revista portuária 11 setembro 2014

Click here to load reader

Post on 03-Apr-2016

225 views

Category:

Documents

2 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

TRANSCRIPT

  • 4 Setembro 2014 Economia&Negcios

    NDICE

    www.revistaportuaria.com.br

    Duas vezes por semana, a Revista Porturia atualiza o blog da publica-o, que tem sempre informaes exclusivas sobre tudo o que acon-tece no mundo dos negcios no Brasil. O informativo jornalstico en-caminhado duas vezes por semana para uma base de dados segura e criteriosamente construda ao longo de 15 anos de mercado, formada por mais de 90 mil empresas. Composto por notcias econmicas de interesse de empresrios, polticos e clientes, o blog trata de todo e qualquer tema que envolva economia, especialmente aqueles voltados aos terminais porturios de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Para-n. Se voc souber de alguma novidade, tiver informaes relevantes sobre temas econmicos e quiser contribuir com o trabalho da Revista Porturia, entre em contato com a reportagem no endereo eletrnico: jornalismo@revistaportuaria.com.br

    Revista Porturia tambm est na web com informaes exclusivas

    6Confirmado o lanamento do edital

    para obras da nova bacia de evoluo do Complexo Porturio do Itaja

    PARTE DE ITAJA RUMO AFAMLIA SCHURMANN

    EXPEDIO ORIENTE

    AVENTURA

    18

    26 Balnerio Shopping: um grande case de sucesso40 LanamentoAzimut vai produzir dois novos iates no estaleiro de Itaja

  • Economia&Negcios Setembro 2014 5

    Editora BittencourtRua Jorge Matos, 15 | Centro | Itaja Santa Catarina | CEP 88302-130 Fone: 47 3344.8600

    DiretorCarlos Bittencourt direcao@bteditora.com.br

    Jornalista responsvel: Anderson Silva - DRT SC 2208 JPjornalismo@revistaportuaria.com.br

    Diagramao:Solange Alves solange@bteditora.com.br

    Contato ComercialRosane Piardi - 47 8405.8776 comercial@revistaportuaria.com.br

    Contato Comercial (agncias)Junior Zaguini - 47 8415.7782junior@bteditora.com.br

    Capa: Direo de ArteDaniel Viecili - Agncia Tatticas

    ImpressoImpressul Indstria GrficaTiragem: 10 mil exemplares

    Elogios, crticas ou sugestesdirecao@bteditora.com.brPara assinar: Valor anual: R$ 240,00

    A Revista Porturia no seresponsabiliza por conceitos emitidos nos artigos assinados, que so de inteira responsabilidade de seus autores.www.revistaportuaria.com.br twitter: @rportuaria

    ANO 15 EDIO N 175 SETEMBRO 2014 EDITORIAL

    Comercial para todo o Brasil

    VIRTUAL BRAZIL Ltda+55 48 3233-2030 | +55 48 9961-5473

    MAIL: paulo@virtualbrazil.com.brSKYPE: contatos@virtualbrazil.com.br

    Rumo Expedio Oriente

    Os Schurmann esto acertando os ltimos detalhes para uma nova aventura. No dia 21 de setembro, a primeira famlia a completar a volta ao mundo a bordo de um veleiro, h 30 anos, parte para sua terceira grande via-gem: a Expedio Oriente. A tripulao vai navegar durante dois anos pelas rotas atribudas aos chineses ao redor do plane-ta. A viagem marca uma mudana no ro-teiro dos Schurmann: pela primeira vez, a aventura da famlia partir de Itaja.

    A indstria nutica da cidade cata-rinense tambm foi escolhida pela famlia para construir o veleiro Kat que ser uti-lizado na expedio. Com sete cabines a embarcao conta com tecnologia de pon-ta para a aventura em alto-mar ser acom-panhada em tempo real de qualquer lugar do mundo.

    Na reportagem especial, a Revista Porturia Economia & Negcios expe um resumo do histrico de aventuras da famlia, da preparao para a nova expe-dio, o perfil dos tripulantes e detalhes sobre o novo veleiro.

    Foram cinco anos de preparao, do incio do planejamento busca por patro-cinadores, para que a Expedio Oriente se tornasse realidade. Depois de muita pesqui-sa, a definio do itinerrio e cronograma de viagem e a confirmao das empresas parceiras nesta aventura, a Famlia Schur-mann trabalhou na divulgao do projeto enquanto acompanhava a construo do veleiro Kat, projetado especialmente para a expedio com tecnologia de ponta e foco na sustentabilidade.

    Alm da reportagem sobre a nova aventura dos Schurmann, esta edio da revista destaca o documento lanado pela Associao Brasileira dos Terminais Portu-

    rios ABTP, com propostas aos presidenci-veis para a evoluo da legislao do setor porturio.

    O objetivo do documento conso-lidar os avanos e promover a evoluo da legislao e regulamentao do Sis-tema Porturio Brasileiro, contribuir para o desenvolvimento do setor por meio do destrancamento de investimentos j pla-nejados e da atrao de novos, bem como minimizar a burocracia com a consequente reduo do tempo improdutivo e dos cus-tos logsticos, de modo a aumentar a com-petitividade dos produtos brasileiros nos mercados externos.

