revista aps n.º 62 – junho 2014

Download Revista APS N.º 62 – Junho 2014

Post on 24-Jan-2017

62 views

Category:

Business

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Entrevista: Jos Pedro Soares a regio do Algarve ter o seu segmento de cruzeiros associado distinta notoriedade que o Porto de Sines detm no plano internacional.

    Coordenadas: O ano de 2013 fecha com 36,5 milhes de toneladas de mercadorias movimentados

    Sines na lista de prioridadesdo Governo at 2020

    junho 2014

  • DESTAQUE:.Sines na lista de prioridades do Governo at 2020.Administrao do Porto de Sines com gesto dos portos algarvios

    ENTREVISTA:Jos Pedro Soares, Vogal do CA dos Portos de Sines e do Algarve

    PRojEToS:.Ecoslops investe 14 Milhes de euros no Porto de Sines.Concluda modernizao do TGL no Porto de Sines.PSA Sines inicia obras de expanso do Terminal de Contentores

    CooRDENADAS:.O ano de 2013 fecha com 36,5 Milhes de toneladas de mercadorias movimentadas.Mercadorias crescem 6,5% no 1 trimestre de 2014

    RADAR

    REVISTA DE ImPRENSA

    o PoRTo E A CIDADE:.Litoral Alentejano recebe Grandes Veleiros Sines 2017.Seres no Porto de Sines.Avenida Vasco da Gama reabre no final de maio

    PoRTo SEGURo:.Porto de Sines renova certificao de ambiente e segurana

    SoLTAR AmARRAS:Atividades GDCAPS

    4

    6

    8

    10

    1814

    19

    12

    DiretorJoo Franco

    PropriedadeAdministrao do Porto de Sines

    Nmero de Registo: DSC.RV.14.001 Contribuinte n. 501 208 950Depsito Legal: 276191/08ISSN 1646-2882

    Sede: Apartado 16, EC SINES7521-953 SinesTel.: 269 860 600 - Fax: 269 860 690

  • EDITORIAL3

    Joo Franco

    editorial

    Novos desafios

    Joo FrancoPresidente

    1. A Revista Porto de Sines mudou de nome. Passou a chamar-se Revista APS, Portos de Sines e Algarve. Com a publicao em Dirio da Republica do Decreto-Lei 44/2014 de 20 de maro, foi criada a APS Administrao dos Portos de Sines e do Algarve, S.A., que integrou os portos comerciais de Faro e de Portimo com a gesto do Porto de Sines. Desta forma, este o primeiro nmero da revista que passa a ter uma abrangncia integrada destes trs portos.

    2. Foi recentemente aprovado o Plano Estratgico dos Transportes e Infraestruturas (PETI) 2014/2020, que inclui projetos decisivos para o futuro do Porto de Sines. A continuao da expanso do Terminal de Contentores, para alm da Fase 2 que est em construo at ao final do corrente ano, estratgica. De facto, o lanamento da Fase 3 que elevar a capacidade do terminal de 1.7 MTEU para 2.7 MTEU, fundamental para Sines acompanhar a dinmica do sector, designadamente os desafios decorrentes das grandes alianas de armadores e o espectacular aumento de porte dos navios porta-contentores. Foi dado um passo importante na prossecuo deste objetivo, com a celebrao de um Memorando de entendimento entre a APS e a PSA Sines e homologado pela tutela, que constitui uma declarao de vontades das partes no desenvolvimento do terminal. Trata-se de um investimento da concessionria em cais, equipamentos e reas de parqueamento acompanhado por investimento da APS no prolongamento do molhe de proteo e na regularizao de fundos.

    3. Outro projeto do PETI de grande importncia para o Porto de Sines a melhoria das acessibilidades ferrovirias, permitindo a penetrao no hinterland para Espanha de forma competitiva, sustentada em comboios de grande comprimento e sem entropias funcionais. Uma correta integrao ferroviria na RTE-T fundamental para Sines e para Portugal.

    4. No que respeita a investimentos das concessionrias do Portode Sines, h ainda a destacar os projectos na rea do Terminal de Granis Lquidos.A CLT realizou a modernizao dos Postos de Acostagem n 4 e n 5 deste terminal, com um investimento na ordem dos 4 milhes de euros, tornando-os mais seguros e flexveis para as operaes dos seus clientes. Recorde-se que estes so os postos de acostagem mais importantes para as exportaes da Galp Energia, aspeto muito relevante para a economia nacional. A Ecoslops, por seu lado, est a investir 14 milhes na evoluo da Estao de Tratamento de guas de Lastro, de forma a responder melhor aos desafios que se colocam nesta rea de atividade. A unidade nova vai tambm permitir obter como produto final do tratamento, combustveis martimos certificados, o que significa uma melhor valorizao dos leos recuperados, num processo nico no setor.

    5. Em termos de movimento operacional, o Porto de Sines fechou 2013 com os melhores resultados de sempre em tonelagem de mercadoria transportada (36,5 milhes) e em nmero de contentores movimentados (931.000). O arranque de 2014 manteve esta dinmica de crescimento, pese embora o impacto da paragem tcnica programada da Refinaria de Sines que abrandou um pouco os ndices de crescimento.

