relatório final de estágio mestrado integrado em medicina ...· consolidação de conhecimentos

Download Relatório Final de Estágio Mestrado Integrado em Medicina ...· consolidação de conhecimentos

Post on 14-Nov-2018

213 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Relatrio Final de Estgio

    Mestrado Integrado em Medicina Veterinria

    UROLITASE VESICAL EM EQUINOS ABORDAGENS CIRRGICAS

    Alexandra Leite da Silva

    Orientador

    Tiago Pereira DVM PhD

    Co-Orientador(es)

    Capito Hugo Rosa DVM

    Scott Toppin DVM

    Porto 2017

  • Relatrio Final de Estgio

    Mestrado Integrado em Medicina Veterinria

    UROLITASE VESICAL EM EQUINOS ABORDAGENS CIRRGICAS

    Alexandra Leite da Silva

    Orientador

    Tiago Pereira DVM PhD

    Co-Orientador(es)

    Capito Hugo Rosa DVM

    Scott Toppin DVM

    Porto 2017

  • i

    RESUMO

    Os trs primeiros meses de estgio decorreram no Littleton Equine Medical Center, no Colorado,

    Estados Unidos da Amrica.

    Neste hospital tive a possibilidade de acompanhar uma equipa composta por 21 mdicos

    veterinrios, tendo sido escalada diariamente para acompanhar um veterinrio diferente todos

    os dias, sendo que tanto ficava no hospital como ia em sadas de ambulatrio. Contactei assim

    com inmeras especialidades, desde medicina interna, cirurgia ortopdica, de tecidos moles,

    emergncia, dentistria, medicina desportiva, imagiologia e medicinas alternativas. Fiquei

    responsvel pela realizao de exames fsicos aos animais internados, duas vezes ao dia e pela

    administrao de medicaes orais a estes mesmos animais, sempre que necessrio. Tive ainda

    a oportunidade de acompanhar os veterinrios a prestar assistncia num dos maiores rodeios

    dos Estados Unidos, o National Western Stock Show.

    O ltimo ms de estgio foi no Hospital de Equinos da Guarda Nacional Republicana (4

    esquadro), na Ajuda Lisboa. Este hospital d assistncia mdica a cerca de 240 cavalos deste

    esquadro da GNR. Durante este ms, acompanhei uma equipa de trs Mdicos Veterinrios

    que me transmitiram bastantes conhecimentos e me incentivaram a praticar uma grande

    variedade de procedimentos, sob sua superviso. Foi, por este motivo, uma experincia bastante

    enriquecedora, a qual ajudou na minha formao como Mdica Veterinria, permitindo a

    consolidao de conhecimentos e a tornar-me mais autoconfiante e independente na realizao

    dos procedimentos mdicos. Fui tambm responsvel pela administrao da medicao aos

    animais internados, pelo tratamento de feridas, pela fisioterapia diria, entre outros.

    No presente relatrio, optei por fazer uma reviso bibliogrfica sobre Urolitase Vesical na

    espcie Equina, pois apesar de ser uma patologia rara, considero interessante o seu estudo,

    tanto do ponto de vista pato-fisiolgico como as possveis abordagens teraputicas, assim como

    pela oportunidade que tive em assistir a dois casos no LEMC. Mais especificamente, decidi incidir

    sobre as tcnicas cirrgicas em machos, uma vez que existe alguma dificuldade na remoo de

    clculos de grandes dimenses da bexiga destes animais, o que se reflete no grande numero de

    abordagens cirrgicas que foram desenvolvidas para este propsito. Posteriormente

    apresentao e descrio da patologia, cada tcnica cirrgica discriminada e caracterizada

    detalhadamente, apresentando as suas vantagens e desvantagens. Por fim, so apresentados

    e discutidos os dois casos clnicos que acompanhei durante o meu Estgio Curricular.

  • ii

    AGRADECIMENTOS

    Ao meu orientador, Professor Doutor Tiago Pereira, por sempre se ter mostrado to paciente,

    prestvel e disponvel para me orientar nesta etapa.

    A toda a equipa do Littleton Equine Medical Center, em especial ao meu Co-orientador, o Dr.

    Scott Toppin por me receber to bem no seu hospital.

    A toda a equipa do hospital de equinos da GNR, por me terem recebido com tanta simpatia e

    esprito de ajuda, em especial, ao meu Co-orientador Dr. Rosa e ao Dr. Toms por terem

    investido tanto tempo e dedicao na minha formao.

    Aos meus pais que me ajudaram a concretizar o meu sonho de ser Mdica Veterinria, por me

    apoiarem e amarem incondicionalmente e por terem feito tantos sacrifcios para me

    proporcionarem sempre a melhor formao pessoal e profissional.

    Aos meus avs, que tm sempre a capacidade de me fazer sentir a pessoa mais especial do

    mundo, mesmo quando parece que o mundo est todo contra mim, e que cultivaram em mim a

    esperana e o positivismo.

    minha madrinha Isabel, que sempre acreditou em mim e me apoiou, e que sempre foi para

    mim um exemplo a seguir.

    s minhas grandes amigas de faculdade Teresa Rodrigues, Constana Arajo, Lusa Alves e

    Eva Lemos. Foi um prazer partilhar convosco uma das melhores fases da vida, a faculdade!

    minha amiga Mdica Veterinria Mnica Assuno, que sempre me inspirou e aconselhou

    desde os meus 14 anos, at aos dias de hoje obrigada por me mostrares o quo bonita esta

    profisso!

    Aos animais, todos to especiais, que tanto me inspiram nesta vida, e que fazem de mim uma

    pessoa melhor!