    A ABTP acredita que tais providn-cias devem ser tomadas com urgncia pelo prximo presidente da Repblica e demais governantes. O documento ser apresenta-do aos principais candidatos por meio de suas coordenaes de campanha. Haver continuidade aps as eleies, com deba-tes com o presidente eleito.

    Falamos tambm sobre o Complexo Porturio do Itaja subiu cinco posies na edio 2014 do World Top Conteiner Ports, ranking dos maiores portos especializados em contineres feito anualmente pela pu-blicao britnica Container Management. Juntos, os terminais de Itaja e Navegantes passaram da 108 para a 103 posio e fazem do complexo um dos 120 maiores portos do mundo.

    Alm disso, destaque para a pesqui-sa realizada pelo Instituto Ilos (Instituto de Logstica e Supply Chain que aponta o Por-to Itapo como o terminal porturio com melhor desempenho do Brasil.

    Essas e outras informaes, bem como as tradicionais seces Portos do Bra-sil e Coluna Mercado, nas pginas seguin-tes da sua revista. Boa leitura!

  • 6 Setembro 2014 Economia&Negcios

    Aps acerto dos ltimos detalhes tcnicos do edital para as obras da primeira fase dos novos acessos aquavirios ao Complexo Porturio do Ita-ja, o secretrio de Estado do Planejamen-to, Murilo Flores, confirmou para o ms de setembro o lanamento do edital, que prev a uma nova bacia e o alargamento dos canais de acesso.

    O investimento, de R$ 130 milhes, em recursos do programa de investimen-tos Pacto por Santa Catarina, vai possi-bilitar operaes com navios de at 335 metros de comprimento at o ano de 2016. No entanto, o projeto prev uma bacia com capacidade para operar navios de at 366 metros. Para isso, a Secretaria de Portos da Presidncia da Repblica j alocou recursos de mais R$ 248 milhes,

    previstos para serem investidos no decor-rer de 2015 e 2016, simultaneamente obra desenvolvida pelo Governo do Esta-do.

    Com o lanamento do edital de licitao da primeira etapa das obras na primeira quinzena de setembro, a expec-tativa de que a empresa vencedora do processo licitatrio seja contratada at dezembro, para que as obras sejam inicia-das em janeiro de 2015. Compridos esses prazos, a previso de que o Complexo Porturio do Itaja opere navios de maior porte j em 2016, informa o superinten-dente do Porto de Itaja.

    A obra ser realizada em duas fa-ses. A primeira, a cargo do Governo do Estado, engloba a retirada das guias correntes do molhe Sul junto ao Saco da

    Confirmado o lanamento do edital para obras da nova bacia de evoluo

    do Complexo Porturio do Itaja

    O investimento, de R$ 130 milhes, em recursos do

    programa de investimentos

    Pacto por Santa Catarina, vai

    possibilitar operaes com

    navios de at 335 metros de

    comprimento at o ano de 2016

  • Economia&Negcios Setembro 2014 7

    Fazenda, para que sejam executadas as obras da nova bacia de evoluo (480 metros de dimetro), retirada de parte dos espiges transversais do molhe norte (groins) e dragagens da rea da nova bacia e para o alargamento do canal de acesso.

    A segunda etapa, prevista no elenco de obras da SEP e com investimento de mais R$ 248 milhes, vai englobar a rea-locao do molhe norte, possibilitando que o canal de acesso fique com a largura de 220 metros, ampliao da nova bacia de evoluo (no saco da fazenda) para 530 metros de dimetro e dragagens na bacia e canais de acesso. Essas obras garantiro a competitividade do Porto de Itaja e dos demais terminais que compem o Complexo nos mercado nacional e internacional da navegao, acrescenta Ayres. Segundo o Superintendente, so-mente com os novos acessos ser possvel que navios maiores manobrem e atraquem nos terminais do Complexo. As empre-sas armadoras tem Itaja como um importante porto em suas rotas. No entanto, preciso que acompanhemos a evoluo do mercado, diz.

    insafewaters.blogspot.com

    .br/

    A indstria naval brasileira cresce 19,5% ao ano desde 2000 e os investimentos no setor j atingem cerca de R$ 149,5 bilhes. Os dados integram os estudos do IPEA (Instituto de Pesquisa Econmica Aplicada), comanda-dos pelo coordenador de Infraestrutura Econmica, Carlos Campos Neto, e pelo tcnico de Planejamento e Pesquisa, Fabiano Pompermayer, que deram origem ao livro Ressur-gimento da Indstria Naval no Brasil e apresentado recen-temente.

    Abordando vises econmicas, polticas, institucionais e um panorama histrico da retomada da indstria naval, a publicao traa um perfil dos principais players mundiais, traz comparaes entre Coria do Sul, China e Brasil quanto incidncia tributria, alm de destacar a competitividade nacional.

    EvoluoRetratado no estudo, o histrico da indstria naval

    brasileira comea nas dcadas de 1970 e 1980. Promissora e voltada produo de navios para o comrcio internacional, a indstria contabilizava o segundo maior nmero de em-barcaes e encomendas do mundo. Mas a crise econmica dos anos 80 teve reflexos diretos no setor naval. No incio da dcada de 1990, o ento presidente Fernando Collor abre a indstria naval para a concorrncia internacional, mas no estvamos preparados para isso. Foi quase como decretar sua extino, explica o pesquisador Campos Neto.

    Em 2000, as encomendas da Petrobras, que gradati-vamente priorizaram o contedo local, impactaram o setor