revista encontros 85

Download Revista Encontros 85

Post on 18-Feb-2016

228 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Revista Encontros Edio 85

TRANSCRIPT

  • 1Revista Encontros -

  • 2 Revista Encontros -

  • 3Revista Encontros -

    Lanamento Oficialdo Privilege Golf Club

    Residencial Maric Coquetel, dia 19 de outubro, no Bistr do Mu-seu de Arte Contempornea, MAC, em Niteri.

    A diretoria composta pelos senhores Luigi Albiero, Marcos Girelli e Fbio Vicenti (Grupo Zamparini),

    Maurcio Matsuo (Golf Club Maric) e Ronaldo Maiato (Habitare),representante vendas

    Brasil. Na foto esquerda, Alexandre Belm (Elysian), representante vendas exterior.

    Empreendimentos

  • 4 Revista Encontros -

    A VALORiZAOdO EsPRAiAdO

    Podemos dizer que o Espraiado uma das Localidades mais rica, em natureza, da re-gio dos lagos. L podemos estar em con-tato com o verde, cercado de montanhas, banhadas por diversas quedas dguas que se transformam em pequenas e mdias ca-choeiras, com uma infinidade de animais sil-vestres, alm dos de grande porte. H ainda uma gente trabalhadora, mas que no perde o brilho no olhar e que faz das mos a ferramenta de sustento. Mulheres que apren-deram o ponto do bordado brasileiro inventado pela mundialmen-te conhecida Madeleine Colao, as tapeceiras do Espraiado. Te-mos muitos causos, dentre eles um tal de bode que mais parece um cachorro esquisito, pois anda na coleira, faz pose pras fotos e adora comer papel. Na sua histria um casal de franceses que o adotou e o salvou da morte.

    So muitas as riquezas do Espraiado, tantas que trouxe para Maric empreendedores como o Grupo Zamparini que no pen-sou duas vezes para realizar o Privilege Golf Club Residencial Ma-ric. O empreendimento conta com 150 terrenos com metragem entre 600 e 1.600m2, ruas pavimentadas, sistema de gua, es-goto, rede eltrica e um clube com salo de festas, espao mu-lher, espao gourmet, bar e piscina com deque. Somam-se a isso quadra de tnis, pista de cooper, playground e toda uma natureza para se curtir.

    O instrutor Nivaldo Ribeiro, o Rei da Banca,

    e seu mais novo aluno - Jonas Girelli,

    3 anos, filho de Marcos Girelli

    O jovem Maurcio Matsuo, diretor social Esportivo

    - PGA Professional

    Texto Bete santos / Fotos Pedro Menezes

  • 5Revista Encontros -

    Junto ao condomnio haver o Privilege Golf Club, com infraestrutura e gesto in-dependentes, alm de atra-tivos como campo oficial de 9 buracos, club house, heliponto, driving range, putting green e carros eltricos para locomoo dos jogadores.

    Com o retorno do golfe no maior even-to esportivo do planeta, as Olimpadas 2016, que acontecer pela primeira vez na histria, na Amrica do Sul e na cida-de do Rio de Janeiro, podemos dizer que o empreendimento Privilege Golf Clube fez uma Tacada Perfeita.

    Esporte que data do Sculo XV, o Golfe fez parte do programa dos Jogos Olmpi-cos em Paris 1900 e Saint Louis 1904, e voltar a ser disputado em 2016. Na ltima participao, dois pases envia-ram competidores: Estados Unidos e Canad. Mais de 100 anos depois, a ex-pectativa de que ao menos 30 pases participem no Rio 2016, tanto na com-petio masculina quanto na feminina.

    Galeria de fotos do Previlege Golf Club

    revistaencontros.com

    Veja mais fotos em:

    Empreendimentos

    Fbio Vicenti, Marcos Girelli e Maurcio Matsuo

    Foto em 3d cedida pelo empreendimento

  • 6 Revista Encontros -

    ndice 03 | Empreendimentos06 | Editorial08 | Ponto de Encontro10 | Marcelo Antunes12 | Beleza Inteligente14 | Eventos20 | Quem Faz26 | Capa33 | Poltica34 | Social36 | Niteri38 | Sade40 | Educao42 | Esporte44 | Roteiro da Boa Comida46 | Imveis47 | Dvidas do Leitor48 | Araruama50 | Saquarema54 | Olho Vivo

    Flagrantes Fotogrficos

    ndice

    No dia 08 de julho, deste ano, fez 4 anos que a jovem Claudia Ru-bio Bragana faleceu, vtima de atropelamento na Rodovia Amaral Peixoto - Maric. O fato ocorreu por inconseqncia de um condutor de Kombi que infelizmente no chegou a socorrer a jovem. Outro fato, le-vantado na poca, foi a falta de uma passarela, pois diariamente muitas pessoas atravessam a rodovia que corta o municpio.deixamos aqui a nossa homenagem a esta jovem, bem como a sua me-zinha Vanda Consuelo Rubio que nos confidenciou o apreo que tem pela Famlia Carolino que deu todo o apoio no momento mais difcil de sua vida.

    Agradecimento famlia CarolinoSaudades de Claudinha

    Reunio do Secretrio de Projetos Especiais de Niteri, Gerhard Sardo, com o secretrio estadual Felipe Peixoto, onde fo-ram definidas parcerias em favor da pesca e do bem estar animal.

