relatório final de estágio mestrado integrado em medicina ...· o objetivo principal do estágio

Download Relatório Final de Estágio Mestrado Integrado em Medicina ...· O objetivo principal do estágio

Post on 19-Dec-2018

217 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Relatrio Final de Estgio Mestrado Integrado em Medicina Veterinria

Orientador(es) Dr. Ana Lcia Emdia de Jesus Lus

Co-Orientador(es) Dr. Juan Hernandez, diplomado pelo Colgio Americano de Medicina Interna (Dipl. ACVIM)

Porto 2013

Relatrio Final de Estgio Mestrado Integrado em Medicina Veterinria

Orientador(es) Dr. Ana Lcia Emdia de Jesus Lus

Co-Orientador(es) Dr. Juan Hernandez, diplomado pelo Colgio Americano de Medicina Interna (Dipl. ACVIM)

Porto 2013

Resumo

O objetivo principal do estgio era preparar-me para a prxima etapa de trabalho

independente e aplicar de forma prtica do conhecimento adquirido anteriormente,

atravs do contacto com a vertente clnica e cirrgica praticada em pequenos animais.

No Centre Hospitalier vtrinaire de Frgis tive a oportunidade de integrar os servios

de neurologia, imagiologia, dermatologia, cirurgia, medicina interna e a unidade de

cuidados intensivos. Nos diferentes servios encontrei pessoas diplomadas, que

acompanhava nas consultas externas, na realizao de exames complementares e na

discusso dos casos clnicos.

Nos animais hospitalizados e nos animais de cuidados intensivos foi-me permitido o

aperfeioamento de tcnicas de monitorizao dos animais internados, como por

exemplo a administrao de medicaes, a aplicao de pensos, a obteno de amostra

de sangue e urina, a alimentao assistida, a realizao de uma transfuso sangunea,

entre outras tarefas.

Nas semanas que acompanhei o diplomado do servio de imagiologia, pratiquei tcnicas

de posicionamento radiogrfico, acompanhei a execuo de ultrassonografias e de

ressonncias magnticas.

No servio de medicina interna, assumi a responsabilidade de continuar os casos

clnicos dos animais que necessitavam de um perodo de hospitalizao, sempre sob a

orientao dos residentes. Seguia diariamente, duas vezes por dia a rotao da

apresentao e resoluo dos casos dos animais hospitalizados. Participei ativamente na

realizao dos exames complementares, com rinoscopia, lavagem broncoalveolar,

colonoscopia, fibroscopia, encoscopia, etc.

A realizao do estgio permitiu cumprir os objetivos previamente previstos no plano

de estgio.

O presente relatrio descreve e discute uma seleo de cinco casos clnicos, que tive a

oportunidade de acompanhar no CVH de Frgis. Com a sua realizao procurei

consolidar o conhecimento de cada tema e posteriormente fazer a pesquisa bibliogrfica.

Abreviaturas

AD - Atrio Direito AE - Atrio Esquerdo AHIM - Anemia Hemoltica Imuno-Mediada ALB - Albuminas ALP - Fosfatase alcalina ALT- Alanina transferase BID - Duas vezes ao dia Bpm - Batimentos por minuto BUN - Ureia nitrogenada sangunea Ca2+ - Clcio CID - Coagulao Intravascular Disseminada Cl- - Cloro CHCM - Concentrao de Hemoglobina Corpuscular Mdia cm - Centmetros Crea - Creatinina dl - decilitro DDMVM- Doena degenerativa mixomatosa da vlvula mitral DV - Dorsoventral DU - Densidade urinria ECG - Eletrocardiograma EH - encefalopatia heptica FeLV- Leucemia felina fl - FIV- Vrus da imunodeficincia felina g - grama h- Hora HCM - Hemoglobina Corpuscular Media Ht - Hematcrito HTAP - Hipertenso arterial pulmonar IBD - Inflammatory bowel disease ICC - Insuficincia Cardaca Congestiva Ig - Imunoglobulina IECAs- Inibidores da enzima de converso angiotensina I IM - Via intramuscular

IR - Insuficincia renal IRA - Insuficincia renal aguda IRC - Insuficincia renal crnica ITU - Infeo do trato urinrio IV - Via intravenosa K+ - Potssio Kg - Quilograma L - Litro LCR - Liquido Cfalo raquidiano LR - Lactato de ringer MEG - Meningo encefalite granulomatosa mg - Miligrama mmol- Milimoll mmHg- Milimetros de mercurio Na+ - Sdio n - Nmero NaCI - Cloreto de sdio PIF - Peritonite infeciosa felina PO - Via oral (per os) ppm - Pulsaes por minuto PT - Protenas totais QID- Quatro vezes ao dia rpm - Respiraes por minuto Rx- Radiografia SC- Via subcutnea SER - sistema reticuloendotelial SPS - shunt porto-sistmico SID - Uma vez ao dia TFG - Taxa de filtrao glomerular TID - Trs vezes ao dia TRC - Tempo de repleo capilar

VD - Ventro-dorsal VGM - UI - unidade internacional C - Graus clsius g- Microgramas

mol - Micromoll

Agradecimentos

Considero que o meu conhecimento no nada mais do que o fruto da sabedoria das vrias

pessoas com quem me cruzei at hoje Por esse motivo, quero aproveitar o momento para

revelar os meus sinceros agradecimentos a todos que me fizeram sorrir, chorar, sentir, viver e

crescer, tanto a nvel pessoal como profissional.

