REVISTA GC BRASIL N°. 07

Download REVISTA GC BRASIL N°. 07

Post on 18-Nov-2014

1.142 views

Category:

Documents

29 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

SUMRIOEditorial 04Por Elisabeth Gomes.Artigo 01Portais Corporativos e a Gesto do Conhecimento. Por Eduardo Oliveira Spnola.Artigo 02A educao e a interao como retardo a extino. Por Paloma Maria Santos.Artigo 03A Cultura Orientada Aprendizagem. Por Saulo Figueiredo.Artigo 04O comrcio internacional do conhecimento. Por Marcelo Ribeiro Goraieb.Artigo 05Avaliao de ativos intangveis. Por Mrcio Lago Couto.Artigo 06Biblioteca Multimdia da ENSP, 2 verso permite que usurios incluam documentos.Por Ana Paula Bernardo Mandona, Ana Cristina da Matta Furniel, Maria Elisa Andries dos Reis e Rosane Mendes.Resenha do livroGesto de contedo como apoio Gesto de Conhecimento. Por Eduardo LapaAgendaEventos InternacionaisDireto das SBGCs e Ncleos RegionaisPalavra da SBGCPor Heitor Pereira

TRANSCRIPT

<ul><li> 1. ISSN 1981-5751 A Revista da Sociedade Brasileira de Gesto do Conhecimento. n 07. agosto de 2008A Revista da Sociedade Brasileira de Gesto do Conhecimento. n 07. agosto de 2008 PORTAIS CORPORATIVOS E A GESTO DO CONHECIMENTO A CULTURA ORIENTADA APRENDIZAGEM O COMRCIO INTERNACIONAL DO CONHECIMENTO </li> <li> 2. SUMRIO Editorial Por Elisabeth Gomes. 04 Artigo 01 Portais corporativos e a Gesto do Conhecimento. 06 Por Eduardo Oliveira Spnola. Artigo 02 A educao e a interao como retardo a extino. 16 Por Paloma Maria Santos. Artigo 03 A Cultura Orientada Aprendizagem. 24 Por Saulo Figueiredo. Artigo 04 O comrcio internacional do conhecimento. 30 Por Marcelo Ribeiro Goraieb. Artigo 05 Avaliao de ativos intangveis. 36 Por Mrcio Lago Couto. Artigo 06 Biblioteca Multimdia da ENSP, 41 2 verso permite que usurios incluam documentos. Por Ana Paula Bernardo Mandona, Ana Cristina da Matta Furniel, Maria Elisa Andries dos Reis e Rosane Mendes. Resenha do livro Gesto de contedo como apoio Gesto de Conhecimento. 43 Por Eduardo Lapa Agenda Eventos Internacionais 45Direto das SBGCs e Ncleos Regionais 46 Palavra da SBGC Por Heitor Pereira 48 </li> <li> 3. Expediente EXPEDIENTE Uma publicao da: Rivadvia Correa Drummond deSBGC Sociedade Brasileira de Alvarenga Neto Gesto do Conhecimento Roberto Pacheco www.sbgc.org.br Rodrigo Baroni Serafim Firmo de Souza Ferraz Silvio Aparecido dos Santos 03 Integrantes Permanentes do Sonisley Machado Conselho Cientfico da SBGC Walter Flix Cardoso Jr. Presidente: Maria Terezinha Angeloni REVISTA GC BRASIL Editora-Chefe: Alberto Sulaiman Sade Jnior Elisabeth Gomes Aline Frana de Abreu Carlos Olavo Quandt Produo Executiva: Chu Shao Yong Maria de Lourdes Martins Eduardo Moresi Supervisor Editorial: Faimara do Rocio Strauhs Maurcio Gomes Fernando Antnio Ribeiro Serra Hlio Gomes de Carvalho Jornalista Responsvel: Gilson Schwartz Cristiano Pio MG 09315 JP Guilherme Ary Plonski Reviso: Helena Pereira da Silva Isabella Braz Helena Tonet Joo Amato Neto Diagramao: Jorge Tadeu de Ramos Neves Ana Mambrini Jos ngelo Gregolin Edio de Imagens: Jos Rodrigues Maria de Lourdes Martins e Kira Tarapanoff Ana Mambrini Marlia M.R. Damiani Costa Moacir de M. Oliveria Mnica Erichsen Nassif Borges Raquel Balceiro Resilda Rodrigues Tecle conosco: Ricardo Roberto Behr gcbrasil@sbgc.org.br </li> <li> 4. Editorial04 EDITORIAL Prezados leitores, J so 22hs de uma tera feira chuvosa, aqui na cidade do Rio de Janeiro onde resido. Mais precisamente no bairro da Urca, perto do Po de Acar. Com uma vista privilegiada para o Bondinho e para a Praia Vermelha, com certeza no me deveria faltar inspirao para escrever o editorial deste nmero. Mas, pasmem... est faltando sim. J reli os artigos, as notcias, a resenha, milhes de vezes e, so to