Revista Minha Cidade 19 Edio

Download Revista Minha Cidade 19 Edio

Post on 23-Jul-2016

260 views

Category:

Documents

38 download

DESCRIPTION

 

TRANSCRIPT

  • 2015 - MINHA CIDADE - 1

    ww

    w.re

    vist

    amin

    haci

    dade

    .com

    .br

    JAYME RINCN MILLER ASSIS DR. ANTNIO

    R$ 6,00

    R E V I S T AE

    DI

    O 1

    9 -

    AN

    O 4

    Caldas NovasPrefeito Evandro Magal inicia o mutiro Prefeitura nos Bairros

    Garante a certeza de manuteno do cronograma das obras para todo o estado

    Explica o salto de qualidade na rede pblica de sade de Goianira

    Realiza trabalho social e de sade que referncia em Gois

    Foto

    : Flic

    kr/ A

    daut

    o Ro

    drig

    ues

    MARCONI PERILLOcoloca infraestrutura como

    prioridade de governo

    JARDIM BOTNICO:h 37 anos resistindo,

    espera do poder pblico

    PARCERIA:

  • 2 - MINHA CIDADE - 2015

  • 2015 - MINHA CIDADE - 3

  • 4 - MINHA CIDADE - 2015

  • Matrias assinadas refletem a opinio de seus autores.

    Diretor Administrativo

    Gustavo Oliveira

    gustavodiretor@gmail.com

    Edio Geral

    Carlos Henrique Carvalho Freitas

    carlos.hcf1@gmail.com

    Jornalista - 2725GO

    Design e Diagramao

    Paulo Victor da Silva Santos

    pvictor_dg@hotmail.com

    Para anunciar

    62 8477-5030

    revistaminhacidade@gmail.com

    Abrangncia

    Gois/ Tocantins

    Mato Grosso e Distrito Federal

    Tiragem estimada: 5 mil exemplares

    Colaboradores desta edio

    Willian Schwartz Gastrnomo

    Leandro Sena Fund. ONG+ao

    Ulisses Aesse - Jornalista

    Endereo para correspondncia

    Av. C44, Lt. 08, Novo Horizonte

    CEP.: 74.365-560 - Goinia GO

    CNPJ - 26.669.002/0001-61

    CNPJ - 18.111.374/0001-40

    EXPEDIENTE

    EDITORIALPoltica levada a srio

    A cada dia que ns abrimos jornais, revistas ou pginas da internet novos escndalos na poltica surgem e so divulgados pela mdia nacional. A as acusaes de corrupo, como no caso da Operao Lava-Jato, chegam a bilhes de reais, nmeros que ajudariam milhares e milhares de brasileiros em todo o pas.Muitos destes brasileiros, cansados de toda roubalheira que acontece h dcadas no Brasil, saram s ruas duas vezes neste ano para pedir o fim da corrupo, e muitos deles o impeachment da presi-dente Dilma Rousseff (PT).

    A poltica, infelizmente, pouco discutida no Brasil. Grande parcela da populao s se lembra de sua existncia de dois em dois anos, quando acontecem as eleies e, pior, alguns ainda vendem votos e participam de outros tipos de corrupo durante o processo.

    Necessitamos que a poltica seja levada a srio. Precisamos de uma populao que lute por um pas melhor. E precisamos de polticos, do executivo e legislativo, que sejam srios.

    Nesta edio da Revista Minha Cidade temos o orgulho de ter vrios des-tes polticos. Pessoas que lutam por obras como, por exemplo, o Hospital de Urgncias Otvio Lage Siqueira (Hugol), inaugurado no ms de julho, em Goinia, pelo governador Marconi Perillo (PSDB), o maior hospital de urgncias do Centro-Oeste brasileiro.

    O Hugol s um exemplo, e ao longo da revista o leitor poder acompa-nhar outras notcias e reportagens no s com bons polticos, mas com boas pessoas que querem levar o melhor populao. Boa leitura a todos!

  • 6 - MINHA CIDADE - 2015

  • 11HELIO DE SOUSAPresidente da Assembleia fala sobremedidas de transparncia no legislativo

    NDICE

    36LEANDRO SENAAfirma que sempre teve aptido por trabalhar pelo social

    54CODEGOGoverno cria Companhia deDesenvolvimento Econmico

    70CRNICASaudades de mim, por Telma Mahfuz

    50JOS ELITONReafirma ateno do governoestadual com municpios

    14EURIPEDES JUNIORTtulo de Cidado Goianienseem solenidade

    16INBLOGUlisse Aesse

    22COZINHANDO COM O CHEFWillian Schwartz

    44TEN. CORONELUBIRATANAmor pela educao e pelaPolcia Militar

    Marconi Perillo18

    31ANSELMO PEREIRARecebe Ttulo de Cidado Canedense por prestar relevantes servios cidade

    49FIEG Pedro Alves de Oliveira foi empossado como novo presidente da Federao

    O maior tocador de obras da histria do estado de Gois foca na infraestrutura no ano de 2015

    64AGM Debate crise financeira vivida por maioria dos municpios brasileiros

  • 8 - MINHA CIDADE - 2015

    Deputado Dr.Antonio: trabalho social referncia em Gois

    Mutiro em Aragoinia

    Assembleia Legislativa

    Dr. Antonio, j realizou mais de 25 mil cirurgias em sua carreira na medicina. O hoje deputado tambm j foi vereador em Trindade, de 2009 a 2012. Em 2009, Dr. Antonio fundou a Associao Beneficente Pai Eterno. Com sede no Parque dos Buritis, a entidade foi criada com a parceria com vrios profissionais da sade. Os servios prestados a populao local incluem: Atendimento mdico, fisioterapia, aulas de hidroginstica, natao e dana. A Associao tambm realiza atendimentos em outros municpios goianos por meio de mutires itinerantes.

    Recentemente foi realizado um mutiro em Aragoinia em parceria com o deputado federal Roberto Balestra. Foram mais de 1500 atendimentos prestados a

    populao local entre eletrocardiograma, ultrassonografia, coleta de preveno e pequenas cirurgias. Vamos levar essa mesma ao a

    outros municpios goianos. gratificante presenciar a satisfao das pessoas. Geralmente cada uma beneficiada com trs tipos de atendimento, afirmou Dr. Antonio.

    Sargento Joel, Roberto Balestra e Dr.Antnio

  • 2015 - MINHA CIDADE - 9

    Deputado Dr.Antonio: trabalho social referncia em Gois

    Sade Itinerante

    Na Assembleia Legislativa Dr. Antonio japresentou importantes matrias

    Dr. Antonio pediu ao governador Marconi Perillo a criao do Programa Estadual Mes de Gois, a ser executado e coordenado pelo Estado. O objetivo reduzir a mortalidade infantil e materna em Gois. O programa sugerido contar com um conjunto de aes voltadas para a proteo e o cuidado da gestante e da criana no primeiro ano de vida, de forma a garantir s famlias, especialmente as mais vulnerveis, um ambiente mais seguro e acolhedor aos seus bebs.

    Equipe da Associao Beneficente Pai Eterno em Aragoiania

    Dr. Antonio tambm pediu a criao do Programa Estadual de Sade Itinerante. O objetivo estabelecer aes coletivas e integradas de sade, desenvolvidas em localidades carentes de especialidades mdicas, recursos

    laboratoriais e ambulatoriais, de forma a atender com a mxima amplitude a populao de todos os municpios. Atravs do trabalho legislativo, queremos fortalecer as aes da Sade. Meu trabalho social e poltico sempre foi em

    torno disso. As regies rurais e ribeirinhas precisam de melhor assistncia, e essa superintendncia itinerante teria uma estrutura para realizar raio-x, ultrassom, tomografia, alm de atendimentos simplificados, afirmou o deputado.

    Deputado estadual Dr. Antnio reunido com o governador Marconi Perillo

  • 10 - MINHA CIDADE - 2015

    Um dentista de famlia

    Rodrigo Rocha Andrade

    Rodrigo Rocha Andrade tem 39 anos, casado e tem uma filha de nove meses. Nascido e criado na capital de Gois, Rodrigo disse que no cresceu com o sonho de ser dentista, sua profisso, sendo um dos scios da Orus Sade Bucal, localizada no Setor Oeste. R o d r i go l e mbr a qu e sempre gostou muito da rea de biolgicas, pensando em cursar o curso de medicina. Mas conta que um amigo foi cursar odontologia na Universidade Estadual de So Paulo (UNESP) em Araraquara, no interior paulista, e o chamou para se mudar para a cidade. E no ano de 1998 Rodrigo foi. Ele conta que o amigo che gou a f a z e r me s t r a d o e doutorado. Rodrigo se especializou em implantes (saiba mais sobre logo abaixo), prteses e cirurgias, alm de trabalhar com reabilitao. O dentista tambm d aulas de especializao em implantes dentrios e est terminando um mestrado na Universidade Federal de Gois no ms de abril. L ogo que entre i na universidade comecei a fazer pesquisas e iniciei a realizao de cirurgias durante as aulas, gostei e me especializei nesta rea. Por isso, hoje fao mais implantes e prteses, afirma. Rodrigo afirma que mesmo indo para a cidade de Araraquara, sempre pensou em voltar para Goinia, principalmente pela famlia, mas tambm pelo mercado. Ele salienta que mesmo com o nmero crescente de faculdades em Gois, no estado de So Paulo a concorrncia muito maior. Com o tempo, o mercado est cada vez mais concorrido, mas ainda no se compara a So Paulo. Quando fiz meu CRO (carteira do Conselho Regional de Odontologia) em So Paulo, era a de aproximadamente nmero 88 mil. Quando transferi para Gois, era nmero 8 mil. Dez vezes menor. Isto mostra que temos muito

    menos odontlogos em Gois, diz. Rodrigo fala ainda que alm da famlia, conhecer muitas pessoas em Goinia o ajudou a crescer na profisso. Ele diz que os amigos sempre indicam outros pacientes, que indicam ainda mais pessoas, formando uma grande clientela na cidade.

    Orus Sade Bucal

    A Orus foi criada juntamente com o seu scio, Gustavo Corra Vilela, especializado em Periodontia, em abril de 2012. Rodrigo conta que os dois trabalhavam juntos em um clnica de Goinia e perceberam que a parceria dava certo.

    Ele afirma que a parceria continua dando muito certo e que pretendem continuar no local, na Rua Joo Abreu, por mais algum tempo.Rodrigo diz que, apesar da alta demanda de pacientes, ele tambm atende em outros consultrios e cidades, como Braslia, Anpolis e Ipor.

    Como funcionam os implantes

    Rodrigo explica que, antigamente, quando uma pessoa perdia um dente ou tinha uma falha, por exemplo, em um dos dentes da frente, a pessoa tinha que fazer canal nos dois dentes laterais falha, realizando o que era chamado de ponte. Ento seriam trs dentes de porcelana para ocupar e tampar um espao, explica o odontologista.

    Hoje, explica, faz-se uma perfurao no osso, coloca-se um parafuso, que busca uma estabilidade e, em seis meses, o osso se forma em volta das espiras do parafuso, segundo Rodrigo. Assim, se faz apenas uma prtese para aquele dente, no tendo que perder dois dentes laterais para tampar um espao, afirma. E l e e x p l i c a q u e a

    sseointegrao total acontece em 18 meses, mas com seis meses, na maxila, j se pode fazer a prtese definitiva. Se for na mandbula, em apenas quatro meses. Rodrigo explica que dependendo do caso, e do tipo do implante a ser utilizado, este tempo pode diminuir. Rodrigo lembra que em sua clnica tambm faz cirurgias guiadas, realizada sem cortes e apenas com pequenas perfuraes no tecido para instalar implantes. Alm disso, no cicatrizao, a recuperao muito mais rpida. O odontlogo tambm faz facetas, laminados, clareamento e tambm um ortodontista que trabalha na Orus.

  • 2015 - MINHA CIDADE - 11

    Helio de Sousa reafirma empenho com medidas de transparncia

    Assembleia Legislativa

    O deputado Helio de Sousa, presidente da Assembleia Legislativa, concedeu no ms de abril - entrevista coletiva promovida pelo Clube dos Reprteres Polticos de Gois (CRPG). O deputado falou sobre diversos temas, como implantao de medidas internas de controle de presena de servidores, construo da nova sede do Legislastivo, alm da pauta poltica. Segundo o presidente, o servidor que estiver imbudo do propsito de trabalhar para que o Poder Legislativo estadual cumpra a contento o seu papel constitucional vai receber todo apoio da Mesa Diretora da Casa. Com relao ao Portal da Transparncia, Helio de Sousa disse que foi colocado nele toda a vida profissional de cada um dos servidores da Alego. Deixou claro que no tem a pretenso de consertar o mundo, mas que far sua parte para que a Assembleia Legislativa resgate a credibilidade que perdeu junto a opinio pblica. Helio de Sousa enfatizou que o ponto eletrnico serve para afastar qualquer expectativa de que a Casa ainda abriga algum servidor fantasma. O servidor efetivo que no bater ponto receber a devida punio legal, enquanto o comissionado ser demitido. E se o ponto

    eletrnico for burlado, vamos implantar o ponto digital, frisou.

    Nova sede da Assembleia

    Helio de Sousa informou que as obras da nova sede da Assembleia Legislativa no vo sofrer descontinuidade. Disse que, para tanto, manteve uma conversa com o governador Marconi Perillo (PSDB) e com a secretria da Fazenda, Ana Carla Abro. Adiantou que ser feita uma nova licitao, haja vista que a realizada em 2005 est com preos totalmente defasados. J foram gastos R$ 18 milhes

    e sero necessrios mais R$ 15 milhes para concluso das obras estruturais. A previso total de gasto da construo de R$ 90 milhes. Mas garantiu que a nova sede vai ser orgulho do povo goiano. Questionado sobre como v a terceirizao da Sade no Estado de Gois, Helio de Sousa disse que tem uma viso crtica sobre essa questo, mas afirmou com todas as letras que o governador Marconi Perillo est cumprindo bem a parte dele. Gois tem a melhor sade pblica no Brasil no que depende do Governo de Gois, que est fazendo bem a parte dele. O presidente da Alego ainda destacou fatos como o qurum frequente dos deputados, o que tem permitido o cumprimento em dia da pauta de votaes de matrias do Governo e dos deputados. Tenho orgulho de dizer que votao de projetos est dentro do que estava previsto, disse. O presidente citou ainda as atividades das Comisses Tcnicas que, segundo ele, tm trabalhado efetivamente. A criao de uma CPI, pela Comisso da Criana e do Adolescente, para investigar a violncia contra menores um exemplo. A CPI pretende apresentar solues para casos de abuso sexual, adoo irregular e trabalho infantil. (Com informaes da Agncia de Comunicao da Alego)

    Deputado Helio de Sousa

  • 12 - MINHA CIDADE - 2015

    Mutiro Prefeitura nos Bairros chegar a toda populaoCaldas Novas

    A administrao municipal de Caldas Novas iniciou, no ms de maio, o mutiro Prefeitura nos Bairros. O primeiro local em Caldas Novas a receber os servios ser o setor Manses das guas Quentes. Todos os bairros do municpio sero beneficiados. O programa uma realizao da prefeitura de Caldas Novas, por meio de todas as secretarias municipais, em parceria com o Sistema S, que envolve Senai, Senac e Sesi. Haver guichs de atendimentos do Cadastro nico, tirando dvidas sobre programas sociais como Minha Casa, Minha Vida, Bolsa Famlia e Pronatec. O prefeito de Caldas Novas, Evandro Magal (PP), ressaltou que o mutiro Prefeitura nos Bairros contemplar os outros setores do municpio. A inteno, de acordo com o chefe do executivo, proporcionar o acesso facilitado do cidado aos servios pblicos. Nossa administrao quer aproximar os rgos pblicos da populao, levando o trabalho da prefeitura a todos os bairros, inclusive, os mais afastados. Contamos com o apoio importante da deputada federal Magda Mofatto (PR), o deputado estadual Marco Aurlio Palmerston (PSDB), e todos os vereadores que compem a base aliada na Cmara

    Municipal, destacou o prefeito Evandro Magal.

    O mutiro

    De acordo com informaes da prefeitura de Caldas Novas, haver um mutiro de servios de infraestrutura como o do setor Manses das guas Quentes em todos os setores, onde sero feitos reparos nas vias urbanas, limpeza de terrenos baldios, sinalizao de trnsito, troca de

    lmpadas, entre outras benfeitorias. Na Escola Municipal Norberto Odebrecht, a prefeitura realizou consultas com cl nicos gerais , or topedista , cardiologista, oftalmologista e ginecologista. A prefeitura tambm realizou outros servios, onde no foi necessria triagem, como atendimento odontolgico de preveno de cries, vacinao contra HPV e gripe. Houve tambm palestra de conscientizao sobre a dengue e chikungunya, trabalho do Projeto Olhar

    Prefeitura nos Bairros atende 507 pessoas no Jardim Serrano

    Prefeitura nos Bairros atende trs setores em Caldas Novas Primeiras edies do programa Prefeitura nos Bairros

    Foto

    s: Fr

    anci

    sco

    Frot

    as/ S

    ecom

    Cal

    das N

    ovas

    Foto

    : Luc

    as M

    undi

    m/ S

    ecom

    Cal

    das N

    ovas

  • 2015 - MINHA CIDADE - 13

    Mutiro Prefeitura nos Bairros chegar a toda populaoBrasil, exame de preveno de cncer de colo de tero, e aferio de presso arterial. Segundo a Secretria Municipal de Ao Social, Flvia Lima, os advogados da Procuradoria do Municpio realizaram consultoria jurdica gratuita para os cidados. Alm de corte de cabelo gratuito, oficinas de recreao, entre outros servios que foram oferecidos pela prefeitura e o Senac.

