Resumo Lei 8112 manuscrito

Download Resumo Lei 8112 manuscrito

Post on 09-Nov-2015

8 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Resumo Lei 8112/90

TRANSCRIPT

RESUMO CURSO REGULAR LEI N 8.112/90 EM EXERCCIOS (CESPE) PROFESSOR: ANDERSON LUIZ PONTO DOS CONCURSOSAULA_01_2013

A Lei n 8.112/90 refere-se vacncia como as hipteses nas quais o servidor desocupa o seu cargo tornando-o passvel de ser preenchido por outra pessoa. A vacncia do cargo pblico decorrer de (PEDRA PF) (art. 33): Promoo; Exonerao; Demisso; Readaptao; Aposentadoria; Posse em outro cargo inacumulvel; Falecimento.

Redistribuio o deslocamento de cargo de provimento efetivo, ocupado ou vago no mbito do quadro geral de pessoal, para outro rgo ou entidade do mesmo Poder (art. 37). No se confunde com a remoo, que o deslocamento do servidor, a pedido ou de ofcio, no mbito do mesmo quadro, com ou sem mudana de sede (art. 36).

Redistribuio: deslocamento de cargo Remoo: deslocamento do servidor

Na redistribuio sero observados os seguintes preceitos: Interesse da administrao; Equivalncia de vencimentos; Manuteno da essncia das atribuies do cargo; Vinculao entre os graus de responsabilidade e complexidade das atividades; Mesmo nvel de escolaridade, especialidade ou habilitao profissional; e Compatibilidade entre as atribuies institucionais do rgo ou entidade.

Provimento o ato administrativo mediante o qual ocorre o preenchimento do cargo pblico vago. dito originrio quando o preenchimento se d na classe inicial de cargo no resultante de vnculo anterior entre o servidor e a Administrao. Por outro lado, derivado quando do preenchimento decorre de vnculo anterior entre o servidor e a Administrao. De acordo com o art. 8 da Lei no 8.112/90, so formas de provimento de cargo pblico (NomAproPro4Re):Nomeao, Aproveitamento, Promoo, Readaptao, Reconduo, Reintegrao e Reverso.

Nomeao: nica forma de provimento originrio admitida pela atual Constituio Federal. Pode ocorrer em carter efetivo (precedida de concurso pblico, sempre) ou em comisso (no exige prvia aprovao em concurso pblico).

Aproveitamento : a forma de provimento derivado que se caracteriza pelo aproveitamento do servidor estvel em outro cargo de vencimentos e responsabilidade compatveis com o anteriormente ocupado, em decorrncia da declarao de desnecessidade do cargo efetivo e conseqente disponibilidade.

Promoo: a forma de provimento derivado pela qual o servidor passa para cargo de maior grau de responsabilidade e maior complexidade de atribuies, dentro da carreira a que pertence.

Readaptao: a forma de provimento derivado que se caracteriza pela investidura do servidor em cargo de atribuies e responsabilidades compatveis com a limitao que tenha sofrido em sua capacidade fsica ou mental, devidamente verificada em inspeo mdica.

Reconduo: a forma de provimento derivado que se caracteriza pelo retorno do servidor estvel ao cargo por ele anteriormente ocupado, em decorrncia de inabilitao em estgio probatrio relativo a outro cargo ou de reintegrao do anterior ocupante.

Reintegrao: a forma de provimento derivado que se caracteriza pelo retorno do servidor estvel ilegalmente desligado de seu cargo.

Reverso: reingresso de servidor aposentado no servio pblico, quando insubsistentes os motivos determinantes de sua aposentadoria por invalidez, verificados em inspeo mdica oficial ou por solicitao voluntria do aposentado, a critrio da administrao.

Alm do vencimento, podero ser pagas ao servidor as seguintes Vantagens (art. 49): Indenizaes, Gratificaes e Adicionais. Isto , quando a questo falar em Vantagens, lembrem-se do VIGAD. Constituem Indenizaes ao servidor (art. 51): Dirias, Ajuda de custo, Transporte e Auxlio-moradia. Ou seja, quando a questo falar em Indenizaes, lembrem-se do I-DATA .

