relat³rio de actividades ips, .relat³rio de actividades ips, 2010 ... os servi§os de...

Download Relat³rio de Actividades IPS, .Relat³rio de Actividades IPS, 2010 ... Os Servi§os de Ac§£o Social,

Post on 02-Dec-2018

214 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Relatrio de Actividades

    IPS, 2010

  • Relatrio de Actividades IPS, 2010

    1

    1. CARACTERIZAO, ESTRUTURA ORGNICA E STAKEHOLDERS

    1.1. Identidade e misso

    O Instituto Politcnico de Santarm uma instituio de ensino superior politcnico,

    criada pelo DL 513-T/79 e teve os seus primeiros estatutos homologados em 11 de

    Outubro de 1995.

    Devido entrada em vigor do Regime Jurdico das Instituies de Ensino Superior em

    10 de Setembro de 2007 encetou um processo de reviso estatutria a qual culminou

    em 4 de Novembro de 2008, com a publicao de novos estatutos.

    De acordo com este documento, o IPS uma instituio de ensino superior politcnico

    pblico, ao servio da sociedade, empenhada na qualificao de alto nvel dos cidados,

    destinada produo e difuso do conhecimento, criao, transmisso e difuso do

    saber de natureza profissional, da cultura, da cincia, da tecnologia, das artes, da

    investigao orientada e do desenvolvimento experimental, relevando a centralidade no

    estudante e na comunidade envolvente, num quadro de referncia internacional.

    O IPS promove a cooperao institucional e a mobilidade efectiva de todos os seus

    agentes, tanto a nvel nacional como internacional designadamente no espao europeu

    de ensino superior e na comunidade de pases de lngua portuguesa - participa em

    actividades de ligao sociedade, de difuso/transferncia e de valorizao econmica

    de conhecimento e assegura o acesso dos cidados ao ensino superior e

    aprendizagem ao longo da vida.

    Neste sentido so atribuies do IPS:

    A realizao de ciclos de estudos visando a atribuio de graus acadmicos, bem

    como de outros cursos ps-secundrios, de cursos de formao ps-graduada e

    outros, nos termos da lei;

    A criao do ambiente educativo adequado ao desenvolvimento da sua misso;

    A realizao de investigao e o apoio e participao em instituies cientficas;

    A transferncia e valorizao do conhecimento cientfico e tecnolgico;

    A realizao de aces de formao profissional e de actualizao de conhecimentos;

    A prestao de servios comunidade e de apoio ao desenvolvimento;

  • Relatrio de Actividades IPS, 2010

    2

    A cooperao e o intercmbio cultural, cientfico e tcnico com instituies

    congneres, nacionais e estrangeiras;

    A contribuio para a cooperao internacional e para a aproximao entre os

    povos, em especial com os pases de lngua portuguesa e os pases europeus, no

    mbito da actividade do IPS;

    A produo e difuso do conhecimento e da cultura.

    1.2. Estrutura orgnica

    Para a concretizao da sua misso, o IPS conta com cinco unidades orgnicas,

    designadas por Escolas Superiores:

    Escola Superior Agrria de Santarm (ESAS);

    Escola Superior de Desporto de Rio Maior (ESDRM);

    Escola Superior de Educao de Santarm (ESES);

    Escola Superior de Gesto e Tecnologia de Santarm (ESGTS);

    Escola Superior de Sade de Santarm (ESSS).

    Para alm destas unidades orgnicas, o Instituto conta ainda com outras unidades,

    designadamente:

    Unidade de Investigao, qual compete coordenar a investigao cientfica no

    mbito do Instituto, em articulao com as Escolas Superiores integradas;

    Unidade de Formao Ps-Secundria e Profissional, qual compete, em

    articulao com as Escolas Superiores integradas, promover a formao no

    graduada e promover a articulao neste domnio com outras instituies;

    Biblioteca que tem como objectivo gerir e coordenar o acervo bibliogrfico do

    Instituto, o Repositrio Institucional do IPS e os servios especficos prestados aos

    seus utilizadores.

    Existem ainda outros elementos nucleares na concretizao da misso do IPS, tais como:

    O Conselho Cientfico Pedaggico que um rgo que goza de competncias

    prprias no mbito cientfico ou tcnico-cientfico e no mbito pedaggico e tem

    como finalidade estabelecer formas de cooperao e articulao entre os conselhos

    tcnico-cientficos e os conselhos pedaggicos das Escolas, o conselho cientfico

  • Relatrio de Actividades IPS, 2010

    3

    da unidade de investigao e a comisso tcnico-pedaggica da unidade de

    formao ps-secundria;

    O Conselho para a Avaliao e Qualidade, o qual responsvel pelo

    estabelecimento dos mecanismos de auto-avaliao regular do desempenho do

    Instituto, das suas unidades, bem como das actividades cientficas e pedaggicas

    sujeitas ao sistema nacional de avaliao e acreditao;

    O Conselho Consultivo de Gesto cujas funes so as de apoiar o regular

    funcionamento do Instituto em matria de natureza administrativa e financeira, bem

    como a gesto de recursos humanos;

    O Provedor do Estudante, responsvel pela defesa dos direitos e legtimos

    interesses dos estudantes, desenvolvendo a sua aco em articulao com as

    associaes de estudantes e com os rgos e servios do IPS e com todas as suas

    unidades.