    Asfalto

    A prefeitura da cidade realizou, em junho, a compra de uma usina mvel de asfalto para servios de recapeamento. Todos os equipamentos foram adquiridos por meio de licitao, com o investimento de recursos prprios do municpio na ordem de aproximadamente 570 mil reais. O executivo municipal adquiriu uma usina de asfalto, modelo Rinnus Truck, uma vribroacabadora de asfalto, uma vassoura mecnica rebocvel, um rolo compactador monocilndrico, uma extrussora de perfis de concreto, e um caminho. De acordo com informaes do Departamento de Licitaes, todo o equipamento ser fornecido pela empresa

    Recapeamento realizado em Caldas Novas com usina mvel

    Foto

    s: Fr

    anci

    sco

    Frot

    as/ S

    ecom

    Cal

    das N

    ovas

    Pav Parts Comrcio de Mquinas Ltda. Evandro Magal destacou que as obras de recapeamento j se iniciaram. A inteno que as vias urbanas com maior necessidade sejam atendidas de maneira prioritria. A usina mvel de asfalto um equipamento de alto custo, que poucas prefeituras possuem, mas agora nosso municpio conta com esse importante maquinrio, que nos ajudar a reconstruir a malha asfltica da cidade.

    Vamos trabalhar para que todos os bairros sejam atendidos o mais rpido possvel, ressaltou o prefeito Evandro Magal. O chefe do executivo destacou que a iniciativa contou com o apoio da deputada federal Magda Mofatto (PR), o deputado estadual Marco Aurlio Palmerston (PSDB), e todos os vereadores que compem a base aliada na Cmara Municipal. Fonte: Secretaria de Comunicao de Caldas Novas (SECOM)

  • 14 - MINHA CIDADE - 2015

    No fim do ms de maio (dia 26) o presidente nacional do PROS, Euripedes Junior, participou da cerimnia de recebimento do Ttulo de Cidado Goianiense na Cmara Municipal de Goinia. A solenidade foi uma homenagem ao trabalho rduo e a dedicao de Euripedes Junior aos moradores de Gois. Desde a criao do partido at os dias de hoje, trabalhei para melhorar a qualidade de vida dos brasileiros, principalmente dos moradores de Gois. muito gratificante ter o reconhecimento do povo goianiense, declarou o presidente. Euripedes Junior foi o idealizador do primeiro partido goiano e antes de expandir a bandeira poltica da legenda, ele construiu carreira poltica em Planaltina de Gois. Entre os presentes no evento estavam: o presidente do PROS Gois, Rodrigo Melo; o presidente metropolitano do PROS, Reginaldo Melo; e a presidente do PROS Mulher, Maria Aparecida.

    Histria

    Euripedes Gomes de Macedo Junior nasceu em 1 de abril de 1975, mas, no entanto, passou a sua infncia e adolescncia no Entorno de Gois. Para ele, no h oportunidade melhor de mudar o cenrio social e econmico da regio e do pas que por meio da poltica. De dedicado trabalhador ele se tornou vereador no ano de 2008, e neste mesmo ano tornou-se presidente da Cmara Municipal onde permaneceu at o ano de 2009. Aps passar cinco anos em busca de assinaturas dos brasileiros para criar o Partido Republicano da Ordem Social (PROS), Eurpedes Junior se tornou o presidente fundador do mais novo partido politico do pas, que nasceu oficialmente no dia 24 de setembro de 2013, e no final deste mesmo ano assumiu a Secretaria de

    Estado de Desenvolvimento da Regio Metropolitana do Distrito Federal. Em 2014, Euripedes Junior foi candidato a deputado federal pelo PROS e alcanou a segunda suplncia com 72.781 votos. Alm disso, durante a sua vida poltica em Gois foi contemplado com o ttulo de cidado de Planaltina de Gois e Formosa, e ainda das cidades do estado de

    Euripedes Junior recebe Ttulo de Cidado Goianiense em solenidade

    de homenagem

    Goinia

    So Paulo Paulnia e Cotia. O presidente nacional do PROS recebeu ainda o prmio como os Melhores da Poltica de Gois 2013, e teve o reconhecimento da revista Fala Prefeito e do jornal Recado News como um dos melhores polticos do Estado. Euripedes Junior possui o ttulo de Doutor Honoris pela Unisaber.

  • 2015 - MINHA CIDADE - 15

  • 16 - MINHA CIDADE - 2015

    IN

    BL

    OG

    ULISSES AESSE

    Deixa a desejar

    Dois caminhos

    A inteno essa?!

    Esforo concentradoParte da mdia, da imprensa direcionada, quer triturar uma possvel candidatura do delegado Waldir Soares, o de-putado federal mais bem votado em toda a histria poltica de Gois. No quer nem v-lo como possvel candidato. Faz de tudo para minar a sua reputao.

    Como elegeu Alcides Rodrigues governador de Gois, para Marconi Perillo no ser difcil eleger Jos liton gover-nador em 2018. Lgico que precisar de todo esforo, j que Ronaldo Caiado no quer perder essa oportunidade. Isso se no for candidato presidncia da Repblica pelo seu partido.

    De olho no esplio poltico do pai, o prefeito de Aparecida de Goinia, Maguito Vilela, que, tambm, foi governador de Gois, o deputado federal Daniel Vilela, at agora, no mostrou a que veio. No h um nico projeto de importncia seu aprovado na Cmara Federal. Alis, at agora, deputado sem grandes atuaes. Como querer ser governador de Gois se sua representatividade deixa a desejar? preciso correr mais, se esforar mais e deslanchar nesse cenrio confuso de candidatos e candidatos.

    Um oposicionista afirma que a ideia hoje no PSDB tornar Marconi Perillo a nica liderana do partido e sufocar as lideranas emergentes. Um exemplo, o de Alexandre Baldy, que est tendo suas asas cortadas no partido. O mesmo que aconteceu no PMDB e fez de Iris uma liderana intocvel. esperar para ver se o PSDB vai mesmo se transformar num PMDB.

    Os grandes aliados

    preciso ceder O nico nome De tudo um pouco

    Lideranas comunitrias, Ailton Oliveira e Ole-grio Marinho tm importantes aliados na cons-truo do Centro de Convivncia dos Idosos no Setor Hovo Horizonte: os deputados Virmondes Cruvinel, Marcos Abro e a senadora Lcia Vnia. As obras comeam neste segundo semestre.

    Vanderlan Cardoso no pode continuar mais caminhando sozinho. A tendncia sua calcificao sempre num tercei-ro lugar. A hora de unio, coalizo, fortalecimento de grupo poltico e embates que podero lev-lo a um cargo majoritrio de peso. No mais o de prefeito de Senador Canedo. Para isso, Vanderlan deve ceder num primeiro momento.

    O resto conversa pra boi dormir... Em Gois, h apenas um nome com peso nacional para ser candidato presidncia da Repblica em 2018. Lgico que Ronaldo Caiado, sem-pre presente na mdia nacional. O resto resto e no tem chances algumas. S barulho mesmo.

    Iris Rezende se trabalhar direito, no economizar na sua comunicao, como sempre fez, com certeza, tpode-r ser o prximo prefeito de Goinia. Votos, na Capital, ele tem de sobra. O problema que a oposio est ba-bando colorido para fazer o prximo prefeito de Goinia. Vai jogar de tudo contra a sua candidatura. Inclusive, comeando com as baixarias...

  • 2015 - MINHA CIDADE - 17

  • 18 - MINHA CIDADE - 2015

    Marconi: o maior tocador de obras da histria de Gois

    O governador Marconi Perillo ganhou uma nova marca poltica nesta gesto. Com seus dois primeiros governos caracterizados pela criao de uma ampla rede de proteo social, agora conhecido como o grande tocador de obras de Gois. O governador elegeu a infraestrutura como prioridade e transformou o Estado em um verdadeiro canteiro de obras. Marconi trabalhou como nenhum outro poltico para transformar Gois. Ele investiu na estrutura fsica do Estado e o colocou em condies de receber qualquer tipo de investimento, avaliou o ex-prefeito de Goinia, Nion Albernaz, ao jornal Dirio da Manh. Nion considerado por diversos cientistas polticos uma das vozes mais sbias e experientes da poltica goiana. De acordo com diversas lideranas polticas, a atual administrao tem sido caracterizada como a que apresentou o maior volume de obras da histria de Gois. A construo de 2,5 mil quilmetros de rodovias e a reconstruo de outros mais de 5 mil quilmetros, a reforma de 1.080 escolas da rede pblica estadual e a ampliao e melhoria da Rede Hugo de hospitais so algumas das principais obras lideradas pelo tucano. Marconi no tem medo de desafios e, desde que se props

    a intensificar os esforos direcionados infraestrutura, no descansou um minuto sequer e os resultados esto a: somos hoje o Estado que mais cresce no Brasil, ressalta o secretrio de Gesto e Planejamento, Leonardo Vilela. T a m b m e s t o s o b a responsabilidade de Marconi obras importantes como a construo do Aeroporto de Cargas e do Centro de Convenes, ambas em execuo em Anpolis. Alm disso, seis importantes rodovias foram duplicadas e receberam iluminao, quatro viadutos foram construdos e o Autdromo Internacional de Goinia foi totalmente reconstrudo. O governador responsvel ainda pelo projeto do Centro de Referncia e Excelncia em Dependncia Qumica (Credeq), em Aparecida de Goinia. Outros quatro tambm esto sendo construdos em Caldas Novas, Goiansia, Morrinhos e Quirinpolis. Para o ex-prefeito Nion Albernaz, Marconi aliou as conquistas no campo econmico e social e, ao mesmo tempo, deu um novo rumo para a infraestrutura do Estado. Sem dvida, hoje, Gois referncia para o Brasil, quando o assunto estrutura fsica. O Estado visto plenamente como desenvolvido e

    pronto para receber novos investimentos, pontua. Aos 84 anos, o ex-prefeito tambm reitera que o volume de obras realizadas na atual gesto histrico. Por onde passo, em diferentes cidades do interior, fico impressionado com a quantidade de obras que Marconi tem executado. Nunca tinha visto tamanha quantidade em Gois, garantiu ao DM.

    Comparaes

    O foco do governo de Gois em infraestrutura fez com que Marconi tirasse de Iris Rezende (PMDB) o ttulo de tocador de obras. O ex-prefeito de Goinia governou o Estado por dois mandatos. Por muitos anos, foi o detentor deste ttulo. Isso ocorreu porque, quando administrou Gois, a populao necessitava de servios bsicos como pavimentao asfltica, redes de energia e esgoto, gua e moradia. Conforme Juarez Magalhes Filho, ex-prefeito de Cristianpolis e filiado ao PMDB, Marconi Perillo arrojado e as obras que executou, ao longo desta gesto, apresentam padro de qualidade inquestionvel. o prprio Iris quem se intitula como tocador de obras e no a populao que lhe conferiu isto. Na verdade, os goianos padeceram de benefcios, at a

    Infraestrutura

  • 2015 - MINHA CIDADE - 19

    Marconi: o maior tocador de obras da histria de Goischegada de Marconi, conclui. D e put a d o e s t a du a l e e x -peemedebista, Francisco Jnior (PSD) tambm acredita que a grande diferena entre Marconi e Iris, quando se trata de obras, a qualidade delas. No tenho dvidas: o atual governador investiu muito e transformou Gois em um Estado moderno, avanado e cheio de benefcios, explica. O ex-prefeito Nion Albernaz tambm ressalta que as obras executadas por Marconi garantiram que Gois alcanasse posies de destaque nos mais diferentes aspectos. O Estado lder em gerao de empregos, diz ele, se referindo ao relatrio do Cadastro Geral

    de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministrio do Trabalho. O documento afirma que Gois assumiu, em 2014, a liderana absoluta na criao de empregos no Brasil, em ndices relativos. Se tm mais empregos sinal que mais indstrias vieram para c e, se elas quiserem vir para o Estado, porque aqui um lugar moderno e cheio de investimentos, reitera. Recentemente, de acordo com o ndice de Desenvolvimento da Educao Bsica (Ideb), o ensino mdio goiano o melhor do Pas. Para Nion, alm do trabalho pedaggico, o resultado tambm s foi alcanado por causa dos investimentos de Marconi na rede fsica das escolas.

    Credeq

    Reformar praticamente todas as unidades educacionais estaduais no para qualquer um. O governador s merece elogios neste sentido, garante.

    Inauguraes em 2015

    No primeiro hangout do quarto mandato, governador falou sobre agenda

    Inauguraes

    As inauguraes sero feitas normalmente nos finais de semana. J inauguramos a rodovia GO-324, que liga Jussara ao Distrito de Jacilndia, no municpio de Itapirapu. Reformamos e inauguramos a obra, em julho, da GO-403, que liga Goinia a Senador Canedo.

    Detran

    Garanto que todas as providncias esto sendo tomadas para que o Detran oferea servios com segurana a todos.

    Recursos do Tesouro para emendas parlamentares

    Todas as emendas at esse valor de R$ 1,5 milho (por ano) sero entregues, desde que os deputados apresentem bons projetos e que estes atendam os interesses da populao.

  • 20 - MINHA CIDADE - 2015

    Gois

    Mais sobre o Hugol

    O Hospital de Urgncias Otvio Lage Siqueira (Hugol) foi inaugurado no ms de julho, e o maior hospital pblico de urgncias da regio Centro-Oeste e Norte do Pas. O presidente da Agetop, Jayme Rincn, explica que foi construdo em 25 meses, considerado prazo recorde ao comparar com obras da mesma grandeza realizadas pela iniciativa privada. O custo por metro quadrado, de R$ 2.400, tambm inferior aos praticados no mercado. Os equipamentos so de alta tecnologia, grande parte importados e inditos na rede hospitalar goiana, como as camas eltricas. O hospital possui seis andares, rea construda de 71.165 metros quadrados, com 510 leitos totais, sendo 86 de UTI. Foram investidos, pelo Tesouro Estadual, para a obra, mais de R$ 168 milhes e, em equipamentos e mobilirio, mais de R$ 95 milhes. O Hugol ainda conta com nove grupos geradores e aquecimento solar, que tornaro mais baratos o custo de sua manuteno. Tambm tem uma Central de Resduos, com triturador de lixo e autoclave e uma subestao de energia com capacidade 4.500 Kw. Para humanizar

    o espao externo, construdo em 137 mil metros quadrados, foi desenvolvido um projeto paisagstico de fcil manuteno e com irrigao automatizada. Ainda foi criada a Capela Ecumnica para momentos de orao. Em sua primeira semana de funcionamento, o Hospital de Urgncias Otvio Lage de Siqueira (Hugol) atendeu 523 pessoas. Destas, 64% residiam em Goinia e as demais, em municpios da

    de inauguraes de obras e responde a perguntas sobre rodovias, concursos, UEG e Autdromo de Goinia, entre outras. S eguindo o compromiss o assumido durante a campanha eleitoral de manter contato direto com a populao

    por meio das redes sociais, o governador Marconi Perillo promoveu no ms de maro o primeiro bate-papo com internautas do quarto mandato. O hangout foi transmitido do Palcio das Esmeraldas. Segundo a assessoria de imprensa

    do Palcio, a partir de agora, os hangouts sero realizados de uma a duas vezes por ms durante o mandato. O bate-papo com seguidores e participantes de redes sociais parte das aes estabelecidas pelo governador para ampliar o acesso informao e a transparncia sobre as aes da administrao estadual. O tema central do primeiro hangout do quarto mandato foi o calendrio de entrega de obras pelo Estado, neste ms de maro e em abril. A agenda de inauguraes comandada por Marconi comeou no dia 13 de maro, e prosseguir pelos prximo meses. No bate-papo com internautas, o governador tambm respondeu a perguntas sobre o andamento de diversas obras, com destaque para rodovias e unidades de sade. O governador falou tambm sobre o Autdromo Internacional de Goinia, a Universidade Estadual de Gois (UEG) e concursos pblicos.

    Regio Metropolitana de Goinia e do interior do Estado. O diretor-geral do Hugol, Hlio Ponciano Trevenzol, destaca que parte dos pacientes com traumas graves e problemas clnicos emergenciais, foram plenamente assistidos no prprio hospital. Outra parcela dos pacientes, com questes consideradas mais simples, foi atendida e referenciada para as unidades bsicas de sade que prestam assistncia para os casos caracterizados como primrios.

  • 2015 - MINHA CIDADE - 21

  • 22 - MINHA CIDADE - 2015

    COZINHANDO Com o Chef Willian

    Dicas de cozinha iniciando com aorganizao nas compras :

    Ingredientes frescos

    Se voc pode comprar ingredientes frescos diariamente, no ser problema os ingredientes perecveis frescos. Mas para a maioria, essa no uma opo prtica, tendo que comprar grandes quantidades de alimentos com menos frequncia. Planejamento e organizao garantem que alimentos perecveis mantenham-se frescos e saborosos.

    Compras

    Fazer uma lista e detalhada de tudo o que voc precisa pode ser uma tarefa til, e todos os membros da famlia podem ajudar. Planeje antecipadamente o cardpio de alguns dias e use-o como base para as compras de alimentos frescos.

    Comprando bem

    - Pechinchas : compre os melhores alimentos sazonais e planeje os cardpios de acordo com eles.- Desperdcio : compre apenas o que puder guardar. Comprar alimentos em excesso no vale nada se no us-los enquanto frescos.