    6. No relacionamento com a cidade destacam-se dois momentos relevantes: por um lado a preparao para a recepo em Sines do evento Grandes Veleiros Sines 2017, numa articulao direta com a Aporvela e com o apoio do Ministrio da Defesa, da Secretaria de Estado do Mar, do Turismo de Portugal e do Instituto Portugus do Desporto e Juventude; por outro, a reabertura em breve da Avenida Vasco da Gama, melhorada e mais moderna, permite sociedade envolvente usufruir melhor da magnfica baia de Sines. Para a comunidade porturia em geral esta reabertura tem especial importncia pois a ligao mais eficaz da zona norte do porto com a zona sul. 7. Na componente mais interna da Administrao Porturia, de assinalar a homenagem prestada ao Senhor Eng. Antnio Martins, com a atribuio do seu nome ao molhe oeste, passando a designar-se Molhe Antnio Martins, cerimnia realizada por ocasio do 36 aniversrio da APS; e tambm a renovao da certificao de ambiente e segurana, a criao do Dia do Porto de Sines que passa a comemorar-se no dia 19 de Junho de cada ano, a criao do Prmio Ensaio do Porto de Sines e o arranque do ciclo de Seres no Porto de Sines, em estreita colaborao com a Cmara Municipal de Sines.

    8. O presente nmero da revista particularmente rico em novos investimentos e novas iniciativas em diversas reas, que vo desde o negcio porturio at ao lazer e cultura. Um forte investimento no futuro e a abertura dos trs portos sociedade so desafios que prosseguimos diariamente.

  • DESTAQUE4

    Sines na lista de prioridades do Governo at 2020

    Sines na lista de prioridades do Governo at 2020

    O Governo de Portugal aprovou o Plano Estratgico dos Transportes e Infraestruturas (PETI), para o horizonte temporal 2014-2020. A aposta numa rede de transportes e infraestruturas, sustentada nos portos e na intermodalidade, que permita tirar partido da posio geoestratgica de Portugal, na confluncia das grandes rotas martimas internacionais e da existncia de condies naturais para a atracao de navios de grandes dimenses, faz parte da viso de longo prazo do documento.

    O novo Plano Estratgico dos Transportes e Infraestruturas para o horizonte do novo quadro comunitrio de apoio, em vigor entre 2014 e 2020, e, de facto, tem uma forte incidncia sobre os setores martimo-porturio e ferrovirio. Duas das metas fixadas para este horizonte temporal so o aumento em 50% do n de TEU movimentos nos portos portugueses e o aumento em 40% do n de toneladas.km transportadas em modo ferrovirio.

    O Porto de Sines contemplado no presente plano com projetos estratgicos de elevado valor, principalmente atravs da expanso do seu terminal de contentores e da nova linha ferroviria para ligao a Espanha.

    Expanso do Terminal de Contentores (Terminal XXI) e ampliao das infra-estruturas de proteo martima:

    Contempla a realizao da 3. fase do Terminal de Contentores de Sines (Terminal XXI), para alm do que se encontra actualmente contratado, permitindo ter mais metros de cais de acostagem, mais prticos de cais e mais rea de armazenamento, o que elevar significativamente a capacidade de movimentao do terminal.Prev-se um investimento total de 139 M, dos quais 94M sero da responsabilidade da PSASines e 45 M da APS.

    O investimento da administrao porturia ser para a ampliao do molhe Leste em mais 300 metros e a regularizao dos fundos rochosos da bacia de rotao e do canal de acesso ao terminal.

    Corredor Ferrovirio Sines/Setbal/Lisboa Caia:

    Este projecto visa reforar a ligao ferroviria ao Porto de Sines, tendo em vista o aumento da sua atratividade como porta de entrada na Europa, em especial na Pennsula Ibrica, alargando o seu hinterland e articulando com outras ligaes aos portos de Lisboa e Setbal.O projeto compreende a construo de novos troos, nomeadamente a ligao de Sines a Grndola Norte e a ligao vora/ Caia, bem como a modernizao de troos j existentes, num corredor que dever assegurar condies de interoperabilidade ferroviria a nvel nacional ibrico e europeu. Esta linha ferroviria ser eletrificada, dotada de sinalizao eletrnica, e assegurar a circulao de comboios com 750 metros. O projeto compreende ainda a correo de rampas e a eletrificao do Ramal Privado Petrogal em Sines. O investimento total previsto de 1.000 M.

    O Plano Estratgico dos Transportes e Infraestruturas (PETI) contempla ainda a continuao da aposta no segmento de contentores em Sines atravs do futuro Novo Terminal Vasco da Gama e a melhoria das condies de acesso martimo e das instalaes de passageiros e carga em Portimo e Faro.

    3. fase de expanso do TXXI

    No mbito da 3. fase do Terminal de Contentores de Sines (Terminal XXI), foi assinado entre a APS e a PSA Sines, em 05 de Maio de 2014, um MOU Memorandum of Understanding, que prev os seguintes investimentos:

    Mais 410 metros de cais (total de 1.350 metros); Mais 10 hectares de parqueamento (total de 45 hectares); Mais 5 prticos de cais (total de 14 prticos); Ampliao do molhe de proteo e regularizao dos fundos.

    O MOU foi homologado superiormente pelo Secretrio de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicaes, Srgio Monteiro.

    Com estes investimentos, o Terminal de Contentores de Sines poder operar simultaneamente trs navios de ltima ge