Aos meus pais por me acompanharem e por permitirem que realize o meu grande sonho de tirar

o curso de medicina veterinria. minha irm por estar sempre l quando preciso

Ao meu namorado que sempre me acompanhou e ajudou-me em trabalhos

A todos os professores com quem tive oportunidade de aprender durante o curso, especialmente

Prof. Ana Lcia por ter aceitado ser minha coordenadora e por toda a ajuda. Ao Prof. Augusto

de Matos, ao Prof. Pablo Payo, ao Prof. Miguel Faria e ao Prof. Leandro Gardel por terem

construdo os pilares do meu conhecimento na rea da Clnica e Cirurgia de Animais de

Companhia. A todos os professores envolvidos e que me acompanharam ao longo dos 5 anos

at realizao do estgio, o meu obrigado.

Dra. Liliana Martins e Dra. Joana Santos pela simpatia, por todas as explicaes e pelo

sorriso. Ao Dr. Jorge Ribeiro e ao Sr. Frias por me terem ajudado sempre que precisava. Ao Dr.

Lus Lobo e ao Dr. Mrio Santos que me terem recebido no Hospital Veterinrio do Porto

(HVP) durante o meu estgio extra-curricular. Pela dedicao na formao dos internos do HVP

e sobretudo pelo companheirismo. Um especial agradecimento ao Dr. Amndio Dourado e ao

Dr. Nuno Proena pela confiana, pelos ensinamentos e por estarem sempre disponveis para

esclarecer as minhas dvidas. Foi muito bom o que aprendi, pois permitiu-me ir com alguma

experincia mais para o estgio curricular. A todos os diplomados, residentes e internos com

quem tive oportunidade de aprender, mas especialmente ao Dr. Juan Hernandez, ao Dr. Eymeric

Gomes por me terem feito sentir em casa no Centre Hospitalier Vtrinaire de Frgis, por tudo o

que aprendi, sempre num ambiente tranquilo e informal. Aos residentes das diferentes

especialidades, mas especialmente Dra. Alexandra Gabriel, Dra. Doroteia Bota, Dra.

Stephani Piazz, por me mostrarem a importncia do rigor e da sistematizao do raciocnio

clnico, pela confiana e por me deixarem sempre vontade.

A todos os meus amigos e colegas de curso que contriburam para que estes ltimos seis anos da

minha vida fossem to especiais.

Aos meus animais (Luffy, Kiko e Nikita), por completarem a minha vida

ndice Geral

Resumo

Abreviaturas

Agradecimentos

ndice

Caso clinico n 1: Respiratrio Aspergilose Sinonasal _______________________ 1

Caso clinico n2: Neurolgico - Shunt porto-sistmico ________________________ 7

Caso Clnico n3: Urinrio - Ureterolitase unilateral ________________________ 13

Caso clinico n4: Cardiologia- Doena degenerativa mixomatosa da vlvula mitral 19

Caso clnico n 5- Hematologia- Anemia Hemoltica Imuno-mediada ___________ 25

Anexo I - Respiratrio Aspergilose Sinonasal _____________________________ 31

Anexo II - Neurolgico - Shunt porto-sistmico ____________________________ 33

Anexo III - Urinrio - Ureterolitase unilateral ____________________________ 34

Anexo IV - Cardiologia- Doena degenerativa mixomatosa da vlvula mitral ____ 36

Anexo V - Hematologia- Anemia Hemoltica Imuno-mediada _________________ 38

Caso clinico n 1: Respiratrio Aspergilose Sinonasal

Caracterizao do paciente: AWAI, candeo, macho, inteiro, de raa Golden

Retriever, com 6 anos de idade, 39 Kg.

Motivo da consulta: Epistaxis

Anamnese: Desde a aproximadamente um ms, o Awai comeou com secreo nasal

muco-purulenta unilateral direita. H trs dias o proprietrio recorreu a um veterinrio,

o qual receitou antibioterapia sistmica, os proprietrios no recordam o nome. Houve

uma ligeira melhoria nos dois dias seguintes, mas o quadro clinico piorou e apresentou-

se h consulta com secreo sanguinolenta unilateral na narina direita. O Awai tem

vindo a reduzir o apetite. Encontra-se corretamente vacinado contra esgana, hepatite,

parvovirose e parainfluenza e desparasitado com fenbendazole. No possua qualquer

passado mdico ou cirrgico. Manteve a medicao referida at ao momento da

consulta. Mora numa vivenda, com um jardim privado e no tem por hbito sair rua.

Come rao seca e no tem contato com outros animais. Raramente realizava viagens.

Existe a possibilidade de ingesto de plantas e de terra, mas no objetos. Na anamnese

dirigida aos outros sistemas, no h alteraes a acrescentar.

Exame de estado geral: A atitude do Awai era normal em estao, decbito e

movimento. Estava alerta, apresentava um temperamento equilibrado e uma boa

condio corporal. Os movimentos respiratrios eram do tipo costo-abdominal,

profundos, regulares, ritmados, com relao inspirao-expirao de 1:1.3, sem uso da

prensa abdominal e com uma frequncia de 64 rpm. O pulso era bilateral, simtrico,

regular, ritmado, forte, sincrnico, com uma frequncia de 120pp

Recommended

View more >