    Fazendo listas

    Organize : os itens na sua lista de compras em grupos e, se possvel, disponha-os de maneira que sigam a disposio do supermercado. Isso facilitar suas compras e voc estar menos sujeita a esquecer algum tem.Anotando : validade, anote as datas de validade em alimentos perecveis e as que tenha em mente quando planejar refeies. possvel congelar alguns itens por uns dias para estender seu prazo, mas leia o rtulo para congelamento.

    Economize dinheiro juntando cupons :

    Prenda cupons de desconto com clipe

    grande e coloque-o em um quadro de recados na cozinha. Assim ser fcil encontra-los quando voc for s compras.

    Mantendo a lista mo :

    Mantenha uma lista de compras presa por um im na porta da geladeira. Cada vez que utilizar um tem, anote-o na lista para se lembrar de repor o estoque.

    Prendendo no carrinho :

    Quando for s compras leve um clipe de papel ou pregador de varal para prender a lista de compras no carrinho. Assim ser mais fcil acompanhar a lista.

    Na prxima edio vamos dar dicas de armazenagem com segurana.

  • 2015 - MINHA CIDADE - 23

  • 24 - MINHA CIDADE - 2015

    Jardim Botnico: h 37 anos resistindo, espera do poder pblicoMeio ambiente

    Por Paulo Magalhes

    Estamos celebrando em 2015 os 37 anos da fundao (1978) do nosso Jardim Botnico, maior rea verde de Goinia, com mais de um milho de metros quadrados. Tenho o orgulho de ser o propositor do projeto de lei 18/2013, que culminou na alterao da Lei Complementar 171/2007, sancionada pelo prefeito Paulo Garcia no dia 16 de agosto de 2014. Incorporada legislatura municipal a emenda protege o Botnico da especulao imobiliria, minimizando os impactos da construo civil nos arredores desta rea de preservao. O adensamento urbano gera impactos irreversveis nas reas onde so

    empreendidos parques como o Areio, Vaca Brava e o abandonado Cascavel, que, localizado nas proximidades da nascente de um importante crrego - seu homnimo - est mngua e ainda sofrer muito com o rebaixamento de seu lenol fretico, causado pelo uso excessivo do subsolo, sobretudo na instalao de garagens nos empreendimentos imobilirios planejados para aquela regio. No caso do Jardim Botnico, conseguimos estabelecer limites rgidos s construes em seus arredores, em um raio de 350 metros. Os empreendimentos devem conter uma altura mxima de nove metros, ou trs pavimentos. Esta medida protege a cabeceira do Crrego Botafogo, que foi uma das primeiras fontes de abastecimento hdrico de nossa cidade. Vrias espcies animais e vegetais nativas

    vivem no Botnico, e ainda habitam nossa capital devido existncia de uma poro de mata fechada que compe a cobertura vegetal nativa. Quando inaugurado, o Botnico recebeu o nome de Amlia Hermano Teixeira, renomada biloga goiana. Alm de conter a rea de preservao, o jardim tambm foi planejado para cumprir seu papel social, de ser um espao de lazer e convivncia dedicada populao de Goinia, uma capital conhecida no Brasil por abrigar extensas reas verdes, que se contrapem ao ambiente edificado e impermeabilizado caracterstico de grandes centros urbanos. O seu projeto foi desenvolvido ao longo de trs anos, por uma equipe interdisciplinar composta por botnicos, arquitetos, gegrafos, paisagistas e outros

  • 2015 - MINHA CIDADE - 25

    Jardim Botnico: h 37 anos resistindo, espera do poder pblicotcnicos, reunidos para elaborar um estudo que direcionasse a ocupao daquela rea. Em 1981 este estudo foi concludo, constituindo o conceito de uma reserva de extrema importncia para a cidade e possibilitando o cultivo de diversas espcies de plantas, utilizadas na composio das mais variadas regies para onde a capital se expandiu. Em 1994 o poder pblico municipal garantiu a integridade do Botnico nas dimenses em que fora planejado, decretando o seu tombamento, aos 22 de setembro daquele ano. Contendo espcies centenrias de grande porte, tais como Angico, Aroeira, Balsamo, Cedro, Ing, Ing Banana, Ip Amarelo, Ip Roxo, Jatob, Jequitib, Ip Roxo e muitas outras espcies tpicas do Cerrado, o jardim abriga um viveiro onde plantas nativas so

    cultivadas para reflorestamento de reas degradadas. O jardim ainda comporta um horto de plantas medicinais cultivadas para fins de pesquisa. Espcies como Alfavaca, Falso boldo, Hortel, Sabugueiro, Sete dores, Poejo e outras plantas medicinais so cultivadas no horto, e esto disponveis comunidade. Por todas estas razes, e por considerar o direito das famlias que h dcadas habitam o entorno do parque, no posso mais suportar o descaso do poder pblico com o nosso Jardim Botnico. Reafirmo aqui o meu compromisso de seguir lutando em defesa de sua preservao e revitalizao, e exigindo o devido respeito a seu valor ambiental, cultural e histrico para Goinia. Muito importante tambm a parceria com

    Leandro Sena, fundador da ONG + Ao. Devemos exigir uma unio entre o Governo do Estado de Gois, a Prefeitura Municipal de Goinia e nossas principais universidades PUC GO e UFG - na elaborao e execuo de um projeto que faa do Botnico uma rea de convivncia e de pesquisa, com uma estrutura adequada e manuteno eficaz. J no podemos mais deixar entregue prpria sorte esse patrimnio natural, essencial para uma boa qualidade de vida em nossa capital.

    Credenciais: Paulo Magalhes empresrio, e est em seu segundo mandato como vereador em Goinia, filiado ao Partido Solidariedade. Residente no Setor Pedro Ludovico, Paulo autor da emenda que impede a construo de altos edifcios nos arredores do Jardim botnico.

    Foto

    s: N

    ilo A

    lmei

    da

  • 26 - MINHA CIDADE - 2015

    Infraestrutura

    O ano de 2015 est tendo um grande volume de obras do governo estadual. Quem prev isso o presidente da Agncia Goiana de Transportes e Obras Pblicas (Agetop), Jayme Rincn. Em entrevista ao jornal Dirio da Manh, por exemplo, Rincn afirmou que o oramento estadual j tem um volume de recursos de R$ 1 bilho para investimentos em obras de infraestrutura. Ainda h a contrapartida do Estado com recursos prprios, o que nos garante a certeza de manuteno do cronograma das obras, afirmou ao jornal. Em entrevistas neste incio de ano, Jayme sempre tem lembrado das principais obras que o governo do Estado tem em na capital do Estado, com nfase para servios na rea de mobilidade e infraestrutura e modernizao no segmento de sade. Ao Dirio da Manh, o presidente da Agetop se lembrou dos viadutos nas

    rodovias estaduais como no Setor Madre Germana e as sadas para Trindade e Inhumas, que j foram entregues, alm do viaduto na sada para Nerpolis. Nesse contexto, precisamos lembrar tambm de obras de fundamental importncia para a populao de Goinia, como o Hugol (j entregue), o Centro de Excelncia do Esporte, a iluminao da Rodovia BR-153 no trecho que corta a Regio Metropolitana e o Credeq, em Aparecida de Goinia, disse Rincn, lembrando que estas so mostras do cuidado que o governo Marconi Perillo tem para a capital. Quando questionado sobre as obras ainda em andamento, Jayme observou o que ser necessrio para o Estado superar a crise que ameaa a maioria dos entes federados, alm da prpria Unio. Os ajustes fiscais que o governo tem em execuo sob o comando da secretria Ana Carla (Fazenda) sero

    fundamentais para a adequao dos gastos ao oramento que pode ser efetivamente utilizado, o que nos garante firmeza nas aes e que vamos superar os desafios, disse ao DM. Sobre o ano de 2015, Jayme Rincn afirma que as perspectivas so muito boas, j que Gois j vinha de um ritmo acelerado e com expressivo volume de recurso, dando, assim, continuidade s obras j iniciadas. Ainda em entrevista ao Dirio da Manh, o presidente da Agetop salientou que as prioridades continuam sendo a sade e a educao. Cinco Credeqs (Centros de Referncia e Excelncia em Dependncia Qumicas) em construo, sendo que um deles ir atender a Regio Metropolitana e est em obras avanadas em Aparecida de Goinia. O Hugo 2 foi entregue no ms julho e o Hospital Regional de Uruau so emblemas dessa preocupao do governador Marconi Perillo com essa rea, afirma.

    Rincn garante R$ 1 bilho emobras para Gois

  • 2015 - MINHA CIDADE - 27

  • 28 - MINHA CIDADE - 2015

    Paulo Valrio: Aruan estpreparada para receber o povo goiano

    Acredito que tudo na vida ocorre de dentro para fora. Foi de fundamental importncia para que cada um dos nossos deputados entenda o que tem sido feito e como tem sido feito, para que possam estar nos ajudando a melhorar cada dia mais o turismo goiano. Ns temos potencial e acredito que, com o apoio desta Casa, chegaremos onde desejamos, salientou. Paulo Valrio parabenizou o deputado Simeyzon pela iniciativa. Segundo o prefeito, s o exerccio traz a perfeio. Se no tivermos estes encontros, se no realizarmos estas discusses, fica

    muita coisa ocorrendo no achismo. Eu acredito na Assembleia Legislativa, acredito no Governo do Estado de Gois e acredito nos municpios goianos. Mas tem que haver uma unio entre todos os poderes, afirmou.

    Recorde

    Sobre a temporada deste ano, Paulo acredita que Aruan recebeu uma quantidade recorde de turistas. O prefeito afirma que a cidade deixou de ter apenas a temporada no ms de julho e passou a realizar temporada de praia, que vai de maio a outubro. Nesse perodo o prefeito espera receber mais de um milho de pessoas. Ele fala que o pico de pessoas acontece no ms de julho, onde mais de 200 mil pessoas passam pela cidade. Muitos acham que ns estamos exagerando. Ns temos 130 quilmetros de Rio Araguaia, e 65 quilmetros de praias, mais de 600 acampamentos, temos o Rio Vermelho, o Rio do Peixe e uma concentrao flutuante, principalmente nos finais de semana, na nossa cidade. Aruan est pronta para receber todas as pessoas, afirmou Paulo Valrio, convidando toda a populao para visitar a cidade.

    O prefeito da cidade de Aruan, Paulo Valrio (PSDB), sabe que est frente de uma das cidades que mais recebe turistas por ano no Estado de Gois. Segundo ele, a expectativa sempre de realizar uma grande temporada e grandes eventos em Aruan. Para isso, diz o prefeito, o governo estadual tem que ser fazer presente onde o povo est. Estamos sempre preparados para receber o povo goiano. O Araguaia no perodo de frias a casa dos goianos. No s Aruan, mas todo o Vale do Araguaia, e para as cidades verdadeiramente tursticas, afirma. Porm, Paulo Valrio afirma que o municpio, hoje, no suporta as despesas financeiras que estes eventos trazem. Precisamos de ser abraados pelo governo estadual e ser abraados pela Assembleia Legislativa, disse.

    Audincia sobre turismo

    Durante o ms de junho Paulo Valrio participou de Audincia Pblica sobre o Planejamento Turstico de Gois, realizada pelo deputado Simeyzon Silveira (PSC) e pela Gois Turismo. Ele elogiou a iniciativa.

    Turismo

    Prefeito de Aruan, Paulo Valrio

  • 2015 - MINHA CIDADE - 29

    Marco Tlio Souza

    Jovem goiano o futuro das pistas

    O Estado de Gois teve um representante na segunda e t ap a d o C a mp e o n at o Brasileiro de Turismo, classe de acesso Stock Car, que aconteceu no ms de maro no Autdromo Internacional Ayrton Senna, em Goinia. O piloto o goiano Marco Tlio Souza, de apenas 19 anos, que passou um perodo de experincia na Europa. Ao jornal Dirio da Manh, Marco Tlio, que acertou com a equipe paranaense Hitech Racing, prometeu brigar pelo ttulo, nas oito etapas da temporada: Conheci o carro no primeiro dia de treinos. Acredito que levo um pouco de vantagem porque conheo o traado do autdromo. Fui nascido e criado aqui, estou em casa. Espero fazer uma grande temporada e ganhar visibilidade, destacou o jovem piloto. A reportagem do DM mostra que Marco teve sua primeira experincia na Europa em 2009, quando foi para Itlia, correr de Kart. Em 2011, ele retornou ao Brasil para correr pela Frmula Ford. No ano seguinte, o goiano embarcou de volta para o velho continente, para disputar a Frmula Renault. Em contato com a reportagem da Revista Minha Cidade, Marco Tlio

    afirmou que, por ser a primeira vez que correu, acha que foi bem bom. Evolu bastante no carro. Ficamos em stimo lugar entre 22. Para estreia foi bem bom, disse. A prxima corrida da categoria acontece no autdromo Velopark, em Porto Alegre, Rio Grande do Sul. O jovem piloto goiano sonha alto e afirma que seu desejo est trabalhando bastante. Queremos ser campees, afirma. Para 2016, Marco Tlio diz que o seu sonho correr na Stock Car. Sobre o autdromo de Goinia, reformado no ano de 2014 pelo governador Marconi Perillo (PSDB), o goiano disse ficou timo e um dos melhores do Brasil. Esta foi a primeira vez que correu em Goinia. Em agosto, Marco Tlio volta a Goinia para a Corrida do Milho. O site da categoria mostra que A Hitech Racing disputar, em 2015, sua segunda temporada no grid do Campeonato Brasileiro de Turismo, classe de acesso Stock Car, a mais importante categoria do automobilismo nacional. Segundo a matria, o histrico de trabalhar com jovens talentos, neste ano a equipe chefiada por Rodrigo Contin, auxiliou na contratao do jovem piloto goiano. A matria do site oficial do

    Campeonato Brasileiro de Turismo mostra que boa parte da experincia de Marco Tlio vem do kartismo. O piloto teve a oportunidade de competir nos principais campeonatos da modalidade no Brasil e exterior, chegando a disputar o WSK e o Europeu. Em 2011, o jovem realizou a transio para os monopostos e correu na gacha Formula RS 1.6, conquistando trs vitrias. No ano seguinte, mudou-se para Turim, na Itlia, e chegou a correr em algumas provas da Formula Renault Italiana, regressando ao Brasil em 2013 para voltar a se dedicar ao kartismo, diz a reportagem. At a prova em Goinia, a experincia em carros de turismo de Marco Tlio resumia-se, por enquanto, a um teste realizado em Cascavel pelo Campeonato Brasileiro de Turismo, em 2013. Fiquei bem satisfeito por fechar com a Hitech Racing porque conheo bem o timo trabalho da equipe em todas as categorias em que disputa e tambm pela competncia do Rodrigo e de todo o time. Tenho muito a aprender com todos e no vejo a hora de comear a acelerar, afirmou Marco Tlio ao site oficial do Campeonato Brasileiro de Turismo.

  • 30 - MINHA CIDADE - 2015

    Adm.: 2013 - 2016

  • 2015 - MINHA CIDADE - 31

    Senador Canedo

    Anselmo Pereira recebe Ttulo de Ciddo Canedense

    O p r e s i d e nt e d a C m a r a Mu n i c ip a l d e G oi n i a , vereador Anselmo Pereira (PSDB) recebeu no ms de maio o Ttulo de Cidado Canedense. A homenagem foi oferecida pelo vereador Paulo Roberto dos Santos, da cidade de Senador Canedo. Anselmo recebeu o Ttulo na Semana Legislativa em comemorao aos 26 anos de Senador Canedo, por prestar relevantes servios cidade. Na s c i d o e m R i a ch o, n o Maranho, ele veio para Goinia aos 15 anos, acompanhando o pai, que era farmacutico e transferiu os negcios da famlia para a capital. Desde novo passou a se envolver nos movimentos comunitrios, estudantis e depois classistas. Iniciou a vida pblica aos 20 anos, como presidente da Associao de Moradores do Setor Universitrio, onde reside at hoje. Formado em Direito, trabalhou na Secretaria de Ao Urbana da Prefeitura e foi candidato em 1983 pelo PDS, sendo eleito para a suplncia. Assumiu a vaga por dois anos. Ainda no PDS se candidatou novamente, sendo um dos vereadores mais bem votados na poca. Depois se filiou ao PMDB e foi eleito para o segundo e terceiro mandatos. Aps a eleio de Marconi Perillo para o governo do Estado, Anselmo deixou o PMDB e se filiou ao PSDB, sendo eleito vereador em 2000, 2004, 2008. Em 2012 foi reeleito para seu oitavo mandato, com 7.294 votos, com a misso de representar o povo goianiense na luta por seus direitos e pela melhoria da qualidade de vida para a coletividade. Atualmente e Presidente da Cmara Municipal de Goinia. O lema de Anselmo Pereira servir a populao, atuando no parlamento com seriedade, dignidade e capacidade. Ao e Trabalho em prol de todos. Em entrevista do Jornal Impacto, da cidade de Senador Canedo, Anselmo agradeceu aos 13 vereadores da Cmara

    do municpio e principalmente vereador Paulo Roberto. um privilgio receb-lo (o Ttulo de Cidado) nos 26 anos de vida de Senador Canedo. Enche-me de emoo, alm de trazer grandes e belas recordaes, afirmou ao jornal. Sobre a sua trajetria poltica, Anselmo afirmou que a cada ano a poltica muda e o poltico precisa se adaptar. Sinto-me extremamente feliz e satisfeito com esses mandatos e sendo a cada dia mais reconhecido, porque o nmero de votos tem aumentado de forma sucessiva. J sobre a presidncia na Cmara, o presidente afirmou ao Jornal Impacto que o seu principal projeto aproximar,

    mais do que nunca, a Cmara Municipal de Goinia com comunidades. Afirmou que tambm que criar uma gesto da Cmara Metropolitana envolvendo de 14 a 15 municpios mais prximos de Goinia. As cmaras precisam sair do seu espao e ir aos bairros ou segmento organizado ouvir de forma bem simples e captar o sentimento do povo. Levamos a primeira Cmara Itinerante a regio do Setor Pedro Ludovico e Redeno. Vamos iniciar mais 12. Esse trabalho envolve a Cmara Municipal, o governo do Estado e a prefeitura de Goinia de uma forma parceira, servindo toda a comunidade goianiense.