    BOAs NOVAs PARA NiTERi

    A redao

  • 7Revista Encontros -

    editorial

    Nossa capa

    Presidente e Editora: Bete Santos - (21) 7730-7532Jornalista Responsvel: Bete Santos (MTb18905-RJ)Criao da nova marca EncontrosLuciano LucenaDesigner grfico: Bruno CamposColaborao no Projeto Grfico:Rafael PereiraReportagens:Bete Santos Fotografias:Pedro Menezes Colaboradores nesta edio:Cel. Pedro Gomes, Luciene Ferreira, Marcelo Antunes, Arlindo Jnior e ASCOM Saquarema.Jornalista Free Lancer (Niteri)Fernanda DrumondComercial:Bete Santos (Maric),Representante da Regio dos Lagos:P.Porto Publicidades ID 106*159491Representante Regio Ocenica:Roseane Rodrigues(21) 7449-9044Atendimento ao Leitor:Email: revistaencontro@gmail.comSite: www.revistaencontros.com(21) 2634-2267 - 7164-5338

    expressamente proibida a repro-duo total ou parcial das artes sem prvia autorizao da editora. O contedo dos anncios vinculados, bem como a prestao de servios de responsabilidade nica e exclu-siva dos anunciantes. Assim como os textos assinados tambm so de inteira responsabilidade dos seus autores.

    A revista Encontros uma publicao mensal

    com uma tiragem de 5 mil exemplares

    Jornalista e editora Bete santos e equipe.

    Foto: Laurecy Monteiro

    Um Pas de Jovens

    A nossa capa deste ms retrata um grupo de jovens prsperos empres-rios que esto fazendo a diferena na sociedade. A capa foi idealizada pelo jovem jornalista Rafael Pereira.

    Falar de jovens, sucesso, espe-rana, sonhos, perseverana, tra-balho, so assuntos por demais excitantes e desafiantes. Estamos no Brasil, um pais jovem, desco-berto a pouco mais de 500 anos, mas que j nasceu grande e co-biado. Como disse Pero Vaz de Caminha, nesta terra tudo o que se planta d. Imaginem o olhar dos nossos patrcios portugueses ao avistarem uma terra to vas-ta, recheada de rios, montanhas, praias, muito verde, aves belssi-mas, imaginem. Falamos de um passado no muito distante, mas que nos deixou tantas marcas. Afi-nal o pas, assim como a criana nasce, se desenvolve, vira jovem, amadurece e cresce, Nesta edi-o a nossa maior preocupao foi a de mostrar profissionais de diversos seguimentos, mas que tem histrias parecidas. Histrias de determinao, entrega, sonho e f. Assim, procuramos no trans-correr das pginas deste ms preencher com relatos, fatos, ar-tigos, reportagens, flashes, enfim o foco daqueles que esto nessa fase at os 40. Jovens maduros que investiram tempo em acre-ditar que possvel. Envolvemos nessa edio um ensaio especial com a menina Iam Queiroz, 17 aninhos, mas que j sabe a pro-fisso que vai se dedicar quer ser jornalista.

  • 8 Revista Encontros -

    Ponto de Encontro

    Cel. Pedro Gomes

    Engenheiro Civil e Adminstrador de Empresas

    Artigo

    De uns tempos para c, pa-rece que os jovens esto despertando para a partici-pao nos movimentos de contestao e na poltica partidria. Faz muito tempo que o pas est vazio do vigor da juventude, que est ador-mecida desde o impeachment do pre-sidente Collor (movimento dos caras-pintadas*), em 1992. Muito tempo de passividade para uma juventude que j

    deu mostras de impetuosidade a empur-rar o pas para a democratizao ou com-batendo a corrupo no servio pblico. Talvez a inrcia seja devido ao desencanto com ideologias e partidos que pregavam a seriedade e hoje se veem envoltos em denncias de corrupo em larga escala, desde a base at o topo, fortalecendo a ideia de que, para efeito da prtica de cri-me, no h hierarquia, junta-se Ministro de Estado com seus apanhadores de confiana e testas de ferro que saem da sombra de seus pequenos cargos para transportar milhes e ganhar tostes. De-pois, maltratados ou arrependidos, no necessariamente nesta ordem, a arraia-mida emerge da escurido jorrando luz nos medalhes defensores de ideologias extremas, mas que, vista do ouro, como dizia William Shakespeare, deixam-se pu-

    xar pelo nariz: Embora a autoridade seja um urso teimoso, muitas vezes, vista de ouro, deixa-se conduzir pelo nariz. Esta citao shakespeariana leva-nos aos ver-sos do poema de Ceclia Meireles: Vede os pequenos tiranos/ que mandam mais do que o Rei/ Onde a fonte de ouro corre/ apodrece a flor da lei!

    o que o jovem maricaense v hoje no Municpio: a podrido alastrada em tudo que escaninho da administrao pblica, parece que fazendo coro com as roubalheiras estaduais e federais, sem contar as falcatruas serranas que j afas-taram dois prefeitos e seus secretrios envolvidos na pior das corrupes, pois so acusados de levar vantagem sobre gastos com a tragdia que ceifou a vida de centenas de pessoas e deixou milha-res delas feridas e sem moradias, eis que levadas pela enxurrada. Mas tudo isto foi pouco para frear a ganncia dos gestores pblicos que se elegeram com acenos de probidade no exerccio de seus cargos po-lticos. E nesta mesma onda de iluses, e em campanhas milionrias, muitos polti-cos daqui venceram as eleies, tornando Maric um mar de lama. Mas, por falta de reao popular, eles permanecem em seus cargos utilizando-se de filigranas ju-rdicas. Enquanto isso, o tempo escorre e

    novas eleies se aproximam, mo-mento em que todos eles tornaro com mais dinheiro para gastar e mais mentiras para jorrar em busca dos votos extrados da ingenuidade do povo. Rea