relat“rio anual 2014 - .a parceria com a funda§£o bill & melinda gates...

Download RELAT“RIO ANUAL 2014 - .A parceria com a Funda§£o Bill & Melinda Gates avan§ou e estudos sobre

Post on 02-Dec-2018

213 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • RELATRIO ANUAL 2014

    Luta

    ndo

    Cont

    ra a

    Fom

    e no

    Mun

    do

    Foto: WFP/Carolina Montenegro

  • 2

    wfp

    .org

    rel

    at

    rio

    an

    ua

    l 2

    01

    4

  • 3

    SUMRIO

    APRESENTAO ................................................................................ 9

    DilOgO SObRE POlTiCAS PbliCAS ................................................ 13

    gmbia .............................................................................................. 14

    Tunsia ............................................................................................... 14

    Paquisto ........................................................................................... 14

    bolvia ............................................................................................... 15

    benim, burundi e Togo ......................................................................... 15

    Camares, laos e Zimbbue ................................................................. 16

    HiSTRiAS DE SUCESSO - bANglADESH ............................................. 19

    DESENvOlviMENTO DE POlTiCAS PbliCAS ....................................... 21

    Senegal ............................................................................................. 22

    Cte divoire ...................................................................................... 22

    Cuba ................................................................................................. 23

    Nger ................................................................................................. 23

    Zmbia .............................................................................................. 23

    Paquisto ........................................................................................... 24

    HiSTRiAS DE SUCESSO - gMbiA ..................................................... 27

    iNOvAO E DiSSEMiNAO .............................................................. 29

    Parcerias ............................................................................................ 29

    Fundao bill & Melinda gates ............................................................. 30

    DFiD ................................................................................................. 31

    gCNF ................................................................................................ 32

    Disseminao ..................................................................................... 33

  • 4

    wfp

    .org

    rel

    at

    rio

    an

    ua

    l 2

    01

    4

    HiSTRiAS DE SUCESSO - PAqUiSTO ................................................ 35

    liNHA DO TEMPO .............................................................................. 36

    PASES ONDE O CENTRO ATUA............................................................ 38

  • 5

    rel

    at

    rio

    an

    ua

    l 2

    01

    4Cap

    tulo

    1.

    apr

    esen

    tao

  • fOTO: WfP/VINcIUS LIMONgI

  • 7

    APRESENTAOO Centro de Excelncia contra a Fome se consolidou como polo de assistncia tcnica dentro do Programa Mundial de Alimentos, em razo de sua experincia acumulada em desenvolvimento de capacidades nas reas de alimentao escolar, segurana ali-mentar e proteo social. Por meio das aes de cooperao sul-sul promovidas pelo Centro, nos posicionamos na vanguarda da implementao do Desafio Fome Zero.

    O exemplo brasileiro, que serviu de inspirao para o desafio lanado pelo Secre-trio-geral da ONU, est inspirando agora os pases apoiados pelo Centro em sua busca por solues sustentveis para a insegurana alimentar. O ano de 2014 foi marcante para o Centro de Excelncia contra a Fome, que continuou a inspirar governos a conhecer estratgias diversas de superao da fome e a desenvolver solues sustentveis para alcanar a segurana alimentar em seus pases.

    Realizamos 11 visitas de estudos, facilitamos a elaborao de seis planos de ao, apoiamos a organizao de trs seminrios nacionais e enviamos cinco consulto-res para trabalhar com governos nacionais na promoo da alimentao escolar e da proteo social, assim como em programas de segurana alimentar e nutri-cional. Desde a criao do Centro h trs anos, estamos envolvidos com mais de 70 pases, e 34 deles participaram de visitas de estudos ao Brasil.

    O Centro, alinhado com o compromisso do PMA de ampliar as compras de ali-mentos produzidos por agricultores familiares, compartilha conhecimentos e en-coraja governos a desenvolver seus programas de alimentao escolar de modo a incluir a participao dos agricultores familiares. uma contribuio nica do Centro de Excelncia construo de solues duradouras que quebrem o ciclo intergeracional de fome e pobreza e ajudem os pases a atingir a segurana ali-mentar e nutricional de forma sustentvel.

    1

  • 8

    wfp

    .org

    rel

    at

    rio

    an

    ua

    l 2

    01

    4

    Se por um lado buscamos promover boas prticas, por outro optamos por no oferecer solues prontas para os pases. Em vez disso, provemos os conheci-mentos tcnicos que os governos precisam para en-contrar suas prprias solues para combater a fome e a pobreza. Acreditamos que absolutamente ne-cessrio que os pases se apropriem dessas solues e convoquem toda a sociedade a participar no esta-belecimento de programas e projetos.

    Alm da assistncia tcnica para desenvolvimento de capacidades de governos, o Centro de Excelncia tam-bm empreendeu esforos na disseminao de ideias, conceitos e boas prticas para a superao da fome. Pela segunda vez, o Centro co-organizou o Global Child Nutrition Forum (GCNF), uma plataforma-cha-ve para articulao de pessoas, instituies e governos envolvidos na promoo da alimentao escolar como estratgia indispensvel para alcanarmos o Desafio Fome Zero.

    Mais de 250 pessoas de 46 pases estiveram reunidas na frica do Sul para discutir o papel da nutrio como um componente fundamental de programas susten-tveis e eficazes de alimentao escolar, vinculados a programas de incentivo agricultura local. Esta tem-tica, por sinal, teve grande destaque durante o ano, com diversos eventos dedicados a discutir a relevncia da nutrio para garantir a segurana alimentar.

    Por sermos uma instituio movida pela demanda, pre-cisamos nos adaptar para responder s necessidades dos governos comprometidos com o desenvolvimento de programas de alimentao escolar. Por isso, amplia-mos nossa unidade de pesquisas e estamos preparando anlises de custo-benefcio de programas de compras locais de alimentos, considerados cruciais para garantir a segurana alimentar de agricultores familiares e sis-temas de produo de alimentos mais sustentveis.

    A parceria com a Fundao Bill & Melinda Gates avanou e estudos sobre os dois principais progra-mas brasileiros de compras institucionais da agricul-tura familiar o Programa Nacional de Alimentao Escolar e o Programa de Aquisio de Alimentos sero lanados em 2015. A parceria com o DFID e o Ministrio do Desenvolvimento Social e Combate Fome, por sua vez, proporcionou a ampliao do apoio do centro a pases da frica, alm da realizao de seminrios e outras iniciativas de disseminao de boas prticas de proteo social.

    Parceria foi a palavra chave do Centro neste ano. Alm da j estabelecida parceria com o governo fe-deral, novos acordos foram feitos com o Governo da Bahia, Governo do Municpio de So Paulo, Emater-DF, Instituto Lula, entre outros, para possibilitar que os conhecimentos acumulados por essas instituies estejam disposio dos pases com os quais o Cen-tro trabalha.

    Em setembro de 2014, as agncias da ONU respons-veis pelo monitoramento da fome no mundo PMA, FAO e IFAD anunciaram que o Brasil havia, final-mente, sado do Mapa da Fome. Pela primeira vez desde que o monitoramento havia comeado, o Bra-sil no aparecia entre os pases afligidos pela falta de acesso universal a alimentos de qualidade. Essa im-portante conquista comprovou que as polticas pbli-cas brasileiras, utilizadas pelo Centro de Excelncia como inspirao para outros pases em desenvolvi-mento, de fato tiveram impacto profundo na socieda-de brasileira e ampliaram ainda mais o interesse dos

    FOTO: WFP/ANDR bRANCO

  • 9

    rel

    at

    rio

    an

    ua

    l 2

    01

    4Cap

    tulo

    1.

    apr

    esen

    tao

    pases na cooperao sul-sul com o Brasil, atravs do Centro de Excelncia contra a Fome do PMA.

    A ateno cooperao sul-sul e triangular do Centro de Excelncia parte da excepcional capacidade do Bra-sil de demonstrar a outros pases que polticas pblicas interconectadas e forte compromisso poltico so capa-zes de alterar profundamente a situao da fome de um pas em uma dcada. A parceria com o governo do Bra-sil permite ao Centro realizar o trabalho inovador de facilitao do acesso de governos de todo o mundo s experincias brasileiras. Estamos vendo os resultados de todo esse trabalho no nvel local.

    Bangladesh, por exemplo, lanou uma iniciativa de preparao de uma poltica e uma estratgia na-cional de alimentao escolar que j introduziu re-feies quentes em 95 escolas do pas, para 20 mil crianas. As refeies so preparadas nas escolas, com o envolvimento das comunidades locais e o uso de vegetais comprados de produtoras locais. Senegal est debatendo a incluso do direito humano ali-mentao adequada em sua Constituio, enquanto o Malaui est preparando um projeto de lei para uma nova poltica de alimentao escolar.

    Gmbia, por sua vez, realizou dois seminrios na-

    cionais, um sobre proteo social, em parceria com o DFID, e um sobre alimentao escolar, em parceria com o Brasil. Moambique aprovou seu primeiro pr

Recommended

View more >