Vantagens (VIGAd) Indenizaes (IDATA)

Indenizaes Dirias

Gratificaes Ajuda de custo

Adicionais Transporte

-Auxlio-moradia

O vencimento, a remunerao e o provento no sero objeto de arresto, seqestro ou penhora, exceto nos casos de prestao de alimentos resultante de deciso judicial (art. 48).

Regra: O vencimento, a remunerao e o provento no sero objeto de arresto, seqestro ou penhora. Exceo: nos casos de prestao de alimentos resultante de deciso judicial.

De acordo com a Smula no 685 de STF, inconstitucional toda modalidade de provimento que propicie o servidor investir-se, sem prvia aprovao em concurso pblico destinado ao seu provimento, em cargo que no integra a carreira na qual anteriormente investido. Assim, a ascenso (ou acesso) e a transferncia foram declaradas inconstitucionais pela Corte Suprema.

Licenas e afastamentos passveis de concesso ao servidor em estgio probatrio (art. 20, 4): Licenas: Por motivo de doena em pessoa da famlia; Por motivo de afastamento do cnjuge ou companheiro; Para servio militar; Para atividade poltica; e Para tratamento da prpria sade.

Afastamentos: Para o exerccio de mandato eletivo; Para estudo ou misso no exterior; Para servir em organismo internacional; ePara participar de curso de formao.

O estgio probatrio ficar suspenso durante (art. 20, 5o):

Licenas: Para tratamento de doena em pessoa da famlia; Por motivo de afastamento do cnjuge ou companheiro.; ePara atividade poltica.

Afastamento: Para servir em organismo internacional; ePara participar de curso de formao.

O estgio probatrio no ficar suspenso durante:

Licenas: Para servio militar; ePara tratamento da prpria sade;

Afastamentos: Para exerccio de mandato eletivo; ePara estudo ou misso no exterior.

Poder (competncia discricionria) ser concedida licena ao servidor por motivo de doena do cnjuge ou companheiro, dos pais, dos filhos, do padrasto ou madrasta e enteado, ou dependente que viva s suas expensas e conste do seu assentamento funcional, mediante comprovao por percia mdica oficial (art. 83):

Essa licena somente ser deferida se a assistncia direta do servidor for indispensvel e no puder ser prestada simultaneamente com o exerccio do cargo ou mediante compensao de horrio. A licena, includas as prorrogaes, poder ser concedida a cada perodo de 12 meses (a partir da concesso da 1 licena) nas seguintes condies (art. 83, 2): por at 60 dias, consecutivos ou no, mantida a remunerao do servidor; e por at 90 dias, consecutivos ou no, sem remunerao.

A soma das licenas remuneradas e das licenas no remuneradas, includas as respectivas prorrogaes, concedidas em um mesmo perodo de 12 meses (a partir da concesso da 1 licena), no poder ultrapassar os limites 60 dias (com $) e 90 dias (sem $) (art. 83, 4).

Prazo mximo da licena num perodo de 12 meses = 150 dias = 60 dias (com $) + 90 dias (sem $) O servidor responde civil, penal e administrativamente pelo exerccio irregular de suas atribuies (art. 121). As sanes civis, penais e administrativas podero cumular-se, sendo independentes entre si (art. 125). No entanto, a responsabilidade administrativa do servidor ser afastada no caso de absolvio criminal que negue a existncia do fato ou sua autoria (art. 126). A absolvio criminal por falta de provas no afasta a responsabilidade administrativa.

O servidor responde civil, penal e administrativamente pelo exerccio irregular de suas atribuies. As sanes civis, penais e administrativas podero cumular-se, sendo independentes entre si. A responsabilidade administrativa do servidor ser afastada no caso de absolvio criminal que negue a existncia do fato ou sua autoria. Ou seja, ficou comprovado na esfera penal que o fato irregular no existiu ou no foi praticado pelo servidor. A absolvio criminal por falta de provas no afasta a responsabilidade administrativa.