    Anselmo Pereira recebeu Ttulo de Cidado Canedense no ms de maio.

    Foto: Jornal Impacto Gois

  • 32 - MINHA CIDADE - 2015

    Igor Montenegro o diretor-superintendente do Sebrae Gois

    Fomento

    O Conselho Deliberativo Estadual e a Diretoria Executiva do Sebrae de Gois tm novos dirigentes. No dia 23 de fevereiro, em solenidade ocorrida no Teatro Sesi, Setor Santa Genoveva, que contou com a presena do governador Marconi Perillo, Pedro Alves de Oliveira e Igor Montenegro foram empossados para um mandato de quatro anos (2015-2018). Igor Montenegro Celestino Otto assumiu a funo de diretor-superintendente e o presidente da Fieg, Pedro Alves de Oliveira, assumiu a presidncia do Conselho Deliberativo Estadual. Com eles, tambm foram empossados Wanderson Portugal Lemos, diretor-tcnico, e Luciana Albernaz, diretora de Administrao e Finanas. Para um auditrio lotado, Igor Montenegro testemunhou a decisiva participao do governador Marconi Perillo no processo que culminou com sua consagrao ao cargo. O senhor submeteu nosso nome ao Sebrae e, por conta de seu prestgio, conseguimos a indicao e aprovao unnime dos conselheiros, disse Igor depois de elogiar a revoluo administrativa que o governador Marconi tem promovido em Gois, que, na opinio dele, tem servido de exemplo para todo o Brasil. A parceria tambm foi tema

    do discurso proferido pelo governador Marconi Perillo. Ele disse que ela tem permitido avanos econmicos e sociais considerveis, o que coloca Gois hoje na 7 posio no Pas como empreendedor individual, alcanando a cifra de 170 mil microempreendedores individuais. Aps lembrar que Gois abriu oportunidades para as microempresas participarem dos servios do Estado, como o Prego Eletrnico, e a ter acesso ao fomento de novos negcios, atravs da GoiasFomento, Banco do Povo e Credi Vapt, Marconi disse que Gois est entre os trs Estados que mais investem em

    Arranjos Produtivos Locais e pratica hoje a quarta menor taxa tributria do Brasil. Igor Montenegro afirmou que, em parceria com os demais diretores e o Conselho Deliberativo, uma de suas metas ser transformar o Sebrae Gois no melhor do Brasil. O Sebrae uma entidade das mais bem vistas pela sociedade porque ajuda os empreendedores da micro e pequena empresa a se desenvolverem. O trabalho feito pela diretoria anterior foi excepcional, por isso, o Sebrae Gois est entre os melhores do Brasil. Nosso desafio agora tornar o Sebrae Gois o melhor do Brasil.

    Perfil

    Aos 44 anos, Igor Montenegro tem um currculo respeitvel. Formado em Direito pela Pontifcia Universidade Catlica de Gois (PUC-GO), Igor presidiu o Sindicato dos Fabricantes da Indstria de lcool do Estado de Gois (Sifaeg) e foi secretrio de Cidades no governo Marconi Perillo, onde teve participao em importantes avanos do Estado. Antes de ser eleito diretor-superintendente do Sebrae-GO, Igor permaneceu oito meses na presidncia da ento Agncia Goiana de Comunicao (Agecom) e tambm presidiu a Gois Parcerias.

    (As informaes so da Assessoria do Sebrae Gois)

  • 2015 - MINHA CIDADE - 33

    Projeto de lei complementar 014/15Visa ampliar a competncia das atividades da Guarda Civil Municipal, regulamentando a Lei Federal n 13.022/14, que instituiu o estatuto geral das guardas municipais;

    Projeto de lei n 001/15Projeto do aceite, institui o alvar de aceitee levantamento em Aparecida de Goinia;

    Projeto de lei n 031/15Dispe sobre a Lei de Diretrizes Oramentrias (LDO) para o exerccio de 2016. Compete LDO traar diretrizes para a elaborao da Lei Oramentria Anual (LOA) do exerccio subsequente sua aprovao;

    PLC 043/15Plano Municipal de Educao - dispe sobre o Plano Municipal de Educao de Aparecida de Goinia, referente ao perodo de 2015 a 2025;

    Participe das sesses plenrias. Acompanhe as discusses.

    Opine e ajude a construir nossa cidade.

    TRABALHO QUE VIRA

    RESULTADOProjetos aprovados pela Cmara Municipal para melhorar a vida do cidad

    o aparecidense

    034/15 PPAAltera o Plano Plurianual 2014/2017, que passa a ter a incluso do FEMBOM - Fundo Especial Municipal para o Corpo de Bombeiro Militar do Estado de Gois;

    PLC 045/15Piso salarial da Educao; reajusta o Piso Salarial do Profissional da Educao do Municpio de Aparecida de Goinia, em 13.01%, estabelecendo o valor de R$ 1.917,78 com vigncia a partir de 1 de agosto de 2015;

    PL 028/15Cria a rea de Proteo Ambiental da Serra das Areias APA das Serras das Areias, ancorada nos estudos ambientais que subsidiaram o Plano de Manejo da Unidade de Conservao.

    camaradeaparecida.go.gov.brAtendimento: (62) 3283-1053

    /camaradeaparecida/camaraaparecida

  • 34 - MINHA CIDADE - 2015

  • 2015 - MINHA CIDADE - 35

    Artigo

    Passe Livre tem foco social

    Henrique Tibrcio

    A polt ica socia l do governo estadual vem se apr imorando e alcanando, cada vez mais, parcela significativa da sociedade que realmente anseia por uma efetiva assistncia do Estado. O Passe Livre Estudantil um relevante e eficiente benefcio destinado aos estudantes que utilizam o transporte coletivo para cumprir sua jornada diria. A educao uma prioridade para o governo de Gois, tanto que o Estado obteve a maior nota do ndice de Desenvolvimento da Educao Bsica (Ideb) do ensino mdio na rede estadual, segundo dados

    do Ministrio da Educao (MEC). Com 3,8 pontos, Gois subiu quatro posies em relao a 2011, ltimo ano que o ndice havia sido divulgado. Com essa colocao, o Estado ultrapassou a meta nacional projetada, que era de 3,4. Com o Passe Livre Estudantil, o objetivo melhorar ainda mais a posio de Gois na qualidade da educao. O programa incentiva a assiduidade dos estudantes de ensino fundamental, mdio, superior e ps-graduao, seja da rede pblica ou privada. O benefcio disponibilizado a todos aqueles que optarem por

    ele, sem restries, apenas de idade (a partir de 12 anos). Neste ano de 2015, r e g i s t r a m o s c a d a s t r o e recadastro de 51.206 estudantes, que podero usufruir de duas passagens gratuitas dirias na Regio Metropolitana de Goinia. O ensino superior o que apresenta maior nmero de inscritos no programa, com 55,61% dos beneficiados, em seguida, o ensino mdio, com 25%. Goinia conta com o maior nmero de estudantes que utilizam o Passe Livre: 35.646 (69,61%). A i n d a e s t e a n o, os estudantes do municpio

    de Anp ol i s de vem s er contemplados com o Passe Livre, ampliando, assim, o alcance desse relevante instrumento social. Em seguida, vamos trabalhar para que outros municpios tambm recebem o programa. O P a s s e L i v r e Estudantil j se consolidou como instrumento de estmulo e apoio educao e ao conhecimento. Com o apoio irrestrito do governador Marconi Perillo, a ampliao do benefcio vai atingir cada vez mais estudantes em todo o Estado.

    Henrique Tibrcio, secretrio de Governo de Gois.

  • 36 - MINHA CIDADE - 2015

    Entrevista: Leandro Sena

    Sempre tive a aptido de trabalhar pelo socialEx-vereador, ex-deputado estadual, fundador da ONG Mais Ao, Leandro Sena tem a experincia de ter passado pela Cmara Municipal de Goinia, e pela a Assembleia Legislativa do estado de Gois, e isso fez com que Leandro criasse a ONG que se destaca em todo o estado pelo trabalho que desenvolve. Mesmo no sendo eleito, Leandro Sena continuou seu trabalho a frente da ONG Mais Ao,

    desenvolvendo trabalho em defesa da cidadania, atendendo pessoas carentes, especialmente

    pelo meio ambiente e projetos de incluso social atravs do esporte. Diversas aes so desenvolvidas na Ong, como o Projeto Interativo, que tem por objetivo preparar os jovens para uma vida melhor, a prestao de servio promocional, esportivo, recreativo e educacional, sem cunho poltico ou partidrio. A ONG tambm desenvolve trabalhos para todas as idades, como na escola de informtica e cursos de capacitao para as diversas reas de trabalho, escola de futebol infantil que orienta as crianas para um futuro melhor, academia de ginstica para

    fisioterapia de pessoas idosas e crianas, especialmente em tratamento de sade,

    e o programa de acompanhamento de servio social, junto nas questes de

    tratamento de pessoas idosas.

    Para comearmos essa nossa conversa gostaria que o senhor falasse um pouco de

    voc, quem Leandro Sena?Leandro Sena: Embora eu acredite que as pessoas j me conhecem, at por todo o trabalho que j desenvolvi e continuo desenvolvendo, eu quero aqui me apresentar ao povo do nosso estado de Gois. Sou Leandro Sena, tenho 39 anos, nascido aqui na capital do meu estado, Goinia, mais precisamente no setor Novo Horizonte, sou pai de dois filhos, j fui vereador e deputado estadual, Secretrio de Estado da Juventude e fundador da ONG Mais Ao. Atuo na luta incansvel pela valorizao do cidado contra as injustias e a violncia. Sou acadmico do curso de Direito.

    Leandro, o senhor foi fundador e presidente da

    ONG Mais Ao, o que te levou a fundar essa ONG?Leandro Sena: Olha, ns sempre gostamos de pessoas. Eu sempre tive a aptido de trabalhar pelo social, ento um dia eu pensei: Por que eu no crio uma entidade que eu possa desenvolver um trabalho com crianas, adultos, idosos? Um trabalho que eu pudesse desenvolver independente de mandato.

    Quantas pessoas j foram atendidas pela ONG?Leandro Sena: So inmeras pessoas. J atendemos diversas pessoas direta e indiretamente, mas pra voc ter uma ideia, j foram mais de 10 mil jovens atendidos pelo nosso trabalho.

    Como funciona o projeto da escolinha de futebol e quantas crianas so atendidas?Leandro Sena: Hoje ns atendemos mais de 700 crianas nos bairros Madre Germana, Real Conquista, Aeroporto Sul, Novo Horizonte e outros. um trabalho que est consolidado e extremamente forte e eu como todos os outros projetos da ONG tenho muito carinho e dou muita ateno.

    O que e como vai funcionar o Centro de Excelncia e Capacitao Profissional?Leonardo Sena: A construo do Centro de Excelncia e Capacitao Profissional de Goinia com capacidade de atender aproximadamente trs mil alunos por ano, qualificando para o mercado de trabalho atravs de diversos cursos, onde o cidado ter a oportunidade para sua realizao profissional. Lutarei para concretizar este sonho importante.

    O que o senhor pensa do momento poltico que vive o Brasil hoje?Leandro Sena: Bom, primeiramente quero dizer que estou insatisfeito e indignado com a quantidade de casos de corrupo que so descobertos e, assim como qualquer cidado que vive nesse pas, eu sofro as consequncias, assim como todos. Eu no sou de fazer promessas, sou de trabalhar

  • 2015 - MINHA CIDADE - 37

    Sempre tive a aptido de trabalhar pelo social

    e tenho feito isso atravs da ONG e aes concretas, com pouco discurso e mais ao.

    Quais so suas principais realizaes e lutas?Leandro Sena: Tolerncia zero contra a corrupo em todas as formas. Tolerncia zero com a violncia, em especial contra os mais pobres, as mulheres, os idosos e as minorias. Imagino que deveria haver tarifa zero para os mais necessitados e melhoria do transporte pblico, preparao da juventude para o mercado de trabalho e para a vida - que o projeto juventude, defesa da igualdade social, e os direitos fundamentais do cidado. Esse projeto ns denominamos de Projeto Rede da Cidadania. Ns estamos falando aqui de coisas reais que podem ser perfeitamente viabilizadas. Eu quero dizer que sem mandato ns j fizemos vrias aes e posso citar algumas, como as aes pelo Haiti, quando houve aquela tragdia no pas. Ns sempre apoiamos a juventude, e prova disso so as inmeras aes que desenvolvemos, como, por exemplo, as escolinhas de futebol. Atuo tambm na defesa do meio ambiente, por acreditar que necessrio o desenvolvimento, porm com sustentabilidade. Participei tambm ativamente de aes contra a corrupo, ou seja, a populao goiana pode ficar tranquila que hoje tenho experincia.

    O senhor sempre foi preocupado com pessoas de menor condio financeira, mulheres e idosos. Por que essa bandeira?Leandro Sena: Precisamos olhar para as pessoas que no tiveram as mesmas chances de outras, resgatando essas pessoas, fazendo com elas se sintam valorizadas. Por isso eu penso que ns precisamos criar mecanismos para inserir todos no mercado de trabalho e isso possvel sim, principalmente se dermos a chance delas se qualificarem, a chance para que elas se preparem para enfrentar o mercado de trabalho, assim como as pessoas que tiveram um pouco mais de chances. Sobre as mulheres, muitas coisas mudaram com a chegada da Lei Maria da Penha, mas ainda preciso avanar mais.

    preciso que as mulheres tenham os mesmos direitos que os homens. inadmissvel que uma mulher com a mesma formao tcnica que um homem receba salrio menor, como o que infelizmente ainda acontece em muitas empresas e em muitos lugares desse pas. Isso uma injustia. Outro ponto que voc me perguntou sobre os idosos. Todos ns, ou boa parte de ns, vamos envelhecer um dia. Muitos de ns temos me, pai, av, av... ns precisamos cuidar dos idosos com carinho, precisamos dar ateno para eles, precisamos criar ainda mais atividades recreativas, esportivas, pois acredito no potencial dos idosos. Eles tm muito a nos ensinar. Precisamos respeit-los e a suas histrias e experincias.

    Para finalizar a entrevista, quero agradec-lo, e deixar o espao para as consideraes finais.Leandro Sena: Eu que agradeo pela oportunidade. Quero aqui parabenizar a toda equipe da Revista Minha Cidade, e agradecer a Deus por tudo que tem feito por todos ns, pela populao desse estado que tanto amo. Eu no poderia encerrar essa entrevista sem falar diretamente com os nossos leitores. Quero dizer que no sou de promessas, eu sou de ao de trabalho. Trabalhar o que ns fizemos a vida inteira e vamos continuar fazendo. Por fim, Deus abenoe a todos ns.

    ONG Mais Ao, campeo na categoria Sub-10 do campeonato GO Cup

    Projeto Tocha da Paz na Academia da Polcia Militar de Gois

  • 38 - MINHA CIDADE - 2015

  • 2015 - MINHA CIDADE - 39

  • 40 - MINHA CIDADE - 2015

  • 2015 - MINHA CIDADE - 41

    Reconhecimento judicial por ato de bravura

    Depois de intensas batalhas judiciais, no mbito de primeiro e segundo graus e nos tribunais constitucionais, a justia goiana, reconheceu finalmente que o ato administrativo que nega a promoo por ato de bravura militar, pode ser objeto de reavaliao ou de fiscalizao pelo judicirio. Na qualidade de advogado de um policial militar, propusemos uma ao, para que o tribunal fiscalizasse e revisse o ato administrativo negatrio da promoo por ato de bravura, em decorrncia de uma diligencia policial. C o m b a s e em pareceres de vrios juristas, e escudados na lei, conseguimos demonstrar, primeiramente na vara da fazenda publica estadual de goinia, e depois em sede recursal junto ao tribunal de justia de gois, quando foi feita veemente sustentao oral, que o ato de bravura devidamente comprovado, foge das raias da normalidade da funo do militar e, como tal, merece ser premiado com a promoo, cujos efeitos devem retroagir desde o ato praticado, c o m o p a g a m e n t o d a r e m u n e r a o proporcional a nova patente alcanada pelo policial, retroativamente. Entendemos que a deciso foi justa e correta, e vai reparar dezenas, seno centenas de situaes injustas, onde militares, sem quaisquer condies de trabalho, sem coletes a prova de balas, sem armamentos adequados, com falta de combustvel em viaturas, e at mesmo com irrisrios salrios, colocam suas vidas em risco, enfrentam bandidos perigosssimos que, por outro lado, esto sempre armados

    de fuzis, pistolas, todas de alto calibre, com poder de destruio muito acima do armamento policial, salvando vidas de cidados, e que no tinham a bravura reconhecida pela administrao e muito menos pelo judicirio. Ainda, pode-se dizer que, se uma equipe militar que participa de uma determinada diligencia ou misso, se um deles pratica ato de bravura, este deve ser extensivo a todos os membros daquela

    equipe, uma vez que trata-se de uma engrenagem, onde, por exemplo, o motorista da viatura tem uma funo, o atirador outra, o vigilante, tambm, de modo que na falta de um, todos podem pagar ate com a vida, dai a extenso dos benefcios do ato de bravura a todos da equipe, Salientando que no um favor da administrao, uma obrigao legal do estado, que j concedeu tal direito at mesmo a um policial que fez um parto dentro de uma viatura. Ora, se ajudar a

    dar a vida ser bravo, defende-la de forma acima dos limites da normalidade tambm dever ser objeto de promoo por ato de bravura, dai, repita-se, a justeza da deciso. claro que, uma vitria como essa um importante precedente para que outros casos futuros possam a ter o mesmo resultado, pois o tribunal de justia do estado de gois, na ementa deste julgamento disse claramente: Duplo grau de jurisdio.

