revista pró-tv - nº 92

Download Revista Pró-TV - nº 92

Post on 24-Mar-2016

222 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Revista Pró-TV - nº 92

TRANSCRIPT

  • Julh

    o 20

    11 |

    N

    92Es

    ta

    um

    a pu

    blic

    ao

    gra

    tuita

    da

    Pr-

    TV /

    Mus

    eu d

    a TV

    Bra

    sile

    ira -

    ww

    w.m

    useu

    datv

    .com

    .br

    pr_tvrevista

    ... e 60 anos de histrias.

    Um beijo...

    De Sua Vida Me Pertence aos dias atuais,seis dcadas de telenovela no Brasil. pg. 02

  • | Editorial | A telenovela no Brasil faz 60 anos!

    O povo brasileiro ama televiso. E vice-versa, pode-se dizer. A televiso ama o povo brasileiro. Mas, como acontece com todas as coisas da vida...h amor e amor. Ou melhor: h amores de vrias intensidades.

    Se colocarmos numa balana, porm, vamos ver que o que o povo brasileiro mais ama na televiso a telenovela.

    Houve tempo em que se dizia que homem no via novela. Mas hoje em dia at os marmanjos sucumbiram a essas histrias romnticas, esticadas quase sempre, mas que tm um gancho que prende, amarra, deixa o espectador sem flego, vido de ver a continuao.

    Acho que foi Sherazade quem descobriu primeiro esse fraco masculino. E salvou sua prpria pele, contando as histrias em Mil e Uma Noites. O sulto capitulou.

    Em 1951, no dia 21 de dezembro, a TV Tupi de So Paulo, colocou no ar sua primeira telenovela: Sua vida me

    Vida Alves

    pertence. O escritor, diretor e gal da novela era Walter Forster. Sua partner: Vida Alves. E outros grandes atores: Lia de Aguiar, Lima Duarte, Jos Parisi e vrios outros. Houve um beijo.

    O primeiro beijo da televiso brasileira de Vida e Walter. Escndalo! Que em televiso significa: audincia, Ibope, em termos de hoje. Isso h 60 anos. Mas parece incrvel: ainda se fala nisso, como se tivesse acontecido ontem.

    A Pr-TV sabe disso e no pode ficar indiferente. Ento saibam: nossa entidade vai promover homenagem a esse acontecimento, que marcou a televiso brasileira. Estamos preparando uma exposio sobre telenovelas. Ainda em tratativas. Vida Alves est escrevendo um livro. Enfocar no s a novela Sua vida me pertence, como inmeras outras mais, que iam ao ar apenas duas vezes por semana. Eram no dirias. Mas foram inmeras e aconteceram em todas as emissoras da poca. Elas so esquecidas pelos pesquisadores. E foram mais de 100. Um nmero imenso.

    Amigos, esperem ento por ns. Vamos lhes fornecendo dados, nomes, fotos. Vamos homenagear essa fase pioneira e importante de nossa histria televisiva.

    2

    E comeamos com a foto ao lado, em que Vida Alves e Walter Forster se preparam para se beijar.

    Sua Vida MePertence

    (TV Tupi, 1951)

  • | Nosso acervo | Ronald Golias Um dos maiores humoristas do Brasil

    3

    A , associao composta pela e

    mantm o trabalho da Pr-TV no resgatepela histria dos radiodifusores

    abraRede Bandeirantes de Televiso Rede TV!

    www.abra.inf.br

  • 4| Especial | Cidade da TV

    So Bernardo do Campo, cidade do Grande ABC, bem prxima de So Paulo. Um lugar em que muitos atrs fui com meus pais para visitar um parque temtico, lotado de brinquedos, chamado Cidade da Criana. Os anos se passaram e aquele lugar fantstico foi deixado de lado. Os brinquedos? Esses desapareceram com o tempo, foram embora. Quase fechou.

    Um ano atrs, em 2010, a histria mudaria. O Aqurio de So Paulo, uma das principais atraes da capital, conseguiu o direito de cuidar do parque, sendo concessionrio de vrios brinquedos. Foi a a virada de jogo da Cidade da Criana, que s conservava as lembranas do que havia sido um dia. A Cidade da Criana ressurgir com xtase e entusiasmo, como a ave mitolgica Fnix, que renasceu das prprias cinzas.

    Foi logo no comeo que comearam as tratativas entre a Pr-TV e o Aqurio de So Paulo para uma nova atrao. Mas sobre o que? Um museu-parque temtico-espao de conhecimento-centro cultural sobre televiso... complicado defini-lo e por isso que o batizamos de Cidade da TV.

    Elmo Francfort

    Mas por que l? A explicao vem agora... Aos poucos, durante as primeiras conversas, fomos descobrindo um valor singular do local. A Cidade da Criana foi montada em volta da 1 cidade cenogrfica da TV brasileira, criada para novela Redeno (exibida pela TV Excelsior de 1966 a 1968). A visitao cidade cenogrfica era to grande na poca da novela que a Prefeitura de So Bernardo resolveu comprar o terreno para continuar sendo atrativo turstico da regio aps o trmino da novela.

    Para preservar o sentido histrico da Cidade da Criana foram tombadas as casas, a igreja, a estao de trem de Vila Redeno. Ao lado foi construdo, recentemente, um grande prdio e nele que abrir a nossa Cidade da TV. E alm disso, entre o prdio e a cidade cenogrfica da Excelsior o cho ser tomado pela primeira calada da fama da TV brasileira.