bons, que no sei por onde comear a dizer a vocs qual o primeiro a ser lido. Sendo assim vou comear aleatoriamente...... Neste nmero temos um artigo sobre Portais Corporativos e a Gesto do Conhecimento de Eduardo Oliveira Spnola, onde o autor apresenta o que um Portal Corporativo, seus tipos, como desenhar uma arquitetura de informao e como usar esta ferramenta poderosa de comunicao e estratgia para uma empresa. Em seguida temos um texto de Paloma Maria Santos, que aborda a educao e a interao como retardo a extino, objetivando apresentar as ferramentas para tentarmos evitar, ou ao menos retardar a extino da raa humana na face da Terra, que vem sendo constantemente alimentada e estimulada pelo bicho homem, atravs do seu inadequado comportamento para com o seu semelhante. Vale conferir a leitura e se perguntar, se realmente isto est acontecendo. um artigo denso, e que merece toda a ateno. Prosseguindo na nossa revista, vamos encontrar o artigo de Saulo Figueiredo sobre Cultura Orientada a Aprendizagem. Sem comentrios, porque gostaria de ouvir os comentrios de vocs, aps a leitura. Artigo fcil de ler e com muito contedo para compartilhar, usar e disseminar na sua empresa. Marcelo Ribeiro Goraieb, autor do prximo texto, fala sobre o Comrcio Internacional do Conhecimento, onde ele apresenta seu estudo atravs de pesquisas bibliogrficas e pelo mtodo descritivo o comrcio internacional do conhecimento, o fluxo de servios entre os pases e suas barreiras. Ele afirma que se verifica um crescimento </li> <li> 5. Editorialsignificativo da presena de certos pases em desenvolvimento na economia do conhecimento,o que mostra uma tendncia de mudana no fluxo tradicional em que os pases desenvolvidosso os principais atores. As barreiras esto cada vez menores e o comrcio internacional empleno crescimento. 05Nesta poca de bolsas de valores caindo, dlar subindo e crise americana, o artigo deMrcio Couto, do IBRE, cai como uma luva. Trata de avaliao de ativos intangveis. Serque sabemos mensurar ativos na Era do Conhecimento? Ser que os tradicionais mtodosde avaliao ainda valem? Afirmo a vocs que aps a leitura do artigo do Mrcio Coutoestas respostas sero claras para vocs. E por ltimo, mas no menos importante, temos umamatria sobre a Biblioteca Multimdia da ENSP, que em sua 2 verso permite que usuriosincluam documentos.Mas no acabou. Ainda temos a resenha do livro de Eduardo Lapa sobre Gesto de Contedocomo apoio a Gesto de Conhecimento. No novidade para ningum que, hoje, mais doque nunca, saber gerenciar contedo fator estratgico para empresas, de qualquer porteou segmento, ganhar vantagem competitiva. Portanto vamos ler o livro! E, como de costume, arevista traz a agenda de eventos sobre Gesto do Conhecimento, a seo Direto das SBGCse Ncleos Regionais, que um espao para que os Plos e Ncleos da SBGC divulguem suasrealizaes e, por fim, as Palavras do Presidente da SBGC Heitor Pereira.Heitor apresenta, ou melhor, explica as siglas que so usadas no dia a dia da gesto daSBGC e sua importncia para a Associao.Bem, amigos, isso. At o prximo nmero e no deixem de contribuir com a GC BRASILenviando suas crticas, comentrios, elogios e artigos para gcbrasil@sbgc.org.br. Elisabeth Gomes Editora-Chefe da GC Brasil Coordenadora de Contedo e Publicaes da SBGC </li> <li> 6. PORTAISCORPORATIVOSE A GESTO DOCONHECIMENTOEduardo Oliveira SpnolaPesquisador, colaborador das revistas SQL Magazine eWebMobileEditor dos sites Java e .Net do Portal DevMedia.eduspinola@gmail.com </li> <li> 7. 