    Apelao cvel. Ao ordinria de promoo por ato de bravura com pedido de tutela antecipada. At o a d m i n i s t r at i vo. Poder discricionrio. Controle do judicirio. A d m i s s i b i l i d a d e . I - p e r fe i t ame nte admissvel que o poder judicirio controle os atos administrat ivos a c o b e r t a d o s p e l a d i s c r i c i o n a r i e d a d e dentro dos aspectos da legalidade. Ii - diante da lei n 15.704/2006 Que prev a promoo por ato de bravura, percebe-se que o seu conceito pode ser analisado subjetivamente e dentro do princpio da razoabilidade. Remessa e apelo conhecidos e desprovidos. (TJ GO,

    duplo grau de jurisdicao, rel. Des. Fausto moreira diniz, 6a camara civel). Assim, esperamos em outros casos que estamos trabalhando junto com outros policiais, obtermos o mesmo resultado, e que definitivamente o tjgo, e os tribunais superiores, se sensibilizem, e cumpram a lei, com situaes que fogem do normal, no cotidiano do militar.

    Dr. Diogo Augusto Mendona Rosa,Advogado em Goinia.

    Artigo

  • 42 - MINHA CIDADE - 2015

    Salto de qualidade na sade

    Equipe da Ao Social entrega doao da Feijoada Solidria

    Goianira

    Iamec e famlia de Jlio Csar receberam dinheiro arrecado em evento

    Os servidores da secretaria de Ao Social se reuniram, junto com a primeira-dama Michelle Mariano, para doar o dinheiro arrecadado na 1 Feijoada Solidria. No ms de maro, uma parte foi entregue famlia de Jlio Csar Oliveira, que sofreu um acidente de carro e estava hospitalizado, e, no dia 26 de maro, ao Instituto de Amparo e Aprendizagem ao Menor Carente (Iamec),

    orfanato de Goianira. Pai de Jlio Csar da Silva Oliveira, o senhor Crispim Rosa Oliveira disse que usaria os R$ 2.000 para custear despesas do tratamento do seu filho, que sofreu um acidente quando voltava de Trindade. Emocionado, ele agradeceu e disse que no conseguia expressar a felicidade em receber a ajuda. A diretora do Iamec, Claudionir

    Guimares Ferreira, recebeu R$ 3.133 das mos da secretria de Ao Social, a primeira-dama Michelle Mariano, que agradeceu a equipe pelo empenho. Convidei os servidores para participar da entrega porque o sucesso da Feijoada Solidria se deve a eles e, novamente, quero dividir essa ao importante para as crianas e para os adolescentes que precisam de todos ns, destacou. Muito emocionada, Claudionir

    Prefeito da cidade de Goianira, Miller Assis

    A rede de proteo sade pblica ganhar um salto de qualidade em Goianira, cidade na Regio Metropolitana de Goinia. o que mostra o texto do Dirio da Manh escrito pelo jornalista Renato Dias. Alm da inaugurao do Hospital de Urgncias Governador Otvio Lage (Hugol), na Rodovia GO-070, a poucos quilmetros do municpio, a cidade ter 10 novas Unidades Bsicas de Sade (UBS) nos prximos meses. As UBS so construdas pela administrao do prefeito Miller Assis (PP), com recursos do governo federal e do prprio municpio. Segundo Miller, quando todas as unidades estiverem funcionando a populao ter atendimento de qualidade tanto em casos graves, que requeira urgncia e emergncia, quanto no atendimento bsico como consultas, exames e encaminhamentos. Goianira j tem hoje um bom atendimento sade, se destacando na Regio Metropolitana. Com essas novas unidades, o ganho em qualidade no atendimento ser enorme, afirmou o prefeito ao DM. Integrante da Poltica Nacional de Urgncia e Emergncia, a UBS estrutura e organiza a rede de urgncia e emergncia no Pas. Nela, o cidado poder receber atendimentos bsicos e gratuitos em

    Pediatria, Ginecologia, Clnica Geral, Enfermagem e Odontologia. Os principais servios oferecidos pelas UBS so consultas mdicas, inalaes, injees, curativos, vacinas, coleta de exames laboratoriais, tratamento odontolgico, encaminhamentos para especialidades e fornecimento de medicao bsica. A reportagem do DM mostrou que as obras esto em andamento e as novas UBS esto localizadas nos bairros Triunfo, Paineiras, Cora Coralina, Los Angeles, Girassis, Sobradinho, Montreal, Jardins Regina e Parque das Camlias. Com a novidade, s na regio do Triunfo, uma

    das que mais cresce no municpio, sero cinco unidades de atendimento. A gesto do prefeito Miller Assis tambm est erguendo uma com recursos prprios. As primeiras UBS, em fase de acabamento, devem ser entregues populao ainda em julho. Uma iniciativa do prefeito Miller Assis, nos locais onde esto sendo instaladas as Unidades Bsicas de Sade, os bairros ganham tambm outros equipamentos pblicos e servios de urbanizao. Alm da melhoria na pavimentao, com recapeamento de ruas e reforma de meios-fios, so construdas novas praas e executadas troca de lmpadas.

  • 2015 - MINHA CIDADE - 43

    Bom de bola incentiva esporte e educao Iniciativa realizada pela prefeitura de Goianira em parceria com o Centro de Futebol Zico

    A prefeitura de Goianira lanou, no ms de maro, o Bom de Bola, bom na escola, em parceria com a Escola Zico 10. O evento contou com a presena do coordenador-geral do projeto, Eduardo Carlos dos Santos, presidente do Centro de Futebol Zico (CFZ) de Braslia (DF). Participaram da peneirada 280 crianas e 100 foram sorteadas a participar da iniciativa. O prefeito Miller Assis comunicou ao coordenador o interesse de ampliar futuramente o projeto, tendo em vista o interesse da comunidade. O projeto aplica mtodos do ex-jogador Zico, com foco no ensino da cidadania para crianas e adolescentes por meio da prtica esportiva. Na prefeitura, o projeto responsabilidade do chefe do departamento de desporto, Leopoldo Orlando, ligado Secretaria de Educao. O coordenador do projeto, Eduardo Carlos dos Santos, responsvel por dez mil crianas em todo o Brasil. Segundo ele, a avaliao dos alunos feita a cada trs meses, recebendo ateno especial aqueles que se destacam pelo talento no futebol, que podem

    se tornar atletas profissionais. Esse trabalho contnuo. Ns fazemos todo um acompanhamento para ver o andamento do projeto. necessrio ter disciplina, respeito e principalmente amor a Deus. E so esses valores que a escola Zico 10 est resgatando, afirma o coordenador acompanhado do professor Celso de Paula, um dos responsveis em ensinar no Campo de Futebol do Setor Delta. Os treinamentos so realizados s segundas e quintas-feiras, durante todo

    dia, e aos sbados, no perodo da manh. O professor otimista quanto aos resultados sociais do projeto. Mes j me procuram para agradecer e contar que o filho j mudou o comportamento em casa e na escola, comemora o professor. Um dos alunos, Luan Santiago, 12 anos, mora no Setor Padre Pelgio aprova o projeto e agradece pela oportunidade. Meu sonho jogar em um grande time de futebol, virar um profissional e ajudar minha famlia, finaliza o jovem, feliz em fazer parte da escolinha.

    Alunos durante treinamento no Campo de Delta, aposta no esporte e na formao humana

    Equipe da Ao Social se rene para entregar doao

    Ferreira lembrou que um abrigo no o lugar ideal para uma criana ficar, mas frisou que os espaos so importantes, principalmente quando possuem uma estrutura como a que est sendo erguida na Cidade das Flores. Sem o terreno de seis mil metros doados pelo prefeito

    Miller Assis, no seria possvel concluir esse sonho. Agradeo a Deus e vocs por todo apoio, declarou . O local, que est praticamente concludo, possui refeitrio, cozinha e quartos divididos. Hoje, o Iamec, que atende cerca de 15 crianas de 0 a 14 anos, funciona no Lo Lynce.

    Feijoada

    A Feijoada Solidria mobilizou a equipe de Ao Social no dia 1 de maro. O evento reuniu a comunidade no Centro de Convenes Durval de Assis, em uma festa animada pela boa comida e pelo samba.

  • 44 - MINHA CIDADE - 2015

    O Comandante e Diretor do Colgio da Polcia Militar Hugo de Carvalho Ramos, Tenente Coronel Ubiratan Regis de Jesus Jnior, acredita que tudo passa pela educao. Tudo o que o ser humano vai ser, se no tiver uma educao slida, ter mais dificuldades na vida, afirma. Comandando um dos maiores e principais Colgios Militares do Estado de Gois, o Ten. Cel. Ubiratan afirma que l, a educao baseada em princpios e valores. O Oficial diz que l no pensado apenas no resultado final, que seria o vestibular, mas sim em formar um cidado de bem, e isto feito trabalhando valores. O Colgio Militar tem feito isso muito bem ao longo dos anos, e os resultados so os melhores, j que uma coisa puxa a outra, afirma. Nosso alunos e familiares tm conseguido alcanar os objetivos desejados. Ubiratan cita o exemplo da matria de Cidadania, onde so vistos, alm dos valores, questes de respeito ao prximo, regras, normas e hierarquias. As pessoas que no conhecem o Colgio Militar pensam que aqui feita uma lavagem cerebral nos alunos, e isto no verdade. Aqui ele tem liberdade de expresso, pode criticar e reivindicar direitos. S acreditamos que isso deve ser feito da maneira correta, salienta. O Tenente Coronel Ubiratan filho de professores e, antes de se tornar militar, tambm foi professor durante 10 anos. Eu amo a parte da educao e amo ser oficial da Polcial Militar. O que fao hoje de bem com a vida, afirma. O oficial tem curso superior e especialista em educao, alm do curso de Gesto Organizacional pela Universidade Federal de Gois (UFG). Tenho vocao para a educao, o que importante para comandar um colgio deste tamanho. Isso, aliado s outras qualidades como policial militar, so fundamentais para realizar um bom trabalho, diz.

    Bons Olhos

    Sobre o Colgio Militar, Ubiratan diz acreditar que a sociedade v o ensino no local com bons olhos. Ele afirma que a qualidade de ensino muito alta, e que a gesto da PM d ainda mais qualidade ao Colgio Militar. Sua chateao, na verdade, a comparao com o perodo da Ditadura Militar, que ocorreu entre 1964 e 1985. Sou contra a Ditadura e me solidarizo com as pessoas que sofreram ou perderam entes neste perodo. Ele afirma que o colgio no forma militares, mas sim cidados.

    ASSSOF

    O Tenente Coronel Ubiratan tambm, desde o incio de 2015, presidente da ASSOF (Associao dos Oficiais da PM e dos Bombeiros). A composio das chapas ocorreu por consenso e seu mandato vai at o fim de 2016. Alm de lutar pela valorizao dos

    Amo a educao e a Polcia Militaroficiais da Polcia Militar e dos Bombeiros, o Ten. Cel. Ubiratan deseja a valorizao para todos os militares do Estado de Gois. Ns precisamos de Leis mais srias, j que vivenciamos hoje um momento triste, j que muitos militares esto morrendo durante e fora do trabalho. Se as Leis no forem mudadas o caos pode ser instalado no Pas. Precisamos mudar a estratgia. Os polticos tm que atuar. Ele cita o exemplo dos defensores dos Direitos Humanos que, segundo o Tenente Coronel, do muita nfase contra os Policiais Militares. Quando contra os PMs, onde esto eles [os defensores]? Ns lutamos por pessoas que nem conhecemos. Precisamos de apoio e valorizao, afirma. Sobre a desmilitarizao da Polcia Militar, Ubiratan afirma que o processo seria um retrocesso. A sociedade tem que entender as consequncias drsticas deste processo. Precisamos, na verdade, rever o cdigo de tica e outras Leis, frisa o Tenente Coronel.

    Foto: Iris Roberto/ DM

    Tenente Coronel Ubiratan

  • 2015 - MINHA CIDADE - 45

    Fernando Mximo de Oliveira, empresrio do ramo de

    outdoors, eBruna Rodrigues.

    Bruno Caramelo, personal trainer da Academia Vita, juntamente com o cantor Gustavo Lima,em Goinia.

    Julio Cesar,sua namorada,

    Jenefher, e o ex-Big Brother Yuri Fernandes,

    em Goinia.

    Narcilene Nascimento, praticante do Pole Dance/Pole Fitness: Ns que somos atletas desse esporte ficamos felizes que hoje ele reconhecido mundialmente como

    olmpico. A modalidade deixou de ser um cone da sensualidade e passou a ser uma tima estratgia para

    quem quer deixar o corpo em forma.

    A pequena Izabela, Whetna, o cantor Michel Tel e Marta Oliveira, prestigiando evento sertanejo em Goinia.

    Glucia, empresria brasileira com experincias internacionais no mundo

    social, goiana, representante da empresa GFS Projects

    Holding com sucesso internacional ligada s plataformas sociais e

    financeiras.

    Aparecida Cristina

    Rodrigues, massoterapeuta

    do Nonindo_spazen.

    Thaynara Fernandes Silva, Miss Anpolis.

    Sonho de ser Miss Gois Universo2015.

    Milene e Juliana Sena,

    descontradas em passeio por

    Goinia.

  • 46 - MINHA CIDADE - 2015

  • 2015 - MINHA CIDADE - 47

  • 48 - MINHA CIDADE - 2015

  • 2015 - MINHA CIDADE - 49

    Interao

    Nova diretoria da Fieg tomaposse liderada por Pedro Alves

    Reeleito em outubro do ano passado ao cargo de presidente da Federao das Indstrias do Estado de Gois (Fieg), Pedro Alves de Oliveira juntamente com os vices-presidentes, secretrios, diretores e conselheiros foram empossados em solenidade realizada no Teatro Sesi, em Goinia. A nova diretoria foi empossada em maro deste ano. Pedro destacou, em coletiva imprensa, diversas medidas a serem tomadas este ano no setor industrial, alm dos desafios vislumbrados. De acordo com o presidente, como liderana de um segmento organizado, ir trabalhar a fim de superar as adversidades econmicas percebidas a nvel nacional. O Brasil no merece isso que est passando. E no adianta ficar lamentando temos que fazer a nossa parte, declarou. A solenidade contou a presena de vrias autoridades polticas do Estado como o governador Marconi Perillo (PSDB), alm de presidentes de federaes de indstrias de outros Estados. Estavam presentes ao evento, tambm, os prefeitos de Senador Canedo, Misael Oliveira (PDT); Anpolis, Joo Gomes (PT); e Aparecida de Goinia, Maguito Vilela (PMDB); os deputados federais Alexandre Baldy (PSDB) e Daniel Vilela (PMDB); os deputados estaduais

    Helio de Sousa (DEM) e Jos Nelto (PMDB); o ex-prefeito Vanderlan Cardoso, entre outras autoridades. Em seu discurso, aps destacar nmeros da economia em Gois, mostrando que o Estado tem registrado crescimento acima da mdia nacional, o presidente Pedro Alves atribuiu parte do sucesso da classe empresarial goiana s parcerias firmadas com o governador Marconi Perillo. A i n t e r a o d o F r u m Empresarial com o governo do Estado, em todos os nveis respaldada pelo governador Marconi Perillo, tem feito a diferena em Gois, disse. Segundo a Fieg, dentre outras preocupaes, a diretoria eleita atuar na desburocratizao e simplificao da legislao tributria, trabalhista e ambiental; no fortalecimento da infraestrutura e

    na convalidao e aperfeioamento dos incentivos fiscais. Ainda segundo a Proposta da Indstria para o Governo de Gois, na questo da infraestrutura, torna-se urgente a expanso da capacidade de fornecimento de energia ao setor industrial, a implantao da Plataforma Logstica Multimodal de Gois - com a concluso do aeroporto de cargas em Anpolis -, a implementao total da Ferrovia Norte-Sul, a duplicao da Rodovia BR 153 (rumo ao Norte) e a melhoria das condies de funcionamento dos distritos industriais espalhados pelo Estado. Para o governador Marconi Perillo, o governo estadual e a Fieg caminham juntos. Os nossos propsitos so convergentes. Afinal de contas, quando sugeri a constituio do Frum Empresarial em 1999, eu no tinha dvida de que o desenvolvimento de Gois passaria por esta conjugao de esforos entre o setor produtivo e o poder pblico, declarou o governador. E cont inuou: Ns vamos continuar juntos. O mais importante que entre ns h confiana. E isso d segurana na nossa relao. Essa relao que ns temos ancorada na verdade, nos bons propsitos, neste relacionamento de respeito adquirido ao longo de mais de 20 anos, quando eu ainda era deputado, finalizou.

