resenha de estudos espiritas 05

Download Resenha de estudos espiritas 05

Post on 20-May-2015

606 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Estudos espritas dedicados especialmente ao principiante esprita, descortinando novos horizontes criatura humana, semeando conhecimento iluminativo, estimulando a prtica incondicional do bem, enaltecendo Jesus.

TRANSCRIPT

  • 1. especialmente ao principiante espritaEspritasResenha de EstudosEspiritismo estudadodescortinando novos horizontes s criaturas humanas5SRIE o celesteroteirodezembro 2013semeando conhecimento iluminativo; estimulando a prtica incondicional do bem; enaltecendo Jesus 1

2. RoteiroO CELESTE CONVITEO CELESTEResenha de Estudos Espritas 8 de dezembro de 2013Unidade em estudo:nCVinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. (Mateus 11 :28)5onvite o suaveEu Sou o Caminhotema:Jesus, nosso modelo e guiaabordagem:O Celeste Conviteparte nicaO Celeste Convitettulo desta edio:O Celeste Conviteobjetivo do tema abordado:O objetivo do tema enaltecer a figura de Jesus e sua presena em nossas vidas, como expresso de esperana e consolo, relacionando o Espiritismo com a Sua mensagem, por ser ela a essncia da Doutrina Esprita.observao:Alm das Notas de Referncia para as citaes contidas no texto de abordagem do assunto, ao final seguem referncias bibliogrficas, que recomendamos sejam lidas e estudadas, pois ali se encontra conhecimento que ir dar maior substncia ao que ora nos dispomos aprender.Por mais que a alma humana busque proteo e apoio nos dias de rduas lutas e de graves testemunhos, em coisas e pessoas, ter que encontrar frustraes e desalento em razo da ordem mesma da vida.das, acabaro por impor enfado e fadiga. Os cardpios primorosos em mesas engalanadas, com o tempo, traro enjoo e inapetncia.Os jogos de azar, que aparentemente Se a pessoa se apoia em algo mate- distraem, tornam-se ladeiras escorregarial para tentar superar a fase complexa, dias do vcio e esturio de vacuidades. logo se desiludir. As taas de licores, repetidas vezes, As viagens de espairecimento e de la- faro com que se acumulem sombras zer traro cansao e aborrecimento. nas estradas de torturante embriagus. As compras, por mais caras e varia-23 3. Vinde a mim... prope o Celeste AmiCaso algum se apoie em outro algum, na tentativa de impor-se ao per- go. odo spero, muito cedo se desgostar, No entanto, a proposta do Mestre caindo em desconforto. de auxlio e clareza, uma vez que Ele Umas pessoas toleram outras, en- no promete retirar o problema da vida quanto essas outras no se tornam pe- de ningum. No se compromete a evisos que acarretam desgastes emocio- tar que cada um resgate o que deve perante as leis da conscincia. Ele acena, nais e complicaes. Um indivduo suporta os problemas isso sim, com o alvio, com a ajuda, com de outro at os limites da prpria resis- o socorro na quadra mais complexa.tncia.Vinde a mim... que eu vos aliviarei.O apoio do Cristo , assim, de imporAlgum acompanhar algum nas vias escarpadas enquanto no surge a tncia capital para cada um e para todos bifurcao que impe a cada um seus ns. Se, por um lado, Ele no retira o fardo da quota das nossas responsabiprprios passos e escolhas. O mergulho na sexualidade, como lidades, por outro, jamais nos deixa quem deseja chafurdar-se em ondas de mingua da Sua luminosa presena, o que esquecimento das deficincias prprias, ser sempre garantia de fortalecimento transforma-se numa danao a mais, para o enfrentamento da asperidade. A ajuda de Jesus essencial para a pelo vazio que se impe o desditoso que acaba por afogar-se no agastamento e conquista da nossa harmonia gradativa, nos quadros das lutas humanas, porna perturbao. que, medida que nos vai auxiliando,4vai-nos nos informando a respeito dos dizado para os tempos de invernia. motivos da nossa dificuldade, da perturBusque-O, voc tambm, em cada bao que nos atinge. dia da sua vida, com alegria interior, insCom Jesus Cristo fica mais fcil en- talando em si mesmo os prenncios da tender que ningum se acha no mun- paz que o vacinar contra os maus temdo como se estivesse numa estao de pos da alma, dando-lhe resistncia para entretenimento permanente. A Terra se facear, com bom nimo, todo e qualquer mostra tambm como uma escola ben- testemunho pelo qual tenha que passar. dita que nos vai permitindo verificar que o destino de todas as coisas passar, e 1 Francisco de Paula Vitor que cada companheiro ou companheira ao nosso lado tem a sua prpria cruz a conduzir, no lhe sendo possvel dar ateno continuada ao nosso madeiro. O Cristo , assim, para todos ns, a fonte do ansiado alvio para todos os tormentos, para todas as lutas e dores, impulsionando-nos para que aprendamos a solucionar intricados enigmas por meio da nossa comunho com os Seus ensinos, no apenas nas quadras de aperto e infelicidade, mas, tambm, quando tudo nos sorri, quando o Sol brilha sobre as nossas estradas, pois esse o melhor tempo de fixarmos o apren-1 TEIXEIRA, Raul. Quem o Cristo? Ditado pelo Esprito Francisco de Paula Vitor. Niteri, RJ: Frter. 