regrasibjjf v3

Download Regrasibjjf v3

Post on 06-Mar-2016

214 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Livro de Regras - jiu-jitsu

TRANSCRIPT

  • LIVRO DE REGRASREGULAMENTO GERAL DE COMPETIES

    MANUAL DE FORMATAO DE COMPETIES

  • Sumrio

    LiVro DE rEGrAS

    rEGuLAmENTo GErAL DE ComPETiES

    mANuAL DE FormATAo DE ComPETiES

    PgINA 3

    PgINA 33

    PgINA 39

  • lIvro de regrAs

  • 4ArTiGo 1 ArbiTrAGEm Autoridade do rbitro

    O rbitro a autoridade mxima de cada luta.

    O resultado de cada luta proclamado pelo rbitro soberano.

    O resultado proclamado de uma luta s poder ser alterado nos seguintes casos:

    Se houver interpretao errada do placar.

    Se o atleta declarado vencedor tiver finalizado o adversrio utilizando golpes restritos no observados pelo rbitro.

    Se o atleta tiver sido desclassificado por ter aplicado golpe permitido. Nesse caso, quando a interrupo da luta e a desclas-sificao acontecerem antes do atleta que sofreu o ataque ter batido, o combate retornar ao centro da rea de luta e o atleta que aplicou o golpe receber dois pontos. No caso do atleta que sofreu o golpe ter batido antes da interrupo da luta e da desclassificao, o atleta que aplicou o golpe ser declarado vencedor.

    Se o rbitro cometer um erro de direito, que consiste na aplicao incorreta das regras do esporte previstas neste livro. O erro de direito no inclui interpretaes subjetivas do rbitro na marcao de pontos, vantagens ou punies.

    Para alterar o resultado proclamado de uma luta, as seguintes condies devem ser observadas:

    O rbitro poder consultar o diretor de arbitragem do evento, mas caber ao rbitro a deciso final de alterar ou no o resultado proclamado.

    O diretor de arbitragem dever consultar a mesa central do evento sobre o andamento da chave e s poder autorizar a alterao do resultado caso a chave no tenha avanado para a fase posterior.

    Formatao da arbitragem

    A organizao do campeonato poder optar por escalar trs rbitros para uma luta sempre que considerar necessrio.

    Nesse caso, dois rbitros laterais ficaro sentados em cadeiras posicionadas em cantos opostos da rea de luta.

    Os rbitros laterais tero poderes iguais ao do rbitro central e toda e qualquer marcao ou retirada de pontos, vantagens ou punies devero ser confirmadas por pelo menos dois dos trs rbitros.

    Em caso de concordncia com o rbitro central, os rbitros laterais permanecero sentados nas cadeiras nos cantos da rea de luta.

    Em caso de discordncia com o rbitro central, os rbitros laterais devero levantar das cadeiras nos cantos da rea de luta e assinalar a marcao de pontos, vantagens, punies ou a retirada das mesmas utilizando os gestos previstos nesta regra.

    No caso dos rbitros marcarem trs pontuaes diferentes para um mesmo movimento, valer a marcao intermediria (Ex. Quando um rbitro marca passagem de guarda, o segundo marca vantagem e o terceiro pede a retirada dos pontos, ser assinalada no placar uma vantagem).

    Em caso do rbitro central decidir desclassificar um atleta por acmulo de quatro punies (faltas graves ou de amarrao), ele far o gesto referente punio grave antes de paralisar a luta. A deciso deve ser confirmada por pelo menos um dos rbitros laterais, que far o mesmo gesto de punio, e s ento o rbitro central estar autorizado a paralisar a luta.

    Em caso do rbitro central decidir desclassificar um dos atletas por falta gravssima, ele far o gesto referente desclassifica-o antes de paralisar a luta. A deciso deve ser confirmada por pelo menos um dos rbitros laterais, que far o mesmo gesto de desclassificao, e s ento o rbitro central estar autorizado a paralisar a luta.

    1

    1.1

    1.1.1

    1.1.2

    1.1.3

    1.1.4

    1.2

    1.2.1

  • 5 Em caso de empate em pontos, vantagens e punies ao final da luta, o arbitro central posicionar os dois atletas em p no local que iniciaram a luta, virados de frente para a mesa. O rbitro dar dois passos para trs e com gesto pedir para que os rbitros laterais fiquem de p. Aps os rbitros laterais se posicionarem de p, o rbitro central dar um passo frente com a perna direita, sinalizando o momento em que os trs rbitros levantam seus braos declarando o atleta que consideram ven-cedor. O rbitro ento confere a escolha dos rbitros laterais e declara vencedor o atleta escolhido pela maioria dos rbitros. Funes do rbitro

    Caber ao rbitro chamar os atletas para a rea de luta no incio do combate.

    Caber ao rbitro fazer a checagem final de todas as exigncias de vestimenta, higiene, etc. Caso um dos atletas no atenda a qualquer das exigncias, caber ao rbitro determinar que a exigncia seja cumprida em tempo determinado.

    Caber ao rbitro posicionar os atletas na rea de luta antes do incio do combate.

    O atleta que ficar direita do rbitro ter a sua pontuao assinalada pelo brao direito do rbitro, diferenciado do esquerdo por uma braadeira verde e amarela que indicar que os pontos do atleta sero marcados na seo verde e amarela do placar.

