revista abinee - edição 65

Download Revista Abinee - edição 65

Post on 24-May-2015

347 views

Category:

Business

30 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 1. pag. 16 | Grito de Alerta|Abinee TEC 2012 | pag. 26Associao Brasileira da Indstria Eltrica e Eletrnica Ano XIV - No 65 - maro/2012Sobre tsunami monetrio e desindustrializaoLuciano CoutinhoSuperar obstculos...aproveitar oportunidades

2. Conectar energia limpa rede? A ABB est envolvida na construo do maior parque elico martimo do mundo. Utilizando as nossas tecnologias limpas de transporte de energia, espera-se, com este parque de 400 megawatts, evitar a emisso para a atmosfera de 1,5 milho de toneladas de CO2 e, ao mesmo tempo, garantir a continuidade dos servios da rede. Como a maior fornecedora mundial de produtos e servios de energia para a indstria elica, esta apenas uma das maneiras de combatermos as alteraes climticas. www.abb.com.br/betterworldRevista Abinee n 65 | maro 2012 | 2Naturalmente. 3. ndice homenagem Benjamim Funari Neto: homem dinmico, agregador e dedicado Pgina 4editorial Sobre tsunami monetrio e desindustrializaoPgina 10encontro com Luciano Coutinho Superar obstculos... ...aproveitar oportunidades Pgina 12mobilizao Contra a desindustrializao e o desemprego Pgina 16guerra dos portos Em meio ao fogo cruzadosustentabilidade A contribuio da indstria eletroeletrnicaPgina 20abinee tec 2012 Frum sobre Sustentabilidade, Energias Renovveis e Eficincia EnergticaPgina 26Pgina 22livre opinio Fabio Silveira preciso um plano de longo prazo para a indstriaPgina 44Publicao bimestral da Associao Brasileira da Indstria Eltrica e Eletrnica - AbineeMaro de 2012 Nmero 65 As correspondncias para a revista devem ser encaminhadas redao via correio ou e-mail. Ao editor reservado o direito de publicao de parte ou ntegra da carta. autorizada a reproduo dos textos publicados nesta edio desde que citada a fonteConselho Editorial Humberto Barbato Drio Bampa Fabin Yaksic Carlos Cavalcanti Editor Jos Carlos de Oliveira - MTb 12.723 zecarlos @ abinee .org.br Redao Jean Carlo M artins - MTb 48.950 Reviso Rosngela Dariva Fotos A rquivo ABINEEProduo Grfica Morganti Publicidade - www.morganti.com.br Impresso e CTP Duograf Tiragem 7.000 exemplaresAssociao Brasileira da Indstria Eltrica e Eletrnica Av. Paulista , 1313 - 7 andar - 01311-923 Pabx : 55 11 2175.0000 - Fax : 55 11 2175.0090 www.abinee.org.brou autoria. As opinies expressas nas matriasso de inteira responsabilidade de seus autores.Revista Abinee n 65 | maro 2012 | 3 4. homenagemBenjamim Funari Neto: homem dinmico, agregador e dedicadoFormado no ITA no final da dcada de 50, Benjamim Funari Neto comeou a trabalhar logo a seguir. Desde ento, manteve intensa atividade como funcionrio, diretor ou acionista de diversas empresas. Em 1963, como scio da Indec, foi um dos fundadores da Abinee, onde, no decorrer do tempo, ocupou vrias funes, chegando a presidente em 1998. Durante todos esses anos, Funari contagiou a todos com seu esprito alegre e despojado. Ao longo da vida, foi capaz de alcanar merecidas conquistas e de disseminar, como ningum, tantas amizades e admirao, pela sua amabilidade e facilidade de comunicao. Com essas caractersticas, ele conduziu todas as aes da entidade de forma arrojada, de-fendendo o setor eletroeletrnico e ampliando, ainda mais, a representatividade e o trnsito da Abinee junto aos rgos governamentais, com fortalecimento das atividades do escritrio da entidade em Braslia. Uma das linhas de atuao da Abinee voltava-se aprovao da Lei de Informtica, o que acabou acontecendo em 1999. Benjamim deu especial nfase, tambm, luta pela consolidao e desenvolvimento da indstria de componentes no Brasil. Em inmeras oportunidades enfatizou a condio estratgica desse setor, afirmando repetidamente: a tecnologia dos produtos est nos componentes e o custo do bem final converge progressivamente para a somatria dos custos de seus componentes.A famlia e os amigos Benjamim foi uma pessoa que, com simplicidade, marcou sua trajetria na terra com uma abnegao incondicional com todos aqueles que participaram de sua vida, seja como amigo, pai, sogro, av, irmo, cunhado, tio e, sobretudo, como o mais fiel e dedicado esposo. Antonieta Funari, esposa Uma das virtudes mais marcantes de meu pai foi sua generosidade para com os pais, filhos, irmos, tios, tias, cunhadas, primos e amigos, fossem ou no familiares. Certamente no poderia contar as tantas pessoas que ajudou, mesmo em perodos de austeridade financeira. Mostrava uma preocupao e cuidado para comigo que nem mesmo eu tinha. A alegria foi outra de suas marcas. Tanto que viveu e morreu brincando. J sem se mover, e diante dos netos que lhe pediam beijos, sussurrou suas ltimas palavras: Haja beijo! Teve a graa de morrer assistido, inmeras vezes, pelos sacramentos da confisso, uno dos enfermos e comunho, o que nos d a certeza de sua presena no cu. Ricardo Buarque de Gusmo Funari, filho Revista Abinee n 65 Revista Abinee n 65 | maro 2012 | 4 | maro 2012 | 4O vov nos deixa, mas nos deixa mais fortes, nos d o sabor