Renascimento. parte 2

Download Renascimento.   parte 2

Post on 11-Jul-2015

1.403 views

Category:

Travel

4 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

<p>Renascimento (1401 -1480) Parte 2</p> <p> Renascimento (1401 -1480)Parte 2Pelo Professor: Gilson Nunes1Paolo Ucello: Suas obras influenciaram Pierro della Francesca, Michelangelo e Leonardo da Vinci.</p> <p>Paolo Ucello. A criao dos animais e Ado. Afresco. 1432-36. St Maria Novella. Florena. Itlia.Usou a perspectiva para produzir efeitos surpreendestes e fantsticos.</p> <p>Paolo Ucello. Caada na Floresta. 1432-36. Palcio da famlia Mdici. Itlia.A superfcie e o espao luta mais que os personagens.</p> <p>Paolo Ucello. Caada na Floresta. 1432-36. Palcio da famlia Mdici. Itlia.Obcecado pela perspectiva, passava noites tentando entender o ponto de fuga.Paolo Ucello. Afresco Equestre a Sir John Hawkwood. 8,20 x 5,15. 1436. Catedral de Florena.</p> <p>O artista monta o cenrio de teatro, voc participa como observador espectador , no pode entrar no palco. O seu espao de onde voc olha uma extenso do quadro. </p> <p>Fra Anglico. A Anunciao. 1437-46. Afresco. Museu Nacional de So Marcos, Florena. Itlia. Um convite a orao. A Virgem desvia seus olhos e dobra suas mos, um gesto que simboliza a submisso vontade de Deus.. </p> <p>Fra Anglico. A Anunciao. 1437-46. Afresco. Museu Nacional de So Marcos, Florena. Itlia.Perspectiva, uma mania internacional.</p> <p>Barthlemy dEyck. A Anunciao. 1441. Amsterdam, Bruxelas, Rotterdam. Arquitetura uma extenso da pintura.</p> <p>Filippo Brunelleschi. (Arquiteto) - San Lorenzo, Florena. 1421-69.A arquitetura reproduzida pelos pintores em seus quadros, foram incorporadas nas construes das grandes igrejas. </p> <p>Barthlemy dEyck. A Anunciao. 1441. Amsterdam, Bruxelas, Rotterdam. Perspectiva, luz e arquitetura.</p> <p>Domenico Veneziano. Madona com o Menino e Santos. Afresco - 1445. Galeria Uffizi, Florena. Itlia.Limitado pela perspectiva. Sofreu influncia de Mosaccio.</p> <p>Andra del Castagno. A ltima ceia. 1445-50. Afresco. Sat Apolnia. Florena. Itlia.A rigidez simtrica da arquitetura impe uma ordem severa as figuras e ameaa aprision-las.</p> <p>Andra del Castagno. A ltima ceia. 1445-50. Afresco. Sat Apolnia. Florena. Itlia.H to pouca comunicao entre os apstolos, que um silncio paira sobre todos, apenas alguns olhares e gestos.</p> <p>Andra del Castagno. A ltima ceia. 1445-50. Afresco. Sat Apolnia. Florena. Itlia.Detalhe</p> <p>O terceiro mrmore da esquerda para a direita parece um raio sobre a cabea de Judas, que mantem-se isolado.</p> <p>Andra del Castagno. A ltima ceia. 1445-50. Afresco. Sat Apolnia. Florena. Itlia.</p> <p>Andra del Castagno. Davi. Pintura em escudo de couro. 1450-57. Galeria Nacional de Arte. WashingtonMudana de estilo. </p> <p>Graciosidade do volume e do movimento. </p> <p>Davi parece mais imagem de relevo do que de esttua.</p> <p> Estilo que ir influenciar muitas artistas nas ltimas dcadas.</p> <p>ReferencialBECKET, Wendy. A histria da Pintura. So Paulo, tica, 1997.JANSON, H. W. Histria Geral da Arte: o mundo antigo e a Idade Mdia. So Paulo: Martins Fontes, 1993.PEDRERO-SNCHEZ, Maria Guadalupe. Histria da Idade Mdia: textos e testemunhas. So Paulo, UNESP, 2000.PEREIRA, F. M. Esteves. Os manuscritos Iluminados. In: a iluminura em Portugal, catlogo da exposio inaugural do arquivo nacional da torre do Tombo. Porto, Lisboa, Ed. Figueirinhas, 1990.CHEVALIER, Jean et GHEERBRANT, Alain. Dicionrio de smbolos. Rio de Janeiro: Jos Olympio, 1988.FRANCO.RJ, H. Idade Mdia: nascimento do Ocidente. So Paulo, Brasiliense, 1988.SPENCE, David. Grandes Artistas: vida e obra. So Paulo, Melhoramentos, 2004.Revista:Histria Viva: Bizncio: o paraso dos negcios e do saber na Idade Mdia. Ano: VI, n 74, pp. 28-54.Mestres da Pintura: Michelangelo. Editora on-line, So Paulo, s/d.Galeria, revista de arte. So Paulo, Editora Telma Cristina Ferreira, Ano 4, junho/julho de 1990. pp. 62-77.Folha de So Paulo. Michelangelo ofusca mestres na Sistina. F. 10, 14 de abril de 2005.Superinteressante. O segredo de Leonardo. So Paulo. Edio 205. Editora Abril, 2004. pp. 60-67.Veja. Muito alm do cdigo da Vinci. So Paulo. Edio 1956, Ano 39, n 19, Editora Abril, 2006. pp. 126-134www.brasilescola.com/mitologia/brasilescola.htmwww.amazonline.com.br/heraldica/heraldica.htm - (tudo sobre brases)www.arteguias.comwww.logosphera.com/.../sereias/sereias.htm www.minerva.uevora.ptwww.pitores.com.brwww.sergioprata.com.br (afresco)www.wga.hu/frames-e.html www.guaciara.worpress.com/.../27/a-cruz-de-cimabue/ - 27/09/2009.</p> <p>Criao e autoria:Gilson Cruz Nunes Especialista em Artes Visuais UFPB</p> <p>Professor da Disciplina de Artes das Escolas:Dr. Hortnsio de Sousa Ribeiro Rede EstadualPe. Antonino e Lafayete Cavalcante Rede Municipal.Campina Grande, 12 de janeiro a 25 de fevereiro de 2010.Atualizado em 14 de junho de 2010.gilsonunes2000@bol.com.br</p>