    Liderada por pedro alves nova diretoria da Fieg, toma posse em Goinia

    Pedro Alves, presidente da Fieg

  • 50 - MINHA CIDADE - 2015

    Jos Eliton reafirma ateno do Governo de Gois com municpios

    Municipalismo

    Ao inaugurar obras e entregar benefcios em cinco cidades da regio do Centro Goiano durante o ms de junho, o vice-governador e secretrio de Desenvolvimento Econmico de Gois, Jos Eliton, reforou a preocupao do Governo do Estado com os municpios. Ele representou o governador Marconi Perillo em todos os eventos. A alegria do gestor realizar, entregar obras que beneficiam a populao. Estas e outras obras so resultado dos esforos deste governo que investe cada vez mais no desenvolvimento dos municpios, disse Jos Eliton, em Firminpolis. O vice-governador esteve em Firminpolis, Turvnia, Nazrio, Santa Brbara e Trindade. Inaugurou trechos de rodovias reconstrudos e revitalizados pela Agncia Goiana de Transportes e Obras Pblicas (Agetop) e entregou unidades habitacionais e Cheques Moradia nas suas mais diversas modalidades viabilizados pela Agncia Goiana de Habitao (Agehab). Jos Eliton tambm repassou recursos da Secretaria de Estado da Sade (SES) em Turvnia. Nos discursos que antecederam o momento de descerramento das placas de

    inaugurao, prefeitos e lideranas locais destacavam o perfil municipalista que o governador Marconi Perillo e Jos Eliton imprimem atual gesto. O vice-governador, em alguns municpios, fez referncia s medidas de conteno de gastos e ao ajuste fiscal do Governo do Estado. Apertamos o cinto agora para que, muito em breve, faamos ainda mais pelo nosso povo, pelos goianos, disse ele em Firminpolis. Em Turvnia, acrescentou: 2015 um ano de ajustes. E mesmo diante desta crise econmica nacional, o governador d exemplo de gesto fazendo uma reforma administrativa e j nos primeiros meses deste mandato dele, entrega obras no interior como as que esto sendo inauguradas hoje. Em Trindade, adotou o mesmo tom: Esse governo no para. Muito mais ser entregue populao em breve. Somos exemplos para o Brasil. Jos Eliton esteve acompanhado, nestes municpios, por prefeitos e ex-prefeitos da regio, vereadores, lideranas polticas locais, deputados e auxiliares do Governo de Gois, como o secretrio extraordinrio de Articulao Poltica, Srgio Cardoso, e o presidente da Agehab, Luiz Stival.

    FCO

    No ms de maio, o Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (CDE/FCO) aprovou, em reunio ordinria na Secretaria de Desenvolvimento Econmico comandada pelo vice-governador Jos Eliton -, 100 cartas-consulta para as reas Empresarial e Rural, que vo proporcionar investimentos na ordem de R$ 191,5 milhes para o setor produtivo goiano. Do total dos recursos, R$ 144,4 milhes foram destinados para empresas de porte pequeno, R$ 23,1 milhes; pequeno-mdio, R$ 11,9 milhes; mdio, R$ 41,3 milhes; e de grande porte, 68 milhes. A rea rural receber aportes de R$ 47,1 milhes, subdivididos nos grupos: Mini, R$ 9 milhes; Pequeno, 27 milhes; Pequeno-Mdio 5,5 milhes; e Mdio, R$ 5,4 milhes. As empresas contempladas esto instaladas em 22 municpios goianos. Elas atuam no segmento industrial, de comrcio e servios, infraestrutura, turismo, rural e integrao rural e vo gerar 878 novos empregos em Gois. (Com informaes da Comunicao Setorial da SED)

    Inaugurao de obras e entrega de benefcios em Nazrio

    Foto: Andr Saddi

  • 2015 - MINHA CIDADE - 51

  • 52 - MINHA CIDADE - 2015

    Gois executa o maior programa de moradia de sua histria

    Entrevista: Luiz Stival - Presidente da Agehab

    Presidente da Agncia Goiana de Habitao (Agehab) e vice-presidente da Associao Brasileira das Cohabs (ABC), Luiz Stival comanda uma das mais importantes reas da administrao estadual, a habitao, com enorme repercusso na vida dos municpios e das famlias. Nesta entrevista, ele faz um balano dos avanos da poltica habitacional do Governo de Gois, com a execuo dos programas Cheque Mais Moradia e Casa Legal. Stival ressalta que o governador Marconi Perillo pilota o maior programa habitacional da histria de Gois, com construo e reforma de moradias nos 246 municpios. Segundo ele, a determinao de Marconi Perillo para que todos os municpios sejam atendidos, independente de questes polticas e partidrias. Confira a ntegra da entrevista de Luiz Stival, gestor pblico empreendedor que iniciou a carreira poltica como vereador em Nova Veneza, municpio do qual foi prefeito por duas vezes, alm de presidente da Associao Goiana dos Municpios (AGM).

    Gois hoje referncia nacional em contratao de moradias. Qual a participao da Agehab para este desempenho do Estado?Luiz Stival O Governo Marconi Perillo executa o maior programa habitacional de interesse social da histria de Gois. Esse processo foi iniciado em 2011, na gesto do meu antecessor na Agncia Goiana de Habitao (Agehab), hoje deputado federal Marcos Abro. Ele reestruturou completamente a Agehab, que a executora da poltica habitacional do Estado, e reformulou o programa Cheque Moradia, transformado em Cheque Mais Moradia, para atuar em parceria com todos os programas habitacionais do governo federal e dos municpios. Ele ajudou o governador Marconi Perillo a transformar a rea de habitao em uma vitrine de gesto pblica com foco em resultados para o Pas, criando-se um modelo de parceria, com aporte de recursos do Cheque Mais

    Moradia em todos os empreendimentos habitacionais de interesse social, ou seja, para famlias com renda de at trs salrios mnimos. Est justamente a faixa de renda que concentra 91% do dficit habitacional do Estado. Conquistamos vrios prmios nacionais e internacionais de melhores prticas de gesto com os programas habitacionais executados pelo Estado, o Cheque Mais Moradia e o Casa Legal de regularizao fundiria.

    Qual o balano das conquistas para o Estado na rea de habitao?Luiz Stival O antigo Cheque Moradia, criado na primeira gesto de Marconi Perillo, um dos instrumentos mais criativos e modernos de fomento poltica habitacional. Antes era entregue diretamente s famlias que, juntamente com as prefeituras e entidades, procuravam viabilizar a construo e reforma das moradias. Com a transformao em Cheque Mais Moradia, em 2011, a Agehab assumiu a coordenao de todo o processo e ao final as famlias beneficirias recebem as chaves da casa prpria. A Agehab faz parceria com as prefeituras que doam os terrenos regularizados e assumem a

    infraestrutura bsica e entidades; busca o convnio que melhor atende ao perfil e s demandas do municpio e aporta at R$ 20 mil por unidade habitacional na modalidade construo. As famlias arcam com pequena parcela de financiamento. O Governo de Gois tambm destina R$ 3 mil para as famlias que habitam em condies precrias reformarem as moradias. Em outra modalidade, o Cheque Comunitrio, prefeituras e entidades recebem at R$ 191 mil para implantao de equipamentos comunitrios, a exemplo de praas, centros de educao infantil, de convivncia de idosos e quadras poliesportivas.

    Quantos municpios e quantas famlias j foram beneficiados?Luiz Stival Temos hoje praticamente todos os municpios beneficiados na rea habitacional e cerca de 150 mil famlias em atendimento. J entregamos mais de 8 mil moradias em mais de 100 municpios e temos outras 18 mil moradias em fase de concluso em 158 municpios. Pretendemos at o final deste ano e incio do prximo entregar todas essas moradias e fechar a contratao de mais 30 mil unidades. S com reforma e melhoria habitacional temos mais de 100 mil famlias em atendimento. Os investimentos do Governo de Gois na construo e reforma de moradias e equipamentos comunitrios ultrapassam os R$ 300 milhes. Quem percorre os municpios tem a oportunidade de testemunhar a presena do Governo de Gois em todos eles com a construo e reforma de moradias. Fao parte da Associao Brasileira das Cohabs (ABC), entidade que congrega secretrios de habitao e presidentes de Cohabs, e sou testemunha do quanto Gois avana na execuo dos programas habitacionais, apesar de todas as limitaes impostas pela crise que o Pas atravessa. Prestamos servios de excelncia populao de Gois, com a atuao de nossa equipe em todos os municpios para levar moradia de qualidade s famlias que mais precisam.

    Luiz Stival, presidente da Agehab

  • 2015 - MINHA CIDADE - 53

  • 54 - MINHA CIDADE - 2015

    Governo de Gois cria Companhia de Desenvolvimento Econmico

    Codego

    O Governo do Estado de Gois encaminhou Assembleia Legislativa o projeto de lei que extingue a Companhia de Distr itos Industr iais de Gois (GoiasIndustrial) e cria a Companhia de Desenvolvimento Econmico de Gois (Codego). De acordo com o vice-governador e secretr io de Desenvolvimento Econmico, Cientfico e Tecnolgico e de Agricultura, Pecuria e Irrigao, Jos Eliton, a Codego ser uma companhia de capital aberto que poder fazer parcerias com a iniciativa privada no fomento de atividades comerciais, industriais e de servios, nas mais diversas cadeias produtivas do estado. Para Jos Eliton, com essa medida, o governo de Gois est dando um dos maiores passos, em meio a um conjunto de aes de fortalecimento do setor produtivo, para garantir que o estado continue a ser lder nacional de desenvolvimento econmico. O a t u a l p r e s i d e n t e d a GoiasIndustrial, Jlio Csar Vaz de Melo, em declarao a coluna Fio Direto, do jornal Dirio da Manh, comemorou a nova nomenclatura e funo do rgo. Vaz de Melo confirmou que a Codego ser uma empresa de capital aberto, e agora aguarda

    a aprovao do projeto para transferir a sede da Codego, que funcionar na esquina da Alameda Ricardo Paranhos com a Avenida 85, em Goinia, no prdio que abrigava a antiga sede da AGDR. A Goisindustrial era responsvel pela gesto dos distritos industriais no estado, enquanto a Companhia de Desenvolvimento, aps a aprovao do projeto de lei pela Assembleia Legislativa, ter condies de fomentar diversos setores. Poderemos dinamizar a nossa economia dando a condio necessria para que o empreendedor micro, pequeno, mdio e grande possa exercer sua atividade, gerar emprego e melhorar a renda, disse Jos Eliton.

    A Companhia

    Na solenidade, no auditrio Mauro Borges do Palcio Pedro Ludovico Teixeira, com a presena do ministro-chefe da Secretaria de Micro e Pequena Empresa da Presidncia da Repblica, Guilherme Afif Domingos, Jos Eliton afirmou que a Companhia de Desenvolvimento Econmico do Estado de Gois nasce com um espectro de atuao muito maior. Ela passa a ter condio, inclusive de ordenamento jurdico recente,poder utilizar recursos para a realizao de obras de infraestrutura, seja de natureza industrial, seja de natureza comercial, da indstria do turismo, vias de acesso, rodovias, plataformas, enfim, uma srie de aes para desenvolver o estado em todas as regies, declarou. De acordo com Jos Eliton, o governo est dando todas as condies para que a Codego seja uma das mais relevantes companhias do estado de Gois. Nosso objetivo fazer com que Gois continue a ser lder nacional em desenvolvimento, em gerao de emprego e em todos os indicadores econmicos que o estado de Gois tem sempre acima da mdia nacional, afirmou o vice-governador.

    Jlio Csar Vaz de Melo

  • 2015 - MINHA CIDADE - 55

  • 56 - MINHA CIDADE - 2015

  • 2015 - MINHA CIDADE - 57

    Empreendedorismo no tempo de crise

    O jovem empreendedor Thiallu Guiotti inaugurou no ano de 2014 o Guiotti Comedoria. Situado no Setor Oeste, prximo a Praa do Sol, tornou-se um ponto de referncia quando se fala de boa gastronomia. O espao conta com uma capacidade para at 60 pessoas e tem se destacado pelo atendimento, pela qualidade da comida, e pelo ambiente aconchegante onde as pessoas se sentem extremamente vontade. No perodo noturno, de domingo a domingo, tem sido realizados pequenos eventos para at 60 pessoas como aniversrios, Coffee Breaks, noivados, ch de fralda, ch bar, alm de confraternizaes empresariais, j que o espao se situa entre trs prdios comerciais. Sua outra aposta seu Buffet, que existe h mais de 20 anos, conhecido com outros nomes como Buffet Tia Hanny e Tj Eventos, unificados hoje para o Grupo Guiotti Comedoria e Buffet, marca hoje assinada por nada menos que a Cheff de Cozinha Cinthia Guiotti, uma profissional conceituada e com excelncia no mercado na gastronomia. Cansados da mesmice nos cardpios de hoje em dia dos

    buffets, como frango ao molho branco e fil ao molho madeira, o Guiotti Comedoria e Buffet lava aos eventos a caracterstica e a peculiaridade de cada cliente, um cardpio diferenciado e acima de qualquer coisa, muito saboroso. O grupo Guiotti Comedoria e Buffet trabalha hoje com o quadro de funcionrios com cerca de 30 a 40 % a mais, isso tudo para que o atendimento e a qualidade dos seus alimentos no se percam, pois, de fato, preparado cerca de duas horas antes do inicio de cada evento, o que garante, por exemplo, um arroz com sabor de ter sido preparado na hora e uma carne muito mais suculenta. O Guiotti Comedoria tem se destacado e a prova disso so clientes muito satisfeitos, como o Governo do Estado de Gois, a Cmara Municipal de Goinia, Federao da Indstria e Comrcio, Assembleia Legislativa, Flamboyant Shopping Center e tantas outras empresas renomadas no Estado de Gois. Antes de realizar o seu evento, no perca a oportunidade de fazer uma visita e degustar o cardpio do Guiotti Comedoria e Buffet, com certeza uma empresa sria e que tem se destacado muito no mercado da Gastronomia no estado.

  • 58 - MINHA CIDADE - 2015

    Nova diretoria do CRA-GO tomou posse Visibilidade

    No fim do ms de fevereiro aconteceu o jantar de posse da Diretoria Executiva do CRA/GO para o binio 2015 a 2016 e dos novos conselheiros eleitos em outubro de 2014. Com a presena do Presidente do CFA, Sebastio Luiz de Mello, do vice-prefeito de Goinia, Agenor Mariano, de Presidentes de diversas associaes e sindicatos e de outras representaes, de polticos, empresrios, parceiros e amigos, o evento contou com aproximadamente 150 pessoas. Na ocasio, aconteceu o incio das comemoraes do Jubileu de Ouro da Administrao. O evento de posse tambm contou com a presena de administradores de outros Estados, como o presidente do CRA/MT, Hlio Tito. Sempre tivemos boas referncias sobre o trabalho desenvolvido em Gois e isso fica ainda mais evidenciado, sob o comando do administrador Samuel Albernaz, evidenciou. Dando as boas vindas aos

    convidados, o Presidente do CRA/GO, Samuel Albernaz, agradeceu a presena de todos nesse evento. Ressaltou que aps a recuperao financeira herdada da gesto 2007/2010, pretende incrementar a fiscalizao, construir a sede da Seccional de Luzinia, implementar o CRA Itinerante e dar maior visibilidade ao CRA/GO, tudo isso com a menor anuidade do Brasil. O CRA/GO mostra, antes de tudo, legitimidade e credibilidade junto aos Administradores e ao conjunto da sociedade. O Conselho vive em permanente processo de modernizao e de criao de novos servios que agreguem valor s

    Conselheiros e autoridades em solenidade de posse

    Trofeu Peter Drucker 2015 - Foco dar maior visibilidade ao CRA/GO

    anuidades pagas pelos registrados. Credibilidade e confiana se constroem com seriedade e trabalho, destacou Albernaz. Encer rando a cerimnia, ao som de aplausos e saudaes de sucesso a todos os empossados, o presidente do Conselho Federal de Administrao, Sebastio Luiz de Mello recebeu do presidente do CRA/GO, Samuel Albernaz, o Trofu Mrito em Administrao

    Peter Drucker Setor Pblico, pelos relevantes servios prestados a categoria. Em seguida os convidados se confraternizaram durante o coquetel/jantar.

    Presidente CRA/GO Samuel Albernaz administrador desde 1978 e hoje, o presidente do CRA/GO e da Caixa de Assistncia a Sade dos Empregados da CELG (CELGMED), diretor da Federao Brasileira dos Administradores (FEBRAD) j tendo exercido cargos em instituies privadas e pblicas. Palestrante e Consultor.