1. INTRODUO encontradas em um s lugar. Assim como Artigo 01A partir do momento em que a tecnologia a comunicao entre os funcionrios,passou a ser utilizada para o auxlio da facilitada por ferramentas de bate-comunicao e do armazenamento de dados, papo, permitindo aos usurios a trocamuitas empresas passaram a sofrer com o de conhecimento e, consequentemente,excesso de informao. Para solucionar este gerando e atualizando o conhecimento,problema, notou-se a importncia da aplicao obtendo como resultado final de todo oda Gesto de Conhecimento com o objetivo de processo, um aumento na produtivida-obter um maior controle sobre os conhecimentos de da empresa.gerados [Dias 2001]. Atualmente, um dos grandes desafios 07Para sobreviver com sucesso em um mercado das pequenas e grandes organizaescada vez mais exigente e globalizado, as transformar suas intranets em Portaisempresas passaram a buscar uma melhora Corporativos, e neste contexto quecrescente em sua competitividade, e um ponto este trabalho se encaixa, apresentandomuito importante para isso, saber utilizar o o que so os Portais Corporativos,conhecimento organizacional existente dentro listando alguns dos seus requisitos,dela. Infelizmente, para que uma empresa e pontos positivos, analisando estepossa utilizar o seu conhecimento de forma aplicativo como um novo instrumentoorganizada e positiva, preciso que se faa de gesto de conhecimento. Feito isto,um grande investimento em Tecnologia de ser discutido sobre a aplicao dosInformao, mais precisamente, na Gesto do Portais Corporativos Gesto doConhecimento [Leme &amp; Carvalho 2004]. Conhecimento.Diversos so os tipos de aplicaes existentes 2. PORTAIS CORPORATIVOSnas empresas e, consequentemente, diversos H alguns anos, o que hoje conhecemosso os formatos de arquivo gerados por estas como portais, eram apenas mquinasaplicaes. Como no h um mecanismo que de busca. Os sites apresentavam umapossibilite a padronizao e organizao destas interface simples (por exemplo, a versoinformaes, muito difcil para os funcionrios simples do Google) que permitissereunir todas as informaes necessrias para aos usurios apenas digitar a stringque sejam tomadas boas decises. de busca sobre a informao que eleComo no existe um ponto nico de acesso s gostaria de encontrar. Esse mecanismoinformaes, e que permita aos funcionrios de busca permite aos usurios localizartrabalhar de forma cooperativa, bastante as informaes espalhadas pelacomum existir informaes duplicadas na internet. Porm, devido s regras deempresa. Tambm comum a revelao de gramtica e a caractersticas de cadailhas de conhecimento, supondo que no exista linguagem, nem sempre o resultadouma comunicao eficiente entre os diversos obtido na busca o que o usuriosetores da empresa. No de se admirar realmente deseja [Terra &amp; Bax 2005].que o conhecimento gerado fique atrelado A partir deste momento, para facilitarapenas quele pequeno grupo da organizao ainda mais o acesso s informaes,[Parreiras e Bax 2005]. e apresent-las como resultadoPensando nestas caractersticas e em muitas mais prximo das informaes queoutras que sero apresentadas no decorrer o usurio realmente precisa, foramdeste artigo, foi observada a importncia de um criadas as categorias. Explicando deaplicativo capaz de centralizar as informaes forma simples, categoria nada maisde uma empresa e que permita a comunicao do que o agrupamento de diversase cooperao entre funcionrios. Com este informaes sobre uma rea espec-aplicativo, conhecido como Portal Corporativo, fica, por exemplo: acessando o Portalo acesso informao ser facilitado, j que do Yahoo!, e do Terra, voc encontrartodas as informaes necessrias podem ser categorias como: Tecnologia, Esportes, </li> <li> 8. Empregos. Alm da insero de usurios de negcios, uma nica interface webArtigo 01 categorias, que tambm permite que s informaes corporativas espalhadas pela os usurios menos experientes acessem empresa. informaes de forma mais rpida e Para [Eckerson...</li></ul>