1997. Cap.: 3, p. 33-34.5 4. So diversos os convites que recebe- ceder, ou por no terem sabido limitar mos diariamente, vindo das mais dife- seus desejos! rentes formas e pessoas. Quantas unies desgraadas, porque Avaliamos os convites recebidos de resultaram de um clculo de interesse diversas maneiras, a fim decidirmos ou de vaidade e nas quais o corao aceitar ou no. no tomou parte alguma! Uma das maneiras considerar quem est nos fazendo determinado convite. Conforme quem seja a pessoa e a importncia dela em nossas vidas, dizemos ser irrecusvel o convite, ou, ainda, dizemos no poder deixar de atend-lo, nem que para isso tenhamos que mudar todos os outros programas j traados ou nos impor qualquer sacrifcio que seja para atendermos tal convite. Diante de nossas necessidades e expectativas na vida, ansiamos por receber determinado convite que venha atender-nos, resolvendo nossos problemas. O simples aceno de um convite nesse sentido e nos pomos em alerta, grandemente motivados. Quanto mais as dores e as aflies se fazem mais agudas, mais ansiamos pelo apoio socorrista de algum. E quem no guarda aflies, conflitos, padecimentos, enfermidades dalma, dores lancinantes?Quantas dissenses e funestas disputas se teriam evitado com um pouco de moderao e menos suscetibilidade! Quantas doenas e enfermidades decorrem da intemperana e dos excessos de todo gnero! Quantos pais so infelizes com seus filhos, porque no lhes combateram desde o princpio as ms tendncias! Por fraqueza, ou indiferena, deixaram que neles se desenvolvessem os germens do orgulho, do egosmo e da tola vaidade, que produzem a secura do corao; depois, mais tarde, quando colhem o que semearam, admiram-se e se afligem da falta de deferncia com que so tratados e da ingratido deles. Interroguem friamente suas conscincias todos os que so feridos no corao pelas vicissitudes e decepes da vida; remontem passo a passo origem dos males que os torturam e verifiquem se, as mais das vezes, no podero dizer: Se eu houvesse feito, ou deixado de fazer tal coisa, no estaria em semelhante condio.Quando consultamos o livro O Evangelho segundo o Espiritismo, de Allan Embora ningum possa voltar atrs Kardec, em seu Captulo V que trata de Bem-aventurados os aflitos, aprende- e fazer um novo comeo, qualquer um mos que grande parte dos males terres- pode comear agora e fazer um novo tres so consequncia natural do car- fim, nos diz Chico Xavier. ter e do proceder dos que os suportam. O convite que tratamos aqui vem de Quantos homens caem por sua pr- Jesus para ns, os que temos algum pria culpa! Quantos so vtimas de sua tipo de sofrimento, um dos males terimprevidncia, de seu orgulho e de sua restres. ambio!Eis o Celeste Convite: Vinde a mim, Quantos se arrunam por falta de or- todos os que estais cansados e oprimidem, de perseverana, pelo mau pro-6dos, e eu vos aliviarei.2, que dirigido aos cansados e oprimidos, pois, ainda segundo o Amigo Incondicional: Os sos no necessitam de mdico, mas, sim, os que esto doentes; eu no vim chamar os justos, mas, sim, os pecadores ao arrependimento. 3Atravs do notvel mdium Francisco Cndido Xavier, o Esprito Emmanuel ditou a mensagem que segue, denominada Vem 6: A Terra a grande escola das almas em que se educam alunos de todas as idades.H que se perguntar: tem algum Se atingiste o nvel das grandes exque no necessite de mdico? perincias, no te inquiete a incessante Jesus no deixa dvidas sobre ser extenso do trabalho. Ele a vereda da verdadeira vida, suaveNo enxergues inimigos nos sememente repetindo o roteiro definitivo de lhantes de entendimento imperfeito. luz e paz: Muitos deles no saram ainda do jarTomai sobre vs o meu jugo, e dim de infncia espiritual. aprendei de mim, que sou manso e huD sempre o bem pelo mal, a verdade milde de corao; e encontrareis despela mentira e o amor pela indiferena. canso para as vossas almas. 4 A inexperincia e a ignorncia dos Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis afli- coraes que se iniciam na luta fazem, es, mas tende bom nimo, eu venci frequentemente, grande algazarra em torno do esprito que procura a si meso mundo. 5 mo. Por isso, padecers muitas vezes aflio e desnimo. No te perturbes, porm.Embora ningum possa voltar atrs e fazer um novo comeo, qualquer um pode comear agora e fazer um novo fim...Se as iluses e os brinquedos da maioria no mais te satisfazem, que a madureza te inclina a horizontes mais vastos. Recorda que somente Jesus bastante sbio e bastante forte para acalmar-te. Ouve-lhe o apelo divino, formulado nas derradeiras palavras do seu Testamento de Amor: - Vem! Ningum te pode impedir o acesso fonte da luz infinita. O Mestre o Eterno Amigo que nos rompe as algemas e nos abre portas re-2Mateus 11 : 284 5Mateus 11 : 29 Joo 16 : 333Marcos 2 : 176XAVIER, Francisco C. Fonte Viva. Ditado pelo Esprito Emmanuel. 7ed. Rio de Janeiro, RJ: FEB. 1978. Cap.: 152, p. 343-344.7 5. Mais Jnovadoras... Entretanto, preciso saibas querer. O Senhor jamais nos far violncia. Sofres? Ests fatigado? Tropeas sob os fardos do mundo? Vem!esusJesus reserva-te os braos abertos. Vem e atende-o ainda hoje. verdade que sempre alcanaste ensejos de servio, que o Mestre sempre foi abnegado e misericordioso para contigo, mas no te esqueas de que as circunstncias se modificam com as h