da saudade, nos d mais um motivo para permanecemos juntos e nos d paz. Joo Henrique Funari Fouto, neto Perdemos um grande amigo: corao aberto, alma generosa, mente construtiva, engenheiro notvel e empreendedor, lder agregador e dotado de uma alegria otimista fraterna e contagiante. Joo Guilherme Ometto, co-fundador da uturong F Benjamim, um bom amigo, um bom companheiro, um bom chefe e um exemplo de vida. Roberto Isnard, ex-diretor da Abinee Benjamim, atravs da sua liderana e dinamismo, contribuiu muito para o setor eletroeletrnico, tanto empresarial quanto associativo. Dorival Biasia, vice-presidente do Sinaees-SP 5. A postura de Funari foi decisiva ao defender a preferncia ao fabricante instalado no pas quando houvesse equivalncia de preo, qualidade e prazo de entrega. O legado de sua luta est presente at hoje nas aes da Abinee.Famlia e papel social Quando se imaginava pronto para a aposentadoria, e que seria impossvel aparecerem novas emoes, Benjamim, pai dedicado detrs filhos e av amoroso de 16 netos, descobriu, segundo suas palavras, uma nova atividade para sua vida. Em 2002, passou a dedicar grande parte do seu tempo rea social, fundando a Futurong, uma ONG que atua, ainda hoje, numa das reas mais carentes do extremo sul da cidade de So Paulo: Graja e Parelheiros. Baseada numa infraestrutura de servios centrados no eixo indivduo-famlia-comunidade, a Futurong foi idealizada com a misso de promover a assistncia social s minorias e excludos, e combater a pobreza. Para realizar esse trabalho, Funari teve, desde o incio, a importante ajuda de amigos, como o Padre Teixeira, Lucas Duarte (atual presidente) e seu vice-presidente, Joo Guilherme Ometto, entre outros membros da diretoria. Hoje, conduzida pelo ideal de Benjamim Funari Neto, a Futurong atende 600 crianas e adolescentes gratuitamente, no contraturno escolar, alm de proporcionar cursos para adultos, chegando a 2 mil atendimentos mensais, contando, para isso, com apoio de grande contingente de parceiros e especialistas.Benjamim foi um dos maiores e mais queridos amigos que tive. Aldo Lorenzetti, ex-presidente da Abinee Perdemos um dos melhores e talvez nico exemplar de pessoa que tudo que fez, fez bem: a formao no ITA, a carreira de empresrio e a maravilhosa famlia formada por ele e ntonieta. A Lder indiscutvel, sempre foi respeitado e querido por sua jovialidade e poder de comunicao. Paulo Vellinho, ex-presidente da Abinee. Pioneiro, determinado, inteligente e competente, Benjamim, com quem convivi por muitos anos, foi um dos criadores da indstria eletroeletrnica brasileira. Nlson Peixoto Freire, ex-presidente da binee A Benjamim foi o verdadeiro industrial brasileiro. Contribuiu para fazer nosso pas crescer, para distribuir riqueza, para diminuir a profunda desigualdade social. Dono de um humor invejvel, deixou muita saudade. Humberto Barbato, presidente da Abinee.Sua alegria, sua franqueza, sua lealdade, sua firmeza nos momentos difceis, sua viso de futuro, seu esprito empreendedor, seu amor famlia e sua dedicao A binee/Sinaaes e Fiesp/Ciesp sero sempre exemplos. Carlos Eduardo Moreira Ferreira, Conselheiro da A binee, Presidente Emrito da Fiesp/Ciesp e Conselheiro Emrito da CNI. Um aguerrido empresrio do setor eletroeletrnico, B enjamim tinha como uma de suas principais caractersticas a excepcional capacidade de aglutinao. Culto, educado, extremamente simptico e talentoso, ele uniu todo o segmento em torno de suas ideias inovadoras. Sinto falta de nossas conversas, sempre muito prazerosas e enriquecedoras. Robson Braga de Andrade, presidente da Confederao Nacional da Indstria (CNI).Revista Abinee n 65 Revista Abinee n 65 | maro 2012 | 5 | maro 2012 | 5 6. em focoBarbato participa, em Braslia, da posse do novo ministro do MCTIOpresidente da Abinee, Humberto Barbato, participou no final de janeiro, em Braslia, da cerimnia de transferncia de cargo no Ministrio da Cincia, Tecnologia e Inovao, de Aloizio Mercadante para Marco Antonio Raupp. Na oportunidade, o novom inistro efendeu uma maior aproximad o da cincia com o setor produtivo. Segundo ele, sua meta frente do MCTI fazer com que o setor privado passe a investir em cincia e tecnologia. Na ocasio, Raupp citou a Embrapi Empresa Brasileira de Pesquisas Industriais -, criada no ano passado, que ter gesto compartilhada entre o setor pblico e o privado, como um novo modelo para o pas. Para ele necessrio fortalecer os institutos de pesquisa para fazer a intermediao entre o conhecimento e o sistema produtivo. Barbato reiterou ao novo ministro que a Abinee, juntamente com suas associadas, continuar colaborando com as atividades do MCTI visando uma agenda efetiva e de resultados a curto e mdio prazos. Vamos manter um dilogo construtivo, sempre levando ao ministro propostas prticas e efetivas, disse.Abinee pede a Ministro Lobo medidas para conterEm audincia com o ministro de Minas e Energia, Edison Lobo, realizada no incio de fevereiro, o presidente da Abinee, Humberto Barbato, abordou as dificuldades enfrentadas pelas indstrias do segmento de Gerao, Transmisso e