    A Deus, por tudo.

  • iii

    NDICE GERAL

    ABREVIATURAS..1

    CASUSTICA DO ESTGIO...2

    REVISO BIBLIOGFICA

    Epidemiologia...6

    Caractersticas anatmicas e histolgicas da bexiga........6

    Patofisiologia.7

    Composio dos urlitos.8

    Sinais Clnicos...8

    Diagnstico.9

    Tratamento.....9

    Laparocistotomia.10

    Laparoscopia...13

    Cistotomia Pararetal ou de Gkel.16

    Uretrostomia Perineal.18

    Fragmentao de urlitos..20

    Cuidados ps-cirrgicos.22

    Prognstico...22

    Preveno.22

    Urolitase Sabulosa..23

    CASOS CLNICOS

    Caso Clnico 1..24

    Caso Clnico 2..29

    CONCLUSO35

    BIBLIOGRAFIA.36

  • 1

    ABREVIATURAS

    LEMC - Littleton Equine Medical Center

    GNR Guarda Nacional Republicana

    TFDS Tendo flexor digital superficial

    TFDP Tendo flexor digital profundo

    UP Uretrostomia perineal

    CP Cistotomia pararetal

    Laser Ho:YAG - Laser Holmium:Yttrium-Aluminum-Garnet

    Laser PC Laser pulsado de contraste

    Litotripsia por OC Litotripsia por ondas de choque

    BRE Bolsa de recolha de espcimes

    PO por via oral

    IV por via intravenosa

    SC por via subcutnea

    IM por via intramuscular

    SID Uma vez ao dia

    BID Duas vezes ao dia

    kg - Quilograma

    g Grama

    mg Miligrama

    L - Litro

  • 2

    CASUSTICA DO ESTGIO

    CASOS ASSISTIDOS LEMC GNR Sistema Locomotor 80 18

    Leso no menisco na articulao femurotibial 1 0

    Seroma na soldra 1 1

    Hematoma na soldra por trauma 1 0

    Osteoartrite na crista da 1 vrtebra cervical 1 0

    Calcificao das cartilagens acessrias do casco 0 1

    Osteoartrite da articulao femurotibiopatelar 7 0

    Sobrecana 1 1

    Sequestro sseo no 3 metacarpiano devido a trauma 0 1

    Artrite sptica 2 0

    Artrite do curvilho 12 0

    Esparvo sseo 6 1

    Fenda no casco 0 2

    Doena do navicular 4 1

    Fratura da cabea do fmur 1 0

    Tendinite no TFDS 2 2

    Tendinite no TFDP 3 0

    Rutura do TFDP 1 0

    Contrao do TFDP 1 0

    Desmite do ligamento suspensor do boleto 6 1

    Desmite do ligamento intersseo do 4 metacarpiano 1 0

    Leso do ligamento patelar mdio 1 0

    Osteoartrite interfalngica proximal 2 1

    Osteoartrite interfalngica distal 3 0

    Osteocondrite dissecante 4 0

    Laminite crnica 1 0

    Abcessos subsolares 3 0

    Dorsalgias 14 6

    Conflito dos processos espinhosos das vrtebras torcicas 1 0

    Sistema Digestivo 40 12

    Clicas Mdicas

    Impactao do colon maior 12 5

    Impactao do clon menor 6 4

    Enterite 3 0

    Colite 1 0

    Deslocamento para a direita do colon maior 2 0

    Encarceramento nefroesplnico 3 0

    Impactao gstrica 3 0

    Clicas Cirurgicas

    Impactao do colon maior 1 0

    Impactao cecal 1 0

    Impactao gstrica 1 1

    Encarceramento nefroesplnico 1 0

    Toro de intestino delgado 1 0

    lceras Gstricas 2 0

    Estomatite 3 2

  • 3

    Sistema Oftalmolgico 10 0

    Exoftalmia devido a lipoma 1 0

    Catarata unilateral 1 0

    lcera e edema da crnea 3 0

    Abcesso da crnea 2 0

    Uvete 2 0

    Glaucoma 1 0

    Sistema Dermatolgico 15 12

    Melanomas perineais 3 1

    Laceraes/ feridas devido a trauma/ corpo estranho 11 11

    Pnfigos foliceo 1 0

    Sistema Respiratrio 6 0

    Doena pulmonar obstrutiva crnica 1 0

    Plipos na cavidade nasal 1 0

    Gurma 1 0

    Hemiplegia larngea esquerda 1 0

    Sinusite 2 0

    Sistema Endcrino 4 0

    Sndrome de Cushing 4 0

    Sistema Cardiovascular 3 0

    Regurgitao artica 2 0

    Vasculite vrica 1 0

    Sistema Reprodutor 3 0

    Aborto 0 0

    Gestao gemelar 1 0

    Toro do cordo umbilical 1 0

    Endometrite 1 0

    Sistema Urinrio 2 0

    Urolitase vesical 2 0

    Outros 3 0

    Febre de etiologia desconhecida 2 0

    Cavalo idoso cado por desidratao, hipocalcmia, 1 0

    Total de Casos Assistidos 166 42

    PROCEDIMENTOS ASSISTIDOS LEMC GNR Perfuso regional de um membro com antibitico 4 1

    Exame de claudicao 63 11

    Exame neurolgico 4 0

    Gastroscopia 2 0

    Vacinao 20 10

    Certificado de sade 33 0

    Grosagem de dentes 9 1

    Exame de compra 6 0

    Desparasitao 13 0

    Tratamento por ondas de choque 6 0

Recommended

View more >