  • 2015 - MINHA CIDADE - 59

  • 60 - MINHA CIDADE - 2015

  • 2015 - MINHA CIDADE - 61

    Municipalidade

    Conhea o Deputado Estadual Francisco Oliveira

    O deputado Francisco Oliveira traz a experincia da Cmara Municipal de Goinia, onde foi vereador e presidente por trs vezes. Para ele, de extrema importncia a trajetria poltica, e, por isso, procura aprofund-la com firmeza na Assembleia Legislativa para atuar em benefcio da populao goiana. Sou tribuneiro, fui vereador por 12 anos em Goinia e j debati com muitos que esto aqui. Tenho grandes propsitos para esta casa e muito trabalho, disse. Em seu primeiro mandato como deputado estadual, Francisco Oliveira se dedica ao conhecimento da regulamentao interna da Assembleia Legislativa e ao trabalho intenso com municpios que representa. Ns temos que conhecer os trmites da casa, conhecer as demandas dos municpios que representamos para transformar isso em solues, afirmou. Cuidar na base aliada est nos projetos do governador e partir disso o deputado constri sua atuao dentro da casa de leis. Alm de se demonstrar preocupado em atender a populao em seu gabinete, ele visita os municpios. Estamos trabalhando para desenvolver um grande mandato para aqueles que nos representaram com o voto, disse. Em referncia ao dia a dia das sesses em plenrio, o deputado relata a importncia em ter argumentos slidos para um debate produtivo e com propostas de qualidade. Segundo ele, os debates so salutares e a assembleia de 41 deputados, onde todos tem o direito de voz e de tribuna. Como membro da base aliada do governador, Francisco Oliveira se prope a defender o governo com seriedade e acredita que a oposio tambm deve fazer uma crtica fundamentada com documentos e de forma propositiva. Esse o grande debate que ns temos que levar para o parlamento.

    Ex-vereador por trs vezes e ex-presidente na Cmara Municipal de Goinia, Francisco Oliveira executa seu mandato de deputado estadual com foco nos municpios goianos

    A populao espera isso, pois trabalhar com seriedade na coisa pblica obrigao dos 41 deputados, ressaltou. O deputado comentou a atuao do governador e se diz satisfeito e orgulhoso em estar na base aliada, pois considera Marconi Perillo um grande gestor, alm de um amigo e irmo. A diferena o grande governador que ns temos. Conheo bem Marconi e foi ele que transformou Gois no Estado que mais cresce no Brasil. Acredito que apesar dos cortes que foram feitos,

    esse ser o melhor mandato do governo de Marconi, reiterou. Em relao perspectiva do primeiro mandato como deputado estadual, Francisco Oliveira quer estar presente em Morrinhos, sua cidade natal e cumprir o compromisso com Goinia e os municpios que representa. Tive uma opo pessoal de prestar servios aos municpios e pretendo qualificar meu mandato com atendimento as demandas das cidades, finalizou.

  • 62 - MINHA CIDADE - 2015

    Nova Central GO

    Mauro Zica: Precisamos fortalecer odebate em torno de uma Reforma Poltica

    A Nova Central Sindical de Trabalhadores do Estado de Gois NCST realizou, no 1 de maio, a festa em comemorao ao Dia do Trabalhador, em Goinia. O evento reuniu 40 mil pessoas na Praa da Feira do Parque Amaznia. Para o presidente da NCST-GO, Mauro Zica, os trabalhadores esto sofrendo a maior ofensiva da classe patronal e do governo desde o surgimento da CLT. Compreendemos que a melhor estratgia para superarmos os grandes desafios que temos pela frente, alcanarmos a unidade de luta, de princpios. Precisamos fortalecer o debate em torno de uma Reforma Poltica a fomentar um novo modelo que contemple os interesses da sociedade. Urge a necessidade de criarmos novas alternativas ao atual sistema de financiamento de campanhas, afim de equilibrar as foras do capital e do trabalho e fortalecer nossa, ainda cambaleante, democracia, argumentou Mauro. (Com informaes da Secom/CSPB com adaptao Nova Central)

    Mauro Zica, presidente da Nova Central-GO

  • 2015 - MINHA CIDADE - 63

  • 64 - MINHA CIDADE - 2015

    Prefeitos debatem solues para a criseAGM

    A A s s o c i a o G o i a n a d e Municpios (AGM) realizou, na Assembleia Legislativa de Gois, uma grande mobilizao de prefeitos, a fim de debaterem a grave crise financeira que atinge os municpios brasileiros, e possveis solues para minimizar as dificuldades enfrentadas. Cerca de 300 pessoas participaram do evento, entre elas prefeitos, secretrios, vereadores, primeiras-damas, entre outros. O debate girou em torno do tema A Gesto Municipal e a Crise Financeira e contou tambm com o apoio dos deputados estaduais que participaram do evento. O presidente da Casa, Helio de Sousa, afirmou que trabalhar em defesa da causa dos Municpios. O momento para se mobilizar certo. A luta grande. J fui prefeito por dois mandatos (no incio dos anos 1990) e naquela poca os prefeitos tinham

    autonomia e podiam exercer o seu mandato com dignidade. Hoje, os prefeitos vivem de migalhas, temos que reconhecer o quanto essa tarefa difcil e me solidarizo com vocs, ressaltou Sousa. Alm de Helio de Sousa, os deputados Iso Moreira, Jos Vitti, lder do Governo, Cludio Meirelles, Paulo Cezar Martins, Ndio Leite, vice-presidente da Casa, Lissauer Vieira, Jlio da Retfica, Gustavo Sebba, participaram da solenidade. Jos Vitti, que est no exerccio de seu segundo mandato de deputado e lder sindical, tambm se solidarizou com os prefeitos. Infelizmente, existe uma crise institucional no Pas, por isso precisamos de unio de todos os segmentos organizados com vistas a superar esse momento difcil por que passa o Brasil. Acredito que as prefeituras merecem uma ateno especial do Congresso Nacional, mas, principalmente, do Poder Executivo.

    Pau l o C e z ar Mar t i ns , no exerccio de seu terceiro mandato de deputado estadual, tambm luta em prol dos municpios e da sua mensagem de solidariedade. Acho um absurdo faltar recursos para os prefeitos, at porque no municpio que acontecem as coisas, ou seja, educao, sade, moradia, transporte, etc. O presidente da AGM, Cleudes Bar Bernardes, destacou a necessidade de que os prefeitos se mantenham unidos e mobilizados. Juntos somos melhores do que qualquer um de ns separados. Precisamos buscar formas de superar a crise ou, pelo menos, minimizar os impactos nos Municpios. Toda a carga pesada est sobre os nossos ombros. Muitas pessoas falam que o prefeito precisa enxugar gastos, mas agora a nica coisa que ainda podemos enxugar so as lgrimas, declarou. Cleudes Bar apresentou ainda dados da realidade das administraes

  • 2015 - MINHA CIDADE - 65

    Prefeitos debatem solues para a crisemunicipais hoje. Para se ter uma ideia das dimenses da crise, o Fundo de Participao dos Municpios (FPM), no acumulado de 2015 em comparao com o ano passado, sofreu queda de 7,75%, com as devidas correes pelo IPCA. A tendncia que os repasses sofram ainda mais redues. Alm disso, levantamento da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), aponta que entre 2000 e 2013, a participao dos municpios na receita disponvel passou de 17,93% para 18,41%, aumento de cerca de 0,5%. Enquanto isso, as obrigaes municipais passaram de 7,91% para 13,92%, aumento de quase 6%. As contas no fecham. As receitas no crescem na mesma proporo que a despesa. J no temos condies de arcar com mais nenhum compromisso e, no fim das contas, o servio prestado populao acaba comprometido, afirmou o presidente da AGM. Nosso movimento no contra nenhum governo, somente a favor dos municpios. Precisamos para de mendigar recursos, precisamos de medidas mais enrgicas e eficazes. preciso buscar junto aos nossos deputados a reforma do Pacto Federativo, amplamente defasado e que no se encaixa mais na realidade brasileira, ressaltou. A l m d a s m e d i d a s d e mobilizao, Cleudes Bar destacou aes da AGM, como o Dirio Municipal e o Gois Compras, que possibilitam grande economia para os municpios. Ele apresentou ainda os principais pontos da pauta de reivindicaes do movimento municipalista goiano para 2015. Na ocasio, Bar aproveitou para convocar os prefeitos a participarem dos movimentos em defesa dos municpios em Braslia-DF. O primeiro ocorreu nos dias 7 a 9 de abril. Organizado pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP), o Encontro dos Municpios com o Desenvolvimento Sustentvel (EMDS) chegou terceira edio. J no ms de maio ocorreu a XVIII Marcha a Braslia em Defesa dos Municpios, organizada pela Confederao

    Nacional de Municpios (CNM).

    Eleio

    No evento, a nova diretoria da AGM tambm foi eleita por aclamao. O presidente da AGM, Cleudes Bar, foi reconduzido ao cargo para mais um mandato de dois anos. O prefeito de Vianpolis, Issy Quinan, ser o novo vice-presidente da entidade. Tambm integram a diretoria o prefeito de Cachoeira Alta, Kelson Vilarinho Diretor Administrativo; prefeito de Nerpolis, Fabiano Luiz da Silva Diretor Administrativo Substituto; prefeito de Firminpolis, Leonardo Brito Diretor Financeiro e o prefeito de Hidrolndia, Paulo Srgio de Rezende Diretor Financeiro Substituto.

    Na solenidade, tambm foi assinado um convnio entre a AGM e a Faculdade Sul-Americana (Fasam) para que os servidores municipais possam realizar cursos de graduao e ps-graduao com descontos. O objetivo promover a qualificao e o aperfeioamento do funcionalismo pblico, podendo assim melhorar o servio prestado populao. Ao final do evento, Cleudes Bar declarou: Temos que pregar a unio acima de tudo, independente de convices partidrias. Aqui temos um s ideal: a causa municipalista. S atravs da unio e dos movimentos vamos conseguir mudanas. A crise est a, mas o momento no de abaixarmos a cabea, mas de continuar lutando com determinao, concluiu o presidente da AGM.

  • 66 - MINHA CIDADE - 2015

  • 2015 - MINHA CIDADE - 67

    Bruno Peixoto um dos deputadosestaduais mais atuantes na Assembleia

    Bruno prope aulas de DireitoConstitucional nas escolas estaduais

    Projeto quer incluir alimentosorgnicos na merenda escolar

    Bruno Peixoto formado em Economia, Direito e ps- graduado em Gesto Financeira e Controladoria. Comeou a carreira poltica ainda jovem. Em 1990, com 16 anos, se filiou ao Partido Liberal (PL). Quatro anos depois, foi eleito presidente da Juventude Municipal do PL de Goinia, onde tambm foi presidente regional e nacional. Bruno Peixoto foi candidato ao cargo de vereador pela primeira no ano de 2000 e obteve uma expressiva votao, 2.054, no sendo eleito em virtude da legenda partidria. Dando continuidade ao trabalho poltico, no ano de 2004, se elegeu vereador pela primeira vez pelo Partido Trabalhista do Brasil (PT do B), obtendo 5.094 votos.No primeiro mandato, Bruno Peixoto foi 1 secretrio da mesa diretora, presidente da Comisso Mista e lder do prefeito Iris Rezende por trs anos. Em 2008, foi reeleito vereador pelo PMDB com 12.850 votos, sendo o mais votado da legislatura. No primeiro mandato, apresentou mais de 300 projetos e emendas, sendo mais de 100 aprovadas. Na sua trajetria dentro da Cmara Municipal de Goinia, dedicou-se s questes ambientais, lutando pela implantao do Cdigo Municipal de Meio Ambiente. Entre os projetos que apresentou e foram aprovados esto o que probe fumar dentro

    de ambientes fechados, o que institui o Ensino Religioso nas escolas municipais e outro que cria a Linha do Turismo na Capital. No ano de 2010, Bruno Peixoto foi eleito deputado estadual pelo PMDB, obtendo 35.424 votos. Assim que assumiu o mandato, foi eleito vice-presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Gois, funo que ocupou nos anos de 2011/2012. No ano seguinte, ele foi escolhido lder da bancada do PMDB por todos os deputados eleitos pelo partido. Demonstrando o reconhecimento poltico de sua atuao, Bruno Peixoto tambm foi eleito presidente do Diretrio Municipal do PMDB, em Goinia. Agora, sob o seu comando, ele responsvel por difundir a sigla do partido em nossa capital. A definio de candidatos, organizao de campanha, busca de aliados ou coligaes so algumas das atividades que ficam sob a responsabilidade dele. Bruno est em seu segundo mandato como deputado por Gois e considerado um dos parlamentares mais atuantes da Assembleia Legislativa do Estado de Gois. Na legislatura anterior foi o deputado com mais presenas na Casa. Sua atuao j soma mais de trs mil requerimentos apresentados, em mdia 150 projetos de leis propostos, quase oito mil ofcios expedidos solicitando

    O PMDB em Gois tem uma histria impor tante pelos investimentos realizados para melhorar a qualidade dos servios pblicos e infraestrutura das cidades. Meu objetivo continuar lutando por melhorias para nosso estado. Ns do PMDB Metropolitano queremos melhorar a qualidade de vida dos goianos.

    Bruno Peixoto, deputado estadual e presidente do PMDB Metropolitano

    melhorias e benefcios populao goiana e 400 emendas propostas e aprovadas no oramento do Estado, que destinam benfeitorias aos 246 municpios goianos.

    O deputado estadual Bruno Peixoto (PMDB) apresentou projeto de lei que prope a obrigatoriedade da disciplina Direito Constitucional na rede estadual de ensino. Segundo ele, a proposta visa estimular o desenvolvimento da cidadania na formao dos estudantes e permitir conhecimentos dos direitos e deveres de uma maneira didtica e tcnica. Se o projeto for aprovado, os alunos podero garantir o pleno exerccio de seus direitos polticos com maior propriedade, alm de compreenderem melhor o funcionamento da mquina estatal e suas prerrogativas. A proposta defende ainda que somente profissionais devidamente habilitados, portadores de bacharelado em Direito, podero ministrar a disciplina nas escolas estaduais.

    Todo mundo sabe que comer bem essencial pra sade,ena escola, um espao ocupado por crianas e jovens, isso se torna ainda mais importante. Porm a maioria dos alimentos encontrados nas instituies de ensino so industrializados, gordurosos e cheios de acares. Com o objetivo de melhorar a alimentao e nutrio dos alunos, odeputado estadual Bruno Peixoto(PMDB) apresentou projeto de lei para incluir produtos orgnicos na merenda escolar das unidades de ensino fundamental da rede pblica estadual.Queremos estimular hbitos alimentares saudveis e propagar a educao e proteo ambiental, valorizando a produo regional e o resgate da cultura do meio rural, explica ele.

    Histria

  • 68 - MINHA CIDADE - 2015

    Deputado Lissauer Vieira reinstala Frente Parlamentar do Agronegcio em Gois

    Trabalho em equipe

    Foram abertos os trabalhos da Frente Parlamentar do Agronegcio no incio do ms de abril, no Auditrio Solon Amaral, da Assembleia Legislativa. O deputado Lissauer Vieira (PSD), coordenador da Frente e vice-presidente da Comisso de Agricultura, destacou os principais objetivos a serem trabalhados pela equipe. A Frente Parlamentar do Agronegcio vem para discutir as dificuldades que o setor enfrenta. Ns temos que discutir amplamente a questo da energia eltrica e tambm a questo da infraestrutura. Vamos propor a criao do Consrcio de Mquinas Regionalizado, para ajudar as prefeituras que vm enfrentando um momento difcil na construo de estradas vicinais, e este consrcio vai trabalhar nesse sentido, afirmou o deputado Lissauer. Questionado sobre a ateno que ser direcionada aos pequenos produtores, Lissauer afirmou que ser fundamental essa discusso. Realmente o pequeno produtor desassistido, por isso ele tem que ter mais suporte maior e um acesso maior aos benefcios concedidos pelo Governo do Estado. O parlamentar ainda explicou que ser proposta junto Frente Parlamentar do Agronegcio a criao da Superintendncia do Pequeno Produtor, no intuito de dar suporte tcnico aos pequenos produtores com a disponibilizao de agrnomos e profissionais que possam dar orientaes no sentido de aumentar a produo e desenvolver a agricultura familiar. O presidente da Federao da Agricultura e Pecuria de Gois (Faeg), Jos Mrio Schreiner, ressaltou que no se trata apenas de plantar e produzir. Para Schreiner existem diversas questes, que influenciam na produo, e para trabalhar na soluo destes problemas que a Frente dever se dedicar. Questes polticas s vezes sobrepem vontade das pessoas. E a Frente Parlamentar do Agronegcio fundamental para que possamos estabelecer o debate poltico, que visa o fortalecimento e ainda

    assegurar a continuidade da produo. Para que o produtor possa continuar a produzir, gerar renda, gerar supervit na balana comercial e gerar emprego. Por isso de fundamental importncia a manuteno de um debate profcuo em relao ao setor agropecurio, que alavanca a economia do Estado, disse o presidente da Faeg.

    Desafios

    Conforme o presidente da Faeg, as demandas dos pequenos produtores em Gois tambm sero atendidas pela Frente. Apenas 15% dos produtores no Estado esto nas categorias A e B, ou seja, 85% dos produtores esto nas classes C, D e E. A nossa meta, acima de tudo, fazer com que parte desses produtores das D e E subam para a Classe C e os da Classe C para B e A. O grande desafio, de acordo com Schreiner, aprimorar os processos, principalmente a assistncia tcnica. O pequeno produtor sempre precisa de um agrnomo e de um veterinrio para orientar, pois a cincia e a tecnologia do setor rural tratam de algo fundamental para manter a qualidade e quantidade na produo. Mas, observou Schreiner, existe o problema do acesso a essas tecnologias, principalmente para o porcentual majoritrio, de 85% de produtores em Gois, classificados como pequenos produtores. Para Jos Mrio, todos tm de trabalhar no sentido de possibilitar o aumento e desenvolvimento das produes.O presidente da Associao dos Produtores de Soja do Estado de Gois (Aprosoja-GO), Bartolomeu Braz Pereira, a pauta principal apresentada pelo segmento ser a motivao de elaborar polticas para o setor. O setor de produo de soja predominante no Estado, em 60% das reas agricultveis, por isso a necessidade da elaborao de leis que venham realmente atender o objetivo do crescimento da produo, de aumento de empregos e da gerao de renda. Esses so os principais objetivos da categoria, disse Braz Pereira.Ele tambm declarou que buscar a

    implantao do Fundo da Soja, para atender a pesquisa, assistncia tcnica e os pequenos produtores. Alm de polticas desenvolvidas entre o setor produtivo e o Governo do Estado, no sentido de beneficiar todos os produtores goianos.