    Os Servios de Aco Social, que gozam de autonomia administrativa e financeira

    e asseguram a aco social escolar.

    Para alm destas unidades orgnicas e outras e dos outros organismos que foram

    mencionados acima, os servios centrais do IPS so estruturados do seguinte modo:

    Administrador, o qual coordena os servios do Instituto, sob a direco do presidente;

    Direco de Servios de Administrao Geral que compreende a Diviso Financeira

    e a Diviso de Recursos Humanos;

    Gabinete de Planeamento e Desenvolvimento Estratgico, que compreende o

    ncleo de planeamento e desenvolvimento estratgico e o ncleo de projectos;

    Gabinete Jurdico;

    Gabinete de Instalaes e Equipamento;

    Gabinete de Assuntos Acadmicos;

    Gabinete de Comunicao e Imagem;

    Gabinete de Mobilidade e Cooperao Internacional;

    Gabinete de Avaliao da Qualidade;

    Centro de Informtica;

    Servios de Apoio Presidncia.

  • Relatrio de Actividades IPS, 2010

    4

    1.3. rgos de governo

    De acordo com os estatutos do IPS, so os seguintes, os rgos de governo da

    instituio:

    Conselho Geral. Este rgo composto por 21 membros, dos quais seis, so

    personalidades externas de reconhecido mrito com experiencia relevante para o

    Instituto.

    Presidente, o qual o rgo superior de governo e de representao externa do

    instituto e que coadjuvado por dois Vice-Presidentes e por Pr-Presidentes para o

    desenvolvimento e implementao de tarefas, projectos e actividades especficas;

    Conselho de Gesto. Este rgo composto, para alm do presidente do Instituto,

    por um vice-presidente e pelo administrador

    1.4. Stakeholders

    Imbudo da misso descrita e apresentando a estrutura orgnica acima referida, o IPS -

    no desenvolvimento das suas actividades - ter de relacionar-se com um conjunto

    heterogneo de entidades - quer internas, quer externas as quais so tambm, directa

    ou indirectamente, parte interessada na excelncia das actividades desenvolvidas, uma

    vez que, consoante os casos, contribuem para a sua produo, dela beneficiam, ou em

    ltima instancia, contribuem e beneficiam, simultaneamente, das actividades

    desenvolvidas.

    Neste sentido as principais entidades interessadas na actividade do Instituto, ou se

    preferirmos, os seus principais stakeholders so os seguintes:

    Stakeholders internos:

    Estudantes

    Docentes

    Investigadores

    Funcionrios no docentes

    Stakeholders externos:

    Escolas Secundrias

  • Relatrio de Actividades IPS, 2010

    5

    Escolas Profissionais

    Centros de Investigao

    Instituies de Ensino Superior

    Ex estudantes

    Famlias

    Associaes socioprofissionais

    Parceiros Internacionais

    Parceiros nacionais

    Governo

    Fornecedores

    Sociedade civil

    CPLP

    CSISP

    Ministrios

    Sindicatos

    Hospitais

    Autarquias

    Instituies Pblicas

    Empresas Privadas

    Empresas Publicas

    Empresas Municipais

    Cooperativas e outras organizaes de Economia Social

    Clubes Desportivos

    Agencia Nacional para a Avaliao e Acreditao do Ensino Superior

    2. ENQUADRAMENTO JURDICO

    Do ponto de vista do seu enquadramento jurdico institucional, o Instituto Politcnico de

    Santarm, obedece ao disposto no Decreto-lei n62/2007 de 10 de Setembro, o qual fixa o

    Regime Jurdico das Instituies do Ensino Superior, seja quanto respectiva forma

    organizativa, seja quanto s suas atribuies, seja quanto competncia dos seus rgos de

    governo, seja ainda quanto s suas relaes com a tutela e modo de fiscalizao pblica.

  • Relatrio de Actividades IPS, 2010

    6

    No que se refere ao pessoal docente, o IPS regula-se ainda pelo disposto no Estatuto da

    Carreira do Pessoal Docente do Ensino Superior Politcnico, consagrado no Decreto-lei

    n 185/81 de 1 de Julho e modificado pelo Decreto-lei n 207/2009 de 31 de Agosto.

    Quanto ao pessoal no docente, regula-se pelos princpios que esto definidos na Lei

    n12-A/2008 de 27 de Fevereiro e nas alteraes que se lhe seguiram.

    O IPS norteia a sua oferta formativa conferente de grau, seguindo os princpios contidos

    na Declarao de Bolonha, os quais conhecem a sua forma de lei, designadamente no

    disposto no Decreto-lei n 42/2005 que define os princpios reguladores e os instrumentos

    para a criao do espao europeu do ensino superior; no disposto no Decreto-lei

    n 74/2006 de 24 de Maro, que aprova o regime jurdico dos graus e diplomas do ensino

    superior