no tinha ningum. ltima msica do "Death Magnetic" foi "My Pegamos lugares timos, na frente mesmo, e ali Apocalypse".ficamos at o show comear. s 16 horas, Difcil dizer qual foi o melhor momento do show, compramos bastante gua, porque sabamos que ia mas este certamente concorre: as luzes se apagam ser difcil sair depois. O sol e o calor castigavam as e a pirotecnia come solta na introduo de "One", pessoas, tiramos as camisas para colocar no rosto, com chamas, sons de bombardeio e fogos de porque estava quente demais. Perto das 17 horas, o artifcio sincronizados msica sendo lanados ao tempo comeou a mudar e o cu ficou escuro. lado do palco, o que combinou perfeitamente com o

    som, j que a msica fala sobre guerra. Incrvel ver s 17h30, comeou a chover. s 20 horas, um estdio ressonante com letras em ingls de uma

    ainda chovendo, a banda banda de Metal. Na Sepultura comea sua continuao, outro apresentao, que durou clssico maravilhoso c e r c a d e uma ho ra . executado foi a Contando apenas com faixa-ttulo do lbum Andreas Kisser e Paulo Jr. de "Master of Puppets".sua formao clssica, o A pancada deste grupo provou que ainda terceiro show no conta com o carinho dos Brasil foi escutar amantes do Metal. O "Fight Fire With Sepultura misturou canes Fire", do "Ride the de seu ltimo disco de L ightn ing" . Mas estdio, A-Lex, com todos se acalmaram c l s s i c o s c o m o d e p o i s , c o m Refuse/Resist, Troops of " N o t h i n g E l s e Doom, Inne r Se l f , Matters". Tinha at Territory, Arise e Roots. gente chorando com a balada mais popular da

    s 21h15, a chuva parou e o cu comeou a banda.ficar limpo. Estava chegando a hora do Metallica Fechando o setlist principal, tocaram "Enter entrar em cena. A galera j estava louca. Por volta Sandman", que parecia um hino no estdio. das 21h45, surge a projeo no telo com cenas do Emocionante ouvir milhares de pessoas cantando clssico faroeste O Bom, o Mau e o Feio, e sua junto com Hetfield.trilha The Ecstasy of Gold, que