    A Cidade da TV vai abrigar inmeras atraes que contaro a histria de nossa televiso. Vai ensinar, vai entreter, vai ser algo diferente do que j viu. Tem tudo para coroar o ressurgimento do 1 parque temtico de nosso pas. A Cidade da TV ser o corao da Fnix do ABC.

    E o que falta para ficar pronto? Falta pouco! Acompanhe o progresso pelo www.museudatv.com.br/cidadedatv/

    Fachada internada Cidade da TV

  • | Centro de Memria| Histria Viva

    Desde a sua fundao, em 1995, a Pr-TV recebe doaes de todo tipo de material, desde trofus e medalhas, passando por cmeras e equipamentos tcnicos e chegando s fotos. Alis, muitas fotos e das mais diversas: so divulgaes de novelas, programas e minissries, bastidores das emissoras, festas e arquivo pessoal de artistas.

    So registros cedidos por pioneiros, familiares, amigos, alm de pesquisadores e fs em geral. Porm, toda essa histria viva da nossa televiso no poderia ficar simplesmente

    5

    Nelson Gonalves Jr.

    enclausurada em pores obscuros ou no fundo de um ba antigo e empoeirado. Elas deveriam ser divulgadas e propagadas pelo mundo, e esse trabalho que o Centro de Memria Pr-TV vem realizando desde o ano passado, com total acesso do pblico em geral, pela internet.

    Aps uma parceira com a Caixa Cultural e a empresa Memoriarte, foi desenvolvido o projeto BRASIL TELEVISO & MEMRIA, que possibilitou a criao do nosso setor de Documentao, responsvel pelo resgate, preservao e organizao do acervo pertencente a Pr-TV.

    Foram digitalizadas e catalogadas mais de duas mil fotos histricas, cerca de 25% de um material que ajuda a contar e preservar um pouco da histria da televiso brasileira.

    Hoje o trabalho da Pr-TV continua e graas ao empenho de nossa equipe, j foram catalogadas mais quinhentas fotos e com o apoio da Procimar Cine-Vdeo, digitalizadas cerca de outras duas mil. Todo o processo coordenado por mim, Nelson Gonalves Junior, e estou sempre disposio para esclarecer qualquer dvida ou ajudar nas pesquisas.

    A ambio que, em breve, todo o Centro de Memria esteja digitalizado e catalogado, facilitando o acesso de pesquisadores, estudantes, artistas, familiares e amantes da TV. Saiba mais em www.museudatv.com.br/centrodememoria e conhea os detalhes do projeto. L voc pode fazer um cadastro gratuito e ter a disposio todo o trabalho que vem sendo realizado.

    Pode tambm fazer consulta de fotos e at mesmo agendar uma visita a nossa sede, para conferir o material pessoalmente. Ajude a divulgar essa ideia!

    Cenas como esta fazem parte do CMA

    Fotos de bastidores da TV esto no acervo

  • A e a fazem a diferena colaborando na

    manuteno da Pr-TV.Histria da televiso tambm cultura.

    TV CULTURA Fundao Padre Anchieta

    www.tvcultura.com.br

    | Acontece |

    Vida Alves no Programa do J

    A presidente da Pr-TV, Vida Alves, foi ao Programa do J no ltimo dia 28 de junho. J Soares perguntou a Vida sobre sua carreira, o primeiro beijo na TV e manifestou apoio, em rede nacional, aos projetos da pioneira na preservao da histria de nossa televiso.

    6

    Elmo Francfort

    Vai e... volta

    A notcia do momento o recente vaivm entre artistas dos principais canais abertos. Aps a ida do Capito Hamilton e seu helicptero da Band para a Record, foi agora a vez de Jos Luiz Datena, que ressuscitou o Cidade Alerta. Em seu lugar, na Band, passou a apresentar o Brasil Urgente, Luciano Facciolli. Enquanto isso, desligou-se do SBT Roberto Justus (foto) que regressou a Record, casa em que comeou a carreira de apresentador. Conforme a assessoria da emissora, ele no voltar ao programa O Aprendiz, mas comandar um talk show. Foram duas aquisies do canal 7 nos ltimos tempos.

  • | Acontece |

    Quem matou Salomo Ayala?

    A Rede Globo, em clima de comemoraes pelos 60 anos da TV brasileira, lanou no dia 12 de julho o remake de O Astro (exibido pela Globo entre 1977 e 1978). Foi esta novela que criou o bordo do Quem matou?, no perodo em que queriam desvendar o mistrio de quem assassinou o personagem Salomo Hayala, na poca interpretado por Dionsio Azevedo (e agora por Daniel Filho). O Astro, a novela das 11 horas, reabre o horrio das quartas novelas na grade da emissora - que existiu h dcadas atrs.Sobre a produo, a nova verso de O Astro est impecvel. Desde a abertura at o figurino, que conseguiu reproduzir com leves toques modernos o esprito do personagem Herculano Quintanilha em seus trajes. Este, que o protagonista e vidente, hoje interpretado brilhantemente por Rodrigo Lombardi. Na verso original, seu intrprete foi Francisco Cuoco que nesta verso aparece como Ferragus, o mestre e orientador holstico de Quintanilha (veja acima, foto das duas verses). Nas duas verses a msica de abertura Bijuterias, de Joo Bosco. Vale a pena assistir!

    7

    Assalto na MTV

    Na madrugada de 11 de julho, a sede da MTV foi assaltada. O prdio fica no nmero 52 da Av. Professor Alfonso Bovero, no bairro do Sumar, e de 1960 a 1980 foi sede da TV Tupi. Foram roubados sete monitores de computador, 3 laptops e o celular de um vigilante