    Composio da mesa

    Alm do coordenador Lissauer Vieira, compuseram a mesa: o presidente da Federao da Agricultura e Pecuria de Gois (Faeg), Jos Mrio Schreiner; o secretrio de Estado Extraordinrio do Entorno de Braslia, deputado estadual licenciado Valcenr Braz (PTB); presidente da Agrodefesa, Arthur Alves de Toledo; o superintendente executivo da Agricultura, Antnio Flvio; e o presidente da Emater, Pedro Antnio Arraes. Os membros que integram a Frente so os deputados Ndio Leite (PSDB), Lincoln Tejota (PSD), Marquinho Palmerston (PSDB), Adib Elias (PMBD), lvaro Guimares (PR), Bruno Peixoto (PMBD), Diego Sorgatto (PSD), Dr. Antonio (PDT), Eliane Pinheiro (PMN), Ernesto Roller (PMDB), Francisco Jnior (PSD), Francisco Oliveira (PHS), Gustavo Sebba (PSDB), Helio de Sousa (DEM), Iso Moreira (PSDB), Jean (PHS), Jos Vitti (PSDB), Jlio da Retfica (PSDB), Lucas Calil (PSL), Major Arajo (PRP), Manoel de Oliveira (PSDB), Renato de Castro (PT), Srgio Bravo (Pros),Talles Barreto (PTB), Virmondes Cruvinel Filho (PSD) e Z Antnio (PTB).

    Assessoria de Imprensa Assembleia Legislativa de Gois

  • 2015 - MINHA CIDADE - 69

  • 70 - MINHA CIDADE - 2015

    Artigo

    Saudades de mim

    Ando com saudades de mim, da minha infncia em Morrinhos. Lembranas antigas e to ntidas. Mnimos detalhes. Saudades de mim, menina. Vontade de me apresentar criana para minha filha e correr junto com ela atravs das chuvas, do cerrado e dos largos da minha cidade. Subir nas rvores e nos lambuzar de frutas. Visitar casarios nunca antes penetrados e olhar pelas suas janelas altas e largas. Desvendar os quintais e os hbitos dos seus moradores. Visitar a igreja, com suas rezas, cantos, cheiros de incenso, naftalina e perfume. Saudades da minha infncia muito abundante de afeto, rica em descobertas e prazerosa pelo contato direto com a natureza. Acompanhava flores desabrochando, frutos amadurecendo e aves quebrando a casca do ovo e ganhando o mundo, as delcias do verbo viver. Saudade de sonhar e desejar com profundidade. De ficar ansiosa diante de algum embrulho de presente; de me encantar com o canto do passarinho, de parar para sentir o cheiro das flores, de me emocionar com alguma msica. Os perfumes e as msicas exercem um papel preponderante na infncia e depois nas lembranas, na saudade. O passado constitudo principalmente de perfumes e msicas. O vento trazia a voz de um tenor entoando Cuore Ingrato e aquela msica, de um universo distante, tocada no Ginsio dos Padres, era linda e povoava a minha imaginao de fantasias, alcanando a minha alma. No mesmo ginsio, a fragrncia dos eucaliptos e dos ciprestes refrescava o ar, que j era to puro. Em casa, o perfume das rosas, do milho verde e das ervas e verduras da horta identificavam o nosso cantinho, nosso ltimo e mais seguro refgio. Na rua, o cheiro do pequi - vendido no prato esmaltado - e da fbrica de sorvetes. E as aventuras! S quem viu pela janela de grades aquela sala escura, cheia de gua, com uma passarela no meio, para ter

    sensao igual! Dava arrepios. Era a caixa dgua. Abastecia toda a cidade. Ficava perto do Mato do Aude, onde diziam que havia um esqueleto perambulando por entre as rvores. Os passeios pelos cerrados em busca de pitangas, mangabas e gabirobas s vezes levavam a inesperados encontros com cobras ou vacas bravas. Perna para que te quero! E os bobos, os loucos e os excludos da cidade? A Maria Macaca era agressiva, melhor manter distncia. O Nenm Mulata, uma lenda viva. Diziam que era um manaco, o terror das famlias. Quando se tinha notcia de sua presena na cidade, as noites eram de portas trancadas; as ruas vazias e densamente silenciosas. Joaquim da Perna Dura, Hugo, Bastio da Cachorrada, Luzia Cega e a Comandante integravam o elenco de personagens bizarros da nossa infncia. Pareciam parentes ou amigos bem chegados. E chegavam mesmo. Nas nossas casas buscavam seu pedao de po, o prato de comida, uma roupa ou calado velho, uma brincadeira, muitas risadas. No falem com estranhos, pode ser o G, famigerado pistoleiro profissional! Diziam os mais velhos. Medo era muito. Das histrias, dos causos, s vezes mal contados. Como o de uma famlia que morava na fazenda e assassinava seus desafetos, e fazia colares de orelhas. Pavor do dia em que houve um linchamento na cadeia. Angstia por conta da histria de um prisioneiro que foi torturado at a morte. Terror por causa de um estupro que ameaava a liberdade das crianas nos encantadores quintais. No fundo do quintal, dentro do Crrego Maria Lucinda, a fora maligna maculando a inocncia de uma garota. Eu vi as marcas do criminoso numa rvore, cravadas antes do crime: um corao e trs facadas. Impressionante! Medo do hospcio, onde das caladas ouviam-se gritos. Medo do cemitrio. Medo de minha me morrer. E aquela senhora com Fogo Selvagem, que montava um cavalo? Afirmavam que a doena era altamente contagiosa. Os quintais! Ah, os quintais eram aventuras dignas de registro na literatura, na televiso ou no cinema. O que ser que o muro alto escondia? Que maravilha!

    Choveu tanto que um pedao dele caiu para revelar todo o enigma daquela casa vizinha, todo o segredo do seu quintal. O quintal misterioso, do vizinho que minha me qualificava de muito sistemtico. As mangas roxas de l eram cobiadas. Suspense total e muita adrenalina, no dia em que minha tia, tambm criana como eu (tnhamos a mesma idade), desafiou o proibido, pulou o muro, e escalou o p de mangas roxas. Que coragem! Eu, a sentinela da fenda do muro, dentro do meu terreiro. De repente, Nossa Senhora! O dono do quintal descia por ele, como se estivesse fazendo uma inspeo. Perigo! Minha tiazinha virou esttua nas grimpas. O problema era a cor do seu vestido, bem vermelho! Uma ave-maria para ele no olhar para cima. A prece foi ouvida. As mangas trazidas no colo, diretamente para as minhas mos, eram mais prpuras ainda, cheirosas e deliciosas. Quando o pedao do muro caiu, descerrou-se uma cortina para o desconhecido e surpreendente mundo ntimo e fechado do vizinho. Ele tinha um galinheiro como o nosso! E tambm um batedouro de madeira, para roupas. O processo era o seguinte: para que a roupa ficasse clarinha, era preciso quarar ou corar num quaradouro, que era uma espcie de caramancho bem baixinho. Nas trepadeiras macias e verdejantes as roupas eram estendidas ainda com um pouco de gua e sabo, para tomar sol. Depois de algum tempo, eram batidas (com fora!) no batedouro e o resultado final tinha que ser roupas bem claras, alvejadas. Certa senhora, paga para lavar a roupa de nossa casa, usava sapatos de salto (para lavar roupa, hein!). Ao redor do quarador o cho ficou marcado com os quadradinhos dos saltos. Seu nome? Dona Maria do Saltinho. Os quintais... as jabuticabeiras, que paraso escuro, brilhante, doce, delicioso, farto, e de graa, vontade. Horas e horas em cima de um p. O resto do mundo estava esquecido. Ings ou ings, cajazinhos (que perfume!), jambos, ABCs, ameixas, abrics e jacas eram frutas exticas. As comuns eram mangas, cajs-mangas, laranjas, goiabas e cajus. E as elegantes, sofisticadas e raras eram as uvas. Poucas casas tinham parreiras.

    Telma Mahfuz

  • 2015 - MINHA CIDADE - 71

    Davam trabalho, dizia minha me, e o clima no propcio. A maioria era azeda. Azedas ou no, eram uvas. Para mim, as rainhas das frutas! Minha madrinha, Maria Trindade, ou melhor, minha fada-madrinha, colhia alguns cachos da parreira de sua av. Seu prazer era me agradar. E aquele quintal da Dona Chiquinha era outro espao encantado. Eis que no meio das folhagens (samambaias, antrios, avencas, lnguas-de-sogra, tinhores e oclias) surgia uma cabea grande de cobra! No, no, calma, era o jabuti. Tinha tambm papagaio. Quando a gente chegava, ele dizia: Ento, t logo!. Mais que o quintal da av, o que me deixou literalmente deslumbrada, um dos maiores encantos da minha vida, foi o prespio da casa da dinha. Meu Deus, que conto de fadas, milagre e f era aquela cena? Meus olhos de criana nunca tinham visto coisa igual. Marcou-me para sempre aquela lembrana. Um pasto de verdade para as ovelhas, cabras e vaquinhas. Era o arroz plantado com antecedncia em caixinhas. A choupana e Deus, ali, menino, ao alcance dos meus olhos, das minhas mos! Falando nisso, o Natal era mgico. Msicas com harpas tocavam o dia todo, e bem alto, nas lojas de tecidos do compadre do meu pai, Sr. Hugo Frauzino, e nas outras lojas de brinquedos. Os carrinhos de madeira pintada para os meninos e de bonecas para as meninas. Era um sonho. Realizei sim. Meu pai deu-me um carrinho de boneca feito de madeira e tecido vermelho. Nele assentei minha linda bonequinha emborrachada, a Rosana, que tenho at hoje. As igrejas eram duas. Uma antiga e uma eternamente inacabada. Na porta desta ltima havia um cruzeiro. Era s o sol comear a castigar e minha av paterna, a nica que conheci, reunia a turma de rezar. Todas as mulheres e crianas com latas dgua, umas nas cabeas e outras nas mos, com flores dentro, e l amos rua abaixo, rumo ao cruzeiro, rezando e cantando: Santa Maria Madalena, pede a Deus que chova na terra. Ao p da cruz ofertvamos as guas e as flores. No me lembro se chovia logo em seguida. A igreja antiga cumpria o seu papel. Nela fiz catecismo e primeira comunho. O estmago doa, por causa do jejum obrigatrio antes de comungar. Mesmo assim, foi plena realizao. O vestido de fusto branco tinha vrias tomas (pregas

    horizontais) pespontadas de rosa e azul. O corte e a costura impecveis de minha tia Olinda, uma estilista talentosa (suas mos criaram moda e modelos deslumbrantes para as vaidosas morrinhenses). Os pespontos, minha me os fez, sempre empenhada em proporcionar tudo de bom e de melhor para sua nica menina, mesmo que fosse a duras penas. Aps o ritual, algum me repreendeu: voc no pode, logo depois da primeira comunho, ficar dando cambalhotas na grama aqui, no largo da igreja! A igreja matriz que, no sei por que cargas dgua, foi demolida. Era linda com sua pia batismal de pedra sabo e uma escada que levava aos sinos. Alm do altar-mor, algumas entrncias, com pequenos altares para reverenciar santos, e a sacristia, onde uma escultura de Jesus, morto, imprimia um clima mrbido ao recinto. Algumas pessoas s assistiam s missas daquela sacristia. A das dez era famosa. Alegre, porque os jovens a frequentavam. Lindas as procisses pelo centro da cidade afora. A de Corpus Cristi era uma autntica expresso de arte. Cada quarteiro se esmerava mais que o outro. As ruas ficavam atapetadas com folhas de mangueira e ptalas de flores formando desenhos. Das janelas pendiam toalhas de renda, geralmente brancas, e sobre elas jarros de flores e imagens de santos, velas e teros. Eu me desmanchava em lgrimas, na Sexta-feira da Paixo, quando o canto soprano e sentido da Vernica (Prof. Zilda ou Nilza?) rompia um silncio ptreo e respeitoso. O cinema era um s. O Cine Hollywood. Entre tarzans, cowboys e mazaropes, o tempo passava rpido. Os lanterninhas zelavam pela segurana do ambiente. Terminada a sesso, todos ao clebre sorvete de creme, bem amarelo, com pedaos de goiabada. As fanfarras das escolas faziam um espetculo parte. Desde os ensaios, a platia sempre prestigiando. Era uma festa na rua. O Senador e o Estadual competiam. Os tambores do colgio das freiras eram tocados por moas! Era mesmo uma parada! Uma novidade fazia a alegria da garotada e da juventude dourada. A piscina do Jquei. Quase campestre, ficava um pouco afastada, em cima de um morro, bem perto do frigorfico, chamado matadouro. Programa fascinante! L

    aprendi a nadar, com minha priminha, amiga e companheira. Todos se conheciam. Era uma s famlia. A vizinhana se renovava com a migrao de fazendeiros que vinham trazer os filhos para estudar. Gente honrada e de costumes diferentes. As crianas tinham afazeres domsticos como se adultas fossem. Eu esperava pacientemente que terminassem suas obrigaes para desfrutar de sua companhia. Montvamos as casinhas e fazamos cozinhadinhas. O tapete de veludo verde da salinha de estar era um pedao de lodo do muro. No era difcil de acontecer em certas noites de luar, altas horas, acordar com o pontilhado de um violo. Alegre despertar ao som das maviosas vozes dos seresteiros do Morro da Saudade, desfiando canes de um repertrio irretocvel. Uma luz no interior da casa deveria se acender e se apagar logo em seguida. Esse era o cdigo de ateno e agradecimento. Pela frestinha da janela eu espiava, tentando identificar os artistas do violo, do pandeiro e da voz. Enchia o peito de orgulho e pensava comigo no quanto meus pais eram estimados. Amizade, nunca lhes faltou. Partidas de truco e bate-papo noitinha. Eram tantos compadres e comadres... Horas fceis e horas difceis, sempre bem acompanhados. Infncia cheia de carinho de pais dedicados. Incansveis na luta de criar e educar, mesmo diante das dificuldades, que no eram poucas. Eles eram o Meu amor, Minha Cabana que deu certo. Hoje, juntos h mais de meio sculo. rvores de um bambuzal. Altivas, altaneiras, de razes firmes, balanam ao vento, curvam-se nas tempestades, mas so duras na queda ou na quebra. E os brotos vieram e cresceram com fora. Filhos cumpridores da tarefa de se formar e se profissionalizar, sonho maior dos pais. E a segunda gerao fazendo bem melhor ainda! Trabalho era o nome de meu pai. Renncia e compreenso, suas qualidades permanentes. Pai-amor da infncia e de hoje. Minha me, exemplo de dedicao no esforo de ver os filhos vitoriosos. Guerreira, forte como pedra e frgil como flor. Me-amor da infncia e de hoje.

    Maro de 2004,

    Telma Mahfuz

  • 72 - MINHA CIDADE - 2015

    conra programao: www.sescgo.com.brConra a programao: www.sescgo.com.br

    culturalItaculturalIta

    Praa de Alimentao: Food Trucks

    Regionais: Pdua e Maria Eugnia 30/05

    Nacionais: Trio Perigoso + Dudu Oliveira 29/05 Geraldo Azevedo 31/05

    Locais:Flvio Robbie 29/05Celso Galvo 30/05 Alcione Quintanilha 31/05

    Shows

    Feira com Artesos

  • 2015 - MINHA CIDADE - 73

    Aniversrio em dose duplaColuna Noite e Dia

    O jor nal i s t a D els on C ar los recepcionou amigos e parceiros para comemorar mais um ano de vida e o lanamento da 35 edio da revista Class, na Confraria Gamboa, no Setor Marista. Uma tarde cheia de gente bonita

    fez com que todos entrassem num clima de total comemorao e descontrao, ao som de muito samba e deliciosas comidas oferecidas pela casa, alm das bebidas tradicionais e tambm um drink bar, comandado pelo empresrio Luiz Carlos Junior. A mesa de doces e o tradicional

    bolo dos parabns deixou a todos com gua na boca, pelo sabor inigualvel da Doce Docinho. Assim foi essa tarde encantadora, que contou com a entrega de mimos da Salon Cosmticos, e foi retratada pelo fotgrafo Murilo Bastos, que podem ser conferidas abaixo:

    conra programao: www.sescgo.com.brConra a programao: www.sescgo.com.br

    culturalItaculturalIta

    Praa de Alimentao: Food Trucks

    Regionais: Pdua e Maria Eugnia 30/05

    Nacionais: Trio Perigoso + Dudu Oliveira 29/05 Geraldo Azevedo 31/05

    Locais:Flvio Robbie 29/05Celso Galvo 30/05 Alcione Quintanilha 31/05

    Shows

    Feira com Artesos

  • 74 - MINHA CIDADE - 2015

  • 2015 - MINHA CIDADE - 75

  • 76 - MINHA CIDADE - 2015