    O atleta que ficar esquerda do rbitro ter a sua pontuao assinalada pelo brao esquerdo do rbitro, que no apresenta a braadeira e seus pontos sero marcados na seo sem cores do placar.

    Caber ao rbitro fazer o posicionamento dos atletas de acordo com a cor do kimono que usam.

    Caso os dois atletas estejam de kimono da mesma cor, o primeiro atleta a ser chamado ficar direita do rbitro, receber a faixa verde e amarela de identificao, mantendo tambm a sua prpria faixa amarrada na cintura.

    Caso um atleta esteja de kimono branco e outro atleta de kimono azul royal, o atleta de kimono azul royal ficar direita do rbitro.

    Caso um atleta esteja de kimono preto e o outro atleta de kimono azul royal, o atleta de kimono azul royal ficar direita do rbitro.

    Caso um atleta esteja de kimono preto e o outro atleta de kimono branco, o atleta de kimono preto ficar direita do rbitro.

    Caber ao rbitro dar inicio luta.

    Caber ao rbitro interromper a luta quando achar necessrio.

    obs: Quando o rbitro central interromper a luta por qualquer motivo, os atletas devem sempre que possvel manter a posio e aguardar instruo do rbitro.

    Caber ao rbitro fazer com que os atletas cumpram a obrigao de lutar no centro da rea de combate.

    Quando os atletas estiverem com 2/3 do corpo fora da rea de combate, em posio no solo estabilizada, o rbitro interrom-per a luta e, observando a posio de cada atleta, reiniciar o combate no centro com os atletas em posies idnticas as do momento da interrupo.

    Quando os atletas estiverem com 2/3 do corpo fora da rea de combate, em p ou em posio no solo mas no estabilizada, o rbitro interromper a luta e reiniciar o combate com os dois atletas em p no centro da rea de combate.

    Quando um atleta estiver com um golpe de finalizao encaixado na rea de segurana, o rbitro no interromper o combate.

    Quando um atleta estiver com um golpe de finalizao encaixado e no movimento de defesa do adversrio os dois atletas forem para fora da rea de segurana, o rbitro interromper o combate e recomear a luta no centro com os atletas em p. Nesse caso, quando o rbitro tiver clareza que o movimento que levou sada da rea de combate foi iniciado pelo atleta que estava sob o ataque da finalizao, ele assinalar 2 (dois) pontos para o atleta que tinha o golpe de finalizao encaixado, como previsto no tem 3.1.1.

    1.3

    1.3.1

    1.3.2

    1.3.3

    1.3.4

    1.3.5

    1.3.6

    1.3.7

  • 6 Quando um dos atletas leva seu adversrio para a rea de segurana enquanto busca estabilizao de uma posio de pontuao, o rbitro dever sempre que possvel aguardar a estabilidade da posio por 3 segundos para ento parar a luta, dar os pontos e ento reiniciar o combate no centro da rea de luta.

    Toda movimentao que ultrapassa a rea de segurana deve ser paralisada e a luta retornada em p no centro da rea de combate.

    Quando a sada da rea de combate motivada pelo movimento do atleta atacando a finalizao, o rbitro no assinalar os 2 (dois) pontos aps interromper a luta. O rbitro deve apenas dar a vantagem pela quase finalizao, respeitando as regras da vantagem (Artigo 5).

    Caber ao rbitro nas categorias de idade at 12 anos proteger a cervical do atleta se posicionando atrs deste quando ele retirado do solo pelo adversrio em caso de tringulo ou guarda fechada.

    Caber ao rbitro assinalar toda e qualquer punio, vantagem ou pontuao referente a cada atleta.

    Caber ao rbitro advertir e desclassificar os atletas.

    Quando ocorrer a situao prevista no tem 6.4.22, sem posio de finalizao encaixada, caber ao rbitro interromper a luta e recolocar os atletas em posio regular. O rbitro ento ir reiniciar o combate, punindo o infrator.

    Quando ocorrer a situao prevista no tem 6.4.22, com posio de finalizao encaixada, caber ao rbitro aplicar a punio sem interromper a luta.

    Quando ocorrer a situao prevista na foto de nmero 11 do item 6.3.2, seja por tentativa de queda ou qualquer outra po-sio vinda do cho, com os atletas de joelhos ou em meio a um movimento de raspagem, o rbitro dever agir da seguinte forma:

    Em categorias at o juvenil e na faixa-branca, o rbitro dever interromper a luta imediatamente e recomear o combate com os dois atletas em p, sem aplicar qualquer punio.

    Nas demais categorias o rbitro no interferir na luta.

    Caber ao rbitro solicitar a entrada do atendimento mdico na rea de luta.

    Caber ao rbitro encerrar a luta ao final do tempo regulamentar.

    Caber ao rbitro proclamar o resultado da luta.

    Caber ao rbitro levantar o brao do vencedor da luta e somente do vencedor, mesmo em caso de acordo entre dois atletas da mesma academia.

    1.3.8

    1.3.9

    1.3.10

    1.3.11

    1.3.12

    1.3.13

    1.3.14

  • 71.4

    1.4.1

    gestos e ordens verbais do rbitro

    O rbitro utilizar uma srie de gestos e comandos verbais para se comunicar