As penalidades de advertncia e de suspenso tero seus registros cancelados, aps o decurso de 3 e 5 anos de efetivo exerccio, respectivamente, se o servidor no houver, nesse perodo, praticado nova infrao disciplinar (Lei n 8.112/90, art. 131). Ressalta-se que, em ambos os casos, o cancelamento no surtir efeitos retroativos. Ou seja, se a suspenso foi convertida em multa, por exemplo, o servidor no ter direito a receber a parcela descontada de sua remunerao.

Cancelamento de registros: Advertncia: 3 anos de efetivo exerccio Suspenso: 5 anos de efetivo exerccio

Em ambos os casos: O servidor no pode ter cometido nova infrao disciplinar no perodo. O cancelamento no surtir efeitos retroativos.

considerado como de efetivo exerccio o afastamento em virtude de desempenho de mandato eletivo federal, estadual, municipal ou do DF, exceto para promoo por merecimento (art. 102, V).

Ser concedido horrio especial ao servidor estudante, quando comprovada a incompatibilidade entre o horrio escolar e o da repartio, sem prejuzo do exerccio do cargo. Depender, portanto, de compensao horria.

O servio noturno, prestado em horrio compreendido entre 22 horas de um dia e 5 horas do dia seguinte, ter o valor-hora acrescido de 25%, computando-se cada hora como cinqenta e dois minutos e trinta segundos (art. 75).

Os servidores investidos em cargo ou funo de direo ou chefia e os ocupantes de cargo de Natureza Especial tero substitutos indicados no regimento interno ou, no caso de omisso, previamente designados pelo dirigente mximo do rgo ou entidade (art. 38) Acerca da substituio, a Lei no 8.112/90 estabelece as seguintes regras: O substituto assumir automtica e cumulativamente, sem prejuzo do cargo que ocupa, o exerccio do cargo ou funo de direo ou chefia e os regulamentares do titular e na vacncia do cargo. Nessas hipteses, dever optar pela remunerao de um dos cargos (art. 38, 1). O substituto far jus retribuio pelo exerccio do cargo ou funo de direo ou chefia ou de cargo de Natureza Especial, nos casos dos afastamentos ou impedimentos legais do titular, superiores a 30 dias consecutivos, paga na proporo dos dias de efetiva substituio, que excederem o referido perodo (art. 38, 2).

Os servidores investidos em cargo ou funo de direo ou chefia e os ocupantes de cargo de Natureza Especial, tero substitutos, indicados em regimento interno, ou designados previamente pelo dirigente mximo do rgo ou entidade. A substituio automtica e ocorrer nos casos de afastamento e impedimento legal ou regulamentar do titular e de vacncia do cargo ou funo de direo ou chefia e os cargos de Natureza Especial.

O servidor no exerccio da substituio acumula as atribuies do cargo que ocupa com as do cargo para o qual foi designado nos primeiros 30 dias ou perodo inferior, fazendo jus opo pela remunerao de um ou de outro cargo desde o primeiro dia de efetiva substituio. Transcorridos os primeiros 30 dias, o substituto deixa de acumular as funes, passando a exercer somente as atribuies inerentes s do cargo substitudo percebendo a remunerao correspondente.

Nos primeiros 30 dias de substituio, haver acumulao de funes (cargo exercido pelo substituto com as do cargo do substitudo), com direito a retribuio a partir do primeiro dia de substituio, devendo optar pela remunerao que lhe for mais vantajosa.

Transcorrido o prazo de 30 dias de substituio, o substituto deixa de acumular as funes e passa a exercer somente as atribuies inerentes s do cargo substitudo, percebendo a retribuio correspondente.

Nos casos de vacncia de cargo ou funo de direo ou chefia, e de cargo de Natureza Especial, o substituto, independentemente do perodo, exercer exclusivamente as atribuies do cargo substitudo, fazendo jus retribuio correspondente, a partir do primeiro dia. Extrato do Ofcio-Circular no 01/SRH/MP, de 28/01/2005.

As universidades e instituies de pesquisa cientfica e tecnolgica federais podero prover seus cargos com professores, tcnicos e cientistas estrangeiros, de acordo com as normas e os procedimentos da Lei no 8.112/90 (art. 5, 3).

A posse poder dar-se mediante procurao especfica (art. 13, 3o). Ou seja, o assunto da procurao ser exclusivamente a posse no cargo pblico.

A posse ocorrer no prazo de 30 dias contados da publicao do ato de provimento (art. 13, 1). Caso contrrio, ser tornado sem efeito o ato de provimento (art. 13, 6).

A partir da data da posse, de 15 dias o prazo para o servidor empossado em cargo pblico entrar em exerccio (art. 15, 1). Caso contrrio, o servidor ser exonerado (art. 15, 1).

IMPORTANTE: Prazos Improrrogveis Descumprimento dos Prazos

Posse 30 dias Nomeao tornada sem efeito

Exerccio 15 dias Exonerao

A reverso o retorno atividade de servidor aposentado (art. 25):

1 Por invalidez, quando junta mdica oficial declarar insubsistentes os motivos da aposentadoria;

ou

2 No interesse da administrao (a pedido do aposentado), desde que: a) Tenha solicitado a reverso; b) A aposentadoria tenha sido voluntria; c) Estvel quando na atividade; d) A aposentadoria tenha ocorrido nos 5 anos anteriores solicitao; e) Haja cargo vago.

Reintegrao Reconduo

o retorno do servidor estvel ilegalmente deslidado de seu cargo o retorno do servidor estvel ao cargo por ele anteriormente ocupado, em decorrncia de inabilitao em estgio probatrio relativo a outro cargo ou de reintegrao do anterior ocupante.

O servidor em estgio probatrio poder exercer quaisquer cargos de provimento em comisso ou funes de direo, chefia ou assessoramento no rgo ou entidade de lotao, e somente poder ser cedido a outro rgo ou entidade para ocupar cargos de Natureza Especial, cargos de provimento em comisso do Grupo-Direo e Assessoramento Superiores - DAS, de nveis 6, 5 e 4, ou equivalentes (art. 20, 4).

So requisitos bsicos para investidura em cargo pblico (art. 5):

Nacionalidade brasileira; Gozo dos direitos polticos; Quitao com as obrigaes militares e eleitorais; Nvel de escolaridade exigido para o exerccio do cargo; Idade mnima de 18 anos; Aptido fsica e mental.

As universidades e instituies de pesquisa cientfica e tecnolgica federais podero prover seus cargos com professores, tcnicos e cientistas estrangeiros, de acordo com as normas e os procedimentos da Lei no 8.112/90 (art. 5, 3).

O concurso pblico ter validade de at 2 anos, podendo ser prorrogado uma nica vez, por igual perodo (art. 12).

Ajuda de custo Diria

Destina-se a compensar as despesas de instalao do servidor que, no interesse do servio, passar a ter exerccio em nova sede, com mudana de domiclio em carter permanente, vedado o duplo pagamento de indenizao, a qualquer tempo, no caso de o cnjuge ou companheiro que detenha tambm a condio de servidor, vier a ter exerccio na mesma sede (art. 53). O servidor que, a servio, afastar-se da sede em carter eventual ou transitrio para outro ponto do territrio nacional ou para o exterior, far jus a passagens e dirias destinadas a indenizar as parcelas de despesas extraordinria com pousada, alimentao e locomoo urbana (art. 58).

Alm do vencimento, podero ser pagas ao servidor as seguintes Vantagens (art. 49): Indenizaes, Gratificaes e Adicionais (VIGAd).

Constituem Indenizaes ao servidor (art. 51): Dirias, Ajuda de custo, Transporte e Auxlio-moradia. Ou seja, quando a questo falar em Indenizaes, lembrem-se do IDATA. Essas indenizaes no se incorporam ao vencimento...