regulamento especfico ginstica de grupo 2013 .os je avaliam a rea t©cnica (nota a...

Download REGULAMENTO ESPECFICO GINSTICA de GRUPO 2013 .Os JE avaliam a rea T©cnica (nota A – Composi§£o/Estrutura

Post on 12-Nov-2018

213 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • REGULAMENTO ESPECFICO

    GINSTICA de GRUPO

    2013 2017

    (Revisto em setembro de 2015)

  • Regulamento Especfico de Ginstica de Grupo 1

    NDICE

    1. INTRODUO P. 2

    2. PARTICIPAO/ORGANIZAO P. 3

    3. PROGRAMA TCNICO P. 3

    4. CRITRIOS DE PONTUAO E AJUIZAMENTO P. 4

    4.1. ORGANIZAO DO JRI P. 4

    4.2. CRITRIOS DE PONTUAO P. 5

    4.2.1. Composio/Estrutura da rotina apresentada A P. 5

    4.2.2. Execuo Tcnica B P. 8

    4.2.3. Nota Artstica P. 11

    4.3. DEDUES P. 17

    5. CLASSIFICAO P. 18

    6. EQUIPAMENTO DE PROVA P. 19

    7. RESTRIES P. 19

    8. CASOS OMISSOS P. 19

    ANEXOS P. 20

  • Regulamento Especfico de Ginstica de Grupo 2

    1. INTRODUO

    Esta rea da ginstica, embora, tradicionalmente com caractersticas de exibio, ser, no mbito do

    Desporto Escolar, organizada com quadro competitivo. No s, por ser necessrio que haja avaliao,

    tanto para haver um controlo qualitativo do trabalho desenvolvido como para que se possam apurar os

    grupos que passam s fases seguintes, mas tambm, porque nos parece ser um meio privilegiado de

    formao dos jovens e criao de hbitos de superao que lhes podem ser teis no futuro.

    Este um documento para professores responsveis pelos Grupos-Equipa e alunos Juzes/rbitros,

    dever servir como uma orientao, uma vez que estabelece e procura explicar alguns critrios de

    avaliao e pressupostos tcnicos bsicos que devem fazer parte de qualquer apresentao em

    Ginstica de Grupo.

    Procuramos, assim, fornecer alguns instrumentos que reduzam o grau de subjetividade presente na

    avaliao das prestaes a nvel da Ginstica de Grupo.

  • Regulamento Especfico de Ginstica de Grupo 3

    2. PARTICIPAO/ORGANIZAO

    A Ginstica de Grupo tem um contedo tcnico bastante amplo, definido por todas as tcnicas das

    vrias disciplinas gmnicas existentes. Todos os grupos que se enquadrem dentro das caractersticas

    requeridas nos regulamentos, podem participar nas competies, independentemente do tipo de

    movimento predominante ser mais gmnico ou mais danado.

    QUADRO ORGANIZATIVO

    Nesta rea no sero definidas quaisquer limitaes no domnio do escalonamento etrio/gnero.

    As competies de Ginstica de Grupo consistem na participao de conjuntos, constitudos por 10 a 20

    ginastas, que podero ser masculinos, femininos ou de ambos os gneros.

    A escolha de materiais/equipamentos a utilizar na rotina dever ter em considerao se a utilizao dos

    mesmos compatvel com a preservao do equipamento gmnico/praticvel onde decorrer a prova,

    isto , se a sua utilizao no passvel de causar danos no mesmo. Tal situao poder levar no

    permisso de utilizao de alguns materiais no dia da competio.

    Os materiais/equipamentos escolhidos, quando utilizados em cima do praticvel, devero fazer parte

    integrante do exerccio. Devem ser utilizados devidamente enquadrados de uma forma lgica ao longo

    de toda a rotina, no se limitando a ser meros acessrios.

    As condies de participao dos Grupos-Equipa encontram-se especificadas no Regulamento Geral dos

    Desportos Gmnicos e devem ser devidamente articuladas com o ponto 2 desse documento.

    3. PROGRAMA TCNICO

    As possibilidades de um trabalho criativo nesta rea so imensas e possibilitam aos diversos Grupos-

    Equipa explorar das formas mais diversas as mltiplas hipteses que se abrem ao trabalho de grupo.

    Cada grupo ser constitudo de acordo com a sua vocao especfica e a linha que considerar mais

    adequada produo da sua apresentao.

    O desenvolvimento da rotina deve privilegiar o trabalho de grupo, partindo das referncias bsicas dos

    movimentos e movimentaes caractersticos da atividade gmnica. Caso as tcnicas utilizadas no

    sejam tcnicas gmnicas, no haver lugar a pontuao na parte tcnica.

  • Regulamento Especfico de Ginstica de Grupo 4

    A prova consiste na apresentao de uma rotina com caractersticas gmnicas, de durao entre 4 e 7

    minutos, com acompanhamento musical, numa rea til de trabalho de 14m x 14m, com ou sem

    utilizao de aparelhos, ou em aparelhos.

    A cronometragem do exerccio dever ter incio quando um ou mais elementos do grupo comeam a

    movimentar-se, aps uma posio esttica inicial (sendo que o incio do exerccio poder ou no

    coincidir com o incio do acompanhamento musical). A contagem do tempo termina no momento em

    que o grupo assume uma posio esttica final (que poder ser ou no coincidente com o final do

    acompanhamento musical).

    No se considera tempo de exerccio o perodo de preparao dos diferentes materiais para a rotina.

    Aps este processo, os ginastas devero assumir uma posio inicial esttica dentro do praticvel, s

    nesse momento dando incio apresentao da rotina.

    4. CRITRIOS DE PONTUAO E AJUIZAMENTO

    De acordo com especificado no Regulamento Geral de Provas do Desporto Escolar em vigor, pp.17,

    artigo 24, 1. Em todos os jogos/provas da Fase Local, Regional e Nacional obrigatrio que cada

    equipa seja acompanhada por 1 (um) aluno juiz/rbitro, com formao para exercer as funes de

    arbitragem, cronometragem e secretariado. Excetuando-se as modalidades cujo Regulamento Especfico

    contemple outro nmero de rbitros ou outras formas de arbitragem.

    Assim, e segundo o Regulamento Geral de Desportos Gmnicos, pp. 8 todos os GE devem

    obrigatoriamente fazer-se acompanhar por juzes-rbitros habilitados para o nvel da competio em

    que se apresentam e em nmero definido pela organizao da prova. Caso tal no acontea proceder-

    se- de acordo com o ponto 2.7.4. do presente regulamento.

    4.1. Organizao do jri

    O painel de juzes de Ginstica de Grupo ser composto por:

    1. 3 Juzes de Execuo (JE)

    2. 3 Juzes de Artstica (JA)

    3. 1 Juiz rbitro

    Os JE avaliam a rea Tcnica (nota A Composio/Estrutura da rotina e nota B Execuo Tcnica). A

    nota de cada JE, que poder atingir 58 pontos, ser o somatrio da pontuao por si atribuda em A +

    1,9 x o somatrio da pontuao por si atribuda em B.

  • Regulamento Especfico de Ginstica de Grupo 5

    Os JA avaliam a componente Artstica que poder atingir 42 pontos. A nota de cada JA ser o somatrio

    da pontuao por si atribuda nessa rea x 1,4.

    O Juiz rbitro, que dever ser um professor, far as dedues, bem como, pontuar as reas Tcnica e

    Artstica, de modo a que a sua nota possa servir de referncia em caso de necessidade.

    Nota Final do Exerccio

    A nota final ser a soma da mdia das notas dos trs Juzes de Execuo, com a mdia das notas dos trs

    Juzes de Artstica, a este resultado far-se-o as respetivas dedues aplicadas pelo Juiz rbitro da prova.

    Nota final = [ (mdia das notas dos 3 JE) + (mdia das notas dos 3 JA)] - Dedues

    Esta nota poder ir at s centsimas.

    O Painel de Jri dever manter-se do incio ao final da prova.

    4.2. CRITRIOS DE PONTUAO

    NOTA TCNICA - A nota Tcnica incide sobre 2 apreciaes:

    1. Composio/Estrutura da rotina apresentada - A;

    2. Execuo Tcnica - B;

    A nota Tcnica = A + (1,9 x B) sendo atribuda segundo os seguintes critrios:

    4.2.1. Composio/Estrutura da rotina apresentada A (at 20 pontos)

    Variaes de Formaes 5 pontos

    Ao longo da rotina devero ser apresentadas diferentes formaes. So inmeros os diferentes tipos de

    formaes que podero ser apresentadas ao longo da rotina. As transies de formao para formao

    devero ser feitas de formas variadas e fluidas, ou seja, sem quebras ou paragens na apresentao.

    As formaes devem ser realizadas em diferentes locais, explorando assim os vrios quadrantes do

    praticvel e podendo tomar vrias frentes. Podem ser realizadas pelo grande grupo, ou o mesmo poder

    subdividir-se e assumir diferentes ou iguais formaes. No entanto, se em dado momento o grupo se

    subdivide e apresenta uma ao em simultneo com duas formaes (por exemplo um subgrupo est

    em linha e outro em crculo), tal dever contar como uma formao, isto , no se contar a linha como

    uma formao e o crculo como outra formao. Apenas quando os elementos do grupo mudarem de

    posies relativas para outro tipo de formao ser contada outra formao.

  • Regulamento Especfico de Ginstica de Grupo 6

    A avaliao ser feita quanto ao nmero de formaes apresentadas:

    2 ou menos formaes = 1 ponto;

    3 a 4 formaes = 2 pontos;

    5 a 6 formaes = 3 pontos;

    7 a 8 formaes = 4 pontos;

    9 ou mais formaes = 5 pontos.

    Utilizao dos 3 nveis do espao 5 pontos

    O espao vertical dever ser explorado nos seus 3 nveis: Alto, Mdio e Baixo.

    Entendendo-se por nvel:

    Alto explorao do espao atravs de elementos que contenham trajetria area, saltos, lanamentos,

    ou qualquer tipo de trabalho em cooperao por dois ou mais elementos, em que exista a passagem de

    pelo menos um deles altura dos ombros do(s) outro(s).

    Mdio trabalho em p, explorao deste nvel atravs de deslocamentos, elementos coreogrficos

    diversos, elementos gmnicos que pela sua execuo explorem este nvel espacial (rodas, apoios faciais

    invertidos, aranhas, equilbrios, elementos acrobticos, etc.);

    Baixo - trabalho no cho, explorao deste nvel atravs de movimentaes ao nvel do cho, elementos

    coreogrficos diversos, elementos gmnicos que pela sua execuo explorem este nvel espacial

    (enrolamentos, elementos de flexibilidade, elementos acrobticos em que o base se encontre com a

    cintura plvica ao nvel do cho, etc